Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Caminhos Paralelos e Vidas Soltas

por Correio da Guarda, em 14.01.13

 

     Na Galeria de Arte do Paço da Cultura tera lugar no próximo dia 17 de Janeiro, pelas 18 horas, a inauguração das exposições Caminhos paralelos de Adalberto Carvalho e Vidas Soltas de Paula Morais.
     Adalberto Carvalho nasceu na cidade da Guarda, no dia 18 de dezembro de 1965, local onde ainda reside e trabalha. É professor, de Educação Física, exercendo o cargo de Diretor do Agrupamento de Escolas da Área Urbana da Guarda desde 2002.

     Totalmente autodidata, cedo percebeu a paixão que a pintura a óleo lhe despertava, tornando-a o seu hobby favorito pela satisfação e prazer que lhe proporciona a sua execução.

     Paula Morais, nascida a 14 de junho de 1984, é natural da Guarda, onde viveu e estudou até aos dezoito anos. Formou-se em Gestão pela Universidade de Coimbra onde viveu durante cinco anos, terminando a sua licenciatura no Brasil, onde fez um programa de intercâmbio. Apesar das artes nunca terem sido formação base sempre criou objetos para uso pessoal usando as viagens como inspiração. Foi em 2009 que iniciou, como autodidata, o interesse pelo Origami.

     As exposições estarão patentes na Galeria de Arte do Paço da Cultura até dia 9 de março de 2013, de 3ª a Sábado, das 14h00 às 19h00.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:58

Obras de Cesariny na Guarda

por Correio da Guarda, em 05.06.12

 

 

     Na Galeria de Arte de Arte do Teatro Municipal da Guarda está patente, até 29 de Julho, a exposição “Visto a esta luz”, de Mário Cesariny, considerado, por muitos, o expoente máximo do surrealismo na pintura em Portugal.

     Esta exposição é apresentada no âmbito de uma parceria com a Fundação Cupertino de Miranda que assumiu, nos últimos anos de vida deste artista plástico, uma relação de grande proximidade e amizade.

    Nesta exposição (comissariada por António Gonçalves) procura dar-se uma visão global da sua obra no contexto da Colecção da Fundação Cupertino de Miranda.

    Mário Cesariny nasceu em Lisboa em 1923- 2006. Estudou na Escola de Artes Decorativas António Arroio. Estudou também música com Lopes Graça. Posteriormente frequentou o primeiro ano do curso de Arquitectura da ESBAL. Participou nos encontros do “Café Herminius” e aderiu ao Neo-realismo, do qual se vem a desligar em 1946. No ano de 1947 conhece André Breton e é nesse mesmo ano que participa na fundação do “Grupo Surrealista de Lisboa”, do qual se afasta em 1948, vindo a formar um novo grupo “Os Surrealistas”. Com este participa na 1.ª Exposição dos Surrealistas.

    «Ao longo da exposição encontram-se alguns dos seus objectos que adquirem uma particularidade e mesmo uma aura que os retira do sentido do objecto escultórico e do ready-made. Apresentam-se antes com encontros de sentidos muito apurados, enquanto relações poéticas. Resultam de uma abordagem de vivência com o quotidiano e salientam-se pela sua simplicidade. É uma prática constante a dos objectos que vão sendo encontrados, e que Mário Cesariny vai revelando, quer pela articulação que estabelece entre eles, quer pela importância que lhes dá no seu dia-a-dia, quando os remete para o seu espaço particular, em específico o seu quarto e ali os vai mistificando e desmitificando, como se lhes fosse encontrando uma consideração, uma poética», escreve António Gonçalves a propósito desta exposição.

    Esta exposição pode ser visitada de terça à sexta das 16h às 19h e das 21h00 às 23h, aos sábados das 15h às 19h e das 21h00 às 23h e aos domingos das 15h às 19h. A entrada é livre.

 

fonte: TMG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:25

Trabalhos de Roberto Chichorro no TMG

por Correio da Guarda, em 24.03.12

 

     Na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda vai ser inaugurada hoje, pelas 18h00, a exposição “Vivência a cores d’um andarilho”, do pintor moçambicano Roberto Chichorro.

     Este artista plástico, que vai estar presente na sessão inaugural, nasceu em 1941 em Lourenço Marques. Trabalhou como desenhador de publicidade e arquitectura, e como decorador de pavilhões para feiras internacionais em Moçambique.

     Fez cenografias para espectáculos e ilustrou vários livros. Foi bolseiro do Governo Espanhol, em Madrid, para cerâmica (Taller Azul) e zincogravura (Óscar Manezzi) e do Governo Português, vivendo em Portugal desde essa data e dedicando-se exclusivamente à pintura. Participou em várias exposições individuais e colectivas por todo o mundo, desde 1960, sendo um dos mais conceituados pintores africanos da actualidade.

     A exposição ficará patente na Galeria de Arte do TMG até 20 de Maio e poderá ser visitada de terça à sexta das 16h às 19h e das 21h00 às 23h, aos sábados das 15h às 19h e das 21h00 às 23h e aos domingos das 15h às 19h.

     A entrada é livre.

 

      Fonte: TMG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:30

Pintura e Escultura no Paço da Cultura

por Correio da Guarda, em 24.01.12

 

     Na próxima quinta-feira, 26 de Janeiro, pelas 18h00, serão inauguradas, na Galeria do Paço da Cultura da Guarda, as exposições “Um olhar sobre os AFECTOS” (Pintura) de Maria Guia Pimpão e “Guard’ a pedra” (Escultura) de Luís Pinheiro.

     Maria Guia Silveira Amaral M. Pimpão nasceu em Peraboa, Covilhã, em 1945, tendo fixado a sua residência em Coimbra onde frequentou o Círculo de Artes Plásticas, em 1973. Licenciada em Economia pela FEUC, Mestre em Contabilidade e Finanças pela UAL, foi docente do ISCAC até à sua aposentação. Fez alguns cursos livres de pintura e, desde 2007, frequenta a Oficina Livre de Pintura da ÁRVORE - Cooperativa de Actividades Artísticas, no Porto, orientada pelo Mestre Alberto Péssimo.

     Luís Pinheiro trabalha, agora, a tempo inteiro como artesão. O trabalho da pedra e do ferro são hoje o seu ganha-pão. Razões sentimentais trouxeram-no de Inglaterra para Medas, Gondomar. Aí vive junto ao rio Douro. Foi em Medas que se encontrou com a natureza, que sentiu que a pedra fala, já tem expressão. “A vida tinha-me corrido mal e comecei a partir pedra”. E foi como se essa ligação rude com a pedra lhe desvendasse outro caminho, uma nova maneira de encarar a vida e o trabalho. Esculturas em pedra, madeira e ferro retratam animais e aspectos da natureza, segundo o olhar do autor. Na exposição “Guard’ a pedra" é feita uma homenagem ao pastor e ao seu rebanho. Os trabalhos integram a denominada Land Art, uma corrente artística que faz do elemento natural a sua matéria-prima, dando a partir daí largas à imaginação.

     As exposições estarão patentes até dia 10 de Março de 2012 e podem ser visitadas, de terça a sábado, das 14h00 às 19h00.

 

Fonte: NAC

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:56

A memória.Os contos. Os sonhos. No TMG...

por Correio da Guarda, em 18.09.11

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:37

Exposição de Evelina Coelho na Guarda

por Correio da Guarda, em 10.09.11

 

     Na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda (TMG) está patente, até a 30 de Outubro, a exposição de pintura "A Memória. Os Contos. Os Sonhos", de Evelina Coelho.

     Nesta exposição – hoje inaugurada, perante larga assistência – a pintora guardense apresenta obras inspiradas no universo dos contos e histórias infantis.

     “As pinturas agora apresentadas por Evelina remontam a um universo infantil por si só já repleto de fantasia e cor. Os contos são representados de uma forma única, uma vez que traduzidos em imagens conseguem contar toda a história no momento de um olhar. Jonh Tenniel, o famoso ilustrador do livro de Lewis Carrol, provavelmente morreria de inveja ao ver a Alice retratada por Evelina”, escreve Heloisa Paulo na introdução ao catálogo desta exposição.

     Evelina Coelho tem o curso de pintura da Escola de Belas Artes de Lisboa. Realizou mais de cem exposições em Portugal, Espanha, França, Bélgica, Suíça, Alemanha, Canadá e Brasil.

     É “Accademica Corrispondente” e “Cavaliere Ufficiale Accademico” da Academia Internacional de Greci-Marino, na Itália. Foi distinguida na Bélgica pela Fundação Europeia com o grau de Comendadora e Grande Oficial.

    Recebeu várias medalhas e condecorações, figurando no Dicionário de Arte Internacional “Who’s who in International Art”, no “Dicionário de pintores e escultores portugueses, bem como no “Livro de ouro da arte contemporânea em Portugal”, na publicação “Arte no Feminino” e também no livro “O Figurativo nas Artes Plásticas em Portugal no séc. XXI”.

    De recordar que Evelina Coelho está representada em colecções públicas e privadas, em Portugal e no Estrangeiro.

    Esta exposição pode ser visitada de terça a domingo.

    A entrada é livre.

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:36

Evelina Coelho na Galeria de Arte do TMG

por Correio da Guarda, em 04.09.11

 

     Na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda (TMG) vai estar patente, de 10 de Setembro a 30 de Outubro, a exposição de pintura "A Memória. Os Contos. Os Sonhos", de Evelina Coelho.

     Nesta exposição a pintora guardense vai apresentar obras inspiradas no universo dos contos e histórias infantis.

     Evelina Coelho tem o curso de pintura da Escola de Belas Artes de Lisboa. Realizou mais de cem exposições em Portugal, Espanha, França, Bélgica, Suíça, Alemanha, Canadá e Brasil.

    É “Accademica Corrispondente” e “Cavaliere Ufficiale Accademico” da Academia Internacional de Greci-Marino, na Itália. Foi distinguida na Bélgica pela Fundação Europeia com o grau de Comendadora e Grande Oficial.

     Recebeu várias medalhas e condecorações, figurando no Dicionário de Arte Internacional “Who’s who in International Art”, no “Dicionário de pintores e escultores portugueses, bem como no “Livro de ouro da arte contemporânea em Portugal”, na publicação “Arte no Feminino” e também no livro “O Figurativo nas Artes Plásticas em Portugal no séc. XXI”.

    De recordar que Evelina Coelho está representada em colecções públicas e privadas, em Portugal e no Estrangeiro.

    A inauguração desta exposição, que pode ser visitada de terça a domingo (com entrada é livre), terá lugar no próximo sábado, 10 de Setembro, pelas 18 horas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:06

Pintura de Luis Gonçalves na Galeria do TMG

por Correio da Guarda, em 14.01.10

 

Na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda vai estar patente de 16 de Janeiro a 14 de Março uma exposição de pintura de Luis Gonçalves.
Nascido em 1936 na Guarda, Luis Gonçalves fez nesta cidade os seus estudos e aqui concluiu o curso do Magistério Primário.
A sua primeira exposição ocorreu em 1954, incidindo os seus trabalhos na aguarela e na caricatura. Com a mudança de residência para Lisboa, a partir de 1957, fez o curso complementar de pintura na ESBAL e foi para Itália como bolseiro da Fundação Gulbenkian.
Em Florença cursou o Magistério Profissional de Arte e frequentou curso de arte Bizantina em Ravena; por essa altura alguns dos seus trabalhos foram expostos no Centro de Encontro para Estrangeiros no Palácio Strozzi, Florença.
Este pintor guardense foi distinguido com os prémios Roque Gameiro, Domingos Sequeira, Júlio Mardel, entre outros.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:52

Retrato de Família

por Correio da Guarda, em 02.11.09

 

“Retrato de Família” é o título da exposição que está patente até 29 de Novembro no Museu da Guarda, no âmbito das comemorações do 120º aniversário do nascimento do pintor Abel Manta.
Esta exposição reúne não só obras suas mas também da mulher, Clementina Carneiro de Moura, do filho, João Abel Manta, e da neta, Isabel Manta.
Abel Manta nasceu em Gouveia em 12 de Outubro de 1888 e morreu em Lisboa em 1982, tendo concluído em 1915 o curso de Pintura da Escola de Belas Artes de Lisboa.
Durante seis anos viveu em Paris, onde frequentou também um curso de Gravura, tendo viajado então pela Europa e visitado países como Itália, cuja pintura renascentista o interessou particularmente. Pintor paisagista e retratista, os seus auto-retratos e retratos (como os de Aquilino Ribeiro, Paiva Couceiro e Bento de Jesus Caraça) são caracterizados por uma forte densidade expressiva.
Esta exposição, organizada pela Câmara Municipal de Gouveia/Museu Municipal de Arte Moderna Abel Manta poderá ser visitada no horário normal do museu de terça a domingo, das 10H00 às 12H30 e das 14H00 às 17H30. A entrada é gratuita.
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:46

"Encontro" com Malangatana

por Correio da Guarda, em 25.10.09

 

Na Galeria de Arte do TMG continua patente até ao próximo dia 1 de Novembro a exposição “Encontro”, da autoria do artista plástico moçambicano Malangatana.
A mostra é composta por um conjunto de telas e desenhos de diferentes épocas e que «reflectem a expressão da essência de uma realidade interior e expressão plástica do espírito universal do pintor».
Considerado um dos mais conceituados pintores africanos da actualidade, Malangatana Valente Ngwenya nasceu em Matalana (Moçambique), em 1936, estando representado em museus, galerias e colecções particulares em todo o Mundo.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:30


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +


Referenciar citações

Protected by Copyscape Website Copyright Protection