Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Guarda: 814º aniversário

por Correio da Guarda, em 27.11.13


     A atribuição, por D. Sancho I, da carta de foral à Guarda, em 1199, é a efeméride assinalada hoje, dia do feriado municipal.

     Tradicionalmente, e após o abandono da data de 3 de Maio, o feriado municipal da Guarda era comemorado a 26 de Novembro, evocando assim o nascimento, oficial, da cidade. A divergência sobre a data de atribuição da carta de foral foi expressa, pela primeira vez, num artigo publicado, em 1985, no jornal "Notícias da Guarda".

     A partir dessa altura alargou-se o interesse pelo estudo da questão e não faltaram argumentos sobre a prevalência de 26 de Novembro; por outro lado, a favor do dia 27 deste mesmo mês os argumentos manifestaram igualmente a sua solidez.

     De facto, o documento medieval da outorga da carta de foral refere que "foi feita esta carta em Coimbra no dia Quinto antes das Calendas de Dezembro de 1237, no ano do nosso reinado." Assim, e como foi sustentado pelos investigadores que defenderam a nova data, o dia V antes das Calendas de Dezembro é o dia 27 de Novembro de 1237, o que convertido à data cristã (menos 38 anos) cai sobre o ano de 1199. A data de 27 de Novembro acabou, assim, por ser institucionalizada, há alguns anos atrás, como feriado municipal.

     Se é verdade que a outorga da carta de foral constitui um marco de referência na história desta terra, a sua origem (luso-romana, visigótica ou medieval) é uma questão à qual não foi dada ainda resposta definitiva e segura; sabe-se, isso sim, que lusitanos, romanos e visigodos deixaram por aqui traços indeléveis da sua passagem, testemunhos diversificados, igualmente espalhados pelo distrito.

    O ano de 1199 marca um período novo e mais conhecido da história guardense. Através da carta de foral os habitantes recebiam diversos privilégios e o incentivo ao povoamento desta zona, desejado pelo monarca português.

      carta de foral da Guarda, bem como a outro importante documento conhecido por "Costumes da Guarda”, dedicou Alexandre Herculano a sua atenção, sendo realçado o contributo para o conhecimento do período medieval português.

     A história da Guarda encerra muitas e diversificadas páginas, onde emergem a sua importância militar, a sua projecção religiosa, o passar dos séculos e de vultos que sobressaíram na vida eclesiástica, política, literária ou científica. (HS)

    

      Programa comemorativo


     O programa comemorativo do 814º aniversário da cidade da Guarda inicia-se hoje pelas 10h30, com o hastear da bandeira na Praça do Município.

     Posteriormente, na Sala António Almeida Santos da CMG, decorrerá uma sessão solene em que vão intervir, o presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, e o presidente da Assembleia Municipal da Guarda, Fernando Carvalho Rodrigues.

     O programa integra ainda a conferência "Turismo e desenvolvimento: novos desafios", que antecederá a assinatura do protocolo com a Entidade Regional de Turismo do Centro.

     No período da tarde, pelas 15h30, na Igreja da Misericórdia, terá lugar um concerto comemorativo do Dia da Cidade, pelo Conservatório de Música de São José da Guarda.

     No Museu da Guarda, a partir das 18 horas, decorrerá um Concerto da Orquestra de Guitarras do Conservatório de Música de São José da Guarda, com direção de Hugo Simões.

    No Teatro Municipal da Guarda, a partir das 21h30, realizar-se-á um concerto de Cristina Branco, onde será apresentado o mais recente álbum desta fadista, intitulado "Alegria".


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Passos à volta da memória

por Correio da Guarda, em 29.05.13

 

     A Culturguarda vai promover, entre 2 de Julho e 31 de Agosto, uma nova edição dos "Passos à Volta da Memória".

    Estas visitas, ao ritmo de uma sessão por dia, terão início às 17h30, tendo como ponto de encontro a Praça Luís de Camões, na Guarda.

    Na edição de 2013 será Augusto Gil - autor da conhecida Balada da Neve - o guia da iniciativa.

    Com o subtítulo “Um poeta na cidade”, o percurso da visita terá início na casa onde viveu o poeta, localizada na rua com o seu nome por detrás dos balcões da Praça Luis de Camões (Praça Velha); Uma viagem pela história da cidade mais alta, que termina na escadaria do Largo Frei Pedro.

    As visitas encenadas contam com a coordenação de Américo Rodrigues, com o texto e a encenação de Antónia Terrinha e com a interpretação do ator André Amálio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Toponímia em debate

por Correio da Guarda, em 01.05.13

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:56

Revista Praça Velha

por Correio da Guarda, em 30.06.10

     Na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço foi ontem apresentado mais um número da Revista Cultural Praça Velha, editada pela Câmara Municipal da Guarda.

    O volume XXVII inclui um núcleo temático principal dedicado às comemorações do Centenário da República, que conta com colaborações de Aires Diniz, Alexandre Costa Luís, Américo Rodrigues, António José Dias de Almeida, António Sá Coixão e António A. Rodrigues Trabulo, António dos Santos Pereira, António Sampaio, Emílio Rivas Calvo e Carlos d’Abreu, Francisco Manso, José Luís Lima Garcia, Manuel Leal Freire, Maria Antonieta Garcia e Pedro Aboim. A Grande Entrevista, a Alípio de Melo é conduzida por Rui Isidro.

    A secção habitual dedicada ao Património e História integra artigos de Célio Rolinho Pires e J. Pinharanda Gomes, Poesia, Contos e Meditações conta com a participação de João Esteves Pinto e J. Osório de Andrade, Portfolio é da responsabilidade de Tiago Rodrigues, Recensões críticas de livros, discos, filmes e objectos inclui colaborações de José Gonçalves Monteiro, António José Santinho Pacheco, Anabela Naia Sardo, Rui Torres, Ana Margarida Fonseca, Aires Antunes Diniz, José Luís Lima Garcia, Rosário Santana, Fernando Carmino Marques Manuel Sabino G. Perestrelo, António José Dias de Almeida, Lusitana Ricardo, César Prata e António Soares. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:32

Tema para uma sondagem

por Correio da Guarda, em 01.01.09

 

Saber qual o grau de conhecimento que os guardenses têm da sua cidade e outrossim da história e património local constitui, indubitavelmente, um bom tema para uma sondagem. Os resultados seriam, sem dúvida interessantes, sabendo que, pela observação empírica do cidadão comum não é difícil adivinhar o sentido que tomariam esses indicadores.
Verifica-se, sobretudo ao nível dos escalões etários mais jovens, um grande desconhecimento sobre o passado da Guarda e o seu património mais expressivo. Evidentemente que, com esse distanciamento e falta de ligação entre o passado e presente se torna mais difícil a consciencialização em torno da necessidade de defesa da identidade local, e a afirmação de um espírito crítico, empenhado numa permanente defesa da memória colectiva. Em termos de salvaguarda da sua identidade muito foi já dito e escrito, bastando atentar na realidade urbanística para reavivarmos as ideias.
É certo que, nos últimos anos, e ao nível da actividade editorial, tem havido uma dinâmica digna de registo; são trabalhos que ficam, desempenhando um inequívoco contributo para a guarda das memórias citadinas e divulgação das suas múltiplas facetas, buriladas ao longo de séculos.
Todos os contributos para um melhor conhecimento da cidade devem, pois, ser devidamente divulgados e apoiados, na certeza que estaremos a criar uma postura cultural diferente e lançar novos olhares para pormenores ou realidades geralmente ignoradas ou esquecidas.
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +