Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Confraria do Bucho Raiano

por Correio da Guarda, em 19.02.11

 

     O II Capítulo de Entronização da Confraria do Bucho Raiano vai decorrer no Soito e Sabugal, a 5 de Março.

     O programa integra a sessão solene de entronização, inauguração da exposição «Emoções Gastronómicas», desfile de confrarias e o inevitável almoço do bucho.

    De referir que No Auditório Municipal do Sabugal, para além da cerimónia de entronização de novos confrades, será proferida uma oração de sapiência, por João Luís Vaz; está ainda agendada a homenagem a algumas personalidades pelo seu papel relevante em prol da gastronomia da região.

   No Museu Municipal do Sabugal será inaugurada uma exposição subordinada ao tema «Emoções Gastronómicas», certame que proporcionará a mostra de trajes e insígnias confrádicas da colecção particular de Paulo Sá Machado.

    Os participantes deslocam-se depois para o Soito, onde se realizará um desfile de confrarias, seguido da recepção dos participantes na Junta de Freguesia.

    Pelas 14 horas será servido um almoço de bucho; a ementa será constituída por enchidos, seguidos do bucho, que irá à mesa acompanhado por batatas e grelos de nabo cozidos, em absoluto respeito pela tradição gastronómica raiana, própria da época carnavalesca.

     O Capítulo da Confraria está incluído no programa dos «Roteiros Gastronómicos – Sabugal à Mesa», iniciativa da responsabilidade da Câmara Municipal do Sabugal, que está prevista para os dias 5 a 8 de Março, pela qual os restaurantes do concelho disponibilizam receitas tradicionais da cozinha raiana.

     Recorde-se que o bucho é a peça de enchido mais genuína das terras raianas do centro de Portugal; de acordo com a tradição, após a matança do porco juntam-se num alguidar pedaços de carne da cabeça, orelhas e rabo, de mistura com a carne que restou agarrada aos ossos. Essa carne fica em vinha d’alhos durante três dias, após o que se enchem as bexigas dos próprios porcos, indo para o fumeiro a fim de aí secarem com o calor da lareira.

     A iguaria come-se em família ou entre uma roda de amigos. Respeitando o receituário antigo, deve ser cozido durante três horas, envolto num pano de linho. Vai à mesa acompanhado por grelos de nabo e batata cozida e come-se acompanhado por um bom vinho tinto da região.

     Dar a conhecer o bucho e contribuir para que se transforme numa oportunidade económica para a região raiana, é o objectivo da Confraria do Bucho Raiano.

     Podem ser feitas marcações para a cerimónia e para o almoço até ao dia 2 de Março, para: o e-mail: confrariabuchoraiano@gmail.com.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:02

Almoço de Bucho Raiano no Sabugal

por Correio da Guarda, em 13.02.10

 

A Confraria do Bucho Raiano vai promover hoje, no Sabugal, o sexto almoço daquele apreciado enchido.
Esta refeição será antecedida por uma prelecção do filósofo e ensaísta Pinharanda Gomes, natural de Quadrazais, que falará de «Os Sabores Antigos da Gastronomia Raiana».
Os confrades vão encontrar-se, pelas 11 horas, na Junta de Freguesia do Sabugal, onde será servido um «porto de honra» e entregues os trajes. “O almoço está restringido aos confrades que adquiram o respectivo traje”.
A ementa inclui o bucho raiano, guarnecido com grelos de nabo e batata cozida, que os comensais vão apreciar após as entradas com pão, azeitonas, chouriço fatiado, morcela e mioleira assada na brasa. A sopa é a do bucho, com grão, hortaliça e massa.
A cerimónia inclui, ainda, a entrega ao proprietário do restaurante Robalo da certificação de «Restaurante Aconselhado pela Confraria do Bucho Raiano» após a assinatura de um protocolo “em que o empresário se compromete a defender sempre a qualidade do bucho servido no seu estabelecimento”, como esclareceu a organização deste convívio.
De referir que o almoço do bucho raiano está incluído nos Roteiros Gastronómicos, iniciativa da Câmara Municipal do Sabugal a que aderiram 13 restaurantes daquele concelho.
No final do passado mês decorreu a primeira assembleia-geral da Confraria do Bucho Raiano até agora dirigida por uma Comissão Instaladora, constituída em Maio de 2009. O Grão-Mestre Capitular é Joaquim Leal (de Sortelha), Paulo Leitão Baptista (do Sabugal) assumirá as funções de Chanceler da Confraria e José Carlos Lages (de Ruivós) de Vice-Chanceler.
O I Capítulo de Entronização da Confraria do Bucho Raiano está agendado para dia 17 de Abril de 2010, com a presença de representantes da Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas, de duas Confrarias que vão apadrinhar a entronização e de confrarias convidadas de todo o país.
O Bucho é o produto mais emblemático do enchido raiano, sendo preparada com pedaços de carne do porco, ossos e cabeça que, misturados em vinha de alhos, vão encher a bexiga do porco. Depois de cheio o bucho dependura-se com o demais enchido nas varas do fumeiro. A época de Carnaval, e sobretudo o denominado Domingo Gordo, é, de acordo com a tradição, a escolhida para se comer e apreciar o bucho raiano.
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:24

Confraria do Bucho Raiano

por Correio da Guarda, em 12.01.09

 

No Sabugal terá lugar no próximo dia 22 de Fevereiro um almoço de convívio e divulgação da Confraria do Bucho Raiano.
Este encontro decorrerá, a partir das 12 horas, no salão da Junta de Freguesia local, integrando os «Roteiros Gastronómicos», a iniciativa da Câmara Municipal de apoio à gastronomia raiana.
A ementa inclui além do obrigatório bucho com batatas e grelos de nabos cozidos, o caldo de baginas secas e sobremesa de mílharas.
De salientar que este almoço ocorre no domingo gordo, dia em que tradicionalmente as famílias mais chegadas se juntavam para comer o bucho.
 
 
A Junta de Freguesia do Sabugal disponibilizou o amplo salão para o almoço, esperando-se que mais de uma centena de confrades e outros convivas se inscrevam no almoço.
A par do convívio da confraria realizam-se no sabugal, por esses dias, os «Roteiros Gastronómicos», iniciativa do Município do Sabugal, a que aderiram diversos restaurantes do concelho.
O bucho é a peça de enchido mais genuína das terras raianas do centro de Portugal. Manda a tradição que após a matança do porco se juntem num barranhão pedaços de carne provindos da cabeça, orelhas e rabo, de mistura com a carne que restou agarrada aos ossos. Coloca-se essa carne em vinha d'alhos durante três dias, após o que se enchem as bexigas dos próprios porcos, indo para o fumeiro a fim de aí secarem com o calor provindo da lareira.
Dar a conhecer o bucho e contribuir para que se transforme numa oportunidade económica para a região é o objectivo da confraria, que realiza no Sabugal o seu primeiro encontro de 2009.
As marcações podem ser feitas até ao dia 15 de Fevereiro de 2009 para o tlm. 966 823 786 ou através de confrariabuchoraiano@gmail.com
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:44


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +