Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 03.04.19

 

     O prazo de envio das candidaturas ao Prémio Eduardo Lourenço termina amanhã, dia 4 de Abril.

     Recorde-se que este prémio, instituído pelo Centro de Estudos Ibéricos (CEI) tem por objetivo galardoar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cooperação e da cultura ibérica.

    O regulamento pode ser consultado aqui.

Prémio EDUARDO LOURENÇO.jpg

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

Labirinto de um Heterodoxo na BMEL

por Correio da Guarda, em 10.05.18

 

     A Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço tem patente ao público, durante o corrente mês, a exposição  "Labirinto de um Heterodoxo".

    Trata-se de uma exposição constituída por fotografias e painéis sobre os temas “Raízes,” Formação”, “Tempo de Errância”, “Obra” “Sobre Eduardo Lourenço” e “Mensageiro da Lusitanidade”, que visa dar a conhecer a vida e a obra do patrono da Biblioteca Municipal, escritor que assinala a 23 de Maio o seu 95º aniversário.

Exposição sobre Eduardo Lourenço.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:54

Fernando Paulouro recebe Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 08.09.17

 

Fernando Paulouro.jpg

    Na Guarda vai decorrer hoje, pelas 17 horas, a sessão pública de entrega do Prémio Eduardo Lourenço ao jornalista Fernando Paulouro. O referido ato terá lugar na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço.

    Este prémio, instituído pelo Centro de Estudos Ibéricos, destina-se a premiar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas.

    De recordar, e como então noticiámos, que o Júri reconheceu a “projeção cultural e ibérica do jornalista, escritor e cronista e a sua notória vocação cultural e cívica”, desenvolvida ao longo dos últimos 50 anos, no Jornal do Fundão, órgão de referência na história da imprensa nacional, onde foi jornalista, Chefe de Redação e Diretor.

   “Protagonista de um jornalismo fortemente literário, que tantas vezes lhe permitiu contornar a censura pela finura da escrita, Fernando Paulouro das Neves representa muito bem a ligação entre os dois lados da raia ibérica, vividos e defendidos ao longo de uma vida de resistência. Regional, mas sempre com relevância global, mostra que o mundo precisa da reflexão vinda dos pequenos lugares. Partilha as beiras agrestes e a perspetiva que elas transmitem, com o próprio Eduardo Lourenço; em ambos o pensamento não se imagina sem o vento da raia, e a vivência dos locais que o futuro ameaça abandonar, mas que ambos acreditam que se manterão relevantes e até indispensáveis”.

 

    Fonte: CEI

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:58

Programação da BMEL dedicada a Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 05.05.17

Eduardo Lourenço - Foto Helder Sequeira.JPG

    A Biblioteca Municipal da Guarda dedica a programação do corrente mês de Maio a Eduardo Lourenço, seu patrono, a propósito da celebração do seu 94º aniversário.

    Eduardo Lourenço nasceu em São Pedro de Rio Seco (Almeida) a 23 de Maio de 1923. Frequentou o Liceu da Guarda e cursou Ciências Histórico-Filosóficas na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Após o curso, lecionou nessa faculdade como professor assistente, até 1953, iniciando a sua colaboração em revistas como a Vértice, onde se estreou com um poema e onde foi publicando ensaios.

    A partir de 1953 exilou-se voluntariamente, por estar desapontado com a vida académica portuguesa, não chegando a apresentar a tese de doutoramento, então em projeto, sobre o tema “Tempo e Verdade”. Lecionou, então, em universidades estrangeiras nas cidades de Hamburgo, Heidelberg, Montpellier, São Salvador da Baía, Grenoble e Nice.
    A abordagem crítica da realidade, inicialmente inspirada pelo neorrealismo, aproximou-se depois do existencialismo e tornou a sua produção ensaística num fenómeno singular na cultura portuguesa.
   A sua obra tem sido também permeada pela literatura, levando-o a escrever sobre escritores portugueses, como Miguel Torga, Vergílio Ferreira, Agustina Bessa-Luís, Jorge de Sena e José Saramago, entre outros, voltando a temas políticos quando a realidade o motiva a tal.
    Eduardo Lourenço é tido como um dos mais prestigiados intelectuais europeus.

 

    Fonte: BMEL

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:50

Novo mural na Guarda

por Correio da Guarda, em 11.06.16

Arte Urbana na Guarda - HS.jpg

      Sacadura Cabral, Nuno de Montemor, Vergílio Ferreira, Eduardo Lourenço e Augusto Gil são os rostos que figuram neste novo mural da Guarda.

    Trata-se de um trabalho do artista de rua Hugo Lomas (Sfhir), de Madrid.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

D.Quixote e outras figuras em papel

por Correio da Guarda, em 03.05.16

 

    A Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, na Guarda, vai promover no dia 21 de maio, a partir das 14h30, a oficina de origami "D.Quixote e outras figuras em papel", orientada por João Charrua.

    Arquiteto de formação, João Charrua fundou em 2008 o atelier Arquitecturas Paralelas. Além da arquitetura outra das suas paixões é criar geometrias imaginárias em papel, ou se preferirem em Origami: “Sobretudo gosto de dobrar o que me dá prazer independentemente do estilo, dificuldade ou tema.”

   Neste campo destaca-se a participação na exposição "Origami in Spain" no museu internacional do origami (EMOZ) e a publicação de diversos trabalhos em revistas digitais e em livros de convenções de origami.

 

   Fonte: BMEL

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:47

Agostinho da Silva evocado na Guarda

por Correio da Guarda, em 03.04.16

 

 

     A Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, Guarda, vai assinalar, a 7 de Abril, os 22 anos da morte de Agostinho da Silva, filósofo, poeta e ensaísta português.

    "Agostinho da Silva: pelo saber atento à vida" é o tema da conferência que será proferida, a partir das 18 horas, por Maurícia Teles da Silva,  investigadora da Cultura e do Pensamento português, em Etnomusicologia e O Culto do Espírito Santo.
     Tem publicações diversificadas nas vertentes de poesia e ensaio, tem colaborado em revistas de cultura, jornais e rádio. Coordena o Boletim Folhas à Solta da AAS. Tem participado em inúmeras palestras e Colóquios nacionais e internacionais. Conviveu e desenvolveu projetos com o Professor Agostinho da Silva. É Presidente da Associação com o nome daquele filósofo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:27

Agustina recebe Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 24.04.15

 

     Agustina Bessa-Luís foi galardoada com o Prémio Eduardo Lourenço 2015, de acordo com o anúncio feito hoje na Guarda.

     O Júri, que reuniu na sede do Centro de Estudos Ibéricos (CEI), decidiu atribuir o Prémio a Agustina Bessa-Luís “em reconhecimento da sua grande projeção nacional e internacional, expoente máximo da cultura portuguesa e ibérica, e valorizou na sua obra a profunda consonância com a grande tradição cultural ibérica, capaz de integrar e compreender Cervantes e Fernão Mendes Pinto, Nuno Gonçalves e Vélasquez”.

     Maria Agustina Ferreira Teixeira Bessa, celebrizada pelo pseudónimo literário Agustina Bessa-Luís, nasceu em 1922, em Vila Meã, Amarante.

     A Escritora é uma figura referencial da literatura portuguesa e da língua portuguesa, tendo a sua obra ancorado a produção literária das últimas décadas e inspirando escritores, ensaístas e leitores.

    Este prémio anual, que tem o nome do ensaísta Eduardo Lourenço, mentor e diretor honorífico do CEI, destina-se a galardoar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas.

    A sessão solene de entrega do galardão terá lugar, na Guarda, em data a anunciar.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:06

Prémio Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 29.06.14

   

    Na Biblioteca Municipal da Guarda terá lugar no dia 3 de Julho, a partir das 18 horas, a Sessão de entrega do Prémio Eduardo Lourenço 2014.

    Antonio Sáez Delgado, professor de literatura, tradutor, crítico literário e escritor foi o galardoado desta edição do prémio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:57

Espaços de Fronteira, Territórios de Esperança

por Correio da Guarda, em 01.07.13

 

     Na Guarda vai decorrer, de 3 a 6 de Julho, a décima terceira edição dos Cursos de Verão, organizada pelo Centro de Estudos Ibéricos (CEI).

    Tendo como tema “Espaços de Fronteira, Territórios de Esperança” e a raia central de Portugal e Espanha em pano de fundo, o curso deste ano irá aprofundar o debate sobre os significados económicos, sociais e políticos que os espaços fronteiriços assumem no contexto europeu, enquanto se revistam êxitos e fracassos de duas décadas de cooperação transfronteiriça.

     O debate do tema será complementado com visitas de estudo cujo trabalho de campo se integra nas rotas ibéricas organizadas segundo o lema “andar, ver e conhecer”.

     À semelhança de edições anteriores, este urso é creditado pela Universidade de Salamanca.

     A sessão de abertura terá lugar no próximo dia 3 de Julho, quarta-feira, pelas 10h00m, na Sala Tempo e Poesia da Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço.

     No dia 3 de Julho, pelas 17h00, no mesmo espaço, será inaugurada a exposição “Transversalidades – Fotografia sem Fronteiras 2013” e será lançado o respectivo catálogo.

     A exposição destaca as 28 fotografias seleccionadas e uma mostra das mais de 1000 imagens submetidas à 2ª edição deste concurso, documentando a diversidade de Territórios, Sociedades e Culturas Ibéricas nas temáticas “Paisagens, biodiversidade e património natural”; “Espaços rurais, povoamento e processos migratórios”, “Cidade e processos de urbanização” e “Cultura e sociedade: diversidade cultural e social”.

    O catálogo conta com uma amostra mais alargada das fotografias candidatadas, contextualizando cada tema com textos de António Gama, António Pedro Pita, Eugenio Baraja Rodríguez, Henrique Cayatte,  Jorge Gaspar, Pedro Hespanha e Victorino García entre outros.

    A exposição estará patente na Sala Tempo e Poesia da BMEL atá 31 de Agosto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:33


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +