Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Angel Marcos de Dios recebe Prémio do CEI

por Correio da Guarda, em 04.09.20

 

O Júri da 16ª edição do Prémio Eduardo Lourenço decidiu hoje, por unanimidade, atribuir este galardão ao professor e investigador espanhol Ángel Marcos de Dios.
Ángel Marcos de Dios, 76 anos, é Professor Catedrático jubilado da Universidade de Salamanca. O Júri reconheceu o seu mérito académico e científico na área da Língua e Literatura portuguesas e a sua longa e profícua dedicação ao desenvolvimento e aprofundamento das relações culturais e académicas entre Portugal e Espanha.

Angel Marcos de Dios.jpg

O referido docente foi um dos principais impulsionadores do crescimento e representatividade dos Estudos de Língua e Cultura Portuguesas no meio académico, tendo promovido e dirigido as licenciaturas em Filologia Portuguesa e em Estudos Portugueses e Brasileiros na Universidade de Salamanca, uma das mais antigas e prestigiadas Universidades da Europa, contribuindo de forma decisiva para fecundar o intercâmbio e a cooperação ibérica, aliados a uma visão de abertura ao mundo e ao saber que caraterizam o verdadeiro espírito universitário.
De entre as obras publicadas destacam-se “História da Literatura Portuguesa”, “Escritos de Unamuno sobre Portugal”, “Os portugueses na Universidade de Salamanca”, “Letras Portuguesas: literatura comparada e estudos ibéricos”, entre centenas de artigos em obras coletivas, revistas e atas de congressos.
Fundou e dirigiu a Revista “Estudos Portugueses e Brasileiros” e criou do Grupo de Estudos Hispano-Lusófonos, centrado nos estudos comparativos das línguas e literaturas espanhola, portuguesa, brasileira e lusófona.
Destinado a galardoar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas, o Prémio Eduardo Lourenço 2020, no montante de 7.500,00€ (sete mil e quinhentos euros), foi atribuído por um júri constituído pelos membros da Direção do Centro de Estudos Ibéricos (Presidente da Câmara Municipal da Guarda, Reitor da Universidade de Coimbra e Reitor da Universidade de Salamanca) membros das Comissões Científica e Executiva do CEI e pelas seguintes personalidades convidadas: Álvaro Laborinho Lúcio, Artur Santos Silva, indicados pela Universidade de Coimbra, e Luis Miguel García Jambrina, indicado pela Universidade de Salamanca.
 
 
Fonte: CEI 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:35

Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 03.09.20

CEI.jpg

O nome a distinguir com o Prémio Eduardo Lourenço deverá ser conhecido amanhã, dia em que reunirá o júri da décima sexta edição.

Instituído pelo Centro de Estudos Ibéricos este galardão destina-se a premiar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas.

O júri reunirá online, a partir das 10 horas.

O Prémio, no montante de 7.500,00€ (sete mil e quinhentos euros), será atribuído por um júri constituído pelos membros da Direção do Centro de Estudos Ibéricos (Presidente da Câmara Municipal da Guarda, Reitor da Universidade de Coimbra e Reitor da Universidade de Salamanca) membros das Comissões Científica e Executiva do CEI e por personalidades convidadas: Álvaro Laborinho Lúcio e Artur Santos Silva, indicados pela Universidade de Coimbra e Luis Miguel García Jambrina e Lucia Rodil, indicados pela Universidade de Salamanca.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

Candidaturas ao Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 10.02.20

Prémio EDUARDO LOURENÇO 2020.jpg

No Centro de Estudos Ibéricos (CEI) estão abertas, até ao próximo dia 31 de março, as candidaturas à décima sexta edição do Prémio Eduardo Lourenço.

Este galardão, instituído pelo CEI, destina-se  a premiar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas.

O regulamento das candidaturas pode ser consultado aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:35

Carlos Reis recebe Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 16.10.19

 

Na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, na Guarda, terá lugar no próxima sexta-feira, 18 de outubro, a  sessão de entrega do Prémio Eduardo Lourenço a Carlos Reis, professor e Investigador.

Carlos Reis nasceu em Angra do Heroísmo. Licenciou-se em Filologia Românica e doutorou-se em Literatura Portuguesa na Universidade de Coimbra, onde é professor catedrático desde 1990.
Na Faculdade de Letras de Coimbra tem lecionado Literatura Portuguesa, Literatura Espanhola e Teoria da Literatura. É coordenador científico do Centro de Literatura Portuguesa.

CARLOS Reis.png

Ensinou em divresas universidades estrangeiras (Salamanca, Wisconsin-Madison, Santiago de Compostela, Massachusetts-Dartmouth, Califórnia-Berkeley, Pontifícia Univ. Católica do Rio Grande do Sul e Univ. do Estado do Rio de Janeiro).
Foi diretor da Biblioteca Nacional, reitor da Universidade Aberta e presidente da European Association of Distance Teaching Universities.

Publicou mais de vinte livros, em Portugal, Espanha, Alemanha, França e Brasil, tendo-se consagrado em especial ao estudo da obra de Eça de Queirós de cuja edição crítica é coordenador. É Comendador da Ordem de Isabel la Católica e da Ordem de Sant’Iago da Espada, Benfeitor e Sócio Grande Benemérito do Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro, Doutor honoris causa pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Académico Correspondente da Real Academia Española e da Academia das Ciências de Lisboa.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:30

Prémio Eduardo Lourenço atribuído a Carlos Reis

por Correio da Guarda, em 14.06.19

 

Carlos Reis.png

     O júri da XV Edição do Prémio Eduardo Lourenço decidiu hoje, por consenso, atribuir o Prémio a Carlos Reis.
    De acordo com a informação divulgada pelo Centro de Estudos Ibéricos (CEI),  o júri reconheceu o mérito de Carlos Reis como investigador e professor universitário e a sua trajectória que objectiva um trabalho de cooperação entre os âmbitos académicos e culturais de Portugal e Espanha, cuja aproximação substanciada e crítica, sempre o mobilizou e fomentou como responsável de diferentes instituições e organismos públicos, contribuindo a um intercâmbio cultural de alto valor ibérico.
    Referente dos estudos de Eça de Queirós e José Saramago, para além dos estudos literários e da teoria literária, a sua obra tem uma ampla repercussão em Espanha, na Europa, no Brasil e Estados Unidos.
    Especializado em Literatura Portuguesa dos séculos XIX e XX e em Teoria da Narrativa, publicou sobre esta área vários livros de prestígio internacional e assinou dezenas de artigos em revistas universitárias.
   Publicou, entre outras, as obras Textos Teóricos do Neo-Realismo; Estatuto e perspectivas do narrador na ficção de Eça de Queirós; O Discurso Ideológico do Neo-Realismo Português; Dicionário da Narratologia (em colaboração com Ana Cristina M. Lopes); Para una semiótica de la ideologia (tradução parcial de O discurso ideológico do Neo-Realismo Português); A Construção da Narrativa Queirosiana. O Espólio de Eça de Queirós (em colaboração com Maria do Rosário Milheiro) e coordena a História Crítica da Literatura Portuguesa e a Edição Crítica da obra de Eça de Queirós.
 
   Fonte: CEI
 
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:03

Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 03.04.19

 

     O prazo de envio das candidaturas ao Prémio Eduardo Lourenço termina amanhã, dia 4 de Abril.

     Recorde-se que este prémio, instituído pelo Centro de Estudos Ibéricos (CEI) tem por objetivo galardoar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cooperação e da cultura ibérica.

    O regulamento pode ser consultado aqui.

Prémio EDUARDO LOURENÇO.jpg

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 19.02.19

 

    As candidaturas à décima quinta edição do Prémio Eduardo Lourenço estão abertas até ao próximo dia 4 de abril.

   Este galardão foi instituído pelo Centro de Estudos Ibéricos (CEI), com sede na Guarda, para  premiar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas. Os interessados podem obter mais informações aqui.

Prémio EL.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Candidaturas ao Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 31.01.18

Eduardo Lourenço - Foto HS.JPG

 

     No Centro de Estudos Ibéricos estão abertas, até ao próximo dia 28 de Março, as candidaturas à 14ª edição do Prémio Eduardo Lourenço, galardão  destinado a premiar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas.

    O Prémio, no montante de 7.500,00€ (sete mil e quinhentos euros), será atribuído por um júri constituído pelos membros da Direção do Centro de Estudos Ibéricos (Reitor da Universidade de Coimbra, Reitor da Universidade de Salamanca e Presidente da Câmara Municipal da Guarda) e por mais oito personalidades sendo, no presente ano, presidido pelo Reitor da Universidade de Salamanca.

    Personalidades de relevo de Portugal e Espanha já foram galardoadas nas anteriores edições: Maria Helena da Rocha Pereira, Professora Catedrática de Cultura Greco-Latina (2004), Agustín Remesal, Jornalista (2006), Maria João Pires, Pianista (2007), Ángel Campos Pámpano, Poeta (2008), Jorge Figueiredo Dias, Professor Catedrático de Direito Penal (2009), César António Molina, Escritor (2010), Mia Couto, Escritor (2011), José María Martín Patino, Teólogo (2012), Jerónimo Pizarro, Professor e Investigador (2013), Antonio Sáez Delgado, Professor e Investigador (2014), Agustina Bessa Luís, Escritora (2015), Luis Sepúlveda, Escritor (2016) e Fernando Paulouro das Neves, jornalista e escritor (2017).

    Qualquer instituição ou pessoa pode enviar propostas de candidatura até 23 de março de 2018 para o Centro de Estudos Ibéricos.

    O Regulamento ser consultado aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:25

Fernando Paulouro recebe Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 21.04.17

 

Fernando Paulouro.png

    O jornalista Fernando Paulouro Neves vai receber o Prémio Eduardo Lourenço.

    O Júri da décima terceira edição deste prémio, instituído pelo Centro de Estudos Ibéricos (que tem a sua sede na Guarda) reconheceu a projeção cultural e ibérica do jornalista, escritor e cronista e a sua notória vocação cultural e cívica desenvolvida, ao longo dos últimos 50 anos, no Jornal do Fundão, órgão de referência na história na imprensa nacional, onde foi jornalista, Chefe de Redação e Diretor.

     No entendimento do Júri, Fernando Paulouro das Neves representa muito bem a ligação entre os dois lados da raia ibérica, vividos e defendidos ao longo de uma vida de resistência. Partilha as beiras agrestes e a perspetiva que elas transmitem, com o próprio Eduardo Lourenço; em ambos o pensamento não se imagina sem o vento da raia, e a vivência dos locais que o futuro ameaça abandonar, mas que ambos acreditam que se manterão relevantes e até indispensáveis.

    O Júri destacou ainda a sua visão cívica e comprometida com os territórios da raia, a sua intransigente cidadania e a consciência da realidade de uma região interior, numa perspetiva regional, ibérica e universal.

   Personalidades de relevo de Portugal e Espanha já foram galardoadas nas anteriores edições: Maria Helena da Rocha Pereira (falecida recentemente) Professora Catedrática de Cultura Greco-Latina (2004), Agustín Remesal, Jornalista (2006), Maria João Pires, Pianista (2007), Ángel Campos Pámpano, Poeta (2008), Jorge Figueiredo Dias, Professor Catedrático de Direito Penal (2009) e César António Molina, Escritor (2010), Mia Couto, Escritor (2011), José María Martín Patino, Teólogo (2012) e Jerónimo Pizarro, Professor e Investigador (2013), Antonio Sáez Delgado, Professor e Investigador (2014) e Agustina Bessa Luís, Escritora (2015) e Luis Sepúlveda, Escritor (2016). A edição deste ano distingue Fernando Paulouro.

Fernando Paulouro e HS.jpg

      Fernando Paulouro, num Seminário sobre Imprensa Regional da Beira Interior, realizado no IPG, em 2014. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:48

Candidaturas ao Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 31.01.17

Prémio EDuardo Lourenço.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Contacto:

correio.da.guarda@gmail.com