Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Evocação de Idalina Gomes

por Correio da Guarda, em 27.10.08

 

No próximo dia 06 de Novembro, pelas 18 horas, a Câmara Municipal de Aguiar da Beira vai apresentar o livro “Idalina Gomes – Confidências de uma Alma Inquieta”. Trata-se, segundo aquele município, de uma singela homenagem à missionária Idalina Gomes, assassinada, há precisamente dois anos, em Moçambique.
Idalina era natural de Fontearcadinha, Aguiar da Beira, onde nasceu em 25 de Dezembro de 1975.
Em 1994, entrou para a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, onde concluiu a licenciatura em 1999. Durante os seus estudos em Coimbra, frequentou os cursos livres de Italiano e de Russo da Faculdade de Letras; tornou-se membro delegado do “Centro Minerva” Associação de cooperação e relações internacionais com o intuito de divulgar a cultura portuguesa no estrangeiro, missão que abraçaria até ao final da sua vida; e entrega-se de corpo e alma à Comunidade Católica “Fraternidade Missionária Verbum Dei”.
Após a sua formação académica e estágio, regressou a Aguiar da Beira e exerceu advocacia na Comarca de Trancoso. Tendo tido conhecimento da organização “Leigos para o Desenvolvimento”, documentou-se e voluntariou-se. Reunindo as condições definidas pela Organização foi aceite. Durante um ano, frequentou um curso de preparação para o serviço de Missionária. Em Outubro de 2005, partiu para a Missão de Fonte Boa, situada em Angónia, na província de Tsangano, em Moçambique.
Aí, aprendeu os costumes de um povo onde a miséria está sempre presente. Distribui alimentos, sorrisos e conforto. Misturou-se com o povo, trabalhou na agricultura, na construção de um orfanato e deu catequese.
No dia 06 de Novembro de 2006, no mês em que regressaria de férias a Portugal, foi assassinada durante um violento assalto.
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:42


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com