Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Identidade perdida...

por Correio da Guarda, em 18.12.08

 

 

     A expansão urbanística da cidade da Guarda, nos últimos anos, é um facto incontestável. A questão que, nas mais variadas ocasiões, tem suscitado críticas e interrogações, diz respeito, fundamentalmente, à forma como decorreu esse crescimento.
     Aspectos sobre os quais muito já foi dito e escrito, dispensando-nos, nestas breves anotações, de discorrer acerca do tema. Contudo, atendendo às transformações operadas no quotidiano e aos projectos que vão sendo delineados, será oportuno reflectir acerca dos registos feitos sobre a evolução da própria cidade.
     É que, se em tantos casos, a celeridade de processos decorrentes dos interesses imobiliários – e do injustificável descuido das entidades responsáveis – conduziu à destruição de múltiplos vestígios da história citadina, irremediavelmente sepultados sobre o betão (veja-se o que aconteceu na zona dos Castelos Velhos), noutros ainda há, pelo menos, a possibilidade de ser efectuado (quando for caso disso) um cuidadoso levantamento fotográfico. Isto de forma a permitir, aos interessados, o estudo das fases de expansão urbanística operadas na cidade, e outrossim ocorridas nalguns dos edifícios, ruas ou zonas mais significativas de períodos marcantes do século passado.
     Se, actualmente, para muitos dos habitantes da Guarda já se torna difícil o confronto com o perfil urbano e arquitectónico de há décadas atrás, o que acontecerá com as novas gerações?
     Aliás, as sucessivas alterações toponímicas, nem sempre – ou quase nunca – acompanhadas pelas adequadas indicações, acentuam as dificuldades de quantos pretendem iniciar estudos relativos à evolução urbana da nossa cidade. Ainda que uma outra obra possa servir de referência, haverá, por certo, óbices incontornáveis.
     Assim, o trabalho de registo atrás referenciado, revestir-se-á de grande interesse e utilidade para novos estudos, que se desejam, sobre a Guarda; este é um daqueles desafios que não podem ter uma resposta demorada, sob o risco de muitas imagens se perderem com o desaparecimento das memórias individuais.
     Entretanto, é de realçar o recente trabalho A Guarda em Postal Ilustrado de 1901 a 1970”, que, como o CG noticiou, foi apresentado na passada semana.
     Uma edição que nos conduz a diversas memórias, nomeadamente ao antigo Sanatório, aos encantos da neve na Guarda, à Praça Luis de Camões, à Sé Catedral e a imagens emblemáticas da cidade, no período a que dizem respeito.
     E é bom que se olhe, com atenção, para muitos dos postais ali apresentados que nos desafiam a reflectir sobre a desfiguração da identidade urbanística de uma cidade…da nossa cidade!
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:57


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +