Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Extensão de festival de cinema

por Correio da Guarda, em 03.03.18


     O Teatro Municipal da Guarda (TMG) vai receber, de 20 a 22 de março, a Extensão do Festival de Cinema Ambiental Cine Eco 2017.

     Numa iniciativa do Cineclube da Guarda, vão ser apresentados filmes premiados na última edição do festival.

Festival de Cinema na Guarda.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:20

Cinema na BMEL

por Correio da Guarda, em 15.12.17

 

     A Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, na Guarda, exibe dia 27, o filme "O gebo e a sombra" de Manoel de Oliveira.

    Baseado na peça homónima de Raul Brandão (1867-1930), escrita em 1923, esta obra do mestre Manoel de Oliveira é um retrato da pobreza, da honestidade e do sacrifício.

filme.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:39

"Paraíso" no Teatro Municipal da Guarda

por Correio da Guarda, em 01.03.16

 

      A  extensão do Cine’ Eco 2015 no Teatro Municipal da Guarda vai ser encerrada na próxima semana, nesta cidade. A 8 de Março, no Pequeno Auditório será apresentado “Paraíso” de Nash Ang, o filme vencedor do Grande Prémio Cine’ Eco 2015. A sessão está marcada para as 21h30. O documentário, originário das Filipinas, segue as vidas das crianças sobreviventes, um mês após a tragédia do mais forte tufão já registado na Terra: o Super Typhoon Haiyan, nas Filipinas. No filme assistimos à sua luta pela sobrevivência e como reconstroem as suas vidas no local que foi o seu Paraíso, e que agora é apenas uma memória da tragédia.

     Para o dia 12 de Março, pelas 16h00, está agendada a sessão do Famílias ao Teatro integrado na Extensão do Cine’ Eco 2015 com “Curtas para crianças”; trata-se de uma sessão de curtas-metragens para o público infantil e não só com nove histórias de várias nacionalidades e uma grande variedade de linguagens e estilos cinematográficos. Histórias sobre o ambiente, a sustentabilidade, o clima, os animais, para aprender, ouvir e cuidar do nosso planeta. Esta sessão conta com entrada livre mas está sujeita ao levantamento prévio do ingresso na Bilheteira do TMG.
   O CineEco é um dos membros fundadores da Rede de Cinema Verde, que reúne 29 festivais de cinema ambiental de todo o mundo. O objetivo da rede é coordenar os eventos dos festivais associados, promover e distribuir filmes na cena internacional e incentivar iniciativas e projetos para fazer as pessoas parar e pensar sobre as condições do meio ambiente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:13

Cinema alemão no TMG

por Correio da Guarda, em 25.10.15

 

     Depois de Rainer Werner Fassbinder, é a vez de Wim Wenders no Ciclo de Cinema Alemão do TMG.

    “Alice nas Cidades” é o filme que se segue no próximo dia 3 de novembro. A sessão é às 21h30 no Pequeno Auditório.

    “Alice nas Cidades”, com frequência comparado com O Garoto de Charlot, de Charlie Chaplin, foi o primeiro dos filmes de Wim Wenders a ser parcialmente filmado nos EUA, tendo recebido em 1975 o prémio da Associação Alemã de Crítica Cinematográfica (Verband der deutschen Filmkritik). Phillip (Rüdiger Vogler) é um repórter errante que após uma relação passageira com uma americana inconstante aceita, contra vontade, tomar conta da filha dela, a pequena Alice (Yella Rottländer).

    A amizade entre ambos vai crescendo enquanto viajam por várias cidades europeias em busca da avó de Alice. Wenders reflete de modo engenhoso e espirituoso sobre a influência da cultura pop americana na Europa do pós-guerra.

    O ciclo é uma organização do Teatro Municipal da Guarda /Câmara Municipal da Guarda, do Cineclube da Guarda e Goethe Institut.

     Fonte: TMG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:29

Ciclo de Cinema Alemão

por Correio da Guarda, em 13.10.15

 

     No Teatro Municipal da Guarda prossegue no próximo dai 20 de Outubro o Ciclo de Cinema Alemão, com o filme “Não quero apenas que vocês me amem”, de De Hans Günther Pflaum.

    O documentário, sobre o realizador Fassbinder, tem início marcado para as 21h30 no Pequeno Auditório. Foi produzido por ocasião do 10º aniversário da morte do cineasta, que ocorreu a 10 de Junho de 1982, em Munique.

    Hans Günther Pflaum faz uma abordagem em três planos diferentes: num primeiro plano, vários colaboradores de Fassbinder falam sobre a pessoa, o método específico de trabalho e a importância do realizador. Num segundo plano, com recurso a material de arquivo, é ao próprio Fassbinder que é entregue a palavra. Num terceiro plano, trechos extraídos da obra de Fassbinder esclarecem e complementam os depoimentos.

   Pflaum é um diretor e escritor alemão conhecido também por Mabuses Motive (2004) e Von Sex bis Simmel (2005).

    O Ciclo de Cinema Alemão é uma organização da Câmara Municipal da Guarda/Teatro Municipal, do Cineclube da Guarda e do Goethe Institut, que decorrerá até dia 1 de dezembro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:54

Músicas do Bosque

por Correio da Guarda, em 25.06.15

 

     Na aldeia de Lapa dos Dinheiros (Seia) vai decorrer de 26 a 28 de Junho vai decorrer um ciclo de cinema inspirado nas tradições e modo de vida rural e das comunidades de montanha, associado à proposta para a fruição da música com a natureza exuberante da serra da Estrela

     Assim, longe das salas de cinema e em antestreia comercial, é apresentado pela primeira este sábado, no Festival “Músicas do Bosque”, a longa-metragem “Volta à terra” [(Be)Longing], de João Pedro Plácido. No âmbito do ciclo de cinema do Festival serão ainda exibidos os filmes “Aqui não se passa nada”, pelicula de Isadora Sousa Pinto rodada nesta aldeia, e a comédia de mestre Jacques Tati - “Há festa na aldeia”.

    “Volta à terra” [(Be)Longing] é a 1ª longa-metragem de João Pedro Plácido, filme que será exibido em 1ª mão no Festival “Músicas no Bosque”, a 27 de junho, pelas 21h, estreando no circuito comercial apenas no mês seguinte. A obra, que venceu a Competição Portuguesa na Edição 2014 do Festival DocLisboa, retrata o dia-a-dia na aldeia de Uz, uma povoação isolada nas montanhas do norte do país, longe do bulício da cidade, num elogio singular a uma forma de vida (ainda) centrada na relação com a terra, com o trabalho da mesma e com as tradições rurais passadas de geração em geração.

    Amanhã, 26 de junho, pela mesma hora (21h), será projetada a curta-metragem “Aqui não se passa nada”, de Isadora Sousa Pinto, rodada na própria aldeia de Lapa dos Dinheiros e destacada com uma Menção honrosa na mais recente edição do Festival Internacional de Cinema Ambiental de Seia - CineEco. Seguir-se-á o clássico “Há festa na aldeia” [Jour de fête], comédia intemporal realizada pelo mestre Jacques Tati, nome maior do cinema gaulês. A ação desenrola-se numa pequena aldeia de província e centra-se nas peripécias vividas pelo carteiro local, personagem representada pelo próprio Tati.

    A programação do ciclo “Cinema no Bosque” resulta de uma parceria estabelecida entre a Associação de Desenvolvimento Integrado da Rede das Aldeias de Montanha e o 7A Sena – Núcleo Cinéfilo de Seia, entidade local dedicada à 7ª arte integrada na Associação ARTIS.

   O Cinema no Bosque procura tirar proveito do contexto e ir ao encontro dos objetivos do Festival, ilustrando o modus vivendi em ambiente rural comunitário e as tradições locais/regionais como mecanismo identitário fundamental, a preservar, renovar e, consequentemente, valorizar.

 

    Fonte: C.M.Seia

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:50

CineEco 2014

por Correio da Guarda, em 20.08.14

 

     Na Casa da Cultura de Seia vai decorrer, de 11 a 18 de Outubro, a 20ª edição do CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela.

    A este festival concorrem cerca de quatro centenas de filmes, de todo o mundo.

     O Festival que é organizado pelo Município de Seia, voltou a despertar grande interesse e entusiasmo por parte de realizadores de todo o mundo que enviaram os seus trabalhos para as várias secções a concurso.

     O júri de pré-selecção está agora a ultimar a escolha dos melhores para a competição Internacional - longas, médias e curtas-metragens; séries e reportagens televisivas; competição Lusófona - longas, médias e curtas-metragens, que inclui uma competição regional.

     O CineEco, que cumpre este ano a sua 20ª edição, entre as várias novidades que prepara para a edição deste ano, destaca a organização de uma cimeira de realizadores de festivais de cinema ambiental de todo o mundo, uma conferência sobre temas ambientais da actualidade, bem como a realização de um documentário sobre os 20 anos do festival, para apresentar na sessão de abertura e passar num canal televisivo.

    Este certame tem como principais objectivos a reflexão e apelo à intervenção em matéria de preocupações ambientais e de sustentabilidade; proporcionar ao público da região bons filmes, procurando envolver em simultâneo a comunidade local e ainda reforçar a notoriedade de Seia, enquanto território de montanha de grande potencial turístico e ambiental, no interior de Portugal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:58

Cine Concerto no TMG

por Correio da Guarda, em 01.07.14

 

     O Teatro Municipal da Guarda apresenta no sábado, dia 5 de julho, a sétima edição do Cine-Concerto. A sessão tem lugar no Pequeno Auditório, a partir das 21h30.

     Músicos da Guarda ou ligados à cidade foram convidados a dar nova roupagem sonora a curtas dos realizadores Garri Bardin e Nikolai Serebryakov. Para esta edição foram convidados Gilberto Costa (saxofone tenor e laptop) que irá musicar “Adágio” (2000) de Garri Bardin; César Cravo (clarinete) que fará a banda sonora de “Ball of Yarn (Klubok)” (1968) de Nikolai Serebryakov; e José Tavares (guitarra elétrica) que interpretará música original para “Fioritures” (1987) de Garri Bardin.

     O cinema russo de animação sempre foi dos mais vanguardistas de todo o mundo. Historicamente, a animação russa caracteriza-se por ser fortemente visual, de grande rigor estético e de uma liberdade formal que fez escola em toda a Europa (sobretudo do Leste).

     Recorrendo a várias técnicas de animação, os realizadores russos foram pioneiros na procura de novas linguagens plásticas sem, contudo, esquecer a importância da história. De resto, a linguagem visual destes filmes, apesar de diferentes entre si, entronca no respeito pela componente narrativa. É a história e a mensagem que impõem o ritmo próprio à animação e que estabelecem a ponte comunicacional com o público.

    As curtas-metragens de animação de Garri Bardin e Nikolai Serebryakov cumprem estes requisitos de valor plástico e narrativo, aos quais se junta a música original de César Cravo, Gilberto Costa e José Tavares.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:37

Abbas Kiarostami no TMG

por Correio da Guarda, em 13.03.14

 

     O Cineclube da Guarda vai apresentar no próximo dia 19 de Março, com o apoio do TMG, o filme “Like Someone in love”, do realizador iraniano Abbas Kiarostami.

     A sessão está marcada para as 21h30 no Pequeno Auditório.

     Akiko (Rin Takanashi) é uma jovem japonesa que secretamente se prostitui para pagar os estudos universitários. Ninguém, nem mesmo o seu namorado Noriaki (Ryo Kase), sabe desta atividade. E ela protege esse segredo não apenas pelo medo do julgamento, mas também pela sua própria dificuldade em lidar com a situação. Um dia, conhece Takashi Watanabe (Tadashi Okuno), um velho professor catedrático, que se torna seu cliente regular e é, em todos os aspetos, a absoluta antítese de Noriaki. É assim que, inesperadamente, Akiko se começa a sentir dividida entre um namorado jovem, mas rude e ignorante, e um velho amável com quem consegue uma partilha intelectual que a faz sentir-se viva e, acima de tudo, respeitada.

     Filme com argumento e realização do iraniano Abbas Kiarostami que também realizou "O Sabor da Cereja ", "Através das Oliveiras", "O Vento Levar-nos-á", "Shirin", "Cópia Certificada".

 

    Fonte: TMG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:08

Ciclo Kim Longinotto no TMG

por Correio da Guarda, em 14.09.13

 

      No Teatro Municipal da Guarda vai decorrer, de 17 a 25 de Setembro, o “Ciclo “Kim Longinotto – histórias no feminino”.

     Trata-se de uma iniciativa do Cineclube da Guarda e do TMG, em parceria com a Zero em Comportamento, através da qual serão apresentados quatro documentários.

     “Dream Girls”, no dia 17, filme sobre uma famosa escola de teatro japonesa com reminiscências da Broadway; “Divorce Iranian style”, no dia 18, a história de seis mulheres que invocam o direito de se divorciarem, num país em que a lei favorece os maridos; “Sisters in law”, no dia 24, um filme sobre o trabalho de duas mulheres juristas que prestam serviços jurídicos nos Camarões a vítimas de abusos; a encerrar este ciclo será exibida no dia 25 a película “Rough Aunties”, um filme sobre um grupo de mulheres que lutam contra o abuso sexual de mulheres e crianças na África do Sul.

     Todos os filmes são exibidos às 21h30 no Pequeno Auditório do TMG.

     Recorde-se que Kim Longinotto é reconhecida internacionalmente pelos seus retratos e pelo seu sensível e apaixonante tratamento de tópicos difíceis.

    Observando, reflectindo e contando as estórias de mulheres que desafiam convenções e lutam contra instituições, opressão e preconceitos, Longinotto documenta e revela as idiossincrasias e os costumes de sociedades oprimentes.

     Quase todos os seus filmes foram premiados um pouco por todo o mundo, sendo que “Sisters in Law” recebeu o Prémio Arte e Ensaio do Festival de Cannes, “Hold me tight, Let me go” foi galardoado com o Prémio Especial do Júri no Festival Internacional de Documentário de Amesterdão e “Rough Aunties” ganhou o Prémio do Júri na competição World Cinema do Festival de Sundance.

 

    Fonte: TMG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:58


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +


Referenciar citações

Protected by Copyscape Website Copyright Protection




Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: