Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Geopark Estrela: UNESCO aprovou candidatura

por Correio da Guarda, em 03.09.19

Serra - Foto HS.jpg

A candidatura da região da Serra da Estrela a Geopark Mundial foi aprovada ontem, na Indonésia, pelo Conselho de Geoparks Mundiais da UNESCO.

De referir que o processo de candidatura começou a ser elaborado em 2014 e foi concretizado em 2017 com a entrega do Dossier de Candidatura à UNESCO por parte da Associação Geopark Estrela (AGE), cuja sede funciona no Instituto Politécnico da Guarda.

Agora, o processo irá aguardar o parecer do Conselho Executivo da agência das Nações Unidas.

A AGE é uma associação de direito privado, criada em 6 de maio de 2016, com o objetivo, entre outros, de promover a realização de ações tendentes a um desenvolvimento socioeconómico, cultural e ambiental, sustentável e equilibrado, dos municípios e da região da Serra da Estrela, nomeadamente através da gestão da área classificada de Geopark Mundial da Unesco.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:50

Observação de Aves

por Correio da Guarda, em 09.03.18

cartaz-passeioAves-2018.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:38

Concurso fotográfico

por Correio da Guarda, em 07.03.18

 

     Os Guardiões da Serra da Estrela, numa parceria com o Movimento de Cidadãos por uma Estrela Viva, estão a desenvolver uma campanha de sensibilização para a protecção e conservação do património natural e cultural da Serra da Estrela.
    O mote “Só podemos proteger o que conhecemos!”, está na base de um concurso totográfico, que tem como objetivo dar “imagem” a essa campanha de sensibilização para mostrar o que é necessário para  preservar a Serra da Estrela.

     O regulamento pode ser consultado aqui.

Concurso.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:41

Caminhada na neve

por Correio da Guarda, em 03.01.18

 

    O Centro de Interpretação da Serra da Estrela-CISE vai promover, no próximo dia 27 de janeiro, uma caminhada na neve, na área do planalto superior da serra Estrela.

    Esta iniciativa tem como objetivo de dar a conhecer algumas paisagens da serra menos conhecidas no inverno. 

   Os interessados em participar deverão possuir equipamento adequado para caminhar na neve e para suportar o frio característico desta estação. O ponto de encontro será no CISE, às 10 horas, e o número de vagas está limitado a 16 pessoas, de idade superior a 14 anos.

   O percurso que será realizado dependerá da quantidade de neve existente e das condições atmosféricas. Assim, será definido e divulgado mais perto da data do evento. Preço por inscrição: € 5 (inclui o serviço de acompanhamento e seguro).

Caminhada na Neve.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:44

Serra

por Correio da Guarda, em 08.11.17

Serra da Estrela - Nov2017 - HS.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Projeto incrementa prática desportiva saudável

por Correio da Guarda, em 23.07.17

 

     O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) obteve, recentemente, a aprovação e financiamento dos seis projetos submetidos ao Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica (SAICT) dos quais é líder. O IPG obteve o pleno de candidaturas que a instituição se podia submeter e assegurou a participação em mais nove projetos com instituições de ensino politécnico congéneres.

    Uma das candidaturas aprovadas relaciona-se com o Projeto Trails4Health o qual surge como uma oportunidade de utilizar a região da Serra da Estrela, para potenciar uma prática desportiva saudável em contacto com a natureza, explorando e qualificando a atratividade regional.

    Assim, o referido projeto pretende implementar uma ação científica no terreno, por aproximação das instituições de ensino superior ao meio envolvente, assente numa intervenção localizada no sistema territorial de modo a gerar resultados que suportem práticas saudáveis e rentáveis para os operadores turísticos.

    Como foi referido, “objetiva-se caracterizar o esforço de pedestrianismo, ao longo de uma grande rota, que no futuro seja sustentada por indicadores técnicos, físicos e digitais.”

    Deste modo vão ser criadas sinergias entre entidades procurando a “viabilidade de modificação e homologação de percursos pedestres a serem congregados numa grande rota ajustada por etapas e que contemple parte da Serra da Estrela.”

Serra da Estrela - estrada HS.jpg

      Assim, serão avaliados indicadores fisiológicos (esforço cardíaco e gasto energético) e biomecânicos (impacto articular e muscular) discriminadores do esforço requerido para completar cada trilho; poderão identificar-se, como nos foi adiantado, qual ou quais serão os trilhos mais adequadas para cada utente, de acordo com a sua idade e/ou nível de aptidão física.

     De acordo com Mário Costa, do Departamento de Desporto e Expressões do IPG, que coordena este projeto, o processo inerente será promovido por uma equipa interdisciplinar constituída por especialistas na área das Ciências do Desporto, Geografia, Turismo, Biologia, Engenharias Informática e Biomédica e especialistas de desportos outdoor.

    O projeto Projeto Trails4Health irá culminar com uma plataforma informática que congregue as diferentes dimensões caracterizadoras dos trilhos, como produto vendível para o turismo ativo e desenvolvimento da região, que envolvam a atividade de pedestrianismo e que estejam sustentadas cientificamente por indicadores de esforço físico.

    Para Mário Costa, trata-se de “uma oportunidade para catapultar a atratividade regional para outro patamar. A região da Serra da Estrela, carece de uma atração sazonal organizada que não a exclusiva prática de desportos de inverno. Assim, o presente projeto apresenta-se como uma mais-valia pelo conforto e paisagem que poderá proporcionar, pela segurança no esforço exigido aos praticantes e pelo desenvolvimento económico paralelo que poderá ser despoletado”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:33

Passeio Fotográfico

por Correio da Guarda, em 14.06.17

 

     No próximo dia 24 de Junho vai realizar-se um  Passeio Fotográfico de Macro no Parque Natural da Serrra da Estrela.

   Trata-se de uma organização conjunta do Cise-Seia, Municipio de Seia, das Aldeias de Montanha e do fotógrafo Pedro Martins. Este Passeio Fotográfico destina-se a pessoas que gostem de macrofotografia e pretendam aprofundar técnicas fotográficas e aspetos criativos e de composição de imagem.

    A actividade inclui a visita a alguns locais mais ricos em biodiversidade do Parque Natural da Serra da Estrela, tais como a Lagoa Comprida, as Salgadeiras, Nave de Santo António e Alto da Pedrice.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:20

Património e Paisagem

por Correio da Guarda, em 19.02.17

 

     A Associação Geoparque Estrela vai promover, a 22 e 23 de Abril, um percurso interpretativo designado “Património e Paisagem”.

    Trata-se de uma atividade no âmbito do Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento.

percurso.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:04

Sistemas de Informação Geográfica e Geoturismo

por Correio da Guarda, em 06.02.17

 

 

     A Associação Geopark Estrela vai promover, nos dias 11, 18 e 25 de Março de 2017, na Guarda, um curso em sistemas de Informação Geográfica e Geoturismo.

     Este curso pretende, para além de uma formação base na utilização de diferentes ferramentas SIG, dar a conhecer as potencialidades dos SIG para os trabalhos em Geoturismo.

     De referir que o Geoturismo se assume como um conjunto de práticas turísticas, de base territorial, assentes no potencial endógenos dos territórios onde ocorre, nomeadamente nos seus recursos abióticos, bióticos e culturais. Esta abordagem holística do território e do turismo fazem deste conceito uma nova oportunidade para muitas geografias. Neste sentido, o planeamento da atividade, a inventariação dos recursos disponíveis e a sua promoção são fatores determinantes para o sucesso destas estratégias, assentes no carácter geográfico dos lugares.

    Os Sistemas de Informação Geográfica constituem uma ferramenta importante de gestão, inventariação e representação da informação geográfica. A sua utilização no turismo em geral, e no geoturismo em particular, constitui uma mais-valia técnica e metodológica a utilizar por todos aqueles que trabalham, estudam e promovam territórios de geoturismo.

    O curso é destinado a Técnicos da área do turismo, património e desenvolvimento territorial; Técnicos de Geologia, Geografia e Biologia; Estudantes de Licenciaturas, Mestrados e Doutoramento; Técnicos de Geoparques Mundiais da UNESCO.  Mais informações aqui.

    O Aspiring Geopark Estrela constitui a candidatura da Serra da Estrela a Geopark Mundial da UNESCO, num território que inclui 9 municípios.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10

ESTH promoveu Serra à Mesa

por Correio da Guarda, em 30.01.17

Sobremesa SERRA ESTH 2017.jpg

 

     A Escola Superior de Turismo e Hotelaria do IPG, sediada em Seia, promoveu, no passado dia 25 de Janeiro, um almoço temático dedicado à Serra da Estrela.

    Este evento, produzido no âmbito da Unidade Curricular de Design Aplicado à Restauração, lecionada no curso de Cozinha e Produção Alimentar colocou em prática os fundamentos teóricos desta unidade curricular.

    Os estudantes deste curso elaboraram as ementas, os empratamentos e a decoração do espaço tendo como inspiração a Serra da Estrela.

     Para Adriano Costa, Diretor da Escola Superior de Turismo e Hotelaria do IPG, esta iniciativa “sublinhou, também, as novas formas de apresentação da comida, muito importante nos dias de hoje. Na confeção deste almoço foram utilizados produtos da região, nomeadamente enchidos, hortaliças, castanhas e queijo que, nos pratos elaborados, destacaram “a diferenciação”.

    Inês Beja, a Chef (e docente na ESTH) que orientou este trabalho, comentou que esta “foi uma experiência fantástica, com os alunos a sair da sua zona de conforto e a utilizar técnicas diferentes, e novas”. Correspondendo ao desafio que foi colocado a estes alunos, para uma associação dos pratos, a confecionar, à paisagem serrana, acrescentou que “a ideia era ter sabor e ser comestível e ser um prato que representasse a região utilizando somente produtos endógenos da Serra da Estrela, representando igualmente o restaurante que eles criaram para a nossa disciplina. Ou seja, apresentaram o prato de marca do restaurante deles”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:08


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +