Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


 

Fronteira de Vilar Formoso - foto HSequeira.JPG

Em Vilar Formoso vai decorrer hoje, a partir das 15 horas, a primeira reunião do grupo de trabalho responsável pelo estudo de viabilidade de um projeto integrado de intervenção para reabilitação e revitalização da zona de fronteira.

Este encontro terá lugar no CEDET-Centro de Desenvolvimento Transfronteiriço, em Vilar Formoso (CEDET)  e contará com as presenças da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, do Secretário de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino,  e do Secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, em representação do Ministro das Infraestruturas e da Habitação.

Na agenda está a identificação dos projetos âncora para afirmar Vilar Formoso como porta de entrada e “sala de visitas de Portugal”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:55

Arquivo do Registo Automóvel ficará na Guarda

por Correio da Guarda, em 17.07.19

     O Ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, desloca-se amanhã, 18 de julho, ao distrito da Guarda.

    O programa da visita deste membro do Governo inclui a assinatura de vários protocolos que preveem a reabilitação e revitalização da zona de fronteira de Vilar Formoso, a instalação do arquivo de registo automóvel na Guarda e o alojamento dos “backups” da rede informática do Governo em Seia

   A deslocação inicia-se em Almeida,  onde será assinado o Protocolo que "define os projetos considerados estruturantes para o lançamento de estudo de viabilidade de um projeto integrado de intervenção para reabilitação e revitalização da zona de fronteira de Vilar Formoso, que envolve também a área governativa das Infraestruturas e da Habitação", de acordo com a nota informativa divulgada pelo Gabinete do Ministro Adjunto e da Economia.

   Para a cidade da Guarda será oficializado o projeto piloto de localização do arquivo de registo automóvel de Lisboa, no âmbito de trabalho conjunto com o Instituto dos Registos e do Notariado e a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas. De referir ainda que o Município de Seia vai passar a alojar a cópia de segurança (“backups”) da Rede Informática do Governo (RInG), minimizando, assim, riscos de eventuais catástrofes naturais como incêndios, inundações, tempestades e sismos.

   A acompanhar o Ministro estarão o Secretário de Estado da Economia, João Neves, a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, o Secretário de Estado da Defesa do Consumidor, João Torres, e o Secretário de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:28

I Rota do Contrabando

por Correio da Guarda, em 08.04.19

 

     No próximo dia 14 de abril vai ter lugar a I Rota do Contrabando (a  cavalo) numa iniciativa  da Junta de Freguesia de Quadrazais e da Asociación Amigos del Caballo ‘A Revolera’, com o apoio do Município do Sabugal e do Ayuntamiento de Valverde del Fresno.

    Esta iniciativa pretende “agradecer conjuntamente o bem fazer dos tempos passados dos nossos pais e avós, unir dois povos irmãos com uma gíria/fala idêntica, que em tempos de contrabando era utilizada pelos dois povos de forma a comunicarem e não serem entendidos pelos Guardas ou em outras situações”, realça a organização.

    O passeio tem início na Junta de Freguesia de Quadrazais, no Largo Nuno Montemor, pelas 9 horas, em direção ao Barroco Branco e marco 60 – indicador de fronteira –, onde está marcado o encontro com “os nossos amigos espanhóis”.

   Neste local vai decorrer “um momento solene com a presença de entidades oficiais, seguido de um reforço. Depois, e em conjunto, descemos a Serra da Malcata rumo a Quadrazais, onde vai ser servido o almoço, acompanhado pela atuação do ‘Grupo Folclórico U Fresno’, ‘Cantadeiras de Quadrazais’, ‘Grupo Coral e de Cantares do Sabugal’ e ‘Grupo Etnográfico do Sabugal”.

 

   Fonte: CMSabugal

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:53

Fotografia sem fronteiras

por Correio da Guarda, em 21.02.17

 

     Até ao próximo dia 9 de Maio está a decorrer o prazo de candidaturas ao Concurso de Fotografia “Transversalidades – Fotografia sem Fronteiras”, promovido pelo Centro de Estudos Ibéricos.
    De referir que O projeto Transversalidades – Fotografias Sem Fronteira teve início em 2011 e tem como objetivos aproveitar o valor estético, documental e pedagógico da fotografia para valorizar territórios com menos visibilidade, fomentar o diálogo entre territórios, pessoas e instituições de matriz ibérica.

    Os interessados podem obter mais informações aqui

Transversalidades.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:53

Património...

por Correio da Guarda, em 18.07.16

Património.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:54

Judeus e Cristãos em Terras de Fronteira

por Correio da Guarda, em 25.11.15

 

    “Diálogos e Conflitos: Judeus e Cristãos em Terras de Fronteira" constituem o tema central da jornada de debate e reflexão que se inicia amanhã, e prolonga até sexta-feira, na Guarda, no âmbito das comemorações 816º aniversário da atribuição do foral sanchino a esta cidade.

     No decorrer desta jornada serão abordadas algumas das múltiplas e divergentes vias em que se moveu a convivência entre a maioria cristã e a minoria judaica e a diversidade social, cultural e religiosa vivenciada nos territórios de fronteira, base da criação de uma identidade local e regional muito própria.

    Através deste debate científico pretende-se apoiar científica e tecnicamente as iniciativas de estudo, conservação e promoção turística das judiarias, ações que devem estar alicerçadas em investigação histórica rigorosa e atualizada.

    Amanhã o programa inclui, a partir das 9h30, as intervenções: “Relações entre cristãos e judeus na Idade Média peninsular”, por José Hinojosa Montalvo (Universidad de Valencia); “Judeus, cristãos e muçulmanos no Portugal Medieval”, por Filomena Barros (Universidade de Évora e CIDEHUS); “Comunidades e personalidades judaicas ao serviço e sob proteção da família real: uma relação mantida desde os primórdios da monarquia portuguesa até finais do século XV”, por Manuela Santos Silva (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa); “Interações artísticas entre judeus e cristãos em Portugal”, por Luís Afonso (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa); “Povoamento Judaico no território da Diocese da Guarda, durante a Idade Média”, por Maria José Ferro Tavares (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa); “Falando de si mesmos. Duas comunidades próximas: os judeus de Guimarães e de Braga”, por José Alberto Tavim (Centro de História – Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa); “Aspetos da controvérsia antijudaica na Idade Média portuguesa”, por Saúl Gomes (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra); “Las relaciones entre judíos y cristianos en los fueros medievales de Cáceres”, por Fernando Jiménez Barrocal – (Archivo Histórico Municipal de Cáceres); “Os manuscritos hebraicos medievais portugueses (Séculos XIII e XIV), por Tiago Asseiceira Moita (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa).

     O programa prossegue dia 27, a partir das 14h30, com intervenções sobre as “Relações entre judeus e cristãos na Idade Média, por Isabel Cristina Fernandes, e Judaísmo e Arquitetura, por José da Conceição Afonso. Os trabalhos vão decorrer na Câmara Municipal da Guarda, Sala “Almeida Santos”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:27

"Fronteira" no TMG

por Correio da Guarda, em 18.02.14

     No Teatro Municipal da Guarda vai ser apresentada, no próximo dia 26 de Fevereiro, pelas 21h30, a curta metragem “Fronteira”, do realizador guardense António Lopes.

     Trata-se de uma iniciativa com entrada livre. Após a exibição do filme, no Pequeno Auditório, haverá uma conversa/debate com o realizador.

     «Quando a noite se abate, inicia-se a habitual agitação pelas ruas escuras e tortuosas de fronteira! Saem uns, e outros, desvanecendo na escuridão da noite, sem certeza de regressar.

     Um novo guarda chega à vila, Robalo. Este recusa-se a aceitar o modo de vida daquela gente, mantendo-se firme na sua missão, mas Fronteira tinha de vencer”, refere o texto de apresentação deste filme.

     Esta curta metragem conta com as interpretações de Nuno Melo, Antónia Terrinha, Pedro Laginha, Rita Brutt e Pedro Oliveira.

 

     Fonte: TMG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:50

Enigmas da herança judaica

por Correio da Guarda, em 14.03.13

 

     “Os Enigmas da Herança Judaica - Encontro de Saberes” é o tema da iniciativa que vai ter lugar, amanhã e no sábado (15 e 16 de Março), em Caria (Belmonte).

     “Influência do Judaísmo na arquitectura do Ocidente”, “Judeus em Caria”, “Almeida pelos idos do século XVI: metamorfoses do espaço urbano numa vila de fronteira”, “Memórias Judaicas”, “O Armário da Casa do Relógio na Malhada Sorda (Almeida” e “Uma análise sobre os espaços das antigas judiarias no contexto urbano do século XXI” são algumas das comunicações que vão ser apresentadas.

     Esta jornada decorrerá na Casa da Torre.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:50

Guarda debate Culturas em tempos de mudança

por Correio da Guarda, em 29.11.12

 

     O Centro de Estudos Ibéricos vai promover amanhã, 30 de Novembro, e no sábado, 1 de Dezembro, o Seminário “Territórios, sociedades e culturas em tempos de mudança”.

    Com este Seminário (que decorrerá na Sala Tempo e Poesia da Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (Guarda), pretende-se abordar, de forma transversal e plural, os temas das linhas de investigação propostos nos apoios a trabalhos de Investigação 2011 e que têm vindo a ser desenvolvidos no âmbito do Projeto de Investigação com o mesmo nome.

    Ao longo destes dois dias, os bolseiros do CEI, e outros investigadores, apresentarão mais de 30 comunicações inseridas em quatro painéis e moderadas pelos coordenadores da investigação do CEI.

    O programa é o seguinte: 30 de Novembro; 14.30 - Painel 1: Condições sociais: modos de vida, escola e coesão rural; Maria Luísa da Silva Gregório Francisco – Migrações para zonas transfronteiriças de baixa densidade populacional; Cristina Isabel Faria Barros – Dinâmicas demográficas e socioeconómicas recentes e implicações na reorganização da rede escolar num território rural e de fronteira. O caso da Beira Interior Norte; Henrique Manuel Pereira Ramalho – Reordenação da rede escolar e pós-ruralização; Amália Gonçalves Fonseca – Cultura popular e cultura digital no concelho do Sabugal. Um caso de infoinclusão; Danny Martins Rangel - A ideia de federação ibérica na segunda metade do século XIX: o republicanismo português e espanhol em sincronia; Elisa Sofia Silveira Saraiva Pires Alves – Representações de portugueses e espanhóis no cinema e na televisão  17.00 horas – Painel 2: Património e turismo cultural; Catarina Duarte Fontoura Nadais – Os lugares de Guerra Junqueiro: o turismo literário em Freixo de Espada à Cinta; Fernando Manuel Cerqueira Barros – Brandas da Peneda: construir (n)a sazonalidade; Samuel da Costa Pereira - Casa de agricultor no Noroeste Português; Helena Filipa Lourenço - Festas e romarias: um importante elo de ligação do património e turismo cultural ibéricos: Dias Medievais de Castro Marim (Algarve) e Romaría del Rocío (Andaluzia); Tiago André Simões Pereira – A cultura material da aldeia de Algodres entre a Antiguidade Tardia e a Alta Idade Média; Javier Talegón Sevillano - El lobo en el patrimonio cultural de la Sierra de la Culebra (Zamora)

    1 de Dezembro /9H30 - Painel 3: Paisagens naturais e espaços rurais; Carlos Neves Neto; Nivaldo Hespanhol; Rui Jacinto – Desenvolvimento rural em Portugal e no Brasil: actuação do Estado, processos de mudança e incidência local das politicas publicas; Andreia da Silva Almeida – O Termalismo na raia portuguesa: as Caldas de Monfortinho; Carlos Duarte Lucas Antunes Simões – S. Gens (Celorico da Beira) e o seu vale: uma abordagem geoarqueológica; Susete dos Anjos Henriques – Incêndios Florestais: efeitos paisagísticos; Carolina Davide; Rui Jacinto – Refuncionalização dos espaços rurais de montanha: desindustrialização e turismo em Manteigas; Maria Celestina Trejo Jiménez – Dependência e exclusão nas zonas de baixa densidade; Edgar Emanuel Feliciano Barreira – Como integrar informação espacial relativa ao património transfronteiriço?; 14H30- Painel 4: Dinâmicas e cooperação territorial; Júlio Fernando da Costa Pinheiro – As Termas do Cró: tanto história quanto saúde; Jaime Augusto de Jesus Cunha – Caminho-de-ferro do Douro; Ana Maria Cortez Vaz dos Santos Oliveira – A Barragem de Alqueva - factor de inovação e cooperação territorial transfronteiriça; Leonor Amarílis Plácido de Medeiros – Turismo Industrial na Faixa Piritosa Ibérica: como funciona de ambos os lados da fronteira; Inês Alves - Shopping ‘beira-de-estrada’ como espaço de fomento cultural. Qual o lugar possível da cultura nesta dinâmica de fluxos do quotidiano?: uma reflexão sobre a educação pela arte e a arte em espaço público; Paulo Godoy – Território, ciência e tecnologia: densidades, topologias e hierarquias territoriais da produção técnico-cientifica brasileira; Patrícia Santos Batista - Monchique – Identidade e Património: estratégias para o desenvolvimento local.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:47

Crise até...na bandeira nacional

por Correio da Guarda, em 18.03.12

 

 

 

 

     O uso da bandeira nacional regista, com frequência, situações que a reduzem a mero elemento decorativo, denotando total inconsciência e desrespeito pela lei.

     Representando a soberania da Nação e outrossim a sua independência, unidade e integridade de Portugal, a bandeira nacional deve merecer o respeito de todos, pelo seu significado e símbolo marcante de uma identidade.

    Curiosamente, ou talvez não, a apatia de quem devia zelar pelo cumprimento da legislação (em vigor) permite situações caricatas, impossíveis de ocorrer noutros países, onde, pesem eventuais divergências, é um símbolo intocável.

    “A bandeira nacional, no seu uso, deverá ser apresentada de acordo com o padrão oficial e em bom estado de modo a ser preservada a dignidade que lhe é devida”. Mas isto é o que diz a legislação...a prática é outra, como se vê na fronteira de Vilar Formoso…no lado português porque do lado espanhol a atenção dada à nossa bandeira é bem diferente (como se pode observar numa das fotos).

    Será que não houve já tempo de reparar esta situação? E já agora, aquando da substituição, não ficaria mal colocar uma bandeira adequada à altura do mastro.

    Decalcamos, tantas vezes, os exemplos estrangeiros mas esquecemos princípios e atitudes indissociáveis da nossa matriz como povo, com um lugar de pleno direito na história universal…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:05


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +


Referenciar citações

Protected by Copyscape Website Copyright Protection