Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Galo da Guarda

por Correio da Guarda, em 22.02.12

 

     Mais do que um excelente espectáculo, o “Julgamento e Morte do Galo do Entrudo” é um distinto e conseguido cartaz de promoção da Guarda.

     É um resultado de um projecto consistente que definiu, desde o início, objectivos claros e soube galvanizar a adesão das associações, colectividades, da população guardense; um projecto que tem tido a preocupação de se renovar, enriquecer, aperfeiçoar, criar novas facetas, motivar participações, gerar expectativas junto dos residentes ou dos visitantes.

    Aliás, é justo sublinhar que, de ano, para ano, o interesse de pessoas oriundas de outras regiões do país tem aumentado; a prová-lo a sua presença e os comentários elogiosos que fazem a este respeito; opiniões de pessoas insuspeitas, logo registos a ter em boa conta.

 

   

     O elevado número de pessoas que, mais uma vez, assistiram ao cortejo e ao julgamento traduz o entusiamos por um espectáculo com este perfil, constituindo igualmente um importante indicador para futuras edições, na linha de um ciclo e calendário bem aceite pelos guardenses. É com propostas desta natureza, diferenciadoras, que a Guarda tem de ser afirmar na estratégia de atracção de novos visitantes e turistas.

     A adesão das pessoas representa, sem dúvida, a melhor recompensa para quantos estiveram directamente ligados à produção deste espectáculo colectivo, do qual a Guarda se pode e dever orgulhar.

     Este ano se o julgamento inovou ao nível dos textos – com uma maior abrangência satírica – denotou também inquestionáveis melhorias técnicas e sinais de uma reflexão profunda sobre as anteriores edições, o que conduziu a um patamar qualitativo muito mais elevado.

    Entretanto, talvez não seja descabido começar a pensar numa futura produção de escultura/figura do “Galo da Guarda”, materializando o símbolo principal do espectáculo, perpetuando – através da sua comercialização – este cartaz turístico da mais alta cidade portuguesa (esta distinção não pode, felizmente, ser retirada por decisão governamental).

   Concluindo, a Guarda assistiu a um excelente espectáculo, cuja continuidade se deseja.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:23


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +