Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ángel Campos Pámpano

por Correio da Guarda, em 26.11.08

 

O poeta Ángel Campos Pámpano, vencedor da edição de 2008 do Prémio Eduardo Lourenço faleceu ontem, vítima de complicações pós-cirúrgicas, no Hospital Universitário Infanta Cristina, em Badajoz.
Apesar desta ocorrência, a cerimónia de Entrega do Prémio Eduardo Lourenço mantém-se, conforme prevista, para  amanhã, 27 de Novembro, pelas 12h, na Guarda, sendo o Prémio entregue, a título póstumo, à Conselheira de da Cultura e Turismo da Junta da Estremadura, que representará a família do Galardoado.
Nascido em 1957, em San Vicente de Alcántara (Badajoz), Ángel Campos Pámpano (San Vicente de Alcántara, Badajoz, 1957) foi poeta, tradutor de português, editor e professor de Língua e Literatura Espanholas, em Lisboa. Foi também Director da revista bilingue “Espacio/Espaço Escrito”, um projecto inovador no domínio das relações literárias entre os dois países ibéricos, que foi fundada em 1987 com a vontade de aproximar duas culturas tão próximas.
A Ángel Campos devem-se traduções de destacados poetas portugueses como Fernando Pessoa, António Ramos Rosa, Carlos de Oliveira, Eugénio de Andrade, Sophia de Mello Breyner Andersen, Ruy Belo e Al Berto, entre outros.
Por ser um autor da Fronteira, a sua obra poética evidencia a influência de autores portugueses e é reconhecida pela sua qualidade, modernidade e vivacidade. Ángel Campos Pámpano interpretou singularmente a Fronteira, entendendo-a como forma de comunicação e não de separação.
Em 2006 foi-lhe concedido o Prémio de Tradução Giovanni Pontiero pela edição de Nocturno Mediodía. Antologia Poética (1944-2001), de Sophia de Mello Breyner.
Em 2005 recebeu o Premio Extremadura a la Creación pelo livro “La semilla en la nieve”. Asua obra foi recolhida em diversas antologias.  Em 2008 foi-lhe atribuído o Prémio Eduardo Lourenço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:01


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com