Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Concerto de Páscoa na Guarda

por Correio da Guarda, em 24.03.13

 

     No Teatro Municipal da Guarda vai ser apresentado, no próximo dia 28 de Março, o Concerto de Páscoa de 2013.

     Trata-se de um espectáculo que é o resultado de uma encomenda aos criadores guardenses Miguel Cordeiro (Música) e Hugo Moreira (vídeo).

     “O vos omnes qui transites per viam [Ó vós todos que passais pelo caminho]” é a designação deste concerto, marcado para as 21h30, que juntará, em palco, os músicos Moisés Fernandes (trompete), Miguel Cordeiro (teclados e programações) e Nuno Costa (guitarra).

     «”O vos omnes qui transites per viam” é uma expressão retirada do Livro das Lamentações (1,12) da Bíblia, que foi tomada pela tradição da Igreja para ser utilizada, como responsório, nos Ofícios da Semana Santa. O profeta Jeremias chora sobre Jerusalém que tinha sido devastada. Daí a interpelação: “olhai e vede se há dor semelhante à dor que me atormenta”.

     A tradição popular, rica na variedade de formas musicais para este tempo da Quaresma, elaborou no decorrer dos tempos uma série de atos rituais, de carácter eminentemente penitencial, como a Procissão dos Penitentes, a Procissão do Enterro, o Canto da Verónica, e a Encomendação das Almas. Este concerto pretende, através da concepção de paisagens sonoras e visuais, revisitar o ritual da Encomendação das Almas, prática muito comum entre nós.» – explica Miguel Cordeiro no texto de apresentação deste espectáculo.

     Miguel Cordeiro nasceu na Guarda em 1978. Inicia os seus estudos musicais no conservatório da Guarda. Formou-se em Educação Musical pelo Instituto Politécnico da Guarda. Estudou jazz no Taller de Musics (Barcelona) e no Hot Clube de Portugal. Teve como professores de piano Carlo Morena, Mário Laginha, Rodrigo Gonçalves e Filipe Melo. Estudou composição com Paulo Perfeito e Carlos Azevedo, harmonia e orquestração com Albert Guinovart e Lluis Vergés. Concluiu em 2011 o mestrado de composição para cinema e audiovisuais na EsMuc (Barcelona) onde teve como professores Arnau Bataller, Xavi Capellas, Oscar Araujo, entre outros. Atualmente tem desenvolvido e apresentado diversos trabalhos na área da composição para cinema e audiovisual.

     Hugo Moreira nasceu na Guarda em 1981. Licenciou-se em Cinema em 2007, na Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior. Frequentou o Mestrado de Realização de Cinema e Televisão da Faculdade de Blanquerna da Universidade Ramon Llul, em Barcelona. Iniciou a sua actividade profissional em 2008 na produtora de publicidade Propaganda Producciones, onde trabalhou na área de Realização, como primeiro e segundo assistente de alguns dos melhores realizadores de Espanha. Em 2010, regressou a Portugal para trabalhar na Um Segundo Filmes onde esteve até 2012, altura em que decidiu ser freelancer de video, trabalhando para várias produtoras e agências, e durante este tempo foi um dos responsáveis pelo Shortcutz Porto.

 

     Fonte: TMG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:14

Ó da Guarda que matam o Galo!

por Correio da Guarda, em 09.02.13

 

 

     Com a devida vénia, transcrevemos um trabalho do popular “Jornal do Galo”, relativo ao evento agendado para o dia 11 de Fevereiro.

 

     “Guarda. 9 de Fevereiro de 2013.

     Do nosso enviado especial-

 

     À cidade da Guarda começaram a chegar muitos visitantes que pretendem assistir ao aguardado Julgamento e Morte do Galo do Entrudo, cujo início está marcado para as 21h30 da próxima segunda-feira.

     Os protagonistas e a assistência vão em cortejo (muito animado, diga-se de passagem) desde o Jardim José de Lemos até à Praça Velha, onde terá lugar o julgamento.

     As expectativas, relativamente ao desenlace do julgamento são muitas e as opiniões sobre o culpado da crise são diversas; muitas pessoas têm mesmo adquirido o “pin” identificativo das suas opções.

     Pela cidade temos visto muitas pessoas com máquinas fotográficas e câmaras de vídeo, preparadas para registarem o máximo de imagens sobre este acontecimento que tem suscitado o interesse de todo o país.

     Os forasteiros procuram, entretanto, degustar as iguarias regionais e conhecer todos os recantos e encantos da cidade mais alta de Portugal.

     A nossa reportagem ouviu um desses visitantes.

 

     Jornal do Galo (JG) – Qual foi o motivo que o trouxe à Guarda?

     Visitante (V) – O julgamento do Galo, desse bandido, claro! Só espero que se faça justiça, e da boa!!

     JG – E veio de onde?

     V – Vim de Loulé! Eu prefiro o Carnaval daqui, é mais tradicional e gosto muito deste ar da Guarda. Até trouxe uns boiões para levar daqui algum, para ter lá em casa, e inalar sempre que estiver deprimido. Olhe que faz mesmo muito bem, Amigo! Faz mesmo muito bem. As pessoas daqui nem lhe dão o devido valor…

     JG – E veio tão cedo?

     V – Claro, vir no próprio dia era um “esticão”; assim vim mais a minha Carolina e os catraios para eles conhecerem a cidade e comermos um bom caldo do grão, um bem temperado bucho, bom queijo e umas morcelinhas. E depois gosto muito de ver a Sé Catedral, é muito bonita, não acha? Ainda pensei que podia ver o iglô que fizeram na praça mas já me disseram que derreteu…foi pena, foi pena…Olhe, amigo, vai um copinho?

     JG – Muito obrigado, temos de continuar a nossa reportagem

     V – E quando publica isto no seu jornal? É para mostrar lá minha terra, ahhahh!…vão ficar invejosos…

     JG – É já hoje. O nosso jornal é muito evoluído.

 

     Houve quem, atempadamente, se informasse relativamente às condições meteorológicas, de forma a estar prevenido. Foi o caso de uma outra pessoa entrevistada pela nossa reportagem.

 

     JG – O senhor veio também para o julgamento?

     Entrevistado (E) – Sim senhor, já vim no passado ano e olhe que fui daqui encantado. Gosto desta gente da Beira, da Guarda e desta animação.

     JG – E veio de onde?

     E – Do Porto.

     JG – E acha que o tempo está bom para este julgamento?

    E –Oh Amigo, eu vi as previsões antes de vir, e são boas para este tipo de iniciativas! Nem que chovessem picaretas eu vinha na mesma! Isto é imperdível e é uma vez por ano!

     JG – E não acha que está frio?

     E – Qual frio? Isto dá saúde e faz bem ao esqueleto. Vocês jornalistas preocupam-se com cada coisa. Esta temperatura é normal aqui na região e isso é que lhe dá mais interesse. Não queria que nesta altura do ano estivesse tempo de praia?!... Mas não, acho que está bom tempo. Quem tiver frio que vista mais roupa! E a folia faz aquecer a gente. Olhe, desculpe lá mas tenho ali o meu pessoal à espera para irmos comer uma chouriçada à moda da Guarda. Bom trabalho.

 

     É esta a predisposição, e alegria, das pessoas contactadas pela nossa reportagem.

    Muito entusiasmo e muitas expectativas em relação ao julgamento do Galo do Entrudo; também muita satisfação pelos produtos locais e pela boa gastronomia. E como nos dizia um habitante da Guarda, “há espaço para todos. Isto é porreiro, pá”!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:28

Feira de S. João na Guarda

por Correio da Guarda, em 13.06.10

     A Culturguarda e a Câmara Municipal da Guarda vão promover, a 23 e 24 de Junho, a recriação da Feira de S. João.

     Com este evento, que ocorrerá no Largo João de Deus – em pleno centro da cidade da Guarda – as entidades organizadoras acrescentam, à troca de produtos, um programa de animação que inclui teatro, música, robertos, jogos e um baile de São João; no programa elaborado não foram esquecidos os temas populares tocados acordeão e ainda a fogueira com os rosmaninhos, onde será queimada a tradicional boneca.

 

     

     Diariamente, a partir das 12 horas, vão funcionar as tasquinhas onde os serão servidos almoços; o caldo de grão, os pimentos e as sardinhas assadas, as enguias, o caldo verde, a carne de porco assada, o vinho tinto, o pão e as azeitonas são os pratos principais de uma ementa que contará ainda com outras iguarias como as pataniscas e os apreciados bolinhos de bacalhau.

     De referir que pelo recinto da feira de S. João circulará ainda uma taberna ambulante. O programa da feira, propriamente dita, desenvolver-se-á a partir das 14 horas.

     De meia em meia hora, o recinto da feira, para além do bulício de um certame desta natureza, será animado com teatro, com circo, números de pantomina, robertos, música popular e jogos tradicionais, através da participação de colectividades do concelho e grupos como o Teatro de Marionetas do Porto, a Companhia do Jogo, os Gambuzinos, o Aquilo Teatro, a banda “O menino é lindo”, o Homem-estátua, o duo “Acordeões em sintonia”, o grupo Pantomina e ainda a Companhia El Circ Petit.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:14


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com