Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


"Sons of the Delta" no TMG

por Correio da Guarda, em 20.02.09

 

No TMG prossegue hoje, com uma estreia nacional, o Inblues – Festival de Blues da Guarda.
Ao palco do Pequeno Auditório do TMG vão subir, pelas 21h30, os britânicos Mark Cole e Rick Edwards, da dupla Sons of the Delta, que praticam blues com uma mistura electro-acústica, baseados nos sons e ritmos tocados nos cafés e nas ruas das cidades junto ao delta do rio Mississipi (EUA), berço deste género musical.
De referir que os músicos desta dupla já colaboraram com grupos e artistas lendários dos blues como Dr. Feelgood, Roy Wood, Steve Gibbons, Alvin Lee, Chicken Shack, Edddie C. Campbell ou ainda os Mississippi Fred Mcdowell, Arthur “Big Boy” Crudup, Boz Scaggs e Connie Lush.
O álbum de estreia da dupla inglesa, editado em 2004, “One for the road”, deu o mote para uma longa e proveitosa viagem que os levou em digressão pelo sul dos EUA.
Graças a essa viagem pelo berço dos blues nasceu o segundo trabalho discográfico, “Made in Mississippi”. Trata-se de um disco onde são audíveis as verdadeiras raízes dos blues com claras evocações ao trabalho dos blues men Muddy Waters, John Lee Hooker e R. L. Burnside.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:18

Festival de Blues da Guarda

por Correio da Guarda, em 04.02.09

 

Benjamin Tehoval  vai abrir amanhã, 5 de Fevereiro, a terceira edição do InBlues - Festival de Blues da Guarda, no Café Concerto do TMG.
De Robert Johnson a Chuck Berry, o repertório deste músico é vasto e inclui algumas composições originais.
 Paralelamente à sua carreira no mundo dos Blues, Benjamin Tehoval mantém colaborações em vários projectos musicais que vão do Jazz ao Rock, como Nancy Jazz Compulsion ou L'Echo des Bananes.
Benjamin Tehoval iniciou-se no mundo da música aos 13 anos; por influência de amigos começou a estudar guitarra.
Vivendo em Estrasburgo, Tehoval viaja com frequência até Paris e foi numa destas viagens relâmpago que, um dia no bairro de Saint Michel, assistiu a um concerto de a Cyril Lefevre e ouviu-o cantar canções como "Cocaine Blues" e "San Francisco Bay Blues" interpretadas com uma guitarra de doze cordas.
Nesta época Cyril Lefevre tocava em todos os palcos que podia: no metro, em teatros, ou em bares e Tehoval seguiu-o para todo o lado, acabando por adquirir uma guitarra de doze cordas e um disco de Leadbelly.
 Assim, começou a definir o seu estilo musical, compaginando o estudo da guitarra com outros trabalhos que lhe vão surgindo.
Durante cinco anos tocou músicas de Bob Dylan e dos Rolling Stones num grupo de Estrasburgo e no qual o acompanhavam Christian Dingler no piano, Etien Lavy no baixo e o irmão deste na bateria.
Depois decidiu aprender mais sobre guitarra e viajou até Marrocos; mais tarde, entre 1970 e 1975, percorreu o Afeganistão, Índia, China, Tailândia e Filipinas, onde incrementou a sua bagagem musical. De regresso a Estrasburgo, decidiu converter-se num one man band cantando e tocando, ao mesmo tempo, guitarra, harmónica e percussão.
O seu primeiro disco, “One man blues band”, definiu desde logo a sua linha musical, assim como o segundo, intitulado “Benjamin Tehoval”.
No terceiro e último disco editado até à data, intitulado “The Southern Sessions”, o músico francês conta com a colaboração de John Denton no piano, Lou Lewis na harmónica e Wilko Johnson na guitarra em algumas das canções.
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:47

Festival de Blues na Guarda

por Correio da Guarda, em 21.01.09

 

De 5 a 27 de Fevereiro decorrerá na Guarda o InBlues – Festival de Blues da Guarda.
Em 2009 o InBlues conta com três estreias absolutas no nosso país: o francês Benjamin Tehoval, e os ingleses Sons of the Delta e Honeyboy Hickling.
A terceira edição do festival arranca com o one-man-band francês Benjamin Tehoval, no dia 5. Benjamin Tehoval é branco e nasceu em Estrasburgo mas canta Blues com todo o “feeling” dos negros. De Robert Johnson a Chuck Berry, o reportório deste músico é vasto e inclui também algumas composições originais. Paralelamente à sua carreira no mundo dos Blues, Benjamin Tehoval mantém colaborações em vários projectos musicais que vão do Jazz ao Rock, como Nancy Jazz Compulsion ou L'Echo des Bananes.
O festival prossegue no dia 20 com o projecto inglês Sons of the Delta, da dupla Mark Cole e Rick Edwards. Sons of Delta praticam Blues com uma mistura electro-acústica, baseados na música tocada nos cafés e nas ruas das localidades junto ao delta do rio Mississipi (EUA), berço deste género musical. O álbum de estreia desta dupla inglesa, datado de 2004, intitula-se “One for the road”. O segundo disco nasceu de uma digressão pelo sul dos EUA, intitula-se “Made in Mississippi”, um trabalho com sabor a Muddy Waters e também com claras evocações a John Lee Hooker. É este segundo trabalho que vêm apresentar.
O cartaz do festival conta ainda com uma presença portuguesa, no dia 26, do projecto Nobody’s Bizness que revisita clássicos dos Blues como Bessie Smith e Muddy Waters. Trata-se uma formação de blues acústico da zona de Lisboa. No repertório da banda regressa-se às raízes da música-mãe do jazz, ao blues rural, cru e acústico do início do século, retirando da História nomes menos conhecidos, mas nem por isso menos importantes, numa tentativa de recolher do fundo do Delta do Mississippi os personagens que deram vida ao blues tal como o conhecemos hoje.
O Inblues encerra com o virtuoso inglês Honeyboy Hickling, no dia 27. Especialista em harmónica, Honeyboy Hickling é um compositor, cantor e escritor de canções com uma respeitada carreira internacional no mundo dos Blues, e que se faz acompanhar no TMG por Bob Wilson, Tony Baylis e Tony Stuart. Hickling trabalhou com Steve Marriott, gravou com Bo Diddley e integrou o projecto de Anthony Thistlethwaites (ex- Waterboys) ‘Blue Stars’.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:58

Bailado, Música, Teatro e Concerto Inédito

por Correio da Guarda, em 17.12.08

 

No Teatro Municipal da Guarda vai ser apresentado no próximo dia 3 de Janeiro de 2009 o bailado clássico “O Lago dos Cines” de Tchaikovsky, Ballet Estatal Russo de Rostov.
De acordo com a agenda de espectáculos, apresentada pelo Director do TMG, os primeiros meses do ano vão ainda contar com o concerto do Mississipi Gospel Choir que contará com a participação especial dos Woods Brothers, nomeados em 2008 para os prémios Grammy, a 8 de Janeiro.
Destaque ainda para o espectáculo da cantora pop portuguesa Susana Félix, que apresenta a 31 de Janeiro o espectáculo “Pulsação”.
Em Fevereiro regressa o InBlues – Festival de Blues da Guarda, que conta no cartaz com o one-man-band francês Benjamin Tehoval, no dia 5; com o projecto inglês Sons of the Delta, da dupla Mark Cole e Rick Edwards, no dia 20; com o projecto português Nobody’s Bizness que revisita clássicos dos Blues como Bessie Smith e Muddy Waters, no dia 26; e com o virtuoso inglês, especialista em harmónica, Honeyboy Hickling, um compositor, cantor e escritor de canções com uma respeitada carreira internacional no mundo dos Blues e que se faz acompanhar no TMG por Bob Wilson, Tony Baylis e Tony Stuart, no dia 27.
Ainda em Fevereiro, destaque para a Canadiana Tanya Tagaq, que actua no dia 13. A throat singer, defensora do canto tradicional dos esquimós, o Inuit Vocal Game, regressa à casa portuguesa onde se estreou, o TMG, para apresentar o último disco “Auk/Blood”.
A 14 de Fevereiro, uma outra voz feminina se faz ouvir no TMG. A espanhola Buika, artista revelação da chamada Música do Mundo, apresenta “Niña de Fuego”, o último disco. Buika tem raízes guineenses e cresceu no seio de famílias ciganas. A sua voz quente mistura com toda a naturalidade o flamenco, o soul, o jazz e o hip-hop.
Fevereiro termina com aquela que quis ser a pior banda de todos os tempos, mas que fracassou: Ena Pá 2000, liderados pelo carismático Lello Minsk, actuam a 28 de Fevereiro.
Em Março, no dia 13, Paulo de Carvalho apresenta o último disco, “Do Amor”.
E no dia 27 de Março, vindo directamente da Noruega, o TMG apresenta em exclusivo e numa estreia absoluta em Portugal, Terje Isungset que apresenta o gélido e inovador “Ice Concert”. Um espectáculo onde os instrumentos são de gelo e que conta com a participação da cantora Lena Nymark. Numa espécie de Tributo à Natureza, este espectáculo terá uma segunda parte, onde o músico norueguês recorre também ao uso de vários elementos da natureza como a madeira, as pedras ou as folhas, para a sua composição musical.
Mas nem só de música se faz a programação dos três primeiros meses de 2009. O TMG inicia em Janeiro a iniciativa “Famílias ao Teatro”. Um Sábado por mês, o TMG promove espectáculos dirigidos especialmente ao público familiar, em matinés que neste trimestre ficam marcadas pelo teatro. A 17 de Janeiro a companhia Magia e Fantasia apresenta “Peter Pan”, a 7 de Fevereiro o espectáculo sugerido é o musical “Carochinha apresenta um concerto no ervilhal”, e a 7 de Março é a Companhia do Chapitô, que apresenta o espectáculo “Agora eu era”.
Ainda na área do Teatro, destaques para “VLCD!” do Teatro Meridional, no dia 24 de Janeiro, “Hotel de Província” do Teatro das Beiras, no dia 6 de Fevereiro e “Mamã”!?” do Peripécia Teatro, no dia 6 de Março. Ainda em Março estreia a nova peça da estrutura de produção teatral do TMG. O Projéc~ apresenta “Querido Monstro” de Javier Tomeo, numa encenação de José Neves, nos dias 18, 19 e 20. Para ver ainda nesse mês, “A Verdadeira Treta”, com António Feio e José Pedro Gomes, num regresso àquilo que apelidam de “filosofia do disparate”, no dia 21.
Nas artes plásticas, o TMG recebe duas exposições este trimestre. Entre 17 de Janeiro e 8 de Março, a Galeria de Arte expõe “Passos Perdidos – tecelagem, escultura, desenho e instalação”, da autoria de José Teixeira, num trabalho concebido especialmente para o espaço do TMG. E entre 21 de Março e 17 de Maio, o TMG apresenta na Galeria de Arte “João Cutileiro: Mitos e Revisitações”, exposição onde o Mestre parte de alguns mitos clássicos em Boticelli, Boucher e Ingres, para recriar essas imagens através de uma constante e repetida prática do desenho que, por vezes, saltou do papel para a gravação na pedra, tornando-se mais próxima da matriz escultórica. Esta exposição é comissariada por Joaquim Oliveira Caetano.
Paralelamente, o TMG promove, através do seu Serviço Educativo, dezenas de acções nas mais distintas áreas que vão da formação às artes plásticas e ao cinema. Neste trimestre o destaque vai para o ciclo “Pedagogia Waldorf – A Arte de Educar”, que conta com oficinas, conferências e teatro de marionetas.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:53


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com