Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Troféu de Resistência em BTT

por Correio da Guarda, em 31.03.22

 

A Primeira Resistência BTT "Cidade da Guarda" vai decorrer nesta cidade no próximo sábado, 2 de abril.

Esta iniciativa, que  integra a segunda prova do Trofeu de Resistências Beirão 2022 em BTT, será organizada pelo Clube de Ciclismo da Guarda, com o apoio do município da Guarda;  consistirá num percurso misto (Urbano e Florestal) com aproximadamente 5 km, sendo esperados mais de 150 atletas, dos mais diversos concelhos de toda a região centro.

O objetivo da prova será completar o maior número de voltas ao circuito durante as três horas de duração da prova. Os atletas têm a possibilidade de fazer o itinerário individualmente, em duplas ou em triplas, havendo no final classificações para todas estas vertentes tanto no escalão feminino como no masculino. As inscrições podem ser feitas aqui.

No âmbito da realização desta prova, o trânsito será cortado no próximo dia 2 de abril, entre as 14h00 e as 18h00, nas seguintes vias e ruas: Av. dos Bombeiros Voluntários Egitanienses; Lg. João de Almeida (entre praça de táxis e Torre dos Ferreiros); R. Maria Luísa Godinho; R. Comandante Salvador do Nascimento (parcialmente); R. 31 de Janeiro; Praça Luís de Camões; Lg. Dr. Amândio Paúl; R. Francisco de Passos; R. do Torreão; R. de S. Vicente; R. da Trindade; R. Paiva Couceiro; Travessa do Povo. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:04

Linha de Fronteira

por Correio da Guarda, em 30.03.22

 

Na Casa da Memória Judaica da Raia, no Sabugal, vai ser apresentado no sábado, pelas 14h30,  o projeto ‘Linha de Fronteira’,

Este projeto será proagonizado pelo repórter José Luís Jorge que o leva a percorrer a pé, em três etapas, a linha de fronteira do território português, desde a Foz do Rio Minho até à Foz do Rio Guadiana.

Linha de Fronteira.jpg

Entre março e abril, José Luís Jorge está a cumprir a segunda etapa da ‘Linha de Fronteira’, entre o Rio Douro e o Rio Tejo, numa extensão aproximada de 350 quilómetros. No seu trajeto pelo concelho do Sabugal vai recolher testemunhos e registar esses momentos em Aldeia da Ponte, Fóios e Sabugal.

(fonte: CMSabugal)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:28

Dia Mundial da Tuberculose

por Correio da Guarda, em 24.03.22

 

O Dia Mundial da Tuberculose é hoje (24 de Março) assinalado, sob o tema "Investir para acabar com a tuberculose. Salvar Vidas".

Este dia comemora a data em que Robert Koch, no ano de 1882, anunciou a descoberta do Mycobacterium tuberculosis, o bacilo que causa a tuberculose (TB).

Apesar de ser uma doença evitável e curável a TB “permanece como um importante problema de Saúde Pública"-

Radiografia - T.jpg

Recorde-se que o Sanatório Sousa Martins, inaugurado na Guarda em 18 de Maio de 1907, foi uma das principais unidades de saúde de Portugal no combate contra a tuberculose.

A designação de “Cidade da Saúde”, atribuída à Guarda, em muito se fica a dever a uma instituição que a marcou indelevelmente, ao longo de sete décadas, no século passado. Embora a situação geográfica e as especificidades climatéricas associadas tenham granjeado à Guarda esse epíteto, a construção do Sanatório Sousa Martins certificou e rentabilizou as condições naturais da cidade para o tratamento da tuberculose, doença que vitimou, em Portugal, largos milhares de pessoas.

A Guarda foi, nessa época, uma das cidades mais procuradas de Portugal, afluência que deixou inúmeros reflexos na sua vida económica, social e cultural. A apologia da Guarda como localidade “eficaz no tratamento da doença” foi feita por distintas figuras da época. Esta cidade começou a ser “a montanha mágica” junto à Serra, envolta ainda na bruma da atração e do desconhecido, palco frequente do magnífico cenário originado pela neve, que bem se podia transpor para o quadro descrito por Thomas Mann, no seu conhecido romance. Muitas pessoas vinham para a Guarda com o objetivo de usufruírem do clima de montanha, praticando, assim, uma cura livre, não sendo seguidas ou apoiadas em cuidados médicos. As deslocações para zonas propícias à terapêutica “de ares”, e consequente permanência, contribuíram para o aparecimento de hotéis e pensões, dado não haver, de início, as indispensáveis e adequadas unidades de tratamento.

 Esta situação desencadeou fortes preocupações nas entidades oficiais da época. Em 20 de Outubro de 1897, o Governador Civil da Guarda, José Osório de Gama e Castro, tornou público um Edital/Regulamento relativo às “Providências Prophiláticas contra o contágio da Tuberculose”. O referido regulamento ditava normas concretas para os “donos ou gerentes das hospedarias,” bem como para aos proprietários de casas alugadas, onde não podiam ser recolhidos “promiscuamente indivíduos sãos e doentes”.

Em 1895, realizou-se o primeiro Congresso Português sobre Tuberculose, dirigido por Augusto Rocha. Nesse congresso, Lopo de Carvalho (que viria a ser o primeiro Director do Sanatório Sousa Martins), já uma eminente figura da Medicina, discursou sobre os processos profiláticos usados na Guarda. Lopo de Carvalho foi um dos mais fervorosos defensores da criação do Sanatório – de que, aliás, viria a ser o primeiro diretor – o que aconteceu por decisão da Rainha D. Amélia, Presidente da Assistência Nacional aos Tuberculosos (ANT), instituição criada em 26 de Dezembro de 1899.

 A história da luta contra a tuberculose, em Portugal, cruza-se, assim, com a história da Guarda; um registo que deixamos a propósito da comemoração do Dia Mundial da Tuberculose.

 

Hélder Sequeira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

Dia Nacional do Estudante

por Correio da Guarda, em 24.03.22

 

Dia Nacional do Estudante  - HS.jpg

Hoje é assinalado o Dia Nacional do Estudante, evocando as dificuldades vividas na década de 60, quando ocorreu a crise académica em Portugal.

A comemoração deste dia foi decidida pela Assembleia da Républica em 1987, evidenciando a importância dos estudantes e o seu papel mobilizador em torno da defesa da educação.

Recorde-se que  o Dia Internacional do Estudante é celebrado a 17 de novembro.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:10

Hora do Planeta

por Correio da Guarda, em 22.03.22

 

A Câmara Municipal da Guarda vai aderir uma vez mais à Hora do Planeta, uma das maiores campanhas ambientais do mundo, desligando as luzes dos edifícios dos Paços do Concelho, entre as 20h30 e as 21h30, do próximo sábado, dia 26 de março.

O tema deste ano está relacionado com o "Restauro da Natureza" e com o conceito 'Liga-te ao Planeta' e para além da ação do dia 26, o Município comprometeu-se, entre outras ações, a "implementar o sistema de recolha e tratamento de bioresíduos e a promover a Reflorestação de áreas protegidas."

banner_hora_do_planeta.jpg

De recordar que A Hora do Planeta é uma iniciativa global ambiental em parceria com a World Wide Fund for Nature. Indivíduos, empresas, governos e comunidades são convidados a desligarem as suas luzes durante uma hora para mostrarem o seu apoio à ação ambientalmente sustentável. Como uma das primeiras campanhas acerca das alterações climáticas, a Hora do Planeta tem crescido a partir de um evento simbólico numa única cidade para o maior movimento do mundo em defesa do ambiente.

 

Fonte: CMG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

Biblioteca Eduardo Lourenço

por Correio da Guarda, em 21.03.22

capaAgendaBmel.jpg

A Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (BMEL), na Guarda,  tem em agenda nos meses de março e abril uma programação variada e dirigida a diferentes públicos e idades.

No que diz respeito a exposições, a primeira delas está patente na BMEL entre 5 e 19 de abril, numa organização da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela. '16 bibliotecas, 16 autores' da Rede de Bibliotecas destaca na Guarda o autor Rui de Pina.

Segue-se, entre 20 de abril e 11 de junho, 'Abril Vinil', uma mostra inédita de Capas de discos editados no período pós 25 de abril. Trata-se de uma exposição coorganizada em parceria da BMEL com o Museu da Imprensa.

Entre 23 de abril e 31 de maio, o Centro de Estudos Ibéricos (CEI), no âmbito do V Encontro "Imagem e Território: Fotografia sem Fronteiras", promove a exposição sobre 'O mais comprido Museu do Mundo' – a Estrada Nacional 2; no âmbito desta mostra está também marcado um debate para o dia 23 de abril, pelas 11h00.

No Dia Mundial do Livro, a assinalar a 23 de abril, a equipa da BMEL, sublinha a data com a oficina 'Hospital dos livros', onde pretende ensinar aos mais novos como cuidar dos livros 'doentes' para que possam voltar a ter uma 'vida normal'.

Ainda em abril, dia 23,  e no âmbito do V Encontro Imagem e Território: Fotografia sem Fronteiras, promovido pelo Centro de Estudos Ibéricos, realiza-se o lançamento do livro "Imagem & Território Textos de fronteira", de Jorge Gaspar.

 

Fonte: BMEL/CMG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29

Caminho...

por Correio da Guarda, em 20.03.22

Caminhos de uma Serra - foto Helder Sequeira.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Cantos da Quaresma

por Correio da Guarda, em 18.03.22

 

Sons Vadios -.jpg

César Prata e Sara Vidal vão iniciar amanhã, 19 de março, a  digressão nacional de "Cantos da Quaresma", que se estenderá a várias localidades do país até ao Domingo de Páscoa. O primeiro espetáculo terá lugar em Mirandela.
 
De recordar que a música tradicional portuguesa incorporou a religiosidade profunda da época quaresmal, geradora de formatos musicais essencialmente vocais e pungentes, despidos de instrumentos: encomendações das almas, martírios, loas e alvíssaras. 
 
"Cantos da Quaresma" faz de tal repertório motivo de espectáculo e junta no palco César Prata e Sara Vidal, recriando este património musical com novos arranjos e instrumentação, nomeadamente: guitarra, harpa celta, adufe, sanfona e hangdrum.
 
Com um disco editado em 2018, que se encontra disponível nas plataformas digitais, este ano o duo apresentará novas recolhas e novos temas, com concertos agendados este mês em Mirandela (19), Sequeira - Guarda (26) e Rapoula do Côa - Sabugal (27), e ao longo do mês de Abril em Coimbra (7), Joane - V.N.Famalicão (9), Aveiro (11), Aguiar da Beira (12), Porto de Mós (13), Carrazeda de Ansiães (15) e Leiria (16). 
 
Os interessados podem obter mais informações aqui.
 
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:12

Francisco de Pina: um guardense ilustre

por Correio da Guarda, em 17.03.22

 

Na galeria de personalidades ilustres da Guarda há nomes que não têm tido a visibilidade merecida e continuam desconhecidas para muitos.

É o caso do jesuíta Francisco de Pina, “personalidade central de um notável encontro de línguas e de culturas no distante Oriente, no longínquo século XVII”, a quem o Dr. António Salvado Morgado – de quem são as palavras atrás transcritas – tem vindo a dedicar (há vários anos) particular atenção, estudando a sua vida e obra, afirmando um louvável empenho na sua divulgação.

Aliás, na última edição da revista “Praça Velha” (nº 41) António Salvado Morgado publicou um oportuno e elucidativo artigo intitulado “Francisco de Pina, revisitado”.

Francisco de Pina - missionário .png

Através de um excelente texto, documentalmente bem suportado, apresenta-nos este missionário guardense. Como sublinha, este “jesuíta, português, missionário e linguista” contribuiu para que a Guarda esteja perenemente ligada à história do atual Vietname, que adotou o alfabeto latino.

Um facto que fica a dever-se, especialmente, ao labor de Francisco de Pina, o qual aprendeu  no século XVII a língua local (o anamita) estudando-a pormenorizadamente e, consequentemente, avançando com a sua romanização.

Convém notar que os padres a quem era incumbida a missão evangelizadora tiveram, desde logo, a perceção de que esse trabalho, para ser eficaz, teria de passar pela utilização das línguas nativas, evoluindo para a elaboração de gramáticas e dicionários.

António Salvado Morgado, na publicação atrás mencionada, refere que graças ao missionário português e “a outros que continuaram o caminho que ele traçou, o presente do passado não é só memória. Com ele o presente do passado é realidade viva nas letras e signos linguísticos com que se exprime um povo de milhões de pessoas, o Quôc ngû, a língua nacional do Vietname. E isso é presente”.

Francisco de Pina terá nascido entre março e setembro de 1586, falecendo em 15 de dezembro de 1625, com 40 anos, e quando muito havia a esperar do seu saber e trabalho. “Esquecido pela História, ele tem andado desaparecido por detrás da obra iniciada por ele há mais de quatro séculos e que culminou há mais de um século na língua oficial do Vietname (…)”, escreveu António Salvado Morgado.

O Japão terá sido o destino inicial de Francisco de Pina, mas as perseguições que eram movidas aos cristãos alteraram os seus planos e fixou-se na Cochinchina, em 1617, depois de ter estado alguns anos em Macau.

De referir que este jesuíta esteve em destaque no seminário “Testemunhos de Amizade entre Portugal e o Vietname desde o Século XVII”, realizado em Lisboa há cinco anos, numa organizado da Sociedade Portuguesa de Geografia e pela NamPor – Associação de Amizade Portugal-Vietname.

Assim, a Guarda deverá honrar a memória deste seu filho ilustre, apoiando os estudos e iniciativas que viabilizem um melhor conhecimento da sua dimensão como português, religioso e linguista; proporcionando o “reencontro do mestre de língua com a História. História do Vietname e de Portugal e da Guarda”, como defende António Morgado, ao concluir o seu artigo na última edição da “Praça Velha”.

 

Hélder Sequeira 

 

in "O Interior", 16|Mar|2022

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

Momentos na cidade...

por Correio da Guarda, em 16.03.22

Momentos na cidade... foto HS.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:46

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Contacto:

correio.da.guarda@gmail.com