Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Registo...

por Correio da Guarda, em 26.07.17

Mural - Guarda - HS.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

Arte de rua...

por Correio da Guarda, em 03.07.17

 

Cobra  HS.jpg

     Guarda. Rua 31 de Janeiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:11

Evelina Coelho na toponímia guardense

por Correio da Guarda, em 23.04.16

 

     O nome da pintora Evelina Coelho vai figurar na toponímia guardense a partir do próximo dia 25 de Abril.

    Natural de Vila Fernando (concelho da Guarda), onde nasceu a 23 de Maio de 1945, Evelina Coelho era uma figura distinta, dotada de uma enorme sensibilidade artística e humana e, ao mesmo tempo, uma personalidade de grande modéstia.

    As inúmeras pinturas que deixou são, aliás, expressivas do seu perfil artístico, da qualidade e luminosidade dos seus trabalhos.

    Conheci Evelina Coelho quando ela era docente da Escola do Magistério Primário da Guarda, que funcionava onde é, hoje, a sede dos Serviços de Ação Social do Instituto Politécnico da Guarda, instituição onde também lecionou e de cujo símbolo foi autora; na então Escola Superior de Educação do IPG deu aulas até finais de 1997.

    O trabalho informativo que desenvolvi, na rádio e na imprensa, motivou sucessivos contactos que permitiram um melhor conhecimento do seu trabalho e do seu perfil humano. Evelina Coelho foi sempre de uma grande cordialidade e consideração para com os media protagonizando uma postura de simplicidade e simpatia, a par de uma vincada educação. Recordo que a Rádio Altitude, através de um programa produzido pelo António José Teixeira promoveu (em 1981) uma exposição de Evelina Coelho no conhecido Salão da Lareira do Hotel Turismo, na Guarda (um dos raros espaços, à altura, para este tipo de iniciativas…).

Com esta estação emissora Evelina Coelho manteve sempre uma grande proximidade, estando sempre disponível para a colaboração que lhe era pedida, sempre com uma admirável simpatia. Aliás, no período de 1990 a 1992 convidei-a a produzir um programa no Altitude, designado “Falando de Pintura”, no qual abordava questões relacionadas com essa temática, contribuindo para divulgar e ajudar a compreender o trabalho de vários pintores e escolas. Uma vez mais mostrou o seu inquestionável valor, a sua cultura, a sua cativante disponibilidade para colaborar.

   Na Guarda realizou várias exposições; uma das suas mais recentes exposições, senão mesmo a mais recente, foi “A Memória. Os Contos. Os Sonhos”, promovida pelo TMG. Nessa exposição a pintora guardense apresentou obras inspiradas no universo dos contos e histórias infantis. “As pinturas agora apresentadas por Evelina remontam a um universo infantil por si só já repleto de fantasia e cor. Os contos são representados de uma forma única, uma vez que traduzidos em imagens conseguem contar toda a história no momento de um olhar. Jonh Tenniel, o famoso ilustrador do livro de Lewis Carrol, provavelmente morreria de inveja ao ver a Alice retratada por Evelina”, como escreveu Heloísa Paulo na introdução ao catálogo dessa exposição.

EVELINA COELHO - foto Helder Sequeira - 2011.jpg

    Evelina Coelho esteve representada em mais de cem exposições em Portugal, Espanha, França, Bélgica, Suíça, Alemanha, Canadá e Brasil, figurando em numerosas coleções públicas e privadas, no nosso país e no estrangeiro. Ilustrou vários livros os quais enriqueceu com o seu estilo muito próprio.

   Era “Accademica Corrispondente” e “Cavaliere Ufficiale Accademico” da Academia Internacional de Greci-Marino, na Itália, tendo sido distinguida, na Bélgica, pela Fundação Europeia, com o grau de Comendador e Grande Oficial. Recebeu várias medalhas e condecorações, figurando no Dicionário de Arte Internacional “Who’s who in International Art”, no “Dicionário de pintores e escultores portugueses”, bem como no “Livro de ouro da arte contemporânea em Portugal”, na publicação “Arte no Feminino” e também no livro “O Figurativo nas Artes Plásticas em Portugal no séc. XXI”. Em 1992, na Guarda, foi-lhe atribuída a medalha de mérito municipal.

  A Guarda teve em Evelina Coelho um dos seus expressivos expoentes artísticos, que vai estar sempre connosco, através do encanto da sua pintura, da mensagem de paz e serenidade que sempre transmitiu; agora, justamente, como o seu nome inscrito na toponímia da cidade. (Helder Sequeira)

 

    in O Interior, 21|4|2016 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:59

Simpósio Internacional de Pintura e Escultura

por Correio da Guarda, em 23.02.16

 

     A Câmara Municipal, através do Museu da Guarda, promover um simpósio internacional de artes nas componentes de escultura e pintura. O Simpósio Internacional de Pintura e Escultura Cidade da Guarda decorrerá no centro histórico da cidade entre os dias 30 de maio e 14 de junho de 2016, com o objetivo "de incrementar o desenvolvimento e fruição artística na cidade mais alta, fomentando a riqueza patrimonial e criativa urbana".

    Segundo a autarquia guardense, esta iniciativa pretende ser a etapa inaugural do chamado Quarteirão das Artes, estrutura que irá dinamizar uma nova centralidade cultural na cidade da Guarda.

    Para esta edição inaugural a autarquia convidou sete escultores e sete pintores internacionais que executarão as suas obras ao ar livre ou em pavilhões montados ou ainda noutros espaços do centro histórico da Guarda, sendo que as obras realizadas pelos artistas participantes reverterão para a própria cidade.

    O Simpósio terá um  programa vasto e irá envolver os vários equipamentos culturais da cidade.

    (Fonte: CMG)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:12

Exposição de pintura

por Correio da Guarda, em 23.06.14

 

 

 

      De 1 a 20 de Julho vai estar patente no Café Concerto do Teatro Municipal da Guarda a exposição de pintura “Four Seasons”, de Pedro Matos.

     Pedro Matos nasceu em Santarém em 1989, e vive e trabalha entre Lisboa e Londres.

     Estudou em Lisboa na Ar.Co e na Faculdade de Belas Artes, e em Londres na Central Saint Martins College of Art and Design.

    O seu trabalho tem vindo a ser apresentado em instituições e galerias internacionais como: National Army Museum em Londres, The Goss-Michael Foundation em Dallas, University of Arizona Museum of Art em Tucson, Martha Otero Gallery em Los Angeles, Gestalten Space em Berlim, entre outros.

 

Fonte: TMG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

Mário Vitória na Galeria de Arte do TMG

por Correio da Guarda, em 20.02.14

     Na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda continua patente, até ao dia 30 de Março, a exposição "O Padrão dos Encobrimentos", do pintor surrealista Mário Vitória.

     Mário Vitória, que nasceu em 1983, é natural de Coja (Coimbra); vive e trabalha no Porto. Licenciou-se em pintura na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. É mestre em ensino de artes visuais pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação do Porto e mestre em práticas e teorias do desenho pela Faculdade de Belas Artes na Universidade do Porto.

    Sobre esta exposição, escreveu aquele artista plástico que «a palavra/imagem “padrão” marcou a demanda Portuguesa, envolta de ansiedades gloriosas protagonizadas em viagens épicas.

     Nesta exposição assinala-se essa performativade de demarcar, que assiste aos descobrimentos. Faz-se assim, uma diatribe debruçada sobre alguns significados do quotidiano nacional, extrapolada a outros territórios, como ao interior dos indivíduos nomeadamente aos seus impulsos primitivos. Poderemos ver obras de grande e pequeno formato comentando a excessiva regularidade do mundo. Desde a explícita violência capitalista desenredada a uma aniquilação total da irregularidade do homem”.

     A exposição tem entrada livre e pode ser visitada de terça à sexta das 16h00 às 19h00 e das 21h00 às 23h00, aos sábados das 15h00 às 19h00 e das 21h00 às 23h00 e aos domingos das 15h00 às 19h00.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24

Faleceu a pintora Evelina Coelho

por Correio da Guarda, em 26.11.13

    

    A pintora Evelina Coelho faleceu hoje, na Guarda.

    Natural de Vila Fernando, Evelina Coelho tinha o curso de pintura da Escola de Belas Artes de Lisboa.

    Realizou mais de cem exposições em Portugal, Espanha, França, Bélgica, Suíça, Alemanha, Canadá e Brasil.

    Era “Accademica Corrispondente” e “Cavaliere Ufficiale Accademico” da Academia Internacional de Greci-Marino, na Itália. Foi distinguida na Bélgica pela Fundação Europeia com o grau de Comendador e Grande Oficial.

 

    Recebeu várias medalhas e condecorações, figurando no Dicionário de Arte Internacional “Who’s who in International Art”, no “Dicionário de pintores e escultores portugueses, bem como no “Livro de ouro da arte contemporânea em Portugal”, na publicação “Arte no Feminino” e também no livro “O Figurativo nas Artes Plásticas em Portugal no séc. XXI”.

    De recordar que Evelina Coelho está representada em colecções públicas e privadas, em Portugal e no Estrangeiro.

    Em 2011 teve patente na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda a exposição de pintura "A Memória. Os Contos. Os Sonhos".

    De recordar que Evelina Coelho está representada em colecções públicas e privadas, em Portugal e no Estrangeiro.

    O corpo de Evelina Coelho vai estar hoje em câmara ardente na Igreja da Misericórdia, na Guarda, sendo a missa de corpo presente amanhã, pelas 16 horas, em Vila Fernando.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:58

"A Queda dos Anjos" na Guarda

por Correio da Guarda, em 20.03.13

 

     Na Galeria de Arte do TMG vai ser inaugurada, no próximo sábado (23 de Março) a exposição “A Queda dos Anjos”, do artista plástico Ambrósio Ferreira.

    A abertura desta exposição está marcada para as 18h00 e vai contar com a presença do autor.

     António Manuel Ambrósio da Silva Ferreira, pintor, desenhador e calígrafo, nasceu em 1951 em Castelo Branco. Licenciou-se em pintura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa.

     Actualmente vive e trabalha em Lisboa. Os seus trabalhos estenderam-se às artes cénicas (cenografia e costumes para teatro e bailado) no conjunto predomina a pintura, divulgada em exposições colectivas e individuais, e o desenho publicado em livros de poesia e prosa.

     O conjunto de obras, expostas em “A Queda dos Anjos”, é parte de uma produção temática mais vasta pintada nos finais do século XX onde o artista reinventou o rosto da crise do mundo contemporâneo.

     A sua obra incorpora as estéticas orientais e é marcada por uma expressão de pincelada espontânea, onde ideia e forma constituem uma simbiose que sugere mas não representa, opção que confere uma realidade aberta às suas criações.

    “A queda dos anjos” tem entrada livre e ficará patente na Galeria de Arte até 19 de Maio; pode ser visitada de terça a sexta das 16h às 19h e das 21h00 às 23h00, aos sábados das 15h00 às 19h00 e das 21h00 às 23h00 e aos domingos das 15h às 19h.

 

     Fonte: TMG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Pintura do século XVI descoberta na Vela

por Correio da Guarda, em 18.02.13

 

     Na freguesia da Vela, concelho da Guarda, foi descoberta uma pintura mural do século XVI, no decorrer das obras de restauro do altar de uma capela.

     De acordo com a notícia da agência LUSA, a pintura foi encontrada por um restaurador de arte durante os trabalhos de renovação do retábulo de madeira do altar da capela de Santo Antão

    Agora, a pintura está a ser conservada e restaurada para ficar acessível às pessoas interessadas em verem esta obra de arte, como adiantou o pároco local, José António Pinheiro, ao jornalista da LUSA.

    De referir que após esta descoberta, a paróquia da Vela (aldeia localizada a cerca de dez quilómetros da cidade da Guarda) decidiu pela recuperação da pintura a fresco.

     O trabalho está está a ser realizado por duas especialistas de conservação e restauro em pintura mural da empresa Atelier Samthiago, com sede em Viana do Castelo.

            Foto: Samthiago Conservação E Restauro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:10

Exposição de Baltazar Torres no TMG

por Correio da Guarda, em 26.01.13

 

      No Teatro Municipal da Guarda (TMG) foi inaugurada hoje, a exposição “Veias de Alcatrão”, de Baltazar Torres, a qual vai estar patente até 17 de Março.

     Baltazar Torres nasceu em 1961, em Figueira de Castelo Rodrigo; vive e trabalha no Porto. Realizou a sua primeira exposição em 1988 e desde então tem mostrado regularmente a sua obra, construindo um percurso sólido tanto a nível nacional como internacional.

     A sua obra engloba pintura, escultura, desenho e instalação. Expõe com regularidade na Galeria Mario Mauroner em Viena e Salzburgo, na Áustria, e actualmente na Galeria Mário Sequeira, Braga, Portugal.

     Está representado em diversas colecções nacionais e internacionais.

    “Veias de Alcatrão” é uma instalação inédita pensada para o espaço da Galeria de Arte do TMG, numa reflexão sobre a experiência da viagem, do território e da paisagem do início do Séc. XXI.

     A exposição tem entrada livre e pode ser visitada de terça a sexta das 16h às 19h e das 21h00 às 23h00, aos sábados das 15h00 às 19h00 e das 21h00 às 23h00 e aos domingos das 15h às 19h.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +


Referenciar citações

Protected by Copyscape Website Copyright Protection