Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Dia Mundial do Cérebro

por Correio da Guarda, em 22.07.21

cerebro.jpg

Foto: DR

 

O Dia Mundial do Cérebro, uma iniciativa da Federação Mundial de Neurologia, comemora-se anualmente no dia 22 de Julho.

Este ano é dedicado a Esclerose Múltipla, doença inflamatória do sistema nervoso central, que afeta mais de 2.8 milhões de pessoas a nível mundial. O contributo dos fatores de risco cerebrovascular no prognóstico da esclerose múltipla vem sendo progressivamente demonstrado.

Tal como para a prevenção primária ou secundária do AVC, o tratamento adequado da hipertensão arterial, diabetes, a redução do peso, o exercício físico adequado e a cessação tabágica são de importância determinante para os doentes com esclerose múltipla. Um bom controlo destes fatores de risco está associado a redução da inflamação e da ocorrência de surtos ou agudizações nos doentes com esclerose múltipla.

Contudo, importa realçar que, independentemente da presença dos tradicionais fatores de risco vascular, em indivíduos com mais de 40 anos, a esclerose múltipla está associada a um risco maior de ocorrência do AVC. Numa meta-análise de 9 estudos com cerca de 380 mil participantes, concluiu-se que em comparação com adultos do mesmo grupo etário, os doentes com esclerose múltipla tinham pelo menos o dobro do risco de sofrer um AVC num ano.

Assim, sendo verdade que a promoção de estilos de vida saudáveis é uma arma universal para promoção da saúde do cérebro, pelo crescente aumento da sobrevida em qualidade dos doentes com esclerose múltipla, é fundamental uma atenção maior na prevenção primária de complicações vasculares, com particular enfase no AVC.

Entre outros, os doentes com esclerose múltipla devem avaliar regularmente a sua tensão arterial, ter pelo menos 150 minutos de atividade física moderada semanal, adotar uma alimentação equilibrada e, quando indicado, cumprir com o tratamento da hipertensão, diabetes ou dislipidémia. O cérebro agradece, contribui para o controlo da esclerose múltipla e ajuda a prevenir o AVC.

 

Hipólito Nzwalo

(Membro da Comissão Científica da Sociedade Portuguesa de AVC)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

AVC e Enfarte. Como distinguir e prevenir.

por Correio da Guarda, em 06.04.21

 

“AVC e Enfarte. Como distinguir e prevenir!” é o tema do webinar que terá lugar amanhã, dia 7 de abril, entre as 14h00 e as 15h00, organizado pela A Portugal AVC – União de Sobreviventes, Familiares e Amigos, a Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) e o Núcleo de Estudos da Doença Vascular Cerebral da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI).

Cartaz.png

A iniciativa surge no âmbito do Dia Mundial da Saúde, que se assinala a 7 de abril, com o objetivo de consciencializar a população para as diferenças e semelhanças entre o AVC e o Enfarte, duas das principais doenças responsáveis pelo elevado número de mortes, no nosso país. 

“Com cerca de 25 mil episódios de internamento por ano, o AVC é a maior causa de incapacidade no nosso país. Pode atingir qualquer pessoa, independentemente do género ou da idade, deixando múltiplas sequelas físicas e motoras, sendo estas as mais visíveis. Contudo, também perduram as consequências na capacidade de comunicação, no campo cognitivo, psicológico, de visão, entre outros”, acrescenta Ana Paiva Nunes, vice-presidente da Portugal AVC, coordenadora da Unidade Cerebrovascular do Hospital S. José, e coordenadora adjunta do Núcleo de Estudos da Doença Vascular Cerebral da SPMI.

João Brum Silveira, presidente da APIC e responsável pelo Laboratório de Hemodinâmica do Hospital de Santo António - Centro Hospitalar Universitário do Porto, explica que “o AVC (no cérebro) e o Enfarte Agudo do Miocárdio (no coração) estão associados a episódios vasculares, o que significa que envolvem os vasos sanguíneos e as artérias, em particular.  Contudo, é fundamental que as pessoas compreendam que os sintomas e os fatores de risco até podem ser semelhantes, mas são dois problemas médicos distintos. Com esta iniciativa, esperamos contribuir para a prevenção destas duas doenças, bem como para a redução das suas consequências.”

No caso do enfarte, que ocorre quando uma das artérias que transporta oxigénio e nutrientes ao coração fica obstruída, as pessoas devem estar atentas a sintomas como dor no peito, suores, náuseas, vómitos, falta de ar e ansiedade. Já no caso do AVC, que ocorre quando uma das artérias que transporta oxigénio e nutrientes ao cérebro fica obstruída (AVC isquémico) ou quando uma artéria do cérebro rompe (AVC hemorrágico), a pessoa pode sentir a face ficar assimétrica de uma forma súbita, parecendo um “canto da boca” ou uma das pálpebras estarem descaídas; falta de força num braço ou numa perna subitamente; fala estranha ou incompreensível; perda súbita de visão, de um ou de ambos os olhos, e forte dor de cabeça, sem causa aparente.

Esta iniciativa irá promover uma conversa informal entre os profissionais de saúde, os testemunhos de sobreviventes de AVC e Enfarte e os participantes. A participação nesta iniciativa é gratuita, mediante inscrição aqui.

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

V Jornadas Nacionais sobre Tecnologia e Saúde

por Correio da Guarda, em 20.04.12

 

 

     No Auditório dos Serviços Centrais do Instituto Politécnico da Guarda vão realizar-se na próxima sexta-feira, dia 27 de Abril as V Jornadas Nacionais sobre Tecnologia e Saúde, promovidas pelo IPG.

     “Desenvolvimento e validação clínica de um dispositivo vibratório inteligente de uso ambulatório na reabilitação de doentes com AVC”, “Adaptação de Cor de conteúdos Web para Daltónicos”, “Resistência à implementação de projetos tecnológicos na área da saúde”, “Rastreio do cancro de Pele com Smartphone”, “e-Saúde: Apenas uma conjugação entre Tecnologia & Saúde?! O caso das pessoas mais idosas”, “Impacto das Tecnologias de Apoio em pessoas com AR” “Tecnologia de DNA recombinante, o jogo do “Lego” em produção de anticorpos”, “A importância dos dispositivos médicos nos sistemas de saúde” e “Os Sistemas de Informação Geográfica no planeamento de equipamentos e recursos para a Saúde” são alguns dos temas a apresentar no decorrer destas Jornadas, onde haverá um espaço para apresentação de posters.

     O Instituto Politécnico da Guarda pretende, com estas jornadas, divulgar os mais recentes projetos na área da tecnologia aplicada à saúde e aprofundar o diálogo entre investigadores e profissionais/estruturas de saúde (médicos, enfermeiros, técnicos, profissionais e estudantes das áreas da saúde e da tecnologia).

    Incrementar a interação entre ensino superior e as empresas vocacionadas para as áreas subjacentes a este evento é outro dos objetivos desta iniciativa, que vai na quinta edição.

     Inscrições "on line" em: http://www.ipg.pt/tecnologia-saude2012/inscricoes.asp

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:17

Encontro interdisciplinar sobre Tecnologia e Saúde

por Correio da Guarda, em 05.04.10

    

     Organizadas pelo Instituto Politécnico da Guarda vão decorrer nesta cidade, no dia 30 de Abril, as III Jornadas sobre Tecnologia e Saúde.

     “Avaliação e predição de risco e estado cardiovascularé um dos temas a abordar, por Jorge Oliveira Henriques (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra), no decorrer desta iniciativa que vais juntar conferencistas de vários pontos e instituições do país.

     Durante o período da manhã falar-se-á dos “Riscos para a saúde humana da exposição ambiental ao Radão – Projecto SOS Radão Guarda”, através de uma comunicação a apresentar por Alina Louro (ESAA e Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas, Lisboa) enquanto Albertino Chaves (Unidade Local de Saúde da Guarda) intervirá com o tema “Ecografia 3D em Obstetrícia”.

     Catarina Pereira (Pulsoft, Coimbra) terá a seu cargo uma comunicação subordinada ao tema “Look4MyHealth – Plataforma de Monitorização de Sinais Vitais”, antecedendo a apresentação “Micro-fabricação de dispositivos para aplicações biomédicas”, por Fernando Cruz (Escola Superior de Tecnologia de Setúbal).

     “Nanotecnologia na saúde: os nanotubos” será o tema da comunicação de Jorge Fonseca Trindade (Escola Superior de Tecnologia e Gestão / Instituto Politécnico da Guarda) e Maximiano Ribeiro (Centro de Investigação em Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior) e Paula Coutinho (UDI/IPG), vão falar do “Desenvolvimento de Biomateriais para a Regeneração da Pele”.

Ainda durante a manhã o programa das jornadas inclui uma outra comunicação sobre “Optimização e informação do planeamento de cirurgias electivas”, a proferir por Inês Marques (Centro de Investigação Operacional / Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa).

     No período da tarde os trabalhos recomeçam pelas 14h30 com a apresentação do tema “As Novas Tecnologias ao serviço da Reabilitação Cognitiva de pacientes com lesão cerebral adquirida”, por Artemisa Rocha (Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto / Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar), seguindo-se a intervenção de António Figueira Mendes sobre “TIC no Serviço de Pediatria da Unidade Local de Saúde da Guarda”.

     Gonçalo Pena (Universidade de Coimbra) apresentará uma comunicação intitulada “Hemodinâmica: uma abordagem Matemática”, e depois Judite Neves (INFARMED / Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos da Saúde) dissertará sobre “A importância da discussão regulamentar no desenvolvimento de novos projectos na área da tecnologia da saúde”.

José Martinez de Oliveira (Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior) e Pedro Araújo (UBI) vão falar do  “Desenvolvimento e ensaio de um sistema de medição de longa duração da temperatura corporal central na cavidade vaginal”. 

     “Enquadramento da implementação de sistemas de informação em saúde nos principais referenciais metodológicos”, por Paulo Adriano Teixeira (Instituto Politécnico do Cávado e Ave) e “Tecnologias de Apoio na Atrite Reumatóide: impacto na qualidade de vida”, por Sónia Tavares da Silva, são outras das comunicações agendadas.

 

Tecnologia e Saúde - jornadas na Guarda

     “Telemedicina e suas aplicações”, “As Tecnologias de Informação e de Comunicação na Enfermagem”, “Tecnologia Assistiva”, “Dispositivos Médicos Implantáveis – Dispositivos Médicos de Diagnóstico”, “Sistemas automatizados na Farmácia Hospitalar”, “Do Flutter® ao Cough Assist®”, “Inovação Tecnológica em Cardiologia: PocketECG”, “Tecnologias de Automatização em Farmácia Hospitalar”, “Desenvolvimento de um interface ubíquo de acesso a utilizadores”, “Sistema de Informação Integrada e Modular – Alert®ERP”, “As Tecnologias de Informação e os Adolescentes com perturbações mentais”, “O impacto social das tecnologias de Apoio nos Acidentes Vasculares Cerebrais”, “Células Estaminais: Biotecnologia e Saúde”, “O Sistema Nacional de Vigilância de Dispositivos Médicos”e “O iDOG Guardando Doentes de Alzheimer” constituem alguns dos temas dos “posters” que vão ser apresentados nestas III Jornadas sobre Tecnologia e Saúde.

     Esta iniciativa do Instituto Politécnico da Guarda (IPG), em colaboração com a Escola Superior de Saúde e a Escola Superior de Tecnologia e Gestão, pretende dar a conhecer os mais recentes projectos na área da tecnologia aplicada à saúde e aprofundar o diálogo entre investigadores e profissionais/estruturas de saúde (médicos, enfermeiros, técnicos, profissionais e estudantes das áreas da saúde e da tecnologia).

     No decorrer deste evento, e em termos de divulgação/acompanhamento das várias comunicações, vai funcionar, na área adjacente ao auditório onde vão ter kugar os trabalhos, uma Plataforma de Difusão de Informação através de Bluetooth, promovida pela empresa Care4IT.

     Os participantes nestas Jornadas, que activem o Bluetooth do seu telemóvel, podem receber informações sobre as temáticas em debate, horários das intervenções e outras indicações úteis.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:58


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D

Contacto:

correio.da.guarda@gmail.com