Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Janeiro sem álcool

por Correio da Guarda, em 11.01.22

 

 

APEF_31_Dias_Sem_Álcool.jpg

A Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado (APEF) está a promover uma ação nacional de consciencialização para a doença hepática alcoólica, uma consequência que advém do elevado consumo de álcool.

A iniciativa sob o mote “31 Dias Sem Álcool”  surge no âmbito do desafio “Janeiro Sem Álcool”, e decorre neste primeiro mês do ano, nas redes sociais da associação, com o objetivo de alertar a população para os danos relacionados com o álcool.

“Com esta ação pretendemos ajudar as pessoas a adquirir um estilo de vida mais saudável durante o ano que agora começa. É importante que a população adulta pense nos seus comportamentos a nível social e nas consequências que os mesmos trazem para a sua saúde; e que alerte os seus jovens para os riscos do consumo de bebidas alcoólicas. A verdade é que é possível viver sem álcool não invalidando que as pessoas não se possam divertir, relaxar ou socializar", afirma José Presa, presidente da APEF.

A iniciativa “Janeiro Sem Álcool” ocorre em simultâneo em vários países, desde 2013. Em Portugal é a primeira vez que a campanha é promovida.

Segundo dados do relatório do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), de 2019, que considera indivíduos a partir dos 15 anos, o consumo de álcool por parte dos jovens portugueses é elevado, uma vez que, em 2019, 84,5 por cento dos inquiridos, com 18 anos, 70,1 por cento, com 16 anos, e 37 por cento, com 14 anos, afirmou ter ingerido bebidas alcoólicas nos últimos 12 meses.

O estudo demonstra também que o consumo de álcool é mais elevado por parte dos homens, com 19,4 litros de puro álcool per capita por ano, do que das mulheres, que consomem 5,6 litros.

A Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado (APEF) é uma associação científica, sem fins lucrativos, que congrega profissionais do setor da saúde que se interessem pelas doenças do fígado e das vias biliares. Mais informações aqui

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:49

Evitar mergulhos perigosos

por Correio da Guarda, em 22.06.21

 

A Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral (SPPCV) vai promover uma campanha de consciencialização para a prevenção das lesões da coluna, causadas por mergulhos em praias e piscinas, junto das crianças e dos jovens adolescentes.

“Com esta iniciativa queremos alertar os mais jovens para os riscos que correm quando dão mergulhos, tanto nas piscinas como nas praias, em águas pouco profundas, e que podem provocar lesões permanentes na coluna”, explica o ortopedista Nuno Neves, presidente da SPPCV.  “Há saltos que podem mudar a tua vida. Protege a tua coluna!” é o mote desta campanha que vai estar disponível nas redes sociais, durante a época balnear deste ano.

Imagem1.jpg

As lesões na coluna derivadas de mergulhos ocorrem geralmente quando a cabeça bate no solo ou numa rocha. Além da baixa profundidade do local ou dos comportamentos de risco, estes acidentes podem estar relacionados com uma postura incorreta durante a execução do mergulho. Para prevenir as lesões na coluna recomenda-se que verifique sempre a profundidade da água antes de mergulhar e mantenha-se sempre dentro da zona supervisionada. Deve evitar-se mergulhar sob o efeito de bebidas alcoólicas.

Os sinais e sintomas de lesão na coluna incluem: dor no local lesionado eventualmente com irradiação aos membros superiores, náuseas, cefaleias ou tonturas, fraqueza ou incapacidade em mover os braços ou pernas; formigueiro ou dormência nos membros e na área abaixo da lesão, estado de consciência alterado, dificuldades respiratórias, perda do controle da bexiga ou do intestino...

 Se presenciar um acidente e suspeitar de uma lesão da coluna deve contactar de imediato o 112 e chamar uma ambulância. Não deve mover a pessoa, uma vez que qualquer movimento numa coluna já danificada pode causar danos permanentes.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:32

ULS da Guarda: retoma da atividade presencial

por Correio da Guarda, em 29.03.21

 

O Conselho de Administração (CA) da Unidade Local de Saúde da Guarda deliberou rever o conjunto de medidas de prevenção no sentido de permitir o retorno dos processos assistenciais interrompidos, de forma gradual e coordenada, salvaguardando a segurança dos utentes e profissionais de saúde. Esta decisão teve em conta a evolução dos dados epidemiológicos de infeção por COVID-19.

Hospital Sousa Martins -Guarda - foto HSequeira.jp

Assim, todos os utentes que se desloquem às instalações de uma unidade de saúde deverão ser portadores de máscara cirúrgica; aos não portadores será fornecida máscara, de uso obrigatório.

De acordo com a decisão do CA da ULS da Guarda, toda a actividade deverá ser agendada por hora marcada, de forma a reduzir ao máximo o tempo de permanência do utente na instituição e, simultaneamente, o número de utentes em sala de espera.

De referir que só será permitido um acompanhante a menor ou pessoa que manifestamente apresente situação de dependência e/ou doença em estado avançado.

Por outro lado, de forma a evitar a concentração de actividade, deverá ser considerado o desfasamento de horários (manhã/tarde) e o alargamento da atividade ao sábado.

Relativamente às consultas hospitalares foi decidido privilegiar a realização das primeiras consultas, com especial atenção para as “muito prioritárias” e “prioritárias”, devendo as primeiras consultas com prioridade normal que ficaram suspensas, serem reagendadas em função da antiguidade em lista; as consultas subsequentes deverão continuar a realizar-se, sempre que clinicamente adequado, de forma não presencial. As restantes deverão começar a ser reagendadas, de forma alternada com as não presenciais.

Os pedidos de consulta interna continuarão restringidos a situações de descompensação aguda da patologia.

Quanto às consultas nos cuidados de saúde primários foi decidido priorizar a administração da vacina covid-19; privilegiar, em termos da retoma da atividade assistencial, as consultas de programas nacionais e situações de urgência reconhecida pela equipe clínica; privilegiar, sempre que possível, a consulta não presencial, alternando com as consultas presenciais, de forma a permitir uma maior dilação entre estas (30 minutos) e limitar a um mês o horizonte de marcação da atividade programada.

Está, entretanto, programada a reabertura faseada dos pólos encerrados no contexto de pandemia; o reajuste do horário de funcionamento e número das ADR Comunidade, face à casuística existente, sendo reativado, sempre que necessário o Plano de Contingência da Unidade.

Sobre as orientações a seguir no que diz respeito aos meios complementares de diagnóstico e terapêutica é de sublinhar a retoma da realização de colheitas, exames e meios complementares de terapêutica que deverá ser precedida de agendamento prévio, com respeito pela hora marcada, restringindo ao mínimo o número de utentes em sala.

O CA da ULS da Guarda determinou que no acompanhamento de grávidas estas apenas podem ter um acompanhante durante o período expulsivo do trabalho de parto, exceto em caso de cesariana ou outras circunstâncias em que se julgue contraproducente a sua presença (o pai deve aguardar à entrada da maternidade e é chamado no período expulsivo); durante o internamento, a grávida tem sempre direito a um acompanhante das 14h às 20h; não é permitida a presença de outras visitas.

No que se relaciona com as grávidas com SARS Cov2 não é permitida a presença do pai nem no parto nem em enfermaria; permanece em quarto individual com o bebé.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

Dia Mundial do Rim

por Correio da Guarda, em 11.03.21

 

No âmbito da campanha “A vitória contra a doença renal começa na prevenção” e das comemorações do Dia Mundial do Rim, que se assinala hoje, 11 de março, a Associação Nacional de Centros de Diálise (ANADIAL) está a realizar várias sessões de esclarecimento sobre a doença renal crónica, durante o corrente mês.

Estas sessões têm como objetivo consciencializar os estudantes para a prevenção desta doença. As sessões de esclarecimento estão adaptadas para os alunos que se encontrem no ensino básico e secundário, e vão ser realizadas em formato online para as escolas da Guarda, à semelhança do que está agendado para outras escolas do Porto, Braga,  Almancil, Figueira da Foz, Torres Vedras, Mafra e Valadares.

Doença Renal - .jpg

A campanha “A vitória contra a doença renal começa na prevenção” conta com o apoio da Associação de Doentes Renais de Portugal, da Associação Portuguesa de Enfermeiros de Diálise e Transplantação, da Associação Portuguesa de Insuficientes Renais, da Sociedade Portuguesa de Nefrologia e da Sociedade Portuguesa de Transplantação.

A doença renal crónica caracteriza-se pela deterioração lenta e irreversível da função dos rins. Como consequência da perda desta função, existe retenção no sangue de substâncias que normalmente seriam excretadas pelo rim, resultando na acumulação de produtos metabólicos tóxicos no sangue (azotemia ou uremia). Os doentes com diabetes, hipertensão arterial, obesidade e historial familiar de doença renal podem estar em risco de desenvolver esta doença.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:30

Defender a Saúde Pública

por Correio da Guarda, em 16.03.20

89346809_3074889215878888_632564505636765696_n.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:55

Covid-19 suscita medidas preventivas na Guarda

por Correio da Guarda, em 11.03.20

CORONA INST.jpg

A Câmara Municipal da Guarda decidiu adotar várias medidas de caráter preventivo na fase inicial da ameaça epidémica do novo Corona Vírus (COVID 19). Estas medidas estão relacionadas com a realização de atividades municipais que, pelo número de participantes envolvidos, proveniência dos mesmos ou condições da sua realização, possam potenciar riscos inadequados.

Assim, foi decidido o cancelamento das feiras e mercados ao ar livre no concelho da Guarda; o encerramento do complexo de Piscinas Municipais até ao final do mês; cancelamento de todas as atividades do Programa Guarda+65. De referir que é permitida a utilização do Pavilhão Desportivo Municipal S. Miguel, Pavilhão Gimnodesportivo da Guarda (INATEL), Pavilhão e Ginásio Estádio Municipal, para treinos e jogos, sempre que não se ultrapassem os 100 (cem) utilizadores em simultâneo (atletas, dirigentes e público); permite-se a utilização do Ginásio de Musculação, até ao limite de quatro pessoas em simultâneo, bem como a utilização do Estádio Municipal da Guarda (Relvado e Pista) e Campo de Jogos do Zâmbito, para treinos e jogos, sempre que não se ultrapassem os 1000 (mil) utilizadores em simultâneo (atletas, dirigentes e público).

Foi também determinado o cancelamento das atividades do Teatro Municipal da Guarda que agreguem mais de 100 pessoas em cada evento, para já até ao final do mês de março;

Estas medidas, segunda a informação divulgada pelo município, fazem parte do Plano de Contingência Covid 19 da Câmara Municipal da Guarda e têm em conta a decisão colegial tomada na última reunião do conselho intermunicipal da CIMBSE – Comunidade Intermunicipal das Beiras e da Serra da Estrela.

Por outro lado, no Instituto Politécnico da Guarda (IPG) foram hoje suspensas todas as atividades extracurriculares (congressos, seminários, jornadas) agendadas atá 15 de abril de 2020, bem como visitas de estudo.

De acordo com informação divulgada na página do IPG na internet, “à data ainda não se registou qualquer caso identificado com o novo coronavírus covid-19 no IPG.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:47

ULS da Guarda adotou medidas preventivas

por Correio da Guarda, em 10.03.20

 

O Conselho de Administração da ULS da Guarda, atendendo à evolução dos dados epidemiológicos de infeção por COVID-19, deliberou adotar as medidas preventivas que que serão colocadas em prática a partir de hoje, 10 de março.

Como noticiámos anteriormente, o Hospital Sousa Martins foi indicado como Hospital de «segunda linha» para a contenção da infeção pelo Covid-19 há uma semana, "atendendo às condições adequadas de instalações, equipamentos existentes no denominado Pavilhão Novo, à capacitação do seu Laboratório de Patologia Clínica e ao reconhecimento da competência técnica e profissionalismo dos seus recursos humanos."

Uma equipa multidisciplinar dedicada a esta situação, coordenada pelo Diretor do Serviço de Pneumologia, Luís Ferreira encontra-se em plenas funções; até esta data, e de acordo com informação divulgada pela ULS da Guarda, deram entrada 9 utentes (2 homens e 7 mulheres) suspeitos de infeção por COVID – 19, não se tendo registado nenhum caso positivo.

Os utentes em causa eram provenientes dos distritos de Viseu, Aveiro, Castelo Branco, Guarda e foi ainda assistida uma utente do distrito Lisboa que se encontrava em trânsito na região.

Hospital da Guarda - Visitas.jpg

No que diz respeito às Visitas aos doentes a Administração da ULS determinou que cada doente adulto internado só pode ter a visita de uma pessoa, tendo sido limitada a 30 minutos a duração de cada período de visita.

Nos serviços de Neonatologia e Pediatria apenas é permitida a entrada de pai e mãe, sem limitação de horário; no serviço de Obstetrícia só é permitida a entrada do pai ou acompanhante designado no período entre as 12h00 e as 20h00.

No serviço de Cuidados Paliativos mantém-se a autorização de permanência do acompanhante de referência de cada doente, sem limitação de horário, podendo ser autorizadas, caso a caso, o alargamento do número de visitas permitidas por doente em cada período.

Ainda de acordo com a informação divulgada, a ULS da Guarda “reserva-se o direito de proibir a entrada de visitas que apresentem sintomas de infeção respiratória (febre, tosse, expetoração e/ou falta de ar) e desaconselha vivamente a visita a doentes a quem tenha regressado recentemente do estrangeiro.” Antes e depois da visita o visitante deverá proceder à desinfecção das mãos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

FIT foi adiada

por Correio da Guarda, em 09.03.20

Cartaz FIT .jpg

[atualização]

A Feira Ibérica de Turismo (FIT), agendada para esta cidade, entre 30 de abril a 3 de Maio, foi adiada, por decisão da Câmara Municipal da Guarda.

Esta medida foi tomada face à necessidade de medidas de prevenção que urge tomar perante o surto de Covid-19 e tendo em conta as orientações da Direcção-Geral de Saúde.

A FIT irá decorrer de 2 a 5 de outubro no Parque Urbano do Rio Diz e a edição deste ano tem Cuba como país convidado e Ávila como destino espanhol convidado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:07

Mês do Coração na Guarda

por Correio da Guarda, em 01.05.19

Mês do Coração.jpg

    O Serviço de Cardiologia da Unidade Local de Saúde da Guarda vai comemorar o “Mês do Coração” com várias atividades.

    Estas atividades pretendem alertar as pessoas para as doenças cardiovasculares e para os fatores de risco.

   Ao longo do corrente mês de maio, o Serviço de Cardiologia vai promover exposições, rastreios e workshops junto da comunidade. Do programa elaborado merece destaque para a iniciativa agendada para o próximo dia 18 de maio de 2019, na Praça Luis de Camões (Guarda).

cardiologia.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:46

Maus tratos a crianças e adolescentes

por Correio da Guarda, em 05.04.16

 

 

     A Unidade Local de Saúde da Guarda através do Departamento da Saúde da Criança e da Mulher e o Núcleo Hospitalar de Apoio a Crianças e Jovem está a desenvolver uma campanha de prevenção para maus tratos a crianças e adolescentes.

     Estas ações de sensibilização decorrem durante o mês de Abril, tendo a primeira decorrido ontem, subordinada ao tema “Bullying na criança e no adolescente”.

     Para o dia 11 de Abril está agendada um nova palestra, sobre “Maus Tratos na Criança e no Adolescente”, com intervenções de Odete Mendes (Coordenadora da Ação de Saúde para Crianças e Jovens em risco, na ARS Centro, Núcleo de Leiria) e de Paulo Pelixo (psicólogo clínico).

     No dia 18 de Abril o tema em debate será “Consumo e abuso de substâncias na adolescência”, com intervenções de António Mendes (diretor do Departamento da Saúde da Criança e da Mulher, ULS Guarda), Sónia Santos (pediatra), Ana Pinho e Alexandre Branco (Polícia Judiciária).

    Estas ações são destinadas a profissionais de saúde, educação e segurança social, forças de segurança, encarregados de educação e todos os interessados na temática.

     As palestras realizam-se no Auditório Lopo de Carvalho, Hospital Sousa Martins, na Guarda.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:12


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Contacto:

correio.da.guarda@gmail.com