Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A arte poética de Gil Vicente

por Correio da Guarda, em 09.03.17

GIL VICENTE - fot.jpg

      "A arte poética de Gil Vicente" é o tema da conferência que Fernando Carmino Marques vai proferir, no próximo dia 21 de Março, pelas 18 horas, na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço.

    “Gil Vicente não é apenas o grande dramaturgo que a partir do início do século XIX (...) a posterioridade reconhece e incansavelmente tem vindo a comentar. Gil Vicente é também um poeta e como tal uma referência principalmente para os hispano falantes (...) que não hesitam em considerá-lo como uma das figuras maiores da poesia do seu tempo (...)”.

    Fernando Carmino Marques é doutor em letras pela Universidade de Paris IV - la Sorbonne, em 1997. Lecionou, de 1993 a 2002, nessa mesma universidade. Colaborou no Instituto Camões em Paris e foi docente responsável pelo ensino do português nas universidades de Versailles - St. Quentin e Marne-la Vallée. Tem estudos publicados sobre temas e autores portugueses, brasileiros e franceses, dos séculos XVI, XIX e XX.

    Atualmente é docente titular de língua e cultura portuguesas no Instituto Politécnico da Guarda.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:23

Gil Vicente na BMEL

por Correio da Guarda, em 03.03.17

 

     A Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (BMEL), Guarda, vai ter patente, a partir de hoje, a mostra bibliográfica "Obras de Gil Vicente".
Gil Vicente é considerado o pai do teatro português, ou mesmo do teatro ibérico, já que também escreveu em castelhano, partilhando a paternidade da dramaturgia espanhola com Juan del Encina.

    A obra vicentina é tida como reflexo de mudança dos tempos e da passagem da Idade Média para o Renascimento. Nela incluímos o Auto da Barca do Inferno, o Auto da Barca do Purgatório, Auto da Barca da Glória, A Farsa de Inês Pereira, entre outras.

    A sua forma de exprimir é simples e direta, sem grandes floreados poéticos. Além de dramaturgo foi um poeta de renome e a sua poesia inclui vilancetes e cantigas influenciada pelo estilo palaciano e pelos trovadores.
    Esta mostra tem por objetivo divulgar junto da comunidade o conjunto de obras que a BMEL possui no seu fundo bibliográfico de e sobre o autor.

Livos de Gil Vicente.jpg

     Fonte e Foto: BMEL 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:05

Gil Vicente no TMG

por Correio da Guarda, em 30.11.13


     Na próxima quinta-feira, 5 de Dezembro, o Teatro Municipal da Guarda apresenta n o espetáculo “O Auto da barca do inferno”, de Gil Vicente-

     Esta peça é levada à cena pela Companhia de Teatro de Braga, sendo apresentada em duas sessões: uma para o público das escolas, às 14h30, e outra para o público em geral, às 21h30.

    «Será que a maledicência, o orgulho, a usura, a concupiscência, a venalidade, a petulância, o fundamentalismo, a inveja, a mesquinhez, o falso moralismo cristão… têm entrada direta no Paraíso? Ou terão de passar pelo Purgatório? Ou vão diretamente para o Inferno? E a pé, de pulo ou voo?Aliás, onde fica e como designamos o Lugar onde estamos? E que paraíso buscamos? Uma revisão da Companhia de Teatro de Braga, em demanda da modernidade sobre o texto Vicentino e o prazer do jogo teatral. Um espetáculo sobre a nossa memória identitária.», refere o encenador Rui Madeira.

     O espetáculo (apresentado em parceria com o Teatro das Beiras) conta com a interpretação de Alexandre Sá, André Laires, Carlos Feio, Giovana Sgarbi, Jaime Soares, Rogério Boane e Solange Sá. Os figurinos são de Sílvia Alves; o desenho de luz é de Fred Rompante e o de som é de Pedro Pinto.


     Fonte: TMG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:56


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +


Referenciar citações

Protected by Copyscape Website Copyright Protection




Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: