Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Dia Mundial do Turismo

por Correio da Guarda, em 27.09.21

 

Dia Mundial do Turismo - foto Helder Sequeira.jpg

Hoje assinala-se o Dia Mundial do Turismo, celebrado desde 1980. A escolha desta data tem a ver com o facto de a 27 de setembro de 1970 terem entrado em vigor as orientações fundamentais para o desenvolvimento do turismo global.

Este ano, o dia mundial do turismo é comemorado sob a temática “Turismo para um crescimento inclusivo”, reforçando também a importância sua importância económica, social, cultural e política.

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas (UNRIC) sublinha, em mensagem alusiva a esta data, que “o turismo sofreu enormemente durante a pandemia da covid-19. Cerca de 120 milhões de empregos estão em risco. Os impactos podem levar à perda de 1,5 a 2,8 por cento do PIB global.” Acrescenta, depois que “esta perda afetará particularmente os países mais vulneráveis, incluindo os pequenos Estados insulares em desenvolvimento, os países menos desenvolvidos e muitas nações africanas, onde o turismo pode representar entre 30 e 80 por cento das exportações”.

Serra da Estrela - foto Helder Sequeira.jpg

O referido organismo da ONU destaca, ainda que, “temos uma oportunidade sem precedentes de transformar a relação do setor de turismo com as pessoas, a natureza, o clima e a economia”.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:20

Gastronomia em altitude

por Correio da Guarda, em 02.07.21

 

 

Guarda - catedral - foto Helder Sequeira.jpg

Na Guarda vai decorrer amanhã e depois, 3 e 4 de julho, o primeiro festival de gastronomia de altitude do país, denominado Altitudo.

Este evento com o selo, “Arrebita Portugal” é uma criação da Amuse Bouche que tem como missão estimular a economia e o comércio locais, dinamizar as cidades e as regiões e incentivar o turismo nacional; neste caso a incidência é sobre a valorização da cozinha e dos produtos de montanha.

Entre cozinheiros mais jovens e estrelas Michelin, internacionais e nacionais, são mais de 30 os chefs que vão cozinhar em altitude com os melhores produtos que a Guarda tem para oferecer.

Arcangelo Tinari, do estrelado Villa Maiella, em Abruzzo, vai cozinhar um prato de sabores bem italianos, Pallota, Cacio e Ovo. Está também confirmado o uruguaio Matías Perdomo, um dos mais aclamados chefs da cena gastronómica milanesa (Contraste, Milão, 1* Michelin), que decidiu enveredar pela street food argentina com um projeto de empanadas.

ALTITUDO - Guarda.png

Este evento vai contar com pesos pesados de quatro nomes cimeiros da gastronomia portuguesa, chefs de restaurantes premiados com estrelas Michelin: Tiago Bonito (Largo do Paço, 1* Michelin), Ricardo Costa (The Yeatman, 2* Michelin), Pedro Lemos (Pedro Lemos, 1* Michelin) e António Loureiro (A Cozinha, 1* Michelin).

Braço direito do chef José Avillez no duplamente estrelado Belcanto, também David Jesus estará presente na primeira edição do ALTITUDO. Em parceria com a sua companheira Sandra Freitas, a dupla apresentará na Guarda o seu projeto The Millstone Sourdough, uma padaria artesasal virtual lançada em plena pandemia que em breve terá morada física em Lisboa.

De destacar, ainda, a presença de Francesco Ogliari e Marisa Tiago (do afamado Tua Madre, em Évora), dos jovens Leonor Godinho e Pedro Oliveira, ou de Pedro Abril e Zé Paulo Rocha, membros do coletivo New Kids on the Block.

Tendo como missão a divulgação do melhor que a região da Guarda tem para oferecer do ponto de vista gastronómico, o ALTITUDO é também uma montra dos melhores produtos locais. Entre os pratos criados pelos chefs estão várias propostas com a melhor carne da região, como a Sandes de Vaca Velha e Queijo da Serra, do chef Ricardo Costa, o Hot Dog de Cabrito Assado, proposta de Hugo Brito, ou os Croquetes de Vaca Jarmelista à moda de Lafões com Ketchup de Cereja do Fundão (Napoleão Valente).

No menu não faltam também opções de peixe - como é o caso da Truta, Puré de Cherovia Assada e Molho de Escabeche, um prato criado pelo chef Mateus Freire inspirado nos melhores produtos da sua terra natal, a Covilhã – e vegetarianas.

Para finalizar a refeição, não faltam opções tentadoras como o Brownie, Grand Marnier, crème de mascarpone e cerejas (6€), da chef Natalie Castro, ou a sobremesa luso-brasileira de Angélica Salvador: Queijo da Serra, Goiaba e Mel da Guarda.

Paralelamente ao evento, e com o intuito de dinamizar a restauração local, haverá também uma campanha que envolve alguns dos mais conhecidos restaurantes da cidade. Entre os dias 1 e 4 de julho, os restaurantes irão incluir no seu menu habitual um prato ALTITUDO.

Os restaurantes aderentes à iniciativa serão: O Tacho, Belo Horizonte, Desigual, Aliança, Solar de Beira, Ferrinho, Nobre – Vinhos e Tal, Petiscos e Mordiscos, Marisqueira O Caçador, Sardinha, A Mexicana, Aquarius, Colmeia, O Galego, Bola de Prata, Portas do Sol e O Convívio.

Este festival será ao ar livre e o espaço foi pensado tendo em conta todas as regras de segurança em vigor; o número de visitantes nunca ultrapassará os 400 em permanência (capacidade máxima), para que todos possam desfrutar do evento em segurança.

O ALTITUDO decorre entre as 13h e as 21h30 no dia 3 de julho, e no período das 13h às 21h no dia 4 de julho. A entrada no recinto é gratuita, de forma a garantir que todos possam provar os pratos confecionados pelos chefs, à venda entre os 6€ e os 8€.

Especificando as alternativas que serão apresentados, no dia 3 de julho podem apreciar os pratos confecionados por Gustavo Delgado + Manuel Paiva (Sangue na Guelra) - Spring Roll de Couve-Coração com Escabeche de Tomate e Molho de Requeijão (6€); Stéphanie Audet (Senhor Uva) -Tomate, Zimbro, Feijoca, Queijo Curado, Pólen de Abelha (7€); Leonor Godinho + Pedro Oliveira - Cabra no Pão (8€); Nuno Noronha + Vania Galindo (Alzur) - Tamal de Focinho de Porco e Couve com Creme de Ajíres Serranos (6€); Hugo Brito (Boi Cavalo) - Hot Dog de Cabrito Assado (7€); Vítor Adão (Plano) - Mão de Vaca com Grão, Pickle de Cebola Roxa e vazia de Vaca Jarmelista (6€); Francesco + Marisa (Tua Madre) - Espetada de Borrego, Tatzkiki e Pão de Fermentação Lenta (7€); Napoleão Valente (Pabe) - Croquetes de Vaca Jarmelista à moda de Lafões com Ketchup de Cereja do Fundão (6€); Cristiano Barata + Miguel Diniz (Projecto Vifanas) - Milho Grelhado, Especiarias, Flakes de Peixe Seco (6€); Arcangelo Tinari (Villa Maiella, 1* Michelin) - Pallota, Cacio e Ovo (7€); João Costa (Dsigual Wine House) - Taco de Atum com Crumble de Farinheira da Guarda e Geleia de Malaguetas (7€); Mateus Freire (Osso Bento) - Truta, Puré de Cherovia Assada e Molho de Escabeche (7€); Ricardo Nogueira (Mugasa) - Sandes de Leitão com pão da Guarda (6€); Matias Perdomo (Contraste) - Empanadas de Frango / Prosciutto e queijo (7€); Pedro Abril + José Paulo (NKOTB) - Sandes de Croquete de Borrego da Beira (7€).

gastronomia.jpg

Já para o dia 4 de julho ficam as propostas de Cristiano Barata + Miguel Diniz (Projecto Vifanas) - Vifana (6€); Tiago Bonito (Largo do Paço, 1* Michelin) - Rosbife de Borrego em Bolo do Caco, Pepino, Iogurte de Ovelha e Hortelã (7€); António Nobre (Degust'AR) - Gaspacho Alentejano com Enchidos da Beira (Opção vegetariana disponível) (7€); João Cura (Almeja) - Grão de Bico, Carqueja e Vegetais (7€); Maurício Vale (SOI) - Bao de Frango Grelhado com Ervas Tailandesas, Molho Satay e Pickles (7€); Ricardo Carola (Aliança) - Costela Mendinha de Vaca Jarmelista (7€); David Jesus + Sandra Freitas (The Millstone Sourdough) - Bordaleira de Leite, Brasas de Rosmaninho, Brioche de Cepas, Queijo da Serra e Pêssego Avinagrado (7€); Diogo Noronha (Food Riders) - Creme de Cherovia e Carqueja, Alho Fresco e Tostada de Milho Bio (6€); António Loureiro (A Cozinha, 1* Michelin) - Feijoada de Cogumelos, Cachaço de Cabrito, Morcela da Guarda e Arroz de Carqueja (8€); Pedro Lemos (Pedro Lemos, 1* Michelin) - Milhos com Costelas em vinha de alho (8€); Natalie Castro (Isco) - Brownie, Grand Marnier, Crème de Mascarpone e Cerejas (6€); Angélica Salvador (In Diferente) - Queijo da Serra, Goiaba e Mel da Guarda (6€); Ricardo Costa (The Yeatman, 2* Michelin) - Sandes de Vaca Velha e Queijo da Serra (6€); Matias Perdomo (Contraste) - Empanadas de Frango / Prosciutto e Queijo (7€) e Arcangelo Tinari (Villa Maiella, 1* Michelin) - Pallota, Cacio e Ovo (6€).

Mais informação aqui.

 

Fonte: CMG

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Campeonato Europeu de Motocross em Fernão Joanes

por Correio da Guarda, em 25.05.21

 

No próximo dia 30 de maio vai decorrer em Fernão Joanes (Guarda) uma prova integrada no Campeonato Europeu e Nacional de Motocross.

António Bico, Presidente da Associação Cultural e Recreativa de Fernão Joanes, disse ao CORREIO DA GUARDA que organizar "um evento desta dimensão é sempre algo bastante complexo e que requer um grande exercício burocrático. Este ano, devido à atual situação pandémica, o desafio torna-se ainda maior”.

António Bico - foto 2.jpg

Como surgiu o projeto de criar condições, em Fernão Joanes, para a realização de provas de Motocross?

Enquanto associação, sempre acreditámos que Fernão Joanes era um local único, com muito para oferecer, e vimos neste evento a oportunidade de lhe dar uma nova vida, de o rejuvenescer.

O espírito do motocross foi algo sempre presente em Fernão Joanes, desde há cerca de 20 anos quando ainda só se realizavam provas amadoras, e então decidimos aproveitar essas raízes para investir num crossódromo e concorrer para que uma das etapas do campeonato se realizasse nesta aldeia beirã. Felizmente conseguimos, e é algo que nos deixa cada vez mais felizes a cada ano que passa.

 

Acha que Fernão Joanes tem características diferenciadoras para afirmar as suas pistas face a outras congéneres, dentro e fora do país?

Sim, totalmente. Além do Crossódromo Internacional das Lajes possuir todas as infraestruturas consideradas necessárias para organizar qualquer tipo de evento desta modalidade, o facto de estar situado em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, faz com que possua características muito próprias e diferenciadoras, dando-lhe um traçado muito técnico e competitivo.

 

Considera que a projeção dada a esta localidade, através do Motocross, ultrapassou as expetativas iniciais?

Inicialmente, quando decidimos dar este passo no sentido de profissionalizar a cultura do motocross na região, não tínhamos noção do real impacto que isso teria na nossa aldeia.

Contudo, sentimos que a organização deste evento foi algo que começou a unir cada vez mais as pessoas da aldeia, que todos os anos se voluntariam para ajudar em todas as tarefas necessárias. Além disso, o número de visitantes tem sido também crescente, o que impulsionou o desenvolvimento e aparecimento de novos negócios em Fernão Joanes para acolher o campeonato e os turistas que começam a escolher a aldeia para umas férias descansadas com família ou amigos.

É certo que não esperávamos que tivesse um impacto tão positivo, mas ficamos imensamente gratos e felizes por assim o ser.

IMG_0191.jpg

No atual contexto de emergência sanitária, provocada pelo Covid 19, acha que a realização de mais uma importante prova, integrada no Campeonato Europeu e Nacional de Motocross, assume um desafio diferente e acrescidas dificuldades?

Sim, sem dúvida. Organizar um evento desta dimensão é sempre algo bastante complexo e que requer um grande exercício burocrático. Este ano, devido à atual situação pandémica, o desafio torna-se ainda maior, no sentido em que nos obriga a adotar um conjunto de medidas, ações logísticas e organizacionais que num ano "normal" não seriam necessárias.

 

Vai haver medidas especiais para os participantes nas provas e para o público?

A pandemia obrigou-nos a alterar toda a logística habitual da organização do evento para garantir que os participantes têm todas as condições para realizar a competição em segurança.

Por outro lado, e ainda que o evento seja realizado ao ar livre, de forma a evitar a concentração de pessoas, a competição decorrerá ainda sem a presença de público.

IMG_0163.jpg

Está pensada a transmissão através de plataformas digitais para viabilizar o acompanhamento do desenrolar destas provas por parte de um maior número de pessoas.

Sim, o evento poderá ser acompanhado através do Canal Youtube da Federação de Motociclismo de Portugal e será gravado com câmaras estrategicamente posicionadas para que os espectadores tenham a melhor experiência possível a partir do conforto e segurança das suas casas.

António Bico - foto .jpg

Como vê o impacto económico de uma prova desta natureza em Fernão Joanes e o seu contributo para a dinamização do tecido comercial e da atividade turística?

Fernão Joanes adaptou-se às circunstâncias e todos os habitantes e pequenos comerciantes acolheram este evento da melhor forma possível.

O campeonato é, sem dúvida, uma grande ajuda para o desenvolvimento do setor do turismo uma vez que, sendo uma prova com reconhecimento a nível europeu, ajuda a dinamizar a região ao trazer participantes, interessados e fãs da modalidade à região.

IMG_7702.jpg

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:50

Impactos socioculturais da atividade turística

por Correio da Guarda, em 30.03.21

 

Os impactos socioculturais da atividade turística são, na perceção dos residentes em cidades pequenas, mais importantes do que os impactos económicos. Esta a conclusão de um estudo conduzido por investigadores da Universidade de Coimbra (UC) e do Instituto Politécnico de Viseu (IPV).

Esta investigação, que teve por objetivo analisar a relação entre a ligação ao lugar e os impactos percecionados pelos residentes em cidades de pequena dimensão relativamente à atividade turística, envolveu 350 habitantes de várias cidades, entre as quais a Guarda, Gouveia e Seia, Aveiro, Covilhã, Figueira da Foz, Leiria e Viseu.

«A investigação sobre a visão dos residentes relativamente à atividade turística é pouco explorada, mais ainda em cidades de pequena dimensão. Por isso, este estudo pretende precisamente colmatar essa lacuna na literatura e contribuir para um melhor planeamento destes destinos que, fruto da pandemia, vão ter uma maior procura», referiu Cláudia Seabra, investigadora e docente da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC).

Claúdia_Seabra_FLUC.jpg

Uma explicação para os dados obtidos no estudo, financiando pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), prende-se com o facto de «nas pequenas cidades o espírito de comunidade ainda ser forte. As pessoas estão mais conscientes dos efeitos sociais que o desenvolvimento do turismo tem nas suas vidas do que os efeitos económicos ou ambientais. Em geral, as pequenas cidades têm uma população pequena e envelhecida, com menos oportunidades de emprego, cuidados de saúde e grandes infraestruturas de comunicação», afirma Cláudia Seabra.

Nessas comunidades, fundamenta, «as pessoas geralmente estão ansiosas para conhecer novas pessoas e se conectar com outras culturas e gerações diferentes. Em geral, os impactos negativos dos grandes centros urbanos onde milhares de turistas se aglomeram não são sentidos. Os turistas são vistos como pessoas que trazem oportunidades de negócios, visitando bares, restaurantes, hotéis e atrações da região, ao mesmo tempo que compram produtos locais para levar. Por outro lado, os turistas são fontes de rejuvenescimento cultural».

A docente e investigadora do Centro de Estudos em Geografia e Ordenamento do Território (CEGOT) considera que os resultados deste estudo, além de contribuírem para uma «maior consciência dos efeitos que o desenvolvimento do turismo está a ter na comunidade dos destinos das pequenas cidades, porque o turismo pode ser um desafio para as pequenas localidades e cidades, sobretudo de forma sustentável», podem ajudar «os gestores a fornecer benefícios económicos, sociais e culturais de longo prazo para a comunidade local, melhorando a qualidade de vida e, assim, fortalecendo o lugar e o vínculo com a comunidade».

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:15

Sortelha no projeto europeu Charm

por Correio da Guarda, em 26.02.21

 

Sortelha - Foto Helder Sequeira.jpg

No próximo dia 2 de março, a partir das 9 horas, vai decorrer uma conferência online no âmbito do projeto europeu ‘Charm’  em que a aldeia histórica de Sortelha está entre as 10 aldeias europeias selecionadas.
Nesta conferência, aberta ao público, os participantes vão ter oportunidade de conhecer mais profundamente o projeto ‘Charm’, bem como outros projetos relacionados com o turismo em zonas rurais na Europa.
A inscrição pode ser efetuada aqui.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

Torre...

por Correio da Guarda, em 06.12.20

Torre de Menagem - Guarda 2020 - Foto Helder Seque

Guarda. Torre de Menagem

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:11

Feira Ibérica adiada para 2021

por Correio da Guarda, em 14.07.20

 

A Câmara Municipal da Guarda adiou para o próximo ano a Feira Ibérica de Turismo (FIT).

Inicialmente prevista para 30 de abril a 3 de maio tinha sido reagendada para 2 a 5 de outubro.

A autarquia guardense “após auscultar diversas entidades portuguesas e espanholas, face à situação da pandemia Covid-19, e considerando as diversas orientações e recomendações, emitidas por diferentes organismos, entre eles a Direção Geral de Saúde, e, principalmente, tendo em conta o nível de risco para a Saúde Pública” decidiu o seu adiamento para o próximo ano, em data a anunciar oportunamente.

“Consciente do impacto desta decisão, o Município não pode deixar de lamentar este adiamento e reiterar, uma vez mais, a confiança e o agradecimento a todos aqueles que têm acompanhado a FIT ao longo das 6 edições deste grande evento nacional, dedicado ao Turismo Ibérico”, é referido numa nota divulgada pela Câmara da Guarda.

FIT-1024x684.jpg

Foto: CMGuarda

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:46

Feira Ibérica do Turismo

por Correio da Guarda, em 24.11.19

 

A VII Feira Ibérica do Turismo (FIT) vai realizar-se na Guarda de 30 de abril a 3 de maio de 2020. O período para inscrição dos expositores está já a decorrer, terminando a 30 de março.

Este ano a FIT tem Cuba como país convidado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30

Menu 4All na lista dos Hospitality Education Awards

por Correio da Guarda, em 27.06.19

     O Projeto Menu 4 All desenvolvido na Escola Superior de Turismo (ESTH) e Hotelaria e na Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) integra a lista de nomeados dos Hospitality Education Awards 2019.

   Naquela que já é considerada a edição mais concorrida de sempre dos Hospitality Education Awards, com mais de 100 candidaturas, o projeto Menu 4 All irá concorrer na categoria de “Melhor Projeto de Inovação e Desenvolvimento (I&D)”.

   O sistema Menu4All consiste no desenvolvimento de uma aplicação móvel, para auxílio aos invisuais na escolha de ementa num restaurante, bem como o desenvolvimento de um portal WEB para gestão de ementas.

Turismo.jpg

    Os Hospitality Education Awards têm como objetivo reconhecer “o que há de melhor na formação e educação no Turismo em Portugal, e visa contribuir para a dignificação das profissões no setor, estimulando a melhoria da qualidade formativa e dando resposta às necessidades das empresas nacionais”.

   Os vencedores serão conhecidos na gala de entrega de prémios que acontece no dia 2 de julho de 2019 no Coliseu dos Recreios.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:58

Feira Ibérica de Turismo vai decorrer na Guarda

por Correio da Guarda, em 30.04.19

 

FIT.jpg

    Na Guarda vai decorrer, de 2 a 5 de maio, a sexta edição da Feira Ibérica de Turismo (FIT).

  A FIT tem por objetivos a  promoção do setor do turismo ibérico, o fomento do intercâmbio transfronteiriço, o estímulo  do relacionamento comercial, o progresso dos vários setores e segmentos da economia e o desenvolvimento dos territórios.
  Esta feira, como referiu a organização, tem vindo a "afirmar-se como uma plataforma transfronteiriça no panorama ibérico dos eventos ligados ao Turismo, uma oportunidade singular de divulgação, promoção, captação e desenvolvimento de fluxos turísticos e de valorização dos recursos endógenos desta vasta e riquíssima região transfronteiriça." 
   Recorde-se que em 2018, na sua 5ª edição, a FIT registou a maior participação de sempre com 35 mil visitantes, mais de 500 entidades representadas e a maior área coberta de sempre: 10  mil metros quadrados.  A abertura da FIT terá lugar  pelas 15h00 desta quinta-feira e a abertura oficial às 18h00.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:17


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Contacto:

correio.da.guarda@gmail.com