Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Retomar o sonho interrompido...

por Correio da Guarda, em 02.01.24

 

Hospital Sousa Martins -Guarda - foto HS.jpg

É como uma Santuário, a Guarda. Vêm aí acolher-se milhares de crentes da Religião da Esperança, pedindo o restabelecimento da saúde e da vida; a volta do seu sonho interrompido”. Assim escrevia José Augusto de Castro no início do século XX, a propósito da mais alta cidade portuguesa, numa alusão ao Sanatório guardense, que foi  referência nacional e mesmo além fronteiras.

Hoje, os decrépitos e abandonados pavilhões do antigo Sanatório Sousa Martins, que agonizam no Parque da Saúde, são bem o símbolo de um período difícil durante o qual decorreu a dura batalha contra a tuberculose e outrossim do lamentável estado em que se encontra esta cidade no campo assistencial…

A Guarda já não é, definitivamente a Cidade da Saúde e corre o risco de a ela ficarem associados dramáticos epítetos se a capacidade de resposta por parte da principal estrutura da saúde continuar a ser a que tem existido nos últimos anos, e sobretudo nos últimos meses…

Esta é uma realidade muito preocupante e com consequências que há muito tempo são previsíveis, sem que tenha havido as medidas adequadas, a coragem de serem assumidas decisões, o indispensável apoio do poder central que – como se tem visto noutras áreas – não tem apoiado (na justa e adequada dimensão) o interior em setores que são fundamentais para incentivar a fixação de pessoas, mantendo um discurso oscilante em função de calendários eleitorais.

Quem tem tido a necessidade de recorrer aos serviços hospitalares certamente não divergirá muito do que aqui dizemos…

Assim, é urgente e primordial uma estreita cooperação de todos para se ultrapassarem os problemas do presente, preparando sem demagogia o futuro desta região, de forma a recuperar “o sonho interrompido”, na expressão de José Augusto de Castro, o republicano que dirigiu “O Combate”.

 

H.S.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:40

Para além do sonho interrompido…

por Correio da Guarda, em 21.01.23

 

É como um Santuário, a Guarda. Vêm aí acolher-se milhares de crentes da Religião da Esperança, pedindo o restabelecimento da saúde e da vida; a volta do seu sonho interrompido”. Escrevia José Augusto de Castro, no início do século passado, a propósito desta cidade e do seu Sanatório, que foi uma referência nacional.

A história, as sucessivas reivindicações de salvaguarda de um património ímpar têm merecido um impressionante alheamento ao longo de décadas; no passado ano foi dado a conhecer que os investimentos a realizar no Hospital Sousa Martins estavam centrados nas obras mais urgentes; na mesma altura a autarquia guardense mostrou a disponibilidade de colaboração com o objetivo de se conseguir-se a recuperação dos centenários pavilhões do Sanatório. Ao longo dos meses outras intenções, governamentais ou de responsáveis hospitalares, têm sido expressas, balizando promessas…

Os referidos pavilhões são símbolos de um período difícil em que se travou a luta contra a tuberculose. “Foram anos de luta pavorosa, /porém um dia o triunfo canta e reza”, anotou José Augusto de Castro num dos seus poemas.

Evocamos esta personalidade a propósito da passagem, amanhã (22 de janeiro) do 161º aniversário do seu nascimento.

Natural do concelho da Meda, concretamente da freguesia da Prova, José Augusto de Castro nasceu em1862; foi uma das principais figuras republicanas da Guarda

Durante a meninice aprendeu com o seu progenitor o ofício de alfaiate, profissão que lhe granjeou o sustento, a par do apoio à família, quando – com apenas 14 anos – foi para o Porto. Nessa cidade, fruto dos contactos que manteve, e do ambiente político que se vivia, foi crescendo a sua simpatia e interesse pela causa republicana.

José Augusto de Castro_GRD_1.png

Em 1886 José Augusto de Castro voltou para junto da família, que residia, então, na aldeia do Vale (Meda), mas ali ficou por pouco tempo; decidiu partir para o Brasil, onde estava estabelecido o seu irmão mais velho. Os seus primeiros trabalhos jornalísticos são escritos na Baía, cidade onde singrou no ramo comercial.

Atingido pela tuberculose veio para a Guarda. “A crueldade do Destino não impediu que me envolvesse a bondade de amigos de nobilíssimo coração, a começar pelo Dr. Lopo de Carvalho, o ilustre médico, especialista da tuberculose, que tomou a peito arrancar-me da garra dilaceradora doença temerosa”. Grato ficou também ao Dr. Amândio Paul, segundo diretor do Sanatório Sousa Martins.

Este foi um período que o marcou profundamente, dele tendo ficado numerosas referências na sua produção literária. Na Guarda fundou, em 1904, “O Combate”; este jornal (que dirigiu até 1931) consubstancia a sua personalidade, o ideal republicano, o espírito combativo e a expressividade da sua escrita.

Tendo desempenhado as funções de Secretário da Câmara Municipal da Guarda (a par de outras atividades nesta cidade), José Augusto de Castro, após deixar de dirigir aquela publicação periódica, foi viver mais tarde para Coimbra, onde morreu a 13 de maio de 1942. Os seus restos mortais foram transladados, em setembro do ano seguinte, para a Guarda, a cidade que ele sempre distinguiu. “Outras terras mais lindas há, de certo…/Porém nenhuma fica assim tão perto/ do puro azul do céu de Portugal”.

Anotando, assim, uma efeméride, concluiremos dizendo que mesmo em tempo de céu cinzento e de enormes preocupações não devemos perder a serenidade, capacidade reivindicativa e o sentido das nossas responsabilidades, consentâneas com a gratidão para quantos pensaram, executaram e fizeram da Guarda a cidade da saúde.

É importante a salvaguarda da memória dos profissionais de saúde que ali trabalharam, mas também é justo honrar e valorizar – pensando o futuro, melhores condições, a preservação e o aproveitamento adequado das estruturas físicas, a fixação de clínicos – os atuais.

Hoje, mais do que nunca, é fundamental a cooperação de todos, para ultrapassarmos os problemas do presente, prepararmos (sem demagogia) o futuro da Guarda, recuperarmos o “sonho interrompido”.

 

Hélder Sequeira

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Guarda: Bloco de Partos encerrado

por Correio da Guarda, em 12.09.22

 

O Bloco de Partos do Hospital Sousa Martins está encerrado, desde as 9 horas de hoje, até às 9 horas de amanhã, dia 13 de setembro. 

Esta "contingência", como é referido na nota distribuída à comunicação social pela Unidade Local de Saúde da Guarda, ocorrerá também no dia 16 de setembro, no período das 9 às 15 horas. "O Conselho de Administração e a equipa médica do Serviço de Obstetrícia da ULS da Guarda não se têm poupado a esforços para evitar falhas nas escalas do Serviço", é afirmado na informação que foi divulgada.

Nos dias mencionados "manter-se-á o normal funcionamento do Serviço de Urgência Ginecológica e Obstétrica. Mantém-se a Urgência Interna com normal funcionamento."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:47

ULS: Comissão Covid demitiu-se em bloco

por Correio da Guarda, em 02.06.20

Unidade Local de Saúde da Guarda - Foto Helder Se

A Comissão Covid 19 da Unidade Local de Saúde da Guarda (ULS) demitiu-se em bloco. Na origem desta tomada de posição parecem estar divergências surgidas entre o presidente da Comissão, Luís Ferreira, e o Conselho de Administração da ULS.

Recorde-se que esta Comissão coordenava desde o princípio de março a resposta Covid na Unidade Local de Saúde da Guarda.

O pedido de demissão do pneumologista Luís Ferreira teve o apoio e idêntica atitude por parte dos restantes elementos da Comissão COVID, integrada também por Adelaide Campos, diretora do Serviço de Urgência; Alcina Tavares, coordenadora do Programa de Prevenção e Controlo de Infeção e de Resistências aos Antimicrobianos, Catarina Quinaz, infeciologista; Ana Viseu, coordenadora da Unidade de Saúde Pública; João Correia, diretor do Serviço de Medicina Interna; José Valbom, da Unidade de Saúde Ocupacional; Luísa Lopes, diretora da Unidade de Cuidados Intensivos e os enfermeiros Júlio Salvador e Vítor Salomé.

O Conselho de Administração da ULS esclareceu hoje nunca ter “a confiança a esta Comissão ou a qualquer dos seus membros em particular», acrescentando ter enaltecido e agradecido «o seu trabalho exemplar ao longo destes difíceis meses».

Entretanto, e como avançou a SIC, a Ministra da Saúde anunciou hoje que a equipa do Conselho de Administração da ULS da Guarda não será reconduzida; o atual estava em funções desde 2017, liderado por Isabel Coelho cuja comissão de serviço terminou em dezembro do passado ano.

À Rádio Altitude, o médico pneumologista Luís Ferreira referiu não está no horizonte integrar o próximo Conselho de Administração, nem assumir funções “de diretor clínico (cargo que, de resto, já exerceu). Isto em resposta ao facto de ser um dos nomes apontados para suceder a Isabel Coelho”.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

Hospital Sousa Martins assegurou visitas virtuais

por Correio da Guarda, em 26.05.20

 

O Serviço de Medicina (Setor B) do Hospital Sousa Martins, na Guarda, estabeleceu no último mês e meio 108 visitas virtuais aos doentes internados e que devido à pandemia se viram privados das visitas presenciais dos familiares e amigos.

ULS da Guarda.jpg

Com as vídeo chamadas foi assim possível encurtar distâncias e apoiar psicológica e emocionalmente os  doentes ali internados, como foi sublinado numa nota informativa da ULS da Guarda.
Desde meados de abril até esta semana foram efetuadas mais de uma centena de chamadas, com uma média diária de três videochamada, tendo ocorrido o número mais elevado no período da Páscoa, onde foram concretizadas 9 videochamadas num só dia.
De salientar que a maioria (66%) foram efetuadas por WhatsApp e as restantes 34% através da rede social Facebook.
Como foi divulgado, o Serviço de Medicina do Hospital Sousa Martins pretende dar continuidade a estas visitas virtuais e incentivar cada vez mais famílias a participarem nestas visitas virtuais. "Relembramos que o apoio psicológico e emocional da família e dos amigos é um coadjuvante importante na recuperação dos doentes". É destacado na nota distribuída pela ULS da Guarda.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:25

Imóvel para doentes em recuperação

por Correio da Guarda, em 23.03.20

 

A Câmara Municipal da Guarda tem já disponível um imóvel para a instalação de doentes em recuperação do novo coronavírus.

A autarquia guardense arrendou (com o objetivo inicial de alojar estudantes do ensino superior) à Diocese da Guarda o antigo Centro Apostólico que tem a capacidade para 80 pessoas e será disponibilizado assim que as necessidades do Hospital Sousa Martins o justifiquem.

Centro Apostólico 1.jpg

Esta decisão da Câmara Municipal da Guarda prende-se com o facto de o Hospital desta cidade ter sido “ativado como unidade de segunda linha para contenção da infeção e tratamento dos infetados pelo COVID – 19” e igualmente pela razão se ter entrado numa “fase de crescimento exponencial da epidemia”.

Centro Apostólico 2.jpg

Fotos: CMG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:00

Hospital Sousa Martins

por Correio da Guarda, em 18.02.19

Hospital Sousa Martins 2019 - HS.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

A vida por entre escolhas

por Correio da Guarda, em 01.02.19

Bebidas - álcool  - CGuarda.jpg

     "A Vida por entre escolhas: Os jovens e o Álcool" é o tema de um Seminário que terá lugar na Guarda no próximo dia 3 de abril.

   Trata-se de uma iniciativa do Núcleo Hospitalar de Apoio a Crianças e Jovens em Risco, no âmbito da Campanha de Prevenção de Maus Tratos em Crianças e Jovens.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55

Festa natalícia no Hospital Sousa Martins

por Correio da Guarda, em 15.12.16

Hospital SOUSA MARTINS - Guarda.jpg

     No Hospital Sousa Martins vai decorrer no sábado, 17 de Dezembro, uma festa natalícia dedicada aos utentes internados naquela unidade hospitalar.

    Esta iniciativa conta com a colaboração de grupos musicais que “de uma forma solidária e gratuita se associaram” a esta festa de natal, com início agendado para as 15 horas. à nossa iniciativa.

    O espetáculo decorrerá no primeiro piso do Pavilhão Novo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:02

Distinção para Projeto "Reabilitar +"

por Correio da Guarda, em 05.11.15

 

     O projeto “REABILITAR +”, desenvolvido por um grupo de enfermeiras especialistas de reabilitação do Hospital Sousa Martins/ULS da Guarda foi distinguido com uma menção honrosa no âmbito do Concurso CUIDAR, promovido pela Secção Regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros.

    Recorde-se que o referido projeto tinha sido já o vencedor do concurso Cuidar 12, com a atribuição do Prémio de Excelência.

   Este projeto teve início em 2009, e tem como principal objetivo garantir a continuidade dos cuidados de enfermagem de reabilitação aos fins-de- semana e feridos no Hospital de Sousa Martins, garantindo, em alguns casos, um início mais precoce do programa de reabilitação.

   “Com esta distinção, foi dada visibilidade ao exercício profissional da Enfermagem, e reafirmada a preponderância destes profissionais nos serviços de saúde”, como refere uma nota da ULS da Guarda.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Contacto:

correio.da.guarda@gmail.com