Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Companhia Nacional de Bailado na Guarda

por Correio da Guarda, em 25.10.13

   

     O Teatro Municipal da Guarda vai apresentar, amanhã, 26 de Outubro, a Companhia Nacional de Bailado que repõe três peças da bailarina e coreógrafa belga Anne Teresa De Kersmaeker.

     Este espectáculo terá lugar no Grande Auditório do TMG, a partir das 21h30.

     Este programa de Anne Teresa De Keersmaeker é composto por três obras fundamentais do seu repertório: “L’après-midi d’un Faune” de Debussy, “Grosse Fuge” de Beethoven e “Noite Transfigurada” de Schoenberg. A relação da coreógrafa com a música, que lhe valeu o título de “chorégraphe musicienne”, está bem patente nesta selecção inédita de peças que a Companhia Nacional de Bailado vai interpretar.

     Anne Teresa De Keersmaeker é uma proeminente coreógrafa belga, actualmente considerada por muitos a maior figura da coreografia a nível mundial.     Realizou os estudos de dança na escola MUDRA, fundada em Bruxelas, por Maurice Bejart, e na Tisch School of the Arts, em Nova Iorque. Possui o doutoramento honoris causa atribuído pela Universidade Flamenga de Bruxelas.

     Autora de mais de quatro dezenas de obras coreográficas, em 1983 fundou a companhia Rosas que nove anos mais tarde se torna Companhia residente da Ópera Nacional La Monnaie, em Bruxelas. Tem sido frequentemente convidada a apresentar criações em parceria com prestigiadas programações como a dos festivais de Avignon, Holland Dance, ou de salas como a Brooklyn Academy of Music.

     Anne Teresa coreografou, ainda, especificamente para filmes de Peter Greenaway e Thierry De Mey. Dirigiu óperas de Bartok, Verdi e Hosokawa. Foi distinguida, quer pelos filmes, quer pelas coreografias, com prémios internacionais no Japão, Reino Unido, Bósnia-Herzegovina, Itália, França, Grécia e Bélgica. O Governo Francês atribuiu-lhe os graus de Oficial e de Comendadora, ambos da Ordem das Artes e das Letras. Em 1998, cria para a Companhia Nacional de Bailado, The Lisbon Piece, a única obra que até à data coreografou para uma companhia que não dirige. Anne Teresa de Keersmaeker foi a Artista na Cidade Lisboa 2012, bienal que a homenageou com uma programação que envolveu o alkantara festival, o Centro Cultural de Belém, a Companhia Nacional de Bailado, a Culturgest, a EGEAC, o Festival Temps d’Images, a Fundação Calouste Gulbenkian, o Teatro Maria Matos e o Teatro São Luiz.

 

    Fonte: TMG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:02

Companhia Nacional de Bailado no TMG

por Correio da Guarda, em 20.10.13

 

     O Teatro Municipal da Guarda vai apresentar, no próximo sábado, 26 de Outubro, a Companhia Nacional de Bailado que repõe três peças da bailarina e coreógrafa belga Anne Teresa De Kersmaeker.

     Este espectáculo terá lugar no Grande Auditório do TMG, a partir das 21h30.

     Este programa de Anne Teresa De Keersmaeker é composto por três obras fundamentais do seu repertório: “L’après-midi d’un Faune” de Debussy, “Grosse Fuge” de Beethoven e “Noite Transfigurada” de Schoenberg. A relação da coreógrafa com a música, que lhe valeu o título de “chorégraphe musicienne”, está bem patente nesta selecção inédita de peças que a Companhia Nacional de Bailado vai interpretar.

     Anne Teresa De Keersmaeker é uma proeminente coreógrafa belga, actualmente considerada por muitos a maior figura da coreografia a nível mundial.     Realizou os estudos de dança na escola MUDRA, fundada em Bruxelas, por Maurice Bejart, e na Tisch School of the Arts, em Nova Iorque. Possui o doutoramento honoris causa atribuído pela Universidade Flamenga de Bruxelas.

     Autora de mais de quatro dezenas de obras coreográficas, em 1983 fundou a companhia Rosas que nove anos mais tarde se torna Companhia residente da Ópera Nacional La Monnaie, em Bruxelas. Tem sido frequentemente convidada a apresentar criações em parceria com prestigiadas programações como a dos festivais de Avignon, Holland Dance, ou de salas como a Brooklyn Academy of Music.

     Anne Teresa coreografou, ainda, especificamente para filmes de Peter Greenaway e Thierry De Mey. Dirigiu óperas de Bartok, Verdi e Hosokawa. Foi distinguida, quer pelos filmes, quer pelas coreografias, com prémios internacionais no Japão, Reino Unido, Bósnia-Herzegovina, Itália, França, Grécia e Bélgica. O Governo Francês atribuiu-lhe os graus de Oficial e de Comendadora, ambos da Ordem das Artes e das Letras. Em 1998, cria para a Companhia Nacional de Bailado, The Lisbon Piece, a única obra que até à data coreografou para uma companhia que não dirige. Anne Teresa de Keersmaeker foi a Artista na Cidade Lisboa 2012, bienal que a homenageou com uma programação que envolveu o alkantara festival, o Centro Cultural de Belém, a Companhia Nacional de Bailado, a Culturgest, a EGEAC, o Festival Temps d’Images, a Fundação Calouste Gulbenkian, o Teatro Maria Matos e o Teatro São Luiz.

 

    Fonte: TMG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42

Companhia Nacional de Bailado na Guarda

por Correio da Guarda, em 19.06.12

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:40

Corella Ballet actua no Teatro Municipal da Guarda

por Correio da Guarda, em 18.09.10

 

     O espectáculo da companhia espanhola Corella Ballet é a excelente  proposta do Teatro Municipal da Guarda para hoje.

     O Corella Ballet, a única companhia de Espanha no que diz respeito ao bailado clássico em, vai apresentar no TMG as coreografias Raymonda, For Four, Soleá e DGV.

     Ángel Corella, director artístico desta companhia de bailado, foi bailarino principal do American Ballet Theater de Nova Iorque e integrou o prestigiado espectáculo internacional “Kings of the Dance”.

     Considerado uma celebridade internacional, Ángel Corella foi distinguido com o Prémio Benois de la Dance (o “Óscar” na área da dança),

     O Corella Ballet especializou-se em ballet clássico e instalou-se em Castilla y León.

     O espectáculo terá lugar no Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda, a partir das 21h30. A não perder!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:03

Bailado na Guarda

por Correio da Guarda, em 23.12.08

 

No Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda (TMG) será apresentado no próximo dia 3 de Janeiro, pelas 21h30, o espectáculo de bailado “O Lago dos Cisnes”.
Trata-se de uma nova versão coreográfica do Ballet Estatal Russo de Rostov do clássico que encanta plateias há décadas, “O Lago dos Cisnes”, de Marius Petipa e Lev Ivanov, com a música de de Piotr Illich Tchaikovsky.
A obra original teve estreia no Teatro Maryinsky de São Petersburgo a 8 de Fevereiro de 1885, com Pierina Legnani no papel duplo de Odette-Odile.
Ballet dramático em quatro actos, “O Lago dos Cisnes” viria a ficar na história como a grande obra coreográfica de Marius Petipa.
Composto por Tchaikovsky em 1876, por encomenda do Teatro Bolshoi de Moscovo, “O Lago dos Cisnes”, notabilizou-se pela sua beleza musical. Inspirado numa antiga lenda alemã, em que o mundo tridimensional se cruza com um mundo mágico e místico, “O Lago dos Cisnes” conta a história de Odette, uma princesa transformada em cisne pela acção perversa de um feiticeiro.
Após uma difícil luta entre o poderoso e cruel Von Rothbart, e o Príncipe Siegfried, Odette é finalmente resgatada pelo amor do príncipe.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:26

Bailado, Música, Teatro e Concerto Inédito

por Correio da Guarda, em 17.12.08

 

No Teatro Municipal da Guarda vai ser apresentado no próximo dia 3 de Janeiro de 2009 o bailado clássico “O Lago dos Cines” de Tchaikovsky, Ballet Estatal Russo de Rostov.
De acordo com a agenda de espectáculos, apresentada pelo Director do TMG, os primeiros meses do ano vão ainda contar com o concerto do Mississipi Gospel Choir que contará com a participação especial dos Woods Brothers, nomeados em 2008 para os prémios Grammy, a 8 de Janeiro.
Destaque ainda para o espectáculo da cantora pop portuguesa Susana Félix, que apresenta a 31 de Janeiro o espectáculo “Pulsação”.
Em Fevereiro regressa o InBlues – Festival de Blues da Guarda, que conta no cartaz com o one-man-band francês Benjamin Tehoval, no dia 5; com o projecto inglês Sons of the Delta, da dupla Mark Cole e Rick Edwards, no dia 20; com o projecto português Nobody’s Bizness que revisita clássicos dos Blues como Bessie Smith e Muddy Waters, no dia 26; e com o virtuoso inglês, especialista em harmónica, Honeyboy Hickling, um compositor, cantor e escritor de canções com uma respeitada carreira internacional no mundo dos Blues e que se faz acompanhar no TMG por Bob Wilson, Tony Baylis e Tony Stuart, no dia 27.
Ainda em Fevereiro, destaque para a Canadiana Tanya Tagaq, que actua no dia 13. A throat singer, defensora do canto tradicional dos esquimós, o Inuit Vocal Game, regressa à casa portuguesa onde se estreou, o TMG, para apresentar o último disco “Auk/Blood”.
A 14 de Fevereiro, uma outra voz feminina se faz ouvir no TMG. A espanhola Buika, artista revelação da chamada Música do Mundo, apresenta “Niña de Fuego”, o último disco. Buika tem raízes guineenses e cresceu no seio de famílias ciganas. A sua voz quente mistura com toda a naturalidade o flamenco, o soul, o jazz e o hip-hop.
Fevereiro termina com aquela que quis ser a pior banda de todos os tempos, mas que fracassou: Ena Pá 2000, liderados pelo carismático Lello Minsk, actuam a 28 de Fevereiro.
Em Março, no dia 13, Paulo de Carvalho apresenta o último disco, “Do Amor”.
E no dia 27 de Março, vindo directamente da Noruega, o TMG apresenta em exclusivo e numa estreia absoluta em Portugal, Terje Isungset que apresenta o gélido e inovador “Ice Concert”. Um espectáculo onde os instrumentos são de gelo e que conta com a participação da cantora Lena Nymark. Numa espécie de Tributo à Natureza, este espectáculo terá uma segunda parte, onde o músico norueguês recorre também ao uso de vários elementos da natureza como a madeira, as pedras ou as folhas, para a sua composição musical.
Mas nem só de música se faz a programação dos três primeiros meses de 2009. O TMG inicia em Janeiro a iniciativa “Famílias ao Teatro”. Um Sábado por mês, o TMG promove espectáculos dirigidos especialmente ao público familiar, em matinés que neste trimestre ficam marcadas pelo teatro. A 17 de Janeiro a companhia Magia e Fantasia apresenta “Peter Pan”, a 7 de Fevereiro o espectáculo sugerido é o musical “Carochinha apresenta um concerto no ervilhal”, e a 7 de Março é a Companhia do Chapitô, que apresenta o espectáculo “Agora eu era”.
Ainda na área do Teatro, destaques para “VLCD!” do Teatro Meridional, no dia 24 de Janeiro, “Hotel de Província” do Teatro das Beiras, no dia 6 de Fevereiro e “Mamã”!?” do Peripécia Teatro, no dia 6 de Março. Ainda em Março estreia a nova peça da estrutura de produção teatral do TMG. O Projéc~ apresenta “Querido Monstro” de Javier Tomeo, numa encenação de José Neves, nos dias 18, 19 e 20. Para ver ainda nesse mês, “A Verdadeira Treta”, com António Feio e José Pedro Gomes, num regresso àquilo que apelidam de “filosofia do disparate”, no dia 21.
Nas artes plásticas, o TMG recebe duas exposições este trimestre. Entre 17 de Janeiro e 8 de Março, a Galeria de Arte expõe “Passos Perdidos – tecelagem, escultura, desenho e instalação”, da autoria de José Teixeira, num trabalho concebido especialmente para o espaço do TMG. E entre 21 de Março e 17 de Maio, o TMG apresenta na Galeria de Arte “João Cutileiro: Mitos e Revisitações”, exposição onde o Mestre parte de alguns mitos clássicos em Boticelli, Boucher e Ingres, para recriar essas imagens através de uma constante e repetida prática do desenho que, por vezes, saltou do papel para a gravação na pedra, tornando-se mais próxima da matriz escultórica. Esta exposição é comissariada por Joaquim Oliveira Caetano.
Paralelamente, o TMG promove, através do seu Serviço Educativo, dezenas de acções nas mais distintas áreas que vão da formação às artes plásticas e ao cinema. Neste trimestre o destaque vai para o ciclo “Pedagogia Waldorf – A Arte de Educar”, que conta com oficinas, conferências e teatro de marionetas.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:53


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +