Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Um roteiro pelo país real...

por Correio da Guarda, em 22.06.19

Cruzeiro - Fot Helder Sequeira.jpg

     “Ausência e Território: as aldeias da Serra, do Vale e da Meseta” foi o tema proposto para o roteiro fotográfico organizado, no passado sábado e domingo, pelo Centro de Estudos Ibéricos e Fotoclube da Guarda.

    Tratou-se, como foi referido, de um desafio envolto na paixão pela fotografia e orientado para a (re)descoberta de realidades tão próximas e tão longínquas; territórios de solidão, de ausência que foram berço de múltiplos percursos individuais, de sonhos e de aventura…

   Através da fotografia, “uma escrita tão forte porque pode ser lida em todo o mundo sem tradução”, na elucidativa expressão de Sebastião Salgado, os participantes centraram as suas objetivas em pormenores, rostos, arquitetura, artefactos, caminhos, solidão, religiosidade, tradições, paisagens, flora, patrimónios, afetos, ausências, sulcos do tempo, ou caprichos da natureza…

   Iniciativas como esta, se por um lado permitem um registo de realidades transversais às aldeias do interior, desertificado, envelhecido, por outro viabilizam a divulgação de múltiplos valores humanos, sociais e culturais que podem despertar consciências e incentivar esforços conducentes a medidas de valorização e revitalização de tantos lugares de memória.

   As imagens obtidas consubstanciam narrativas e olhares que se ampliam agora nas redes sociais ou em trabalhos fotográficos destinados a futuras exposições e publicações, servindo igualmente de relevante recolha documental.

   Para além disso, o envolvimento de pessoas oriundas de diferenciados locais perspetiva o desejo e o regresso de aprofundar o conhecimento de territórios, alargando esse entusiasmo a círculos pessoais ou profissionais; tanto mais que a hospitalidade beirã, a forma de estar e de ser das nossas gentes, cativa quem nos visita.

   A disponibilidade para esclarecer, orientar, guiar, mostrar o património local, alertar para pormenores arquitetónicos, sublinhar a tipicidade de habitações, a descrição de tradições e episódios intimamente ligados às comunidades locais foi uma nota comum às aldeias visitadas, num roteiro que percecionou outra dimensão do país, uma sólida matriz identitária, nossa.

   Vila Soeiro, Aldeia Viçosa (aldeias do Vale), Avelãs da Ribeira (aldeia da Meseta), Fernão Joanes e Videmonte (aldeias da Serra) balizaram um trajeto rico de imagens e emoções, num território que temos de salvaguardar, valorizar e divulgar, esbatendo ausências e abrindo caminhos para o futuro, através do contributo de todo, num empenho permanente e coletivo, liberto de calendários pessoais ou políticos. (Hélder Sequeira).

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:22

Leituras do Território

por Correio da Guarda, em 15.04.19

 

     Na Guarda vai decorrer, nos dias 10 e 11 d maio, o Encontro "Leituras do Território: Saúde & Montanha", organizado pelo Centro de Estudos Ibéricos.

    A coordenação desta iniciativa esará a cargo de Cristina Robalo Cordeiro, da Universidade de Coimbra.

     O programa e inscrições estão disponíveis aqui.

Territórios de Montanha.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16

Linhares da Beira - Castelo -HS.jpg

     Em Linhares da Beira vai decorrer amanhã, 3 de Abril, o seminário de encerramento do projeto "PLowDeR - Framework para Análise do Impacto Económico e Social das Atividades Turísticas nos Territórios de Baixa Densidade: o Caso das Aldeias Históricas de Portugal".

   Este projeto foi implementado através de uma parceria entre o Instituto Politécnico da Guarda, Universidade de Aveiro, Associação Aldeias Histórica, Associação de Desenvolvimento Turístico e Entidade Regional de Turismo Centro de Portugal.

    O programa inicia-se pelas 14 horas, com a receção dos participantes, seguindo-se a abertura pelos representantes das entidades parceiras no projeto.

    No decorrer deste seminário falar-se-á de “Enquadramento, metodologia e apresentação dos resultados” e de “Sustentabilidade dos Territórios de Baixa Densidade”.

    O Projeto PlowDeR (www.plowder.pt) criou um sistema de monitorização que vai permitir medir o impacto económico e social das atividades geradoras de riqueza nos territórios de baixa densidade.

    Este projeto “é, assim, absolutamente pioneiro, uma vez que foi criado com o objetivo de dar resposta às lacunas na recolha de informação estatística nos territórios de baixa densidade – em especial à falta de dados qualitativos”, foi referido a propósito deste seminário.

   O projeto-piloto foi desenvolvido durante 18 meses, a partir de setembro de 2017, no território abrangido pelas AHP, tendo incidido, “maioritariamente, na definição de um conjunto de indicadores que sirvam de base a uma matriz de referência, que seja capaz de avaliar com precisão o impacto económico e social das atividades turísticas das Aldeias Históricas de Portugal.”

   Segunda nota informativa divulgada a propósito deste projeto, trata-se de “uma matriz que poderá ser replicável noutros contextos geográficos do país com a mesma base, uma vez que o setor do turismo é considerado de especialização inteligente transversal ao país”. É ainda acrescentado que “apesar do enfoque do Projeto PlowDeR incidir na atividade turística, não se esgota neste setor. O instrumento que irá ser apresentado integra um conjunto de outros indicadores que possibilitam avaliar a propensão do território em análise para atividades económicas diversificadas.”

   No caso do projeto-piloto das AHP, a metodologia criada vai possibilitar a recolha dos dados necessários para se poder analisar a performance competitiva da área geográfica das Aldeias Históricas de Portugal. Mais informação aqui.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:12

Prémio Inovação, Investigação e Território

por Correio da Guarda, em 22.01.19

CEI - investigação.jpg

     Até ao próximo dia 31 de Maio, estão abertas as candidaturas à segunda edição do Prémio CEI-IIT Investigação, Inovação e Território.

    Esta iniciativa visa distinguir trabalhos, projetos de investigação e outras iniciativas que revistam uma dimensão inovadora, contribuam para divulgar estudos, experiências e boas práticas que concorram para reforçar a coesão, a cooperação e a competitividade dos territórios fronteiriços e de baixa densidade.

     O regulamento pode ser consultado aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:05

Seminário sobre Agricultura Familiar

por Correio da Guarda, em 16.01.19

 

    O Centro de Estudos Ibéricos (CEI) vai promover na próxima sexta-feira, 18 de Janeiro,  o "Seminário Agricultura familiar, agricultura biológica e desenvolvimento rural".

    Trata-se de uma iniciativa -no âmbito do projeto "Pontes entre agricultura familiar e agricultura biológica", de Cristina Amaro da Costa, apoiado pelo CEI – Investigação, Inovação & Território.

    Este seminário no Auditório do Paço da Cultura, a partir das 9h30 e durante todo o dia.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:20

Informação Geoespacial na Guarda

por Correio da Guarda, em 09.09.16

 

     No Instituto Politécnico da Guarda vai decorrer, a 13 de Outubro, o Fórum de Informação Geospacial (FIGeo).

    Esta iniciativa, que terá lugar no Auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico da Guarda, pretende oferecer um espaço de debate, partilha de experiências e conhecimento no domínio da Informação Geospacial (IG.

    O programa integra temas como a execução do Cadastro Predial em território nacional, os desafios da Informação Geospacial no mercado, aplicações desenvolvidas em ambiente SIG em vários sectores da atividade, a aquisição de Informação Geospacial a partir de VANT (Veículos Aéreos Não Tripulados), onde se incluem os drones.

   Em paralelo haverá ainda a realização de Workshops nas temáticas de exploração de ferramentas Google Geo e Mobile Mapping.

    Este fórum destina-se a diferentes públicos ligados de alguma forma à área da IG, quer ao nível da aquisição e produção, mas também ao nível da utilização de IG.

    De referir que o domínio da Informação Geospacial usufruiu, nos últimos anos, de uma forte evolução, não só ao nível dos equipamentos e técnicas utilizados na recolha de dados, mas também na utilização massiva de IG, o que de alguma forma permitiu promover a curiosidade dos utilizadores neste domínio científico, dando um carácter abrangente a este evento, como esclareceu a organização do Fórum.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:46

IPG na Rede de Territórios do Alto Mondego

por Correio da Guarda, em 13.03.16

 

     O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) é uma das instituições participantes na Rede de Território do Alto Mondego, cujo protocolo de constituição foi recentemente assinado em Gouveia

    O referido protocolo tem por objeto a operacionalização de uma parceria visando o desenvolvimento de uma rede de territórios que “permita alavancar a implantação de novo tecido económico, tendo por base dinâmicas de criatividade, inovação, empreendedorismo e internacionalização”.

    De acordo com o texto do protocolo, estas dinâmicas pretendem “contribuir para a criação de valor económico e social a partir dos recursos endógenos que constituem a matriz identitária dos territórios subjacentes.”

    A Rede de Territórios do Alto Mondego reveste-se de uma natureza multipolar, trabalhando o património material e imaterial de cada município, de uma forma complementar, pluridisciplinar e integrada. Embora assumindo o âmbito regional, esta rede está orientada para o mercado global e visa estruturar uma plataforma de serviços partilhados “que materializem a reinvenção do património material e imaterial dos territórios, sob a forma de novos produtos e serviços, assegurando simultaneamente o respetivo escoamento, com base numa rede proactiva e instrumental de Polos de Design”.

     Por outro lado, pretende criar, gerir e dinamizar quatro Polos de Design especializados nas fileiras tradicionais que asseguram a diferenciação de cada território; trabalhar os ativos da área geográfica abrangida pela Rede de Territórios do Alto Mondego, concebendo novos produtos e serviços, suscetíveis de comercialização, com incidência nos mercados internacionais.

    Constantino Rei, Presidente do Instituto Politécnico da Guarda, considera que o envolvimento do IPG nesta rede se justifica por “o IPG tem o dever de colocar ao serviço da sociedade em geral e das instituições e empresas o know-how que detém, seja através das competências profissionais dos seus recursos humanos, seja de equipamentos laboratoriais que possui”, acrescentando ainda que “este é também o reconhecimento das entidades promotoras, do papel fundamental que o IPG e as restantes Instituições de ensino superior devem ter para o desenvolvimento de projetos que revistam interesse e relevância para o desenvolvimento económico e social da região

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:26

MultiMeeting na Guarda

por Correio da Guarda, em 28.04.15

 

     “O Multimédia na Promoção de Territórios” é o tema do MultiMeeting 2015 que vai decorrer de 28 a 30 de Abril na Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto do Instituto Politécnico da Guarda.

     Trata-se de um encontro entre múltiplos atores – alunos, professores, criativos, empresários e responsáveis institucionais – que pretende incrementar a partilha de saberes em múltiplas áreas, como design gráfico, jornalismo online, fotografia, motivação e empreendedorismo.

     O programa deste evento vai desenrolar-se em múltiplos formatos, como sejam palestras, debates, workshops e trabalho aplicado, proporcionando a conjugação de vários contributos com o objetivo de complementar a formação curricular, proporcionar novas experiências/contatos e preparar para a integração no mercado de trabalho.

cartaz_multimeeting2015[1].jpg

        A organização deste evento salienta que o Turismo “tem uma importância económica crescente, persistindo, porém, regiões que não aproveitam suficientemente as mais-valias que possuem. Trata-se, cada vez mais, de um negócio de informação e comunicação, em que a utilização das novas tecnologias e de suportes multimédia assume um papel de notório destaque”.

     Um dos principais desafios para o futuro próximo dos territórios e do turismo reside – como é referido a propósito deste MultiMeeting – na descoberta de soluções que apostem nas novas tecnologias e na inovação, na promoção associada à experimentação de marcas e produtos, à utilização de meios portáveis de comunicação e à informação atualizada em devido tempo. “Pretende-se, enfim, que novas estratégias e meios sejam mais eficazes a criar elos de ligação entre agentes locais e regionais e com clientes.”

    Assim, a segunda edição do MultiMeeting, visa o conhecimento de boas-práticas de promoção turística baseadas em ferramentas tecnológicas e produtos multimédia, dos princípios e conceitos em que se baseia a sua utilização e aplicação prática.

     Através deste evento e do Projeto Anual de Curso em que o mesmo se insere, a licenciatura em Comunicação Multimédia, da Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto/Instituto Politécnico da Guarda, propõe-se contribuir para o desenvolvimento regional, colocando competências, saberes e recursos ao serviço da Comunidade, de instituições e empresas, responsáveis, produtores e comerciantes; utilizando a criatividade e a inovação na conceção e desenvolvimento de produtos multimédia que divulguem e promovam os produtos endógenos e a região.

Mais informações aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:42

Manteigas

por Correio da Guarda, em 10.04.15

 

MANTEIGAS  - Foto Helder Sequeira.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:35

Estratégia nacional para a habitação

por Correio da Guarda, em 09.12.13


     No Instituto Politécnico da Guarda terá lugar no próximo dia 12 de Dezembro, pelas 14 horas, um debate público sobre a “Estratégia Nacional para a Habitação”.

     Trata-se de uma iniciativa da Agência Independente da Habitação e Cidade (AIHC), em colaboração com o Instituto do Território e Politécnico da Guarda.

     Este debate realizar-se-á no Auditório dos Serviços Centrais do Instituto Politécnico da Guarda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:36


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +