Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


ULS: surpresa com o número de vagas de médicos

por Correio da Guarda, em 06.07.21

 

Hospital Sousa Martins -Guarda - foto HS.jpg

O Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde da Guarda (ULS) manifestou-se “surpreendido com o número de vagas” de médicos que foi atribuido à ULS.

Em nota divulgada pelo referido Conselho de Administração, é referido que este “manifestou a seu tempo o reporte das necessidades desta unidade de saúde às entidades competentes, identificando as áreas carenciadas”.

No passado mês de maio a Unidade Local de Saúde da Guarda viu reconhecidas dez vagas para especialidades carenciadas na área hospitalar, das 13 identificadas pelo Conselho de Administração para esta instituição. “Não tendo estas vagas sido ocupadas mantiveram-se as mesmas carenciadas”, acentua a nota divulgada pela ULS.

Acrescenta que no dia 2 de julho com a publicação de dois despachos, “foram identicadas 7 vagas para recutamentos de médicos para áreas hospitalares e 3 vagas para Cuidados de Saúde Primários, respectivamente”.

O Conselho de Administração da ULS da Guarda adianta que “está a envidar todos os esforços junto das entidades competentes no sentido de mitigar os efeitos desta decisão pouco equitativa” para a sua área de abrangência.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:32

Unidade de Hospitalização Domiciliária

por Correio da Guarda, em 25.06.21

 

A nova Unidade de Hospitalização Domiciliária a alguns Lares e Centros de Dia da Guarda vai ser hoje apresentada, pelas 10h30, no edifício sede da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda.

A a nova valência entrou em funcionamento no passado dia 19 de abril de 2021 e, como refere uma nota da ULS,  contempla um espaço, instalado no pavilhão da Consulta Externa do Hospital Sousa Martins.

A Unidade de Hospitalização Domiciliária tem como objetivo "o internamento no conforto de casa do doente, com prestação de cuidados, rigor e segurança clínica idênticos ao internamento convencional."

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:20

Uma prolongada agonia…

por Correio da Guarda, em 20.05.21

 

O dia 18 de maio de 1907 constituiu uma das mais imponentes jornadas festivas da Guarda, marcada por um expressivo envolvimento coletivo que importa recordar a propósito da passagem (nesta última terça-feira), do 114º aniversário da inauguração do Sanatório Sousa Martins.

Nesse longínquo dia de 1907 abriu-se um novo período da história citadina; se, por um lado, a Guarda ficou dotada com um moderno Hospital, tutelado pela Misericórdia, por outro iniciou, através do Sanatório, uma eminente atividade médica e assistencial que colocou a cidade mais alta de Portugal nos roteiros internacionais das estruturas de saúde vocacionadas para o combate à tuberculose.

O fluxo de tuberculosos superou, largamente, as previsões, fazendo com que os edifícios do Sanatório Sousa Martins se tornassem insuficientes perante a procura; este era aconselhado a todos quantos sofriam de “tuberculose pulmonar, anemia, fraqueza organica, impaludismo, etc.”, como noticiava a imprensa local.

O impacto económico e cultural destas duas instituições (Sanatório Sousa Martins e do Hospital da Misericórdia da Guarda, a que seria atribuído o nome do então Provedor, Dr. Francisco dos Prazeres) fez-se sentir ao longo de várias décadas, como tem sido reconhecido e evidenciado em vários trabalhos.

Na cidade conjugaram-se, nessa época, uma série de fatores que viabilizaram a concretização do sonho de alguns, alicerçado numa sólida determinação e na multiplicidade de atos solidários, apesar dos circunstancialismos político-sociais do Portugal do início do século XX.

É interessante verificar o tácito entendimento entre representantes de diferentes posturas ideológicas em função do momento festivo que a cidade ia viver, tanto mais que o ato inaugural destas unidades de saúde era engrandecido com a presença do Rei D. Carlos e da Rainha D. Amélia. A Guarda, como foi afirmado na imprensa local, não podia abdicar dos seus pergaminhos de cidade fidalga e hospitaleira.

A inauguração (inicialmente prevista para 28 de abril e depois para 11 de Maio) dos três pavilhões que integravam o Sanatório ocorreu a 18 de maio de 1907, com a presença do rei D. Carlos e da Rainha D. Amélia que materializou nesta instituição de tratamento da tuberculose a homenagem a Sousa Martins, atribuindo-lhe o nome daquele clínico, cuja ação e dinamismo ela tinha já evocado numa intervenção pública, no seio da Associação Nacional aos Tuberculosos, realizada em 1889.

Aos dezoito dias do mês de Maio de mil novecentos e sete, num dos edifícios recentemente construídos no reduto da antiga Quinta do Chafariz, situada à beira da estrada número cinquenta e cinco, nos subúrbios da cidade da Guarda, estando presentes Sua Majestade a Rainha Senhora Dona Amélia (...), procedeu-se à solenidade da abertura da primeira parte dos edifícios do Sanatório Sousa Martins e da inauguração deste estabelecimento da Assistência Nacional aos Tuberculosos, fundada e presidida pela mesma Augusta Senhora (...)”. Assim ficou escrito no auto que certificou a cerimónia inaugural da referida estância de saúde.

O jornal A Guarda, num texto intitulado “A inauguração do Sanatório Souza Martins – impressões d’um forasteiro” relatou que D. António de Lencastre começou por ler “o seu relatório. Não se ouve quasi nada. Só se sabe que cita Hipocrates e elogia Souza Martins. O discurso tem todo o ar d’um relatório. Vê-se que está escrito à machina em quatro folhas de papel branco. Ha numeros à mistura (...) Vem depois Lopo de Carvalho, cuja voz também sumida não nos deixa ouvir bem” todo o seu discurso.

Nesse mesmo dia, cerca das 15 horas, o Rei D. Carlos e a Rainha D. Amélia foram inaugurar o novo edifício do Hospital da Misericórdia da Guarda, na atual rua Dr. Francisco dos Prazeres. Na capela da nova unidade hospitalar, teve lugar a cerimónia da bênção do edifício, pelo Arcebispo-Bispo da Guarda, “seguindo os monarcas para a enfermaria dos homens onde o sr. Provedor na presença de numerosa assistencia leu um bem elaborado relatório sobre a construcção das obras do novo hospital”.

Sanatório - Pavilhão D. António de Lencastre -

Hoje, o estado de abandono e degradação dos antigos pavilhões do Sanatório Sousa Martins não dignifica uma cidade que se quer afirmar pela história e anseia ser capital europeia da Cultura. Tal como aconteceu da data festiva atrás referida, é urgente uma união de esforço e a procura dos melhores planos no sentido de serem recuperados, salvaguardados e utilizados esses edifícios seculares.

Anotar a passagem dos 114 anos após a inauguração do Sanatório Sousa Martins não é cair em exercício de memória ritualista, mas apelar – uma vez mais – para a preservação do património físico de uma instituição, indissociável da História da Medicina Portuguesa, da solidariedade social, da cultura (pelos projetos que criou e desenvolveu) e da radiodifusão sonora portuguesa (na Guarda continua a emitir a Rádio Altitude, a mais antiga emissora local no nosso país); serve também para recordar o historial de uma instituição que continua a ter no Hospital Sousa Martins uma sequência assistencial e referência evidente nestes tempos de pandemia

O Parque da Saúde da Guarda não pode continuar a ter no seu seio uma memória agonizante de um Sanatório que constitui um incontornável ex-libris da nossa cidade. (Hélder Sequeira)

 

In "O Interior", 20/5/2021

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:47

Centro de Testes Covid-19 na Guarda

por Correio da Guarda, em 22.04.21

 

O Centro de Testes COVID-19 (Drive Thru) da Guarda passou a funcionar, desde ontem, junto à entrada do estacionamento subterrâneo do Hospital Sousa Martins.

Este Centro que tem funcionado, nos últimos meses num dos pavilhões do NERGA, passou agora para instalações pré-fabricadas no Parque da Saúde, com o objetivo de proporcionar maior comodidade aos utentes e dos profissionais de saúde.

Apenas têm acesso a este Centro de Testes COVID-19 pessoas sinalizadas através do SNS24 ou com contacto prévio expresso da Unidade de Saúde Pública da ULS da Guarda/ DGS. O teste não é efetuado a quem não preencher este requisito. Recorde-se que são regras fundamentais de segurança para acesso a este Centro: o acesso através da entrada devidamente sinalizada; não sair do veículo, uma vez que, o teste é efetuado com as pessoas no interior dos veículos; não se deslocar  para fora da zona limitada ao Centro de Testes, por questões de segurança.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:55

Hospital: área dedicada para doentes respiratórios

por Correio da Guarda, em 06.11.20

 

No Hospital Sousa Martins (HSM), na Guarda, reabriu na passada terça-feira a Área Dedicada para Doentes Respiratórios do Serviço de Urgência (ADR-SU). Este setor é destinado aos doentes com suspeita de Infeção Respiratória incluindo os doentes com sintomas de contaminação pelo novo coronavírus.

O espaço, situado nas instalações do Pavilhão 5 do HSM, está disponível para acolher doentes referenciados através do SNS 24, Saúde Pública ou Médico de Família.

A nova ADR-SU inclui gabinete de triagem, dois gabinetes médicos, um gabinete de enfermagem, sala de emergência, uma sala de colheitas, uma área para doentes infectados e outra para doentes suspeitos e em estudo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:47

Hospital Sousa Martins assegurou visitas virtuais

por Correio da Guarda, em 26.05.20

 

O Serviço de Medicina (Setor B) do Hospital Sousa Martins, na Guarda, estabeleceu no último mês e meio 108 visitas virtuais aos doentes internados e que devido à pandemia se viram privados das visitas presenciais dos familiares e amigos.

ULS da Guarda.jpg

Com as vídeo chamadas foi assim possível encurtar distâncias e apoiar psicológica e emocionalmente os  doentes ali internados, como foi sublinado numa nota informativa da ULS da Guarda.
Desde meados de abril até esta semana foram efetuadas mais de uma centena de chamadas, com uma média diária de três videochamada, tendo ocorrido o número mais elevado no período da Páscoa, onde foram concretizadas 9 videochamadas num só dia.
De salientar que a maioria (66%) foram efetuadas por WhatsApp e as restantes 34% através da rede social Facebook.
Como foi divulgado, o Serviço de Medicina do Hospital Sousa Martins pretende dar continuidade a estas visitas virtuais e incentivar cada vez mais famílias a participarem nestas visitas virtuais. "Relembramos que o apoio psicológico e emocional da família e dos amigos é um coadjuvante importante na recuperação dos doentes". É destacado na nota distribuída pela ULS da Guarda.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:25

Homenagem aos profissionais de saúde da ULS

por Correio da Guarda, em 16.04.20

 

Hospital Sousa Martins - Guarda - Foto Helder Sequ

Na Guarda vai ter lugar amanhã uma homenagem aos profissionais de saúde da Unidade Local de Saúde.

Esta homenagem simbólica será prestada pelas forças e serviços de segurança e corpos de Bombeiros.

Trata-se de uma iniciativa da Direção Nacional da PSP e decorrerá à mesma hora (16 horas) em todo o país, junto aos hospitais indicados como hospitais de referência no combate à COVID-19.

Médicos - fot.jpg

No Hospital Sousa Martins da Guarda terá lugar em frente ao Pavilhão da Consulta Externa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:35

Grávida com Covid-19 deu à luz na Guarda

por Correio da Guarda, em 06.04.20

Hospital - Pavilhão ant 1.jpg

Parturiente infetada com o novo corona vírus deu ontem à luz no Hospital Sousa Martins, na Guarda.

A notícia foi avançada pela Rádio Altitude e poder ser lida aqui.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:18

Unidade Móvel Covid-19 na Guarda

por Correio da Guarda, em 25.03.20

 

A Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Egitanienses colocaram hoje a funcionar a primeira Unidade Móvel COVID -19,  na área de abrangência da ULS. 

Este posto móvel irá deslocar-se aos locais onde for necessário proceder à realização de testes diagnósticos ao coronavírus.

A viatura, devidamente identificada, poderá deslocar-se a lares, instituições de pessoas com necessidades especiais ou ao domicílio de utentes com dificuldade de deslocação; de acordo com a informação divulgada pela ULS da Guarda,  "poderá também ter de se deslocar à residência de doentes COVID em isolamento domiciliário para confirmação de cura".

Unidade Móvel.JPG

Recorde-se que, com aqui já referimos, no Quartel dos Bombeiros da Guarda está também a funcionar um Centro de Testes ao COVID19 (Drive Thru).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:28

Imóvel para doentes em recuperação

por Correio da Guarda, em 23.03.20

 

A Câmara Municipal da Guarda tem já disponível um imóvel para a instalação de doentes em recuperação do novo coronavírus.

A autarquia guardense arrendou (com o objetivo inicial de alojar estudantes do ensino superior) à Diocese da Guarda o antigo Centro Apostólico que tem a capacidade para 80 pessoas e será disponibilizado assim que as necessidades do Hospital Sousa Martins o justifiquem.

Centro Apostólico 1.jpg

Esta decisão da Câmara Municipal da Guarda prende-se com o facto de o Hospital desta cidade ter sido “ativado como unidade de segunda linha para contenção da infeção e tratamento dos infetados pelo COVID – 19” e igualmente pela razão se ter entrado numa “fase de crescimento exponencial da epidemia”.

Centro Apostólico 2.jpg

Fotos: CMG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:00


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Contacto:

correio.da.guarda@gmail.com