Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Trânsito condicionado na Avenida de Bejar

por Correio da Guarda, em 22.07.14

 

     A partir de amanhã, o trânsito na Avenida Cidade de Bejar – na Guarda – será cortado no sentido ascendente, durante 45 dias.

     Assim, o acesso ao centro da cidade deverá ser feito a partir do cruzamento do Rio Diz (junto à capela do Mileu); apenas os moradores terão acesso à zona dos castelos velhos.

    Por outro lado, o trânsito do Bairro da Luz será desviado pela Rua das Barreiras e Rua Virgílio Ferreira na direção do centro da cidade, não havendo nenhuma restrição no que diz respeito à entrada neste Bairro.

    A Câmara Municipal da Guarda, em informação distribuída, solicita aos condutores  que circulem com a máxima atenção e respeitem a sinalização colocada no local.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38

Neve na Guarda

por Correio da Guarda, em 03.02.14

     Na Guarda a neve está a condicionar a normal actividade citadina. As escolas estão encerradas, hoje, devido à queda de neve.

    A Câmara Municipal da Guarda deu a conhecer que, "após três horas de precipitação de queda de neve intensa, tomou a decisão de mandar encerrar todos os estabelecimentos de ensino do concelho".

    A autarquia informou que o troço do Itinerário Principal n.º 5 (IP 5) está cortado a partir do nó do Sobral da Serra e a Estrada Nacional 16 (Guarda/Celorico da Beira) está cortada a partir da localidade de Chãos.

Na Estrada Nacional 18 (Guarda/Covilhã) não se circula entre o nó de Benespera e a cidade da Guarda, acrescenta a nota.

    A Câmara Municipal da Guarda adianta que os trabalhos de limpeza das vias "continuam a decorrer" e que a circulação rodoviária está a ser efectuada pelas auto-estradas A25 (Aveiro/Vilar Formoso) e A23 (Guarda/Torres Novas).

    A autarquia guardense aconselha a que as viaturas ligeiras não transitem no acesso ao centro da cidade por forma a não bloquearem o trânsito e para que os trabalhos de limpeza decorram com a normalidade possível. “Aconselhamos a que transitem unicamente pela VICEG.”

   "Os trabalhos de limpeza de neve continuam a decorrer e as estradas serão reabertas assim que estejam repostas as condições necessárias para a segurança rodoviária", refere a autarquia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:34

Semáforos "apoiam" ponte pedonal...

por Correio da Guarda, em 22.08.13

 

 

     A ponte pedonal junto ao Polis é já uma marca daquela zona da cidade da Guarda.

     Por motivos diversos, durante alguns anos foi objecto de muitas referências e destaques informativos; contudo a importância de uma estrutura, desta natureza, para facilitar a circulação pedonal na travessia de uma artéria com intenso tráfego automóvel nunca esteve em causa, como é óbvio.

     Estranhamente, permanecem em funcionamento os semáforos que existiam antes da sua construção e entrada em funcionamento, provocando, por vezes, o congestionamento do trânsito automóvel que se dirige e provém do acesso à A25.

    A existência dos referidos semáforos, e igualmente as marcas da passadeira, por certo continuam a incentivar a passagem de muitos transeuntes, que estariam mais seguros caso utilizassem a ponte pedonal; para isso foi construída…

    Será necessário nomear algum Grupo de Trabalho para estudar como se removem os semáforos e, pedagogicamente, se incentivarem as pessoas a utilizar – como devem – a ponte pedonal?...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:18

Pedimos desculpa pelo incómodo...

por Correio da Guarda, em 29.05.12

 

     Situações como esta repetem-se com alguma frequência, na nossa cidade (é dela que falamos, pois é nela que vivemos). Em causa não está, obviamente, a obra em si, os trabalhos de reparação mas apenas o pouco cuidado na devida e imprescindível sinalização que previna eventuais acidentes.

     Pelas características da rua em causa, quanto mais não fosse, justificava-se (justifica-se) a adequada sinalização a uma distância que permitisse o antecipado alerta dos condutores. Mas nada disso… a ligeireza com que se trata das questões até está visível na inversão da placa que pede, a quem fizer o pino, “desculpa pelo incómodo”… Convenhamos que há aqui algum sentido de humor…

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:03

Placa inútil...

por Correio da Guarda, em 07.10.11

 

 

     Praticamente ao lado da estátua anteriormente referenciada, está esta placa (anteriormente funcionava com sinal de trânsito, e com reconhecida utilidade para os automobilistas que se dirigem ao Largo a partir da Rua Mouzinho de Albuquerque). Nas condições que a imagem documenta, qual é a sua utilidade?...Será que ninguém com responsabilidade, nesta matéria, passou por ali...A reposição do sinal seria mais um pequenino contributo para a (boa) imagem da cidade...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:10

Estacionamento indisciplinado

por Correio da Guarda, em 31.07.08

 

 

 

O estacionamento indisciplinado de veículos pesados um pouco por toda a cidade da Guarda é já imagem usual do nosso quotidiano. Esta realidade não tem merecido, ao longo dos anos, a necessária atenção por parte das entidades responsáveis, sempre na procura de uma solução, sucessivamente adiada.
Se a caótica dispersão de veículos pesados, ao longo da zona urbana provoca, por um lado, os mais variados problemas de congestionamento de trânsito, incómodos de vária ordem para os moradores das artérias onde ficam estacionados (redução de espaço para veículos ligeiros, ruídos a horas mortas antecedendo a sua retirada e início de viagem, diminuição de visibilidade em muitos locais), por outro contribui para a degradação dos pisos e passeios, danificação das tampas do colectores de água e saneamento (que consequentemente se transformam em verdadeira armadilhas para automobilistas e transeuntes) e sujidade dessas ruas, resultado de frequentes derrames de óleo ou outros lubrificantes.
Ainda que os conhecidos constrangimentos financeiros condicionem, actualmente, a definitiva resolução do problema – com a construção de um parque apropriado e servido com as estruturas de apoio consideradas fundamentais – é urgente alterar esta realidade, em prol de uma nova imagem da cidade, procurando as soluções mais adequadas.
Essas soluções podem passar pelo estudo e desenvolvimento de parcerias com a iniciativa privada, articulado, ou não, com outros projectos previstos para a periferia da cidade. Certamente que a Guarda ficará a ganhar. (H.S.)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:35


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com