Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Campanha promocional de viagens

por Correio da Guarda, em 17.10.23

 

Uma campanha promocional a nível nacional, lançada pela FlixBus, permite adquirir viagens de e para a região da Guarda, Covilhã e Castelo Branco a 0,99 € até ao próximo dia 25 de outubro.

São três as novas linhas que a operadora global de mobilidade lança durante este mês de outubro, e para celebrar a expansão da rede, a FlixBus lançou uma campanha com milhares de bilhetes a 0,99€ e a 2,99€. A campanha é válida para reservas até ao próximo dia 25 outubro, e para viagens a realizar entre 30 de outubro e 26 de novembro de 2023.

O transporte de passageiros em autocarros de longo curso é cada vez uma alternativa às viagens de carro particular, não só por serem confortáveis e sustentáveis, mas também porque uma viagem de autocarros chega a custar até dez vezes menos do que uma viagem de carro, demorando praticamente o mesmo tempo. É, atualmente, um dos mais sustentáveis e amigos do ambiente.

flixbus-maxthrelfallphoto-07-city-061-re II.jpg

A operar em Portugal desde 2017, a FlixBus veio trazer ao mercado português uma nova forma de viajar, mais confortável, económica e sustentável. Os autocarros verdes “possuem acesso gratuito a WiFi e um serviço de entretenimento a bordo, e todos os autocarros estão equipados com tomadas para PC, telemóveis e tablets. Os autocarros cumprem ainda com a norma Euro VI, a mais exigente da Europa em termos de emissões de CO2, sendo também os mais eficientes e sustentáveis do mercado.” É referido a propósito da divulgação desta campanha.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:23

Ligação ferroviária Guarda - Covilhã

por Correio da Guarda, em 02.05.21

 

A ligação ferroviária entre a Guarda e Covilhã, integrada na Linha da Beira Biaxa, foi retomada hoje, após 12 anos com a circulação suspensa.

Recorde-se que o investimento total no projeto de modernização deste troço ferroviário rondou os 77 milhões de euros.

Comboio - na estação da Guarda -hs.jpg

A obra física envolveu um valor de 52 milhões de euros, tendo englobado a renovação integral de 36 quilómetros, a a reabilitação de seis pontes centenárias, a remodelação de estações e apeadeiros, a iluminação e automatização e supressão de passagens de nível, bem como a  drenagem e estabilização de taludes.

Os horários podem ser consultados aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:08

Ligação ferroviária Guarda - Covilhã

por Correio da Guarda, em 27.12.16

 

     Na Guarda foi hoje apresentado, pela Infraestruturas de Portugal (IP), o plano de modernização do troço Covilhã-Guarda da Linha da Beira Baixa e o projeto de concordância daquela via com a linha da Beira Alta. O ato de apresentação contou com a presença do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques.

Pedro Marques.jpg

    Foto: Município da Guarda

 

    Este governante sublinhou, na sua intervenção, que as obras de modernização do troço Covilhã-Guarda da Linha da Beira Baixa, hoje lançadas, “são importantes para a competitividade da região e do país”.

   De referir que a intervenção na Linha da Beira Baixa representa um investimento de 65 milhões de euros (modernização do troço) a que se acrescentam 23 milhões de euros em estudos, projetos, expropriações e sinalização, entre outras intervenções, e engloba a renovação integral de 36 quilómetros de via e a eletrificação da ferrovia que faz a ligação entre as cidades da Guarda e da Covilhã. Este troço, recorde-se, está desativado desde 2009.

    Como foi divulgado, no troço Guarda-Covilhã a velocidade aumentará de 50 quilómetros por hora, como acontecia até 2009, para 100 quilómetros por hora, o que também representará “melhores condições do que aquelas que aconteciam há uma década” e com melhor conforto para os passageiros.

    Pedro Marques evidenciou que a obra hoje lançada na estação ferroviária da Guarda ajudará a descongestionar o transporte de mercadorias na Linha do Norte, permite as intervenções que o Governo pretende desenvolver na Linha da Beira Alta nos próximos anos e “potencia o desenvolvimento económico”.

   O presidente da IP, António Laranjo, deu a conhecer que intervenção integra também a reabilitação de seis pontes centenárias, a remodelação de três estações e apeadeiros, a drenagem e estabilização de taludes e a automatização e supressão de passagens de nível; a concordância entre as linhas da Beira Alta e da Beira Baixa, contempla a construção de uma via com 1.500 metros nas proximidades da Guarda, que incluirá um viaduto ferroviário sobre o rio Diz.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11

ALTITUDE : RÁDIO com história

por Correio da Guarda, em 29.07.11

 

     Património ímpar da região, a Rádio Altitude é uma das mais antigas estações emissoras portuguesas, emitindo há 63 anos a partir dos estúdios na cidade da Guarda.

 

     Embora o registo oficial das emissões tenha ocorrido a 29 de Julho de 1948, a actividade da Rádio Altitude surgiu, no seio do Sanatório Sousa Martins, cerca de 1946. Na altura, as rudimentares emissões circunscreviam-se ao pavilhão onde estava concentrado o grupo de doentes pioneiros deste projecto e só com a construção de novo emissor foi ganhando dimensão a aventura radiofónica.

Sabe-se que, no ano seguinte, o então director daquela unidade de saúde, o médico e escritor Ladislau Patrício (cunhado do poeta Augusto Gil) assinou o primeiro regulamento da referida estação emissora, onde estavam definidas orientações muito objectivas sobre a sua actividade.

 

  • Acção solidária

 

     Em finais de 1947 as emissões já eram escutadas na cidade que seguiu, com particular entusiasmo, o início oficial das emissões regulares assinalado, com alguma pompa e circunstância, a 29 de Julho de 1948; um ano depois foi atribuído o indicativo CSB 21 à Rádio Altitude.

     A propriedade do primeiro emissor pertenceu, inicialmente, à Caixa Recreativa do Internados no Sanatório Sousa Martins e, mais tarde, com a sua extinção, ao Centro Educacional e Recuperador da unidade hospitalar vocacionada para o tratamento da tuberculose.

     Com a criação do Centro Educacional e Recuperador dos Internados no Sanatório Sousa Martins (CERISSM) pretendeu-se auxiliar os doentes, especialmente no que dizia respeito “à sua promoção social e ocupação dos tempos livres”.

     Aliás, foi no seio dos sanatórios que surgiram interessantes projectos radiofónicos – como seja a Rádio Pólo Norte, no Sanatório do Caramulo, e a Rádio Pinóquio, no Sanatório das Penhas da Saúde, Covilhã, para referirmos os mais próximos.

     O CERISSM foi uma autêntica instituição de solidariedade; para além de viabilizar a afirmação e implantação da Rádio Altitude desenvolveu uma vasta obra assistencial, sob o impulso do médico Martins de Queirós, o quarto e último director do Sanatório da Guarda.

     Em 1961, mediante autorização oficial, a RA passou a ter como suporte económico-financeiro as receitas publicitárias que em muito contribuiriam para o auxílio dos doentes mais carenciados. As emissões da emissora guardense evoluíram, ao longo das primeiras décadas em função das disponibilidades técnicas, dos recursos humanos e financeiros mas encontrando sempre no, crescente auditório, uma grande simpatia e um apoio incondicional.

 

  • Onda média e FM

 

    

 Foto: RA

 

    Até 1980 a Rádio Altitude emitiu na frequência de 1495 Khz, em onda média (abrangendo não só o distrito da Guarda mas igualmente os distritos de Viseu e Castelo Branco e algumas das suas áreas límitrofes), altura em que a sua sintonia passou a ser feita no quadrante dos 1584 khz. Após 1986, e com a liberalização do espectro radioeléctrico passou também a desenvolver as suas emissões em frequência modulada, no quadrante dos 107.7 Mhz, a qual foi alterada em 1991 para os 90.9 Mhz.

     Em 1998,e depois de ter sido determinada a extinção do Centro Educacional e Recuperador dos Internados no Sanatório Sousa Martins, foi decidida a realização de uma consulta pública, com vista à “transmissão da universalidade designada Rádio Altitude”, considerada a “única estrutura em funcionamento do ex-CERISSM”.

    A estação emissora entrou assim, com a sua aquisição por parte da Radialtitude–Sociedade de Comunicação da Guarda, Lda num capítulo novo da sua existência, mantendo a ligação física ao antigo espaço sanatorial.

     Hoje, a actual equipa continua a afirmar a Rádio Altitude, inovando, acompanhando o ritmo da evolução tecnológica, respondendo às novas exigências do seu auditório, interagindo sempre com o seu público sem esquecer o seu rico historial.

 

     No dia em que comemora o 63º aniversário, o CG deixa, ao Director da RA e a todos os seus profissionais, sinceros parabéns!...

     

 

Helder Sequeira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:26

Troço ferroviário Guarda/Covilhã: 116 anos

por Correio da Guarda, em 11.05.09

 

Hoje, 11 de Maio, assinalou-se a passagem do 116º aniversário da inauguração do troço ferroviário entre a Guarda e Covilhã, integrado na linha da Beira Baixa.
Actualmente, a circulação ferroviária no troço Covilhã /Guarda está suspensa, desde o passado dia 9 de Março, devido à necessidade de inadiáveis intervenções de modernização das infra-estruturas.
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:56


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Contacto:

correio.da.guarda@gmail.com