Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Guarda In Jazz

por Correio da Guarda, em 02.06.16

 

    A Câmara Municipal da Guarda, através do TMG, está a promover, a partir de hoje, o Ciclo “Guarda In Jazz”.

   O programa inicia-se com o Duo Filipa Lopes/ Pedro Vieira de Almeida. Ambos com formação clássica, tocam juntos há uma década e apresentam-se no Café Concerto com um programa baseado nos mais famosos standars de jazz e musicais; para ouvir a partir das 22h00: “Blue Moon”, “As time goes by” ou “When you wish upon a star”, entre muitos outros. A entrada é livre.

    O programa prossegue amanhã, dia 3 de junho, com o projeto Spinifex (Holanda | Portugal | Alemanha). Tobias Klein no saxofone alto, Jasper Stadhouders na guitarra, Goncalo Almeida no baixo e Philipp Moser na bateria far-se-ão acompanhar do músico convidado Luís Vicente no trompete. O grupo vem apresentar “Veiled”, o último disco ao Pequeno Auditório, às 21h30.

   No dia seguinte, sábado (4 de junho) entre as 15h00 e as 17h00, o conceituado trombonista, compositor e professor Paulo Perfeito vai estar a orientar uma Oficina de Jazz no TMG. Trata-se de uma iniciativa destinada a músicos e a estudantes de música, feita em parceria com a Associação Porta-Jazz. A inscrição custa 5 euros e deve ser feita na Bilheteira do TMG até sexta, dia 3.

    Ainda no dia 4, sábado, mas à noite, às 21h30, sobem ao palco dois projetos do jazz português: Trio de Um Grilo (com Filipe Louro, Pedro Almiro e João Grilo) grupo liderado pela jovem promessa, João Grilo; e o Ensemble Super Moderne (com José Pedro Coelho, Rui Teixeira, Ricardo Formoso, Paulo Perfeito, Eurico Costa, Carlos Azevedo, Miguel Ângelo e Mário Costa), formado por oito músicos do Jazz portuense com percursos sólidos.

    Segue-se no Ciclo Guarda in Jazz o filme “Chico y Rita”, de Tono Errando, Javier Mariscal e Fernando Trueba. A sessão terá lugar no Pequeno Auditório, numa parceria com o Cineclube da Guarda, a 7 de junho, às 21h30. O filme – sobre uma cantora jazz - foi nomeado para o Óscar de Melhor Filme de Animação em 2012 e foi premiado com um Goya em 2011 e um Gaudi em 2012.

    No dia 9 de junho, quinta-feira, numa nova colaboração com a Associação Porta Jazz, o TMG apresenta os projetos Espécie de Trio e Eduardo Cardinho Quinteto, no Pequeno Auditório às 21h30. Espécie de trio (com Hugo Raro, Filipe Teixeira e António Torres Pinto) apresentam neste concerto temas dos mais diversos universos musicais, canções dos anos 70 e 80 do século passado, reinterpretadas com um toque de jazz. O Eduardo Cardinho Quinteto traz ao TMG reportório de música original. Este quinteto (formado por Eduardo Cardinho, José Soares, Mané Fernandes, Filipe Louro e Pedro Almiro) foi vencedor do Prémio Jovens Músicos 2013 e é considerado por Mário Laginha como «um dos grupos mais promissores do jazz português».

    O ciclo termina a 11 de junho (sábado), no Grande Auditório, às 21h30, com Maria João e o seu mais recente projeto, OGRE. Trata-se de um “hibrido” musical que mistura o jazz com a eletrónica. Entre o digital e o analógico, a inconfundível voz de Maria João indica o caminho. Em palco, para além da cantora, vão estar João Farinha, André Nascimento, Joel Silva e Júlio Resende.

   Os bilhetes para os espetáculos do ciclo custam entre os 3 e os 10 euros e o primeiro tem entrada livre. Os ingressos são passíveis de desconto e podem ser adquiridos na Bilheteira do TMG ou na bilheteira online em www.tmg.com.pt

 

     Fonte: CMG/TMG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:06

CalaFrio evoca Lucebert

por Correio da Guarda, em 20.04.15

 

     Calafrio-Associação Cultural vai promover no próximo dia 2 de Maio mais uma sessão integrada no Ciclo Contradizer.

     A iniciativa vai realizar-se na Quinta das Cegonhas (concelho de Gouveia) e será integralmente dedicada ao poeta e artista plástico holandês Lucebert.

     O programa integra uma conferência – "O duplo talento de Lucebert" – a proferir pelo tradutor e professor Arie Pos, bem como o lançamento de uma colectânea bilingue, entre outras acções “dedicadas a divulgar um poeta quase desconhecido em Portugal mas de grande reconhecimento internacional”.

LUCEBERT.jpg

      Haverá música de Charlie Parker, Dizzie Gillespie e Thelonious Monk (músicos que influenciaram Lucebert); a exibição do filme "Tempo e Adeus", do cineasta Johan van der Keuken; apresentação duma pequena colectânea bilingue de poemas de Lucebert, traduzidos para o Português por Jos van den Hoogen, e leitura de alguns daqueles poemas por Américo Rodrigues.

     A associação cultural Calafrio, da Guarda, sublinha, em nota informativa sobre esta iniciativa que Lucebert é “considerado como o poeta mais revolucionário, mais autêntico e mais expressivo da geração experimental do pós-guerra. Pertenceu ao grupo CoBrA, foi amigo de Karel Appel e recebeu vários prémios literários”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:28

Teatro do CalaFrio promove nova sessão

por Correio da Guarda, em 21.02.15

i_racconti_di_canterbury_4.jpg

      O Teatro da CalaFrio vai promover, no próximo dia 28 de Fevereiro, pelas 21h30, mais uma sessão do ciclo "Contradizer", actividade nómada dedicada à difusão da cultura.  Desta vez, o espaço escolhido é o salão do Centro Cultural da Guarda,  instalado no antigo Paço Episcopal (também já ali funcionou o Tribunal), no centro da cidade.

     A sessão é, como tem sido hábito, diversificada, dando grande importância à força da palavra.

Américo Rodrigues (Pasolini) e Vasco Queiroz (o jornalista Furio Colombo) reconstituirão a última entrevista dado pelo cineasta italiano, horas antes de ser brutalmente assinado (em Novembro de 75). A entrevista acabou por se intitular "Estamos todos em perigo", por sugestão do próprio Pasolini.

     O percussionista  Tiago Pereira contará algumas das suas "histórias sem corantes", "a partir de sons e sons que se transformam em palavras". Tiago Pereira integra os "Roncos do Diabo" e o projecto "Ai" e costuma acompanhar, entre outros, Sebastião Antunes.  Recentemente, foi co-responsável pela criação e programação do "Atrás da serra café" em Valhelhas.

     José Ferraz Alçada, escritor e médico, que vive na Vela, sobe à cidade da Guarda para revelar alguns dos contos do seu próximo livro "Gato ou lince".

    A iniciativa "Contradizer" tem criado um público regular interessado na literatura e nas relaçoes que ela pode  estabelecer com as outras áreas da Cultura. A  entrada é  gratuita.

     Entretanto, o Teatro do CalaFrio prepara a sua próxima produção teatral: "Empresta-me um revólver até  amanhã", a partir de duas peças de Anton Tchekhov, com José Neves, Valdemar Santos e Américo Rodrigues. Estreia em Abril próximo.

 

     Fonte: Teatro do CalaFrio

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:10

Demências

por Correio da Guarda, em 06.11.13


     No âmbito do Ciclo “Saúde sem Fronteiras”, o Centro de Estudos Ibéricos vai promover amanhã, 7 de Novembro, a partir das 9h30, uma conferência sobre a temática das Demências.

     O programa conta com intervenções de Ginés Llorca (Departamento de Psiquiatria | Faculdade de Medicina - Universidade de Salamanca), Horácio Firmino (Serviço de Psiquiatria - Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra), entre outras.

     Esta iniciativa integra-se no Ciclo Saúde sem Fronteiras, coordenado cientificamente pelas Faculdades de Medicina das Universidades de Coimbra e de Salamanca; conta com a colaboração da Ordem dos Médicos, Secção Regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros, Unidade Local de Saúde da Guarda, Escola Superior de Saúde/Instituto Politécnico da Guarda e Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa contra o Cancro.

    Mais informações em www.cei.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:34

Sono de qualidade na Guarda

por Correio da Guarda, em 02.10.13

 

     “Sono de qualidade – boa noite, melhor dia” é o tema da conferência que terá lugar amanhã, na Guarda, no âmbito do Ciclo “Saúde sem Fronteiras” promovido pelo Centro de Estudos Ibéricos

     A sessão decorrerá, a partir das 9h30, na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, e contará com intervenções de especialistas das Universidades de Coimbra e de Salamanca, bem como do Instituto Politécnico da Guarda.

     “Aspectos gerais do sono” (Dra. Maria João Matos - Serviço de Pneumologia – Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra), “O sono no idoso” (Prof. Doutor José Luis Fernández - Faculdade de Medicina - Universidade de Salamanca), “Patologia respiratória do sono” (Dr. José Manuel Silva – Serviço de Pneumologia – Unidade Local de Saúde da Guarda) e “Atitude dos estudantes face ao sono” (Prof. António Batista - Escola Superior de Saúde – Instituto Politécnico da Guarda) são os temas das comunicações a apresentar.

     O Ciclo Saúde sem Fronteiras é coordenado cientificamente pelas Faculdades de Medicina das Universidades de Coimbra e de Salamanca e conta com a colaboração da Ordem dos Médicos, Secção Regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros, da Unidade Local de Saúde da Guarda, Escola Superior de Saúde da Guarda/Instituto Politécnico da Guarda e Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa contra o Cancro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:38

III Ciclo de Cultura Judaica

por Correio da Guarda, em 16.06.13

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43

O Direito em tempos de crise

por Correio da Guarda, em 01.03.13

 

     O Centro de Estudos Ibéricos vai promover, durante o corrente ano, um ciclo de Conferências subordinado ao tema “O Direito em tempos de crise”.

     Esta iniciativa surge na sequência do ciclo “O Direito e a Cooperação Ibérica”, iniciado em 2003.

     A coordenação científica está a cargo do Prof. José Manuel Quelhas, da Universidade de Coimbra e do Prof. Ricardo Rivero, da Universidade de Salamanca e conta com a colaboração da Ordem dos Advogados.

     A primeira conferência terá lugar no dia 14 de Março, na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço. Mais informações aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:32

Ciclo de Música Contemporânea

por Correio da Guarda, em 17.09.12

 

     O Teatro Municipal da Guarda, em parceria com o Síntese - Grupo de Música Contemporânea, organiza pelo sétimo ano consecutivo o Síntese - Ciclo de Música Contemporânea da Guarda.

      O ciclo inicai-se  na próxima quinta-feira, dia 20 de Setembro, no Pequeno Auditório às 21h30, com o espectáculo do Performa Ensemble. Um concerto que contará com a estreia absoluta de uma nova obra “The Invention of Dreams” da compositora Sara Carvalho e ainda obras de António Pinho Vargas, Luís Carvalho, Francisco Monteiro, Sérgio Azevedo, Fernando Lapa e João Gonçalo Neves. O Performa Ensemble é um grupo de câmara de formação variável criado em 2007, especializado na performance de música contemporânea, e que integra intérpretes/docentes e alunos de pós-graduação do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro e músicos convidados.

     O Ensemble tem como objectivo o apoio à composição, interpretação e gravação de novas obras de música de câmara, em particular de compositores portugueses, e promovido projectos colaborativos e interdisciplinares. Tem mantido desde a sua criação uma actividade de concertos regular, salientando-se apresentações na Casa da Música do Porto e no Festival Música Viva, assim como em Itália e no Brasil (nomeadamente no Festival Ritmo e Som de S. Paulo).

     Segue-se, a 4 de Outubro, no Pequeno auditório, às 21h30, a estreia absoluta de duas obras pelo grupo Síntese: … “in modo concertante”, de Sérgio Azevedo, uma obra concertante para violoncelo e grupo de câmara, dedicada à memória de Bernardo Sassetti, e “Narrativas”, de Duarte P. Dinis Silva, para quarteto de cordas, ambas especialmente escritas para o grupo. Neste concerto, ainda a apresentação da obra “Concerto Campestre”, de Francisco Monteiro, com texto de Vasco Graça Moura. Trata-se de uma obra estreada em 2004 pelo Grupo de Música Contemporânea de Lisboa, e revista em 2012 pelo compositor para o efectivo do Síntese. A obra escrita para Mezzo soprano, Saxofone Alto, Violino I, Violino II, Viola, Violoncelo, Acordeão e Piano vai buscar inspiração à figura de Giorgione, pseudónimo de Giorgio Gasparini, ou Zorzi da Castelfranco, pintor do renascimento italiano.

     O Síntese - Grupo de Música Contemporânea é uma plataforma criativa envolvendo intérpretes em interacção com compositores e com epicentro na cidade da Guarda. O seu reportório tem como porto de abrigo as referências clássicas da contemporaneidade musical mas parte à conquista de novos universos sonoros, estimulando nos compositores a criação de nova música, através de novas mestiçagens para timbres tradicionais. É uma plataforma aberta e modulável: do instrumento solo à pequena e pouco ortodoxa orquestra de câmara, todas as hipóteses são possíveis – até a hipótese electro-acústica.

     O ciclo termina a 19 de Outubro, no Pequeno Auditório, às 21h30, com outra estreia absoluta: “Música de João Pedro Delgado – Canções e Instrumentos Solistas, obras para voz, piano, saxofone, violino, viola e violoncelo". No programa: “A Formosura da Invocação”, para piano e voz mezzo soprano; “Açucena”, para piano e voz mezzo soprano; “Não Fora Haver Traição”, para piano e voz mezzo soprano; “Longo Será o Teu Sono”, para piano, saxofone e voz mezzo soprano; “Dois Fragmentos de Safo”, para piano, saxofone e voz mezzo soprano; “Forma Sonata”, para piano e saxofone; “A l´ombre des jeunes filles en fleur”, para violoncelo solo; “Combray”, para violino solo, “Guarda”, para saxofone e voz mezzo soprano; e ainda “Três peças para Viola e Violoncelo”, para viola e violoncelo.

      Todas as obras são da autoria do compositor João Pedro Delgado e serão interpretadas pelos músicos Gustavo Delgado, violino, João Pedro Delgado, viola d'arco, Rogério Peixinho, violoncelo, Carlos Canhoto, saxofones, Helena Neves, mezzo-soprano e Nuno Santos Dias, piano.

 

     Fonte: TMG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:39

A imagem da Guarda em debate

por Correio da Guarda, em 14.09.11

 

    

      «A imagem da Guarda» é o tema do primeiro de uma série de debates que a Rádio Altitude e o Teatro Municipal da Guarda vão promover até ao final do corrente ano.

     O ciclo «Rádio Café» incluirá quatro encontros, de Setembro a Dezembro, em que os promotores procurarão respostas para uma pergunta genérica: «Que cidade queremos?».

    Entendendo que a Guarda só capitulará perante a interioridade, a incerteza e a melancolia se os seus cidadãos desistirem de intervir em defesa de causas colectivas, a Rádio e o Teatro associam-se naquilo que já é habitual fazerem: pensar a Guarda; promover a Guarda.

    O objectivo é suscitar conversas informais mas empenhadas, à vista de todos – e a contar com todos.

   O primeiro debate terá lugar no Café Concerto do Teatro Municipal da Guarda, na terça-feira, dia 20 de Setembro, às 21h30, com a participação de Gonçalo Poeta, Luís Celínio, Rui Sousa e Telmo Cunha. A moderação será de Joaquim Martins. A entrada é livre.

 

     Fonte: Rádio Altitude

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:54

Ciclo de Cultura Judaica na Guarda

por Correio da Guarda, em 07.03.10

 

A Agência para a Promoção da Guarda vai promover de 10 a 13 de Março, nesta cidade, e com produção do TMG, um Ciclo de Cultura Judaica.
O programa inicia-se, a 10 de Março, com a conferência “A Cultura Judaica nos dias de hoje”, que será proferida por Antonieta Garcia, a partir das 14.30h, no Café Concerto.
Nesse mesmo dia, no Pequeno Auditório do Teatro Municipal da Guarda (TMG), será exibido o videograma “Os últimos Marranos” realizado por Frédéric Brenner e Stan Neumann.
No dia 11 de Março, promovido pelo Centro de Estudos Ibéricos (CEI), realizar-se-á (a partir das 9 horas) no Auditório do Paço da Cultura, o seminário “Judiarias da raia – Legado e futuro” que reunirá vários especialistas em cultura judaica, de Portugal e Espanha.
Ainda nesse mesmo dia será promovida uma visita guiada ao Museu Judaico e à Sinagoga de Belmonte, com saída do TMG pelas 9h30.
O programa inclui, à noite, um espectáculo com Melech Mechaya, no Café Concerto.
Para o dia 13 de Março está reservado o grande destaque musical deste ciclo, com a actuação dos polacos Cukunft no Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:08


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +


Referenciar citações

Protected by Copyscape Website Copyright Protection