Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



CalaFrio dedica sessão cultural a Vasco Queiroz

por Correio da Guarda, em 30.06.17

 

     A  Associação Cultural CalaFrio vai promover amanhã na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (Guarda), pelas 15h30, a apresentação do seu quarto Caderno e a 20ª sessão do ciclo Contradizer.

     Recorde-se que a edição da coleção dos Cadernos do CalaFrio teve início em Dezembro de 2016 com o lançamento dos dois primeiros números: A porta de Emergência, de Américo Rodrigues, e As historietas de Martim Afonso, de Rogério C. Pires.

    Em Abril deste ano, foi apresentado o número três da colcção: A doença da saúde, de Vasco Queiroz. O quarto Caderno, Correspondências, é da autoria do músico, violetista e investigador na área da performance musical, João Pedro Delgado.

Correspondências constitui uma coleção de memórias poéticas desigualmente simuladas; trata-se, como deu a conhecer a Associação CalaFrio, “de um conjunto de textos que não pretendem mais do que relatar quotidianos possíveis”. O Caderno vai ser apresentado por César Viana, compositor, flautista, diretor de orquestra e musicólogo.

    Após a apresentação do quarto Caderno do CalaFrio segue-se a 20ª sessão do ciclo Contradizer, uma das atividades da associação realizadas regularmente desde 2014. Em cada uma das sessões têm sido promovidas diferentes manifestações de arte – literatura, música, fotografia, cinema –, em diferentes locais da Guarda, mas também noutras localidades do distrito.

Vasco Queiroz - ACSEqueira.jpg

    O Contradizer 20 é uma sessão especial de poesia, música e cinema, dedicada a Vasco Queiroz, ex-presidente da Assembleia Geral do CalaFrio – Associação Cultural, médico e ativista cultural, recentemente desaparecido. Participam nesta sessão Américo Rodrigues, Ana Couto, António José Dias de Almeida, António Ferreira, Armando Neves, César Prata, Daniel Rocha, Élia Fernandes, Ferraz Alçada, Manuel Domingos, Norberto Rodrigues, Odete Ferreira, Otília Silva, Pedro Dias de Almeida, Rogério Pires, Valdemar Santos, entre outros. Está, ainda, prevista a participação de outros intervenientes que nesse dia se quiserem associar a esta sessão.

 

    Sobre a Associação CalaFrio

 

    No início do ano de 2014 nasce, na cidade da Guarda, um grupo informal de teatro, o Teatro do CalaFrio, por iniciativa de agentes culturais com um passado muito intenso na dinamização cultural da cidade. Muitos deles criaram e dinamizaram grupos como o "Aquilo" e "Luzlinar", ao mesmo tempo que ajudaram o movimento associativo do distrito a crescer e a afirmar-se. Em Abril de 2014, o Teatro do CalaFrio estreou no Teatro Municipal da Guarda a sua primeira produção profissional intitulada "Mas era proibido roer os ossos", a partir de textos de Franz Kafka. A peça foi depois apresentada em Castelo Branco, Lisboa e Porto. Estava dado um sinal da orientação do grupo na área do teatro: textos de grande valor literário; encenações e cenografias simples, mas ricas de significações; e interpretações de grande qualidade.

    Além do teatro, o grupo iniciou uma série de actividades, começando com uma sessão dedicada à poesia: "A poesia é o mistério de todas as coisas", na Casa de São Vicente na Guarda; sucedendo-se um ciclo de sessões, dedicadas essencialmente à leitura e à música, realizadas em espaços não convencionais, o ciclo Contradizer.

    Em Março de 2015, o grupo informal transformou-se em CalaFrio - Associação Cultural, com o objetivo de alargar o leque de iniciativas e de chegar a outros públicos, mobilizando mais de uma vintena de sócios fundadores, todos com participação ativa na vida cultural e artística. Seguiram-se, desde então, várias estreias e apresentações de novas produções de teatro: "Empresta-me um revólver até amanhã", com dois textos de Anton Tchekhov (estreada em Abril de 2015); “Bartleby”, baseada em Bartleby, o escrivão: uma história de Wall Street, de Herman Melville (Dezembro de 2015); "Diário de um louco", de Nikolai Gogol (Abril de 2016); “O ingénuo” de Voltaire (Dezembro de 2016); “OssO” de Rui Zink (Maio de 2017). Em Março de 2016, a associação editou a sua primeira obra, Poemas e outros Poemas de Pedro Dias de Almeida. E em Dezembro deu início à colecção “Cadernos do Calafrio”, com a edição dos dois primeiros números: A porta de emergência de Américo Rodrigues e Historietas de Martim Afonso de Rogério C. Pires. Ainda no ano de 2016, estreou o espectáculo "Contos e trovões, rezas e canções", baseado em elementos da cultura popular portuguesa.

    No dia 27 de Agosto de 2016, foi inaugurada a sede da Associação Calafrio, na Rua do Futuro (Antiga Escola Primária do Rio Diz), na Guarda. Em 2017, continuou a promover o ciclo Contradizer e organizou a primeira sessão do ciclo Inquietação, onde se pretende debater questões de cidadania.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +