Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Observatório de Turismo

por Correio da Guarda, em 22.11.11

    

      Contribuir para um melhor conhecimento do setor do turismo na Serra da Estrela, através de uma análise da oferta turística regional, é um dos objetivos do Observatório de Turismo da Serra da Estrela(OTSE) que está a ser desenvolvido pelo Instituto Politécnico, através da sua Escola Superior de Turismo e Hotelaria e da Unidade de Investigação e Desenvolvimento do Interior.

     Este Observatório pretende viabilizar também o conhecimento do fenómeno turístico na região, mediante uma análise da relação entre o setor turístico e o meio ambiente envolvente e, numa última análise, entre a oferta e a procura. Por outro lado, é intenção dos responsáveis por este projeto recolher, tratar, armazenar e difundir dados que possam contribuir para o planeamento e desenvolvimento da Região de uma forma concertada, com uma perspetiva de futuro e com responsabilidades partilhadas em prol de um benefício comum;

    O Observatório de Turismo apresenta-se como “uma ferramenta de acompanhamento, divulgação e análise da evolução da atividade turística, para a formulação de diagnósticos setoriais e subsetoriais com relevo para os agentes envolvidos no setor” e tem em vista debater e refletir as dinâmicas atuais da Serra da Estrela associadas ao Turismo e Tecnologias de Informação e Comunicação.

     A realização de estudos, lançamento e cruzamento de operações estatísticas, e de investigação, reflexão e discussão de assuntos centrais ao funcionamento do sistema e setor turístico na região são outros dos aspetos contemplados por este Observatório.

     O OTSE pretende ser uma mais-valia para o Turismo da região, tendo como missão promover a análise, divulgação e o acompanhamento da evolução da atividade turística, de forma independente e responsável, garantindo a idoneidade da sua produção técnico-científica, de modo a contribuir para o desenvolvimento de um turismo sustentável na Serra da Estrela e integrado nas estratégias globais de desenvolvimento regional.

    Em simultâneo, vai colaborar, com os agentes turísticos no equacionamento de estratégias de ação, que fomentem a atratividade turística, dinamizem produtos, gerem iniciativas de negócios, fortaleçam as identidades naturais e culturais e monitorizem tendências. “Neste sentido, a área de atuação do OTSE incidirá principalmente na investigação científica, no estudo, análise, monitorização, acompanhamento e avaliação da atividade turística na região da Serra da Estrela, proporcionando relatórios, indicadores, perfis de procura e estratégias que promovam o conhecimento do setor e as lógicas que, a cada momento, norteiam a procura e a oferta”, como foi adiantado pelo grupo de trabalho.

    Definiu-se como área de intervenção do OTSE, o território de 11 concelhos, pela sua proximidade e/ou integração do Parque Natural da Serra da Estrela, nomeadamente: (1) Belmonte; (2) Celorico da Beira; (3) Covilhã; (4) Fornos de Algodres; (5) Gouveia; (6) Guarda; (7) Mangualde; (8) Manteigas; (9) Nelas; (10) Oliveira do Hospital e (11) Seia

    Ao lançaram este projeto, a ESTH e UDI, do Instituto Politécnico da Guarda, consideram que “o Turismo é atualmente uma das principais atividades económicas da região da Serra da Estrela, sendo considerado um vetor estratégico para o desenvolvimento da região, com todas as implicações que a mesma projeta na sociedade, no ambiente e tecido económico. Dada a sua importância para o desenvolvimento, desta área geográfica, torna-se essencial garantir um crescimento sustentado deste setor, que permita a sua manutenção a longo prazo, valorizando os recursos e fomentando procuras diversificadas ao longo do ano”.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +