Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Prémio Inovação e Tecnologia

por Correio da Guarda, em 15.11.17

 

     O blog Pplware venceu ontem o prémio "Inovação e Tecnologia" nos Blogs do Ano.

    Um dos administradores é Pedro Pinto que reside e trabalha na Guarda (no Instituto Politécnico).

   Na blogosfera desde Abril de 2005, o Pplware é o mais relevante canal de tecnologia português e um dos mais preponderantes no mundo de língua portuguesa. O Pplware.com é um serviço auditado pelas entidades que supervisionam a qualidade e a relevância das páginas Web em Portugal, contando atualmente com vários canais temáticos.

    O Fórum Pplware permite uma interação dos amantes da tecnologia onde podem expor as suas dúvidas e partilhar conteúdos.

Blog.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Fernando Paulouro recebe Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 08.09.17

 

Fernando Paulouro.jpg

    Na Guarda vai decorrer hoje, pelas 17 horas, a sessão pública de entrega do Prémio Eduardo Lourenço ao jornalista Fernando Paulouro. O referido ato terá lugar na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço.

    Este prémio, instituído pelo Centro de Estudos Ibéricos, destina-se a premiar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas.

    De recordar, e como então noticiámos, que o Júri reconheceu a “projeção cultural e ibérica do jornalista, escritor e cronista e a sua notória vocação cultural e cívica”, desenvolvida ao longo dos últimos 50 anos, no Jornal do Fundão, órgão de referência na história da imprensa nacional, onde foi jornalista, Chefe de Redação e Diretor.

   “Protagonista de um jornalismo fortemente literário, que tantas vezes lhe permitiu contornar a censura pela finura da escrita, Fernando Paulouro das Neves representa muito bem a ligação entre os dois lados da raia ibérica, vividos e defendidos ao longo de uma vida de resistência. Regional, mas sempre com relevância global, mostra que o mundo precisa da reflexão vinda dos pequenos lugares. Partilha as beiras agrestes e a perspetiva que elas transmitem, com o próprio Eduardo Lourenço; em ambos o pensamento não se imagina sem o vento da raia, e a vivência dos locais que o futuro ameaça abandonar, mas que ambos acreditam que se manterão relevantes e até indispensáveis”.

 

    Fonte: CEI

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:58

Trabalhos jornalísticos sobre a Dor

por Correio da Guarda, em 25.07.17

 

     A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED) e a Fundação Grünenthal vão premiar o interesse e qualidade de dois trabalhos jornalísticos na área da dor. A 6ª edição do Prémio Anual de Jornalismo tem candidaturas abertas até ao dia 31 de Agosto.

    As duas entidades vão atribuir um total de 3 mil euros a dois jornalistas residentes em Portugal, cujos trabalhos tenham sido publicados na imprensa, televisão ou rádio. Ao primeiro prémio serão atribuídos 2 mil euros e ao segundo prémio um valor de mil euros. Mais informações aqui.

    A seleção dos dois vencedores vai ter em conta critérios como a criatividade, investigação, relevância e qualidade das peças jornalísticas.

    A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor pretende promover o estudo, o ensino e a divulgação dos mecanismos fisiopatológicos, meios de prevenção, diagnóstico e tratamento da dor de acordo com os parâmetros estabelecidos pela IASP. A Fundação Grünenthal é uma entidade sem fins lucrativos que tem por fim primordial a investigação e a cultura científica na área das ciências médicas, com particular dedicação ao estudo da dor e respetivo tratamento.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:22

Candidaturas ao Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 31.01.17

Prémio EDuardo Lourenço.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24

Prémio da Sociedade de Ciências Médicas

por Correio da Guarda, em 28.10.16

 

     O trabalho de investigação“Decreasing antibiotic use through a joint intervention targeting physicians and pharmacists: a cluster-randomized controlled trial” foi distinguido com o Prémio Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa / MSD em Epidemiologia Clínica.

    Este trabalho foi desenvolvido por uma equipa de investigadores que integra a Prof. Doutora Fátima Roque, docente da Escola Superior de Saúde e Investigadora da Unidade de Investigação para o Desenvolvimento do Interior do Instituto Politécnico da Guarda.

    O galardão é atribuído pela Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa, e conta com o apoio da MSD. A cerimónia de entrega do PrémioSCML/MSD em Epidemiologia Clínica teve lugar ontem, às 17h, na Sala dos Atos da NOVA Medical School - Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa.

   Este estudo teve como objetivo identificar as atitudes e conhecimentos dos profissionais de saúde, médicos e farmacêuticos com respeito à prescrição e dispensa de antibióticos e resistência microbiana, e realização de intervenções educativas no sentido de melhorar a utilização de antibióticos, na região definida pela Administração Regional de Saúde do Centro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Prémio Internacional de Design para jovem da Guarda

por Correio da Guarda, em 05.05.16

 

     Rafaela Luis, diplomada pelo Instituto Politécnico da Guarda, foi distinguida, recentemente, com um prémio internacional, na área do Design.

   O Prémio “A´Design Awares & Competion”, atribuído à sua marca Kalira Design, vai ser entregue em Milão (Itália) no próximo dia 8 de Junho. A peça, premiada, desta jovem designer intitula-se “Marilyn sofá”, sendo inspirada na icónica Marilyn Monroe e no seu famoso vestido branco. Rafaela Luís, cuja empresa designada Kalira Design está alojada na estrutura do Policasulos existente no Instituto Politécnico da Guarda, confidenciou que desde criança sempre teve “o interesse de fazer algo diferente e inovador”, tendência mais tarde consubstanciada na escolha da formação em Design.

Rafaela Luis - Designer - foto HS.jpg

     Natural de Mangualde, esta jovem de 24 anos afirma que escolheu o Instituto Politécnico da Guarda, e o curso de Design de Equipamento, pela qualidade que lhe reconheceu e por “acreditar que não existem maternidades de génios e isto é a prova. Tive a minha formação na Guarda, no IPG, estou formada e estou a ser reconhecida internacionalmente”.

    Esta ex-aluna do Politécnico da Guarda salienta que por parte dos docentes houve sempre exigência e incentivos. “Nós sempre fomos incentivados a participarmos em concursos, a sermos inovadores, fomos sempre desafiados a conhecer todos os tipos de técnicas de produção para saber como produzir aquilo que imaginamos, o que considero muito importante. Isto porque, muitas das vezes, uma falha ao nível do design é não saber como passar do papel para a realidade e penso que nisso o Politécnico da Guarda desempenhou um papel fundamental”.

    Sobre a instituição onde fez o seu curso acrescenta que as condições encontradas permitiram o desenvolvimento de ideias e projetos, a par da formação ministrada. “Temos laboratórios muito bons, conseguimos explorar quase todo o tipo de ferramentas, conseguimos conhecer quase todos os tipos de processos de produção. Foram muito importantes os conhecimentos que adquiri no IPG.”

   O apoio dado através dos Policasulos do IPG ajudou Rafaela Luís a afirmar os seus propósitos criativos e empresariais. “Foi muito importante, pois o alojamento no primeiro ano é fundamental e isto constituiu um grande apoio. O facto de poder utilizar os Laboratórios tem muitas vantagens, pois caso eu queira desenvolver um produto com material específico tenho as condições necessárias”, Comentou a jovem.

    Os Policasulos consistem num espaço de aceleração de projetos com vocação empresarial, onde o desafio é conquistar os alunos, “agarrar” as sua ideias e ajudá-los a montarem os planos de negócios, de modo que possam dar origem a empresas, como foi o caso de Rafaela Luís. Os Policasulos pretendem, pois, ser centros de investigação e desenvolvimento de ideias e projetos inovadores que possam dar origem a novos negócios a implementar na região. Este espaço de nanoincubação de projetos empresariais está localizado no Instituto Politécnico da Guarda, em antigas salas de aula, agora dotadas de mobiliário e algum equipamento básico, de forma que se possam aí instalar equipas empreendedoras de alunos e/ou docentes que desejem iniciar a sua atividade empresarial; localizando estas empresas emergentes nas suas instalações, o Politécnico da Guarda facilita-lhes todo o apoio logístico e de consultadoria de que precisam para arrancar a sua atividade.

Sofá Marylin.jpg

     Aludindo à peça apresentada no referido concurso internacional, e agora distinguida, Rafaela Luís explicou que a opção por este móvel “surgiu de querer fazer algo inovador que ligasse as pessoas ao nível dos sentimentos; sempre foi essa a minha intenção, e a marca que criei envolve muito essa parte emocional; cada peça é a ligação à alma de um artista, o que nos liga emocionalmente a um espaço ou a um ambiente.”

     Daí que a ideia tenha sido captar “o máximo da essência. O próprio movimento do sofá tem uma certa movimentação do estofo que provoca essa sensação do esvoaçar do vestido. Marilyn Monroe foi, definitivamente, uma atriz que marcou uma época e muita gente”.

    A peça premiada vai estar exposta no stand do Politécnico da Guarda, durante a  Feira Ibérica do Turismo| FIT, que decorre a partir de hoje a nesta cidade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:40

 

     O projeto PAR – Património Azulejar Religioso na Diocese da Guarda, dinamizado pelo IPG, foi distinguido, no âmbito da candidatura aos “Prémios SOS Azulejo”, com o Prémio Estudo e Divulgação. Este galardão é atribuído no contexto do Prémio da União Europeia para o Património Cultural/Europa Nostra, iniciativa lançada pela Comissão Europeia em 2002, financiado pelo Europa Criativa e organizado pela Europa Nostra.

    O júri evidenciou o “excecional nível da candidatura e contributo para a valorização do património azulejar português”.

    O Presidente do IPG, Constantino Rei, mostrou a sua satisfação pela atribuição deste prémio “esperando que ele sirva de exemplo para outros projetos, pois o património imaterial que nós temos é muito valioso; é necessário preservá-lo mas é sobretudo necessário divulgá-lo e utilizá-lo como instrumento de promoção do turismo da região”.

    A entrega deste galardão terá lugar no próximo dia 24 de Maio, pelas 15 horas, no Palácio Fronteira (Lisboa). Recorde-se que no passado dia 18 de Dezembro, foi apresentado na Guarda (na Igreja de S. Vicente) o livro PAR – Património Azulejar Religioso na Diocese da Guarda”; esta publicação resultou de uma parceria entre o Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e a Diocese da Guarda.

Livro PAR -1.jpg

     O projeto, que agora se concretiza em forma de livro “nasceu, há cerca de dois anos, da constatação da necessidade de sistematizar e promover o relevante património azulejar religioso que existe na área que abrange o distrito e a diocese da Guarda. Tesouro devidamente inventariado pela Diocese, o património azulejar, parte dele passível de ser usufruído livremente, porque visível da via pública, mas não devidamente valorizado em alguns casos, tornou-se o alvo de interesse para a elaboração desta publicação”, como esclareceu a Profª Doutora Anabela Sardo, que coordenou o projeto.

    Esta docente do IPG considerou, então, que “esta riqueza, nem sempre preservada da melhor forma ao longo dos tempos, mas, ainda assim, existente em número considerável no território que se circunscreveu, despertou a curiosidade de um grupo de pessoas com sensibilidades e competências diversas.”

    Assim foi preocupação dos elementos que estiveram ligados a este projeto “dar voz aos belos e singulares painéis azulejares religiosos que, graciosa e alegremente, se oferecem ao apreço e deleite do residente, visitante ou turista, devoto ou não, nas aldeias, vilas e cidades da região”.

    A Profª Anabela Sardo elucidou que a referida edição “não tem, nem podia ter, o ensejo de mostrar todo o vastíssimo património azulejar existente e inventariado, pelo que foi imperioso definir-se uma escolha metodológica, optando-se por selecionar os exemplares cuja importância histórica, artística e religiosa servissem de exemplo e convidassem a descobrir os outros não menos fascinantes que podem encher de cor e magia a passagem do visitante” acrescentando que foi objetivo principal “a valorização de um património, de um território e, como não podia deixar de ser, das suas gentes, ajudando, simultaneamente, a promover o Turismo e a aumentar a autoestima de uma região.”

 

   Fonte: IPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:05

Entrega do Prémio João Lopes

por Correio da Guarda, em 03.12.15

 

      Na Escola Superior de Turismo e Hotelaria do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) foi ontem entregue, pelo Clube Escape Livre, o Prémio João Lopes.

     O prémio distingue os estudantes do IPG que finalizam, com aproveitamento escolar excecional, o curso de Comunicação e Relações Públicas.

Prémio João LOPES - foto GIC.jpg

     Tatiane Pais dos Santos e Catarina Nunes Rodrigues (no lado direito da foto) foram as primeiras alunas do Instituto Politécnico da Guarda a receber a Bolsa de Mérito João Lopes, um prémio anual no valor de 1500 euros, instituído pelo Clube Escape Livre com a colaboração do Instituto Politécnico da Guarda.

    Cada uma das alunas recebeu um cheque de 750 euros. A entrega da Bolsa de Mérito integrou-se na sessão solene de abertura oficial do Ano Académico 2015/ 2016, que decorreu hoje, na Escola Superior de Turismo e Hotelaria do IPG, em Seia.

“A Bolsa de Mérito João Lopes homenageia, a título póstumo, uma figura de referência na cidade e região da Guarda, colaborador e amigo do Escape Livre, tendo como objetivo também incentivar e premiar os alunos do curso de Comunicação e Relações Públicas, já que a comunicação era uma das áreas de vida e de vocação do homenageado”, como foi referido pelo Presidente do Clube Escape Livre, Luis Celínio. Na cerimónia realizada na ESTH, o presidente do Clube Escape Livre lembrou algumas características de João Lopes enquanto comunicador, acrescentando que “a criação da Bolsa de Mérito João Lopes para futuros comunicadores é a melhor homenagem que podemos fazer a quem sempre foi uma pessoa boa. Que o seu brio profissional e a alegria de viver incentivem o caminho das agora vencedoras.”

    A bolsa de Mérito João Lopes estará de novo disponível para atribuição, neste ano letivo, no Instituto Politécnico da Guarda.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42

Agustina recebe Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 24.04.15

 

     Agustina Bessa-Luís foi galardoada com o Prémio Eduardo Lourenço 2015, de acordo com o anúncio feito hoje na Guarda.

     O Júri, que reuniu na sede do Centro de Estudos Ibéricos (CEI), decidiu atribuir o Prémio a Agustina Bessa-Luís “em reconhecimento da sua grande projeção nacional e internacional, expoente máximo da cultura portuguesa e ibérica, e valorizou na sua obra a profunda consonância com a grande tradição cultural ibérica, capaz de integrar e compreender Cervantes e Fernão Mendes Pinto, Nuno Gonçalves e Vélasquez”.

     Maria Agustina Ferreira Teixeira Bessa, celebrizada pelo pseudónimo literário Agustina Bessa-Luís, nasceu em 1922, em Vila Meã, Amarante.

     A Escritora é uma figura referencial da literatura portuguesa e da língua portuguesa, tendo a sua obra ancorado a produção literária das últimas décadas e inspirando escritores, ensaístas e leitores.

    Este prémio anual, que tem o nome do ensaísta Eduardo Lourenço, mentor e diretor honorífico do CEI, destina-se a galardoar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas.

    A sessão solene de entrega do galardão terá lugar, na Guarda, em data a anunciar.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:06

Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 29.06.14

   

    Na Biblioteca Municipal da Guarda terá lugar no dia 3 de Julho, a partir das 18 horas, a Sessão de entrega do Prémio Eduardo Lourenço 2014.

    Antonio Sáez Delgado, professor de literatura, tradutor, crítico literário e escritor foi o galardoado desta edição do prémio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:57


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +


Referenciar citações

Protected by Copyscape Website Copyright Protection




Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: