Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Feira Agropecuária em Trancoso

por Correio da Guarda, em 12.08.17

 

   

   Em Trancoso vai decorrer, no próximo dia 20 de Agosto, a V Feira Agropecuária.

  Este certame realiza-se no Mercado de Gado e tem por objetivo incentivar a melhoria da produção pecuária, ao mesmo tempo que pretende sensibilizar produtores e comerciantes para as vantagens de transacionarem os seus animais.

Festa.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:20

Projeto GMovE + na Guarda

por Correio da Guarda, em 11.08.17

 

     O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) obteve, recentemente, a aprovação e financiamento dos seis projetos submetidos ao Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica (SAICT) dos quais é líder. O IPG obteve o pleno de candidaturas que a instituição se podia submeter e assegurou a participação em mais nove projetos com instituições de Ensino Politécnico congéneres.

    Uma das candidaturas aprovadas relaciona-se com o Projeto GMovE +. Este projeto tem como objetivo aumentar a prática regular de atividade física pelas pessoas idosas da Guarda, contribuindo para um envelhecimento saudável e para uma vida independente mais prolongada. Para alcançar este objetivo, será implementado um programa de intervenção multidisciplinar apoiado por tecnologias de informação e comunicação (TIC).

     Carolina Vila-Chã, docente do departamento de Desporto e Expressões do IPG e investigadora responsável por este trabalho, refere que se trata de “um projeto que abrange várias entidades públicas com responsabilidade na melhoria da qualidade vida das pessoas, tratando-se por isso, não só de um projeto multidisciplinar mas também multissectorial”.

DESPORTO - terceira idade.jpg

    De acordo com esta docente, o “desafio societal imposto pela rápida alteração demográfica traz repercussões nefastas para a saúde pública e para a economia regional e nacional, pelo se torna premente o desenvolvimento de medidas que promovam o envelhecimento ativo”. Referiu ainda que a implementação de medidas deste âmbito “implicam uma aproximação multidisciplinar, razão pela qual projeto GmovE+ envolve profissionais de várias áreas científicas, nomeadamente da área das ciências da saúde, da informática e ciências do desporto”.

    O projeto iniciar-se-á com um estudo exploratório para identificar potenciais barreiras e fatores que poderão determinar a adesão pessoas idosas à atividade física em contexto regional. A informação recolhida irá suportar a definição de estratégias para aumentar a adesão à atividade física neste grupo etário, através de uma ação concertada entre o Instituto Politécnico, Unidade Local de Saúde da Guarda e Câmara Municipal da Guarda.

    Aos idosos que pretendam tornar-se mais ativos ser-lhes-á proposto a adesão ao programa de atividade física em grupo (devidamente desenhado para desenvolver as múltiplas componentes da atividade física e promover a alteração do comportamento sedentário).

    Em alternativa o idoso poderá integrar um programa de atividade física individual, baseado em atividades que possam ser cumpridas com independência. Este tipo de programa será suportado por soluções TIC no sentido de monitorizar e promover a prática regular.

     Os efeitos de programas de atividade física sobre a condição física e estado de saúde os idosos participantes serão avaliados antes e após um período de intervenção. Os participantes serão recrutados maioritariamente na ULS da Guarda, através dos seus médicos de família. Carolina Vila-Chã considera que é um dever do IPG, enquanto instituição promotora de Inovação e Desenvolvimento, realizar investigação baseada na prática, contribuindo para desenvolvimento da região e para a melhoria da qualidade de vida das pessoas que nela habitam.

     De acrescentar que nos países desenvolvidos, a população idosa está a crescer tanto em número como em idade. Embora o aumento da longevidade seja uma grande conquista, estas alterações demográficas representam um grande desafio para os serviços públicos, os idosos e suas famílias. A atividade física tem sido identificada como um dos fatores determinantes para a manutenção da independência e qualidade de vida dos idosos. No entanto, e apesar dos benefícios, o estilo de vida sedentário está a tornar-se num problema mundial, com impacto direto na saúde pública e na economia regional e nacional.

    Em Portugal, a prevalência do sedentarismo entre as pessoas com mais de 60 anos idade é uma das mais elevadas da Europa. Além disso, esta parece ser mais acentuada nas regiões do interior, onde se inclui a Guarda.

     Os atores locais, tais como a Camara Municipal (CMG) e Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda estão cientes da necessidade de programas de intervenção e algumas iniciativas individuais têm sido implementadas, contudo sem um impacto significativo na adesão dos idosos à atividade física.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:12

GNR da Guarda fez 48 detenções

por Correio da Guarda, em 10.08.17

 

     O Comando Territorial da Guarda da GNR procedeu a 48 detenções em flagrante delito, no período de 31 de Julho a 6 de Agosto.

    O conjunto de operações realizadas pela Guarda Nacional Republicana visaram a prevenção e o combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras.

    No referido período foram feitas 30 detenções por posse ilegal de arma, nove por tráfico de estupefacientes, seis por condução sob o efeito do álcool, duas por condução sem habilitação legal e uma por roubo.

    A GNR da Guarda apreendeu 192 doses de haxixe; 60 doses de cocaína; 17 doses de liamba e Dez doses heroína;

   Ao nível da atividade de fiscalização, e de acordo com a informação divulgada pela GNR, foram registadas 268 infrações detetadas, destacando-se 211 por excesso de velocidade, 22 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei e 14 por falta de inspeção periódica obrigatória.

GNR.jpg

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Festival Nacional de Parapente

por Correio da Guarda, em 09.08.17

 

     Em Linhares da Beira vai decorrer, entre 12 e 15 de Agosto, a décima terceira edição do Festival Nacional de Parapente.

    De referir que, em simultâneo, será realizada a Taça da Liga e competição B.

Parapente.JPG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:31

Ciclismo: volta a Portugal na Guarda

por Correio da Guarda, em 08.08.17

CICLISTAS na GUARDA 1.jpg

    A 9ª etapa da 79ª Volta a Portugal em Bicicleta vai  ligar, a 14 de Agosto, a  Lousã e a Guarda.

    Com  185 quilómetros, a prova englobará a clássica subida à Torre, nesta edição por Seia, e uma descida pelo Vale Glaciar, entrando depois pelo concelho da Guarda.

    O percurso far-se-á por Valhelhas [onde estará instalada uma meta-volante, Junto ao cruzeiro), Famalicão da Serra, Fernão Joanes, Meios, Trinta, Corujeira, Barragem do Caldeirão, Maçainhas e termina na Guarda com meta junto ao jardim José de Lemos, subindo a  Rua Nuno Alvares, como em 2016. A chegada à meta está prevista para as 16h00.
    A Volta, realizada a primeira vez em 1927, comemora 90 anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:12

Na cidade mais alta de Portugal...

por Correio da Guarda, em 07.08.17

No ponto.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20

Feira de Antiguidades e Colecionismo na Guarda

por Correio da Guarda, em 06.08.17

 

Feira das Antiguidades - Guarda - HS.JPG 

     Na Guarda vai decorrer hoje, a partira dsa 10 horas, mais uma Feira de Antiguidades e Colecionismo promovida pela autarquia guardense.

       Este certame, que terá lugar na Alameda de Santo André, tem por objetivo a divulgação e a comercialização de objetos antigos com valor artístico e cultural.

     O certame integra-se no ciclo de feiras que a Câmara Municipal da Guarda organiza anualmente no primeiro domingo de cada mês, até Setembro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Bombeiros Voluntários Egitanienses: 141º aniversário

por Correio da Guarda, em 05.08.17

 

 

     A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Egitanienses assinala, amanhã, o seu 141º aniversário.
    O programa comemorativo foi, entretanto, iniciado ontem com a realização de um simulacro junto ao edifício do Hotel Turismo.

BOMBEIROS.jpg

 


       A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Egitanienses resultou da iniciativa de um grupo de guardenses preocupados com inexistência de um corpo de bombeiros na cidade da Guarda.
     A reunião que desencadeou o processo de criação desta associação humanitária ocorreu a 5 de Agosto de 1876, na residência de Geraldo José Batoréu, que liderou o grupo fundador. Foi assim constituída a “Companhia dos Bombeiros Voluntários”.
Geraldo José Batoréu, Manuel Jacinto, António Gonçalves Ribas, Jerónimo Rodrigues Leal, José Lopes Faia Júnior, Jerónimo Rodrigues Outeiro, Alfredo d´Almeida Barbas, António da Cruz, João Bernardo d´Oliveira, José Joaquim Rodrigues, Joaquim Gonçalves Ribas e Amândio Augusto Ferreira foram os elementos da comissão que fundou este corpo de bombeiros.

Quartel dos Bombeiros.jpg

     Parabéns aos Voluntários da Guarda !

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:33

Projeto de monitorização de árvores na Guarda

por Correio da Guarda, em 05.08.17

 

      O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) obteve, recentemente, a aprovação e financiamento dos seis projetos submetidos ao Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica (SAICT) dos quais é líder. O IPG obteve o pleno de candidaturas que a instituição se podia submeter e assegurou a participação em mais nove projetos com instituições de Ensino Politécnico congéneres.

     Uma das candidaturas aprovadas relaciona-se com o projeto Monitorização & Manutenção Avançada de Árvores (TreeM). “A árvore é um ser vivo fundamental, regulador da natureza, do clima e da ecologização urbana”, como é referido a propósito. “Enquanto estrutura viva, a árvore está sujeita à biodegradação. Neste caso, fica com as suas capacidades limitadas, quer de resistência quer de produtividade, representando uma perda ambiental e económica, além de ser uma fonte de risco para pessoas e bens”.

      Como nos foi referido, presentemente a maioria das deteções de manifestações patológicas é feita visualmente; porém, muitas são de difícil identificação e monitorização, por não serem percetíveis. Estas técnicas tradicionais, que assentam na inspeção visual, detetam tardiamente as patologias, dificultando a sua eliminação ou mitigação.

Árvore  HS.JPG

       De referir que nas avaliações mais precisas, a técnica tradicional recorre a metodologias invasivas e pontuais que constituem portas de entrada para agentes patogénicos. As técnicas tradicionais revelam-se ainda morosas, dispendiosas e muitas vezes ineficazes.

     A Termografia por Infravermelhos (TIV) possibilita a medição contínua e simultânea da temperatura de uma superfície, em tempo real e sem contacto, podendo constituir uma ferramenta poderosa, expedita, não poluente e não intrusiva para análise da integridade biológica de árvores.

     Assim, este projeto, a desenvolver pelo IPG, visa otimizar esta técnica de diagnóstico para a inspeção, monitorização e deteção precoce de manifestações patológicas em árvores. A aplicação da técnica poderá permitir a diminuição dos meios humanos e materiais atualmente utilizados pelas técnicas tradicionais, com consequentes ganhos ambientais e económicos.

    Para Rui Pitarma (docente do Instituto Politécnico da Guarda), investigador responsável pelo projeto TreeM, este estudo aplicado a árvores “pode constituir um polo de investigação aglutinador, ligado aos recursos naturais endógenos, centrado na Guarda, no coração do Parque Natural da Serra da Estrela”.

      Na sua perspetiva, o IPG deve ter “uma agenda ambiental forte e este estudo poderá representar um bom contributo. Grande parte dos recursos económicos e patrimoniais da Região Centro de Portugal resultam dos seus recursos naturais endógenos, como a floresta e a fruticultura, que representam quase metade do valor acrescentado bruto setorial do país, e que se pretendem ver alargados através da aplicação de novas tecnologias”.

     A TIV é uma tecnologia conhecida, com extensa aplicação em diversos domínios, mas cuja aplicação a árvores é ainda embrionária, sendo pioneira em Portugal. “Face à natureza do estudo, o projeto envolve uma equipa multidisciplinar. Em investigação os resultados não são garantidos, mas as expectativas são promissoras”, acrescentou Rui Pitarma.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Rio Douro

por Correio da Guarda, em 04.08.17

Rio Douro.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:33



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +