Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Faleceu a pintora guardense Gracinda Costa

por Correio da Guarda, em 15.01.21

 

Gracinda Costa - Foto .jpg

A pintora guardense Gracinda Costa faleceu ontem, 14 de janeiro, com 62 anos de idade.

Funcionária da Câmara Municipal da Guarda, desde 1983, Gracinda Costa era natural de Angola.

Foi a autora da ilustração de vários livros, nomeadamente “Guarda e o seu património” e “Sabugal e o seu Património”, tendo participado em diversas exposições coletivas e algumas individuais.

Destas últimas refira-se a exposição “Biodiversidade da Serra da Estrela que no passado ano foi promovida em Fornos de Algodres, numa iniciativa da autarquia local em colaboração com a Câmara Municipal da Guarda. 

Gracinda Costa estava desde 2009 com as funções de Assistente Técnica no Espaço Educativo e Florestal – Quinta da Maúnça onde apoiou as atividades realizadas com a comunidade educativa e outros grupos de visitantes. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:33

Coleção de António Piné será instalada na Guarda

por Correio da Guarda, em 11.11.20

 

O edifício da antiga Casa da Mocidade Portuguesa, na Guarda, vai ser recuperado para aí serem  instaladas as pinturas  da coleção de  António Piné, no âmbito de um protocolo com a Associação Nacional de Farmácias, detentora da coleção. 

Para o Presidente da Câmara Municipal da Guarda, Carlos Monteiro, "este acervo de arte contemporânea vai ser um trunfo importante na candidatura à Capital Europeia da Cultura". Carlos  Monteiro, anunciou hoje na última reunião do executivo municipal que a instalação da coleção António Piné na cidade da Guarda poderá abrir portas ao público, ao lado da Sé-Catedral, no início de 2023.  Esta coleção é um dos acervos particulares que melhor ilustram as correntes estéticas que caracterizaram a arte portuguesa a partir da segunda metade do século XX: tem, entre outras, obras de Cruzeiro Seixas, uma das figuras maiores do surrealismo português.

casamocidade - Guarda.jpg

A coleção será instalada na antiga Casa da Mocidade Portuguesa, adquirida pela Câmara Municipal por 260 mil euros. Segundo o presidente da Câmara, irá agora ser lançado o concurso para a elaboração do projeto de recuperação do edifício, o qual tem espaços muito variados no seu interior e, também, um jardim. 

A instalação na Guarda da Coleção António Piné irá resultar de uma parceria da Câmara Municipal com a Associação Nacional de Farmácias – ANF, através de um protocolo desenhado entre Carlos Chaves Monteiro e o presidente da ANF, Paulo Cleto. António Piné, natural de Pinhel, distrito da Guarda, farmacêutico de profissão, doou a sua coleção à ANF, que passou ser a detentora das obras de arte.

Ao longo dos anos, António Piné constituiu uma significativa coleção de pintura e escultura, que integra obras nacionais e internacionais do século XX. Paula Rêgo, Vieira da Silva, Júlio Pomar, Manuel Cargaleiro, Cruzeiro Seixas, Julião Sarmento ou Rui Chafes são alguns dos artistas portugueses representados na coleção. Pablo Picasso, Salvador Dalí ou Miró são nomes da pintura internacional presentes na coleção.

 

Fonte e foto: CMG 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:02

Faleceu o pintor guardense Luis Rebelo

por Correio da Guarda, em 06.01.20

 

O pintor e escultor Luis Rebelo, nascido na Guarda em 1945, faleceu hoje.

Como por várias vezes destacou à comunicação social da sua cidade, o seu trabalho artístico começou por ser influenciado pela profissão do pai, marceneiro; daí nasceu o gosto pelo trabalho em madeira.

Autodidata, dedicou-se sobretudo à pintura e escultura, tendo recebido vários prémios e teve expostos os seus trabalhos em numerosos certames, estando igualmente representado em diversas coleções.

LUIS Rebelo - .jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:45

Pintura de Gema Perales em Almeida

por Correio da Guarda, em 10.07.18

 

    No Turismo Municipal de Almeida está patente, até 27 de julho, uma exposição de pintura sobre tauromaquia.

   Os trabalhos são da autoria da pintora espanhola Gema Perales (natural de Baeza – Jaén) que apresenta quadros a óleo sobre tela.

   Diplomada pela Faculdade das Belas Artes Alonso Cano, é membro fundador dos grupos artísticos Atenea XXI, Arte- Son, Ocho formas de hacer arte.

   Em 2017 ganhou em Espanha o Prémio Nacional de pintura de Manuel Aznar.

   Realizou várias exposições coletivas e individuais por todo o território espanhol, sendo esta a primeira vez que expõe em Portugal.

   Segundo a artista, esta exposição está dedicada a todas as pessoas que têm a coragem de acreditar em si próprias e seguir com os seus sonhos.

Exposição - Almeida.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:06

Registo...

por Correio da Guarda, em 26.07.17

Mural - Guarda - HS.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

Arte de rua...

por Correio da Guarda, em 03.07.17

 

Cobra  HS.jpg

     Guarda. Rua 31 de Janeiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:11

Evelina Coelho na toponímia guardense

por Correio da Guarda, em 23.04.16

 

     O nome da pintora Evelina Coelho vai figurar na toponímia guardense a partir do próximo dia 25 de Abril.

    Natural de Vila Fernando (concelho da Guarda), onde nasceu a 23 de Maio de 1945, Evelina Coelho era uma figura distinta, dotada de uma enorme sensibilidade artística e humana e, ao mesmo tempo, uma personalidade de grande modéstia.

    As inúmeras pinturas que deixou são, aliás, expressivas do seu perfil artístico, da qualidade e luminosidade dos seus trabalhos.

    Conheci Evelina Coelho quando ela era docente da Escola do Magistério Primário da Guarda, que funcionava onde é, hoje, a sede dos Serviços de Ação Social do Instituto Politécnico da Guarda, instituição onde também lecionou e de cujo símbolo foi autora; na então Escola Superior de Educação do IPG deu aulas até finais de 1997.

    O trabalho informativo que desenvolvi, na rádio e na imprensa, motivou sucessivos contactos que permitiram um melhor conhecimento do seu trabalho e do seu perfil humano. Evelina Coelho foi sempre de uma grande cordialidade e consideração para com os media protagonizando uma postura de simplicidade e simpatia, a par de uma vincada educação. Recordo que a Rádio Altitude, através de um programa produzido pelo António José Teixeira promoveu (em 1981) uma exposição de Evelina Coelho no conhecido Salão da Lareira do Hotel Turismo, na Guarda (um dos raros espaços, à altura, para este tipo de iniciativas…).

Com esta estação emissora Evelina Coelho manteve sempre uma grande proximidade, estando sempre disponível para a colaboração que lhe era pedida, sempre com uma admirável simpatia. Aliás, no período de 1990 a 1992 convidei-a a produzir um programa no Altitude, designado “Falando de Pintura”, no qual abordava questões relacionadas com essa temática, contribuindo para divulgar e ajudar a compreender o trabalho de vários pintores e escolas. Uma vez mais mostrou o seu inquestionável valor, a sua cultura, a sua cativante disponibilidade para colaborar.

   Na Guarda realizou várias exposições; uma das suas mais recentes exposições, senão mesmo a mais recente, foi “A Memória. Os Contos. Os Sonhos”, promovida pelo TMG. Nessa exposição a pintora guardense apresentou obras inspiradas no universo dos contos e histórias infantis. “As pinturas agora apresentadas por Evelina remontam a um universo infantil por si só já repleto de fantasia e cor. Os contos são representados de uma forma única, uma vez que traduzidos em imagens conseguem contar toda a história no momento de um olhar. Jonh Tenniel, o famoso ilustrador do livro de Lewis Carrol, provavelmente morreria de inveja ao ver a Alice retratada por Evelina”, como escreveu Heloísa Paulo na introdução ao catálogo dessa exposição.

EVELINA COELHO - foto Helder Sequeira - 2011.jpg

    Evelina Coelho esteve representada em mais de cem exposições em Portugal, Espanha, França, Bélgica, Suíça, Alemanha, Canadá e Brasil, figurando em numerosas coleções públicas e privadas, no nosso país e no estrangeiro. Ilustrou vários livros os quais enriqueceu com o seu estilo muito próprio.

   Era “Accademica Corrispondente” e “Cavaliere Ufficiale Accademico” da Academia Internacional de Greci-Marino, na Itália, tendo sido distinguida, na Bélgica, pela Fundação Europeia, com o grau de Comendador e Grande Oficial. Recebeu várias medalhas e condecorações, figurando no Dicionário de Arte Internacional “Who’s who in International Art”, no “Dicionário de pintores e escultores portugueses”, bem como no “Livro de ouro da arte contemporânea em Portugal”, na publicação “Arte no Feminino” e também no livro “O Figurativo nas Artes Plásticas em Portugal no séc. XXI”. Em 1992, na Guarda, foi-lhe atribuída a medalha de mérito municipal.

  A Guarda teve em Evelina Coelho um dos seus expressivos expoentes artísticos, que vai estar sempre connosco, através do encanto da sua pintura, da mensagem de paz e serenidade que sempre transmitiu; agora, justamente, como o seu nome inscrito na toponímia da cidade. (Helder Sequeira)

 

    in O Interior, 21|4|2016 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:59

Simpósio Internacional de Pintura e Escultura

por Correio da Guarda, em 23.02.16

 

     A Câmara Municipal, através do Museu da Guarda, promover um simpósio internacional de artes nas componentes de escultura e pintura. O Simpósio Internacional de Pintura e Escultura Cidade da Guarda decorrerá no centro histórico da cidade entre os dias 30 de maio e 14 de junho de 2016, com o objetivo "de incrementar o desenvolvimento e fruição artística na cidade mais alta, fomentando a riqueza patrimonial e criativa urbana".

    Segundo a autarquia guardense, esta iniciativa pretende ser a etapa inaugural do chamado Quarteirão das Artes, estrutura que irá dinamizar uma nova centralidade cultural na cidade da Guarda.

    Para esta edição inaugural a autarquia convidou sete escultores e sete pintores internacionais que executarão as suas obras ao ar livre ou em pavilhões montados ou ainda noutros espaços do centro histórico da Guarda, sendo que as obras realizadas pelos artistas participantes reverterão para a própria cidade.

    O Simpósio terá um  programa vasto e irá envolver os vários equipamentos culturais da cidade.

    (Fonte: CMG)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:12

Exposição de pintura

por Correio da Guarda, em 23.06.14

 

 

 

      De 1 a 20 de Julho vai estar patente no Café Concerto do Teatro Municipal da Guarda a exposição de pintura “Four Seasons”, de Pedro Matos.

     Pedro Matos nasceu em Santarém em 1989, e vive e trabalha entre Lisboa e Londres.

     Estudou em Lisboa na Ar.Co e na Faculdade de Belas Artes, e em Londres na Central Saint Martins College of Art and Design.

    O seu trabalho tem vindo a ser apresentado em instituições e galerias internacionais como: National Army Museum em Londres, The Goss-Michael Foundation em Dallas, University of Arizona Museum of Art em Tucson, Martha Otero Gallery em Los Angeles, Gestalten Space em Berlim, entre outros.

 

Fonte: TMG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

Mário Vitória na Galeria de Arte do TMG

por Correio da Guarda, em 20.02.14

     Na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda continua patente, até ao dia 30 de Março, a exposição "O Padrão dos Encobrimentos", do pintor surrealista Mário Vitória.

     Mário Vitória, que nasceu em 1983, é natural de Coja (Coimbra); vive e trabalha no Porto. Licenciou-se em pintura na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. É mestre em ensino de artes visuais pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação do Porto e mestre em práticas e teorias do desenho pela Faculdade de Belas Artes na Universidade do Porto.

    Sobre esta exposição, escreveu aquele artista plástico que «a palavra/imagem “padrão” marcou a demanda Portuguesa, envolta de ansiedades gloriosas protagonizadas em viagens épicas.

     Nesta exposição assinala-se essa performativade de demarcar, que assiste aos descobrimentos. Faz-se assim, uma diatribe debruçada sobre alguns significados do quotidiano nacional, extrapolada a outros territórios, como ao interior dos indivíduos nomeadamente aos seus impulsos primitivos. Poderemos ver obras de grande e pequeno formato comentando a excessiva regularidade do mundo. Desde a explícita violência capitalista desenredada a uma aniquilação total da irregularidade do homem”.

     A exposição tem entrada livre e pode ser visitada de terça à sexta das 16h00 às 19h00 e das 21h00 às 23h00, aos sábados das 15h00 às 19h00 e das 21h00 às 23h00 e aos domingos das 15h00 às 19h00.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com