Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Associação Saúde em Português

por Correio da Guarda, em 29.02.16

 

     Na Guarda vai decorrer hoje, pelas 21h30, a apresentação pública do Núcleo da Associação Saúde em Português, Organização Não Governamental.

     A sessão, aberta ao público, terá lugar no Auditório do Paço da Cultura da Guarda (localizado na Rua Alves Roçadas, junto ao Museu).

    Fundada em 1993, a ASP já auxiliou pessoas na comunidade de países de língua portuguesa e em territórios de conflito, guerra e catástrofe, como seja o caso da Sérvia, Estónia, Tunísia, Turquia e Etiópia.

ASP.png     Esta ONG orienta a sua ação para promover a integração social e comunitária com vista ao desenvolvimento integral da pessoa humana, respeitando e assegurando os seus direitos e liberdades fundamentais; daí que tenha já realizado projetos de cooperação para o desenvolvimento, de ajuda humanitária e de emergência, projetos de sensibilização, intervenção e integração social e comunitária em benefício das populações mais vulneráveis, estratégicas e em risco.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:40

"Catedrais de Portugal" apresentadas na Guarda

por Correio da Guarda, em 28.02.16

Sé Catedral - Guarda -2015 pb - HS.jpg

       “Catedrais de Portugal” é o título do livro que será apresentado amanhã, na Sé Catedral da Guarda, pelas 18h45.

     A obra, da autoria do arquiteto guardense António Saraiva, é editada pelos CTT – Correios de Portugal, e surge na sequência de três emissões de selos postais em 2012, 2013 e 2014, retratando as catedrais do nosso país.

    “Editamos agora um livro sobre esta temática, tão grandiosa pelo significado como pela presença física destas edificações nas nossas urbes”, referiu Francisco Manso, Gestor da Loja Postal da Guarda dos CTT-Correios de Portugal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:53

Parlamento dos Jovens na Guarda

por Correio da Guarda, em 27.02.16

 

     Na Câmara Municipal da Guarda vai decorrer no próximo dia 1 de Março, das 9h30 às 17h30, uma sessão do "Parlamento dos Jovens", em que vão participar alunos da Escola Secundária da Sé.
     O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República, dirigida aos jovens dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do ensino secundário, de escolas do ensino público, privado e cooperativo de todo o país e dos círculos da Europa e do mundo.

    O programa culmina com a realização anual de duas Sessões Nacionais na Assembleia da República: uma Sessão destinada aos alunos dos 2º e 3º ciclos do ensino básico e outra destinada aos alunos do ensino secundário.

  Esta iniciativa tem como principais objetivos Educar para a cidadania, estimulando o gosto pela participação cívica e política; Ddr a conhecer a Assembleia da República, o significado do mandato parlamentar, as regras do debate parlamentar e o processo de decisão do Parlamento, enquanto órgão representativo de todos os cidadãos portugueses e promover o debate democrático, o respeito pela diversidade de opiniões e pelas regras de formação das decisões; Incentivar a reflexão e o debate sobre um tema, definido anualmente.

   Esta sessão, na Câmara Municipal da Guarda, está integrada na segunda fase deste programa que consiste na realização de sessões distritais/regionais, onde se reúnem os deputados que representam as escolas de cada distrito ou região autónoma, para aprovar os Projetos de Recomendação a submeter à Sessão Nacional do Parlamento dos Jovens.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:52

A visita da neve...

por Correio da Guarda, em 26.02.16

 

Neve.jpg

      Guarda, final de tarde...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:41

Camané no Teatro Municipal da Guarda

por Correio da Guarda, em 25.02.16

camane_.jpg

     “Infinito Presente” é o título do novo registo de Camané, e o seu primeiro disco em cinco anos, que este fadista vai apresentar no Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda, no próximo dia 27 de Fevereiro, pelas 21h30.

     Sucessor de “Do Amor e dos Dias”, editado em setembro de 2010, “Infinito Presente” é o sétimo registo do fadista e dele destacam-se duas composições de José Júlio Paiva, bisavô de Camané: “Conta e Tempo” e “Aqui Está-se Sossegado [fado espanhol] ”), um inédito de Alain Oulman, “A Correr”, um tema de Vitorino Salomé, “Medalha da Senhora das Dores”, e a presença dos “cúmplices” habituais Manuela de Freitas e José Mário Branco.

    O tema-título do disco, “Infinito Presente”, é baseado num poema de David Mourão-Ferreira (cujo título original é “Corpo Iluminado, XII”), poeta de referência na obra de Camané.

    A par de discos anteriores, “Infinito Presente” conta com produção, arranjos e direção musical de José Mário Branco que coassina com Manuela de Freitas a supervisão artística.

   No palco, acompanham Camané os músicos: José Manuel Neto na guitarra portuguesa, Carlos Manuel Proença na viola e Paulo Paz no contrabaixo.

 

    (Fonte: TMG)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:47

Associação Saúde em Português na Guarda

por Correio da Guarda, em 24.02.16

 

     Na Guarda vai decorrer no próximo dia 29 de Fevereiro, pelas 21h30, a apresentação pública do Núcleo da Associação Saúde em Português, Organização Não Governamental.

     A sessão, aberta ao público, terá lugar no Auditório do Paço da Cultura da Guarda (localizado na Rua Alves Roçadas, junto ao Museu.

     O programa inclui uma intervenção do Presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, seguindo-se a apresentação dos planos do Núcleo da Guarda da ASP pelo médico Francisco Varela; Vítor Martins, da ASP Viseu, intervirá para falar da dinâmica das delegações e núcleos da Associação Saúde em Português, enquanto “Sobre a Saúde” será a temática a abordar por Alves Ambrósio (Academia Sénior|Guarda).

     A encerrar a sessão, Hernâni Caniço, Presidente da Associação Saúde em Português, irá intervir sobre “A ASP e os novos desafios”, seguindo-se um debate onde o público poderá colocar questões.

    Fundada em 1993, a ASP já auxiliou pessoas na comunidade de países de língua portuguesa e em territórios de conflito, guerra e catástrofe, como seja o caso da Sérvia, Estónia, Tunísia, Turquia e Etiópia.

    Esta ONG orienta a sua ação para promover a integração social e comunitária com vista ao desenvolvimento integral da pessoa humana, respeitando e assegurando os seus direitos e liberdades fundamentais; daí que tenha já realizado projetos de cooperação para o desenvolvimento, de ajuda humanitária e de emergência, projetos de sensibilização, intervenção e integração social e comunitária em benefício das populações mais vulneráveis, estratégicas e em risco.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Simpósio Internacional de Pintura e Escultura

por Correio da Guarda, em 23.02.16

 

     A Câmara Municipal, através do Museu da Guarda, promover um simpósio internacional de artes nas componentes de escultura e pintura. O Simpósio Internacional de Pintura e Escultura Cidade da Guarda decorrerá no centro histórico da cidade entre os dias 30 de maio e 14 de junho de 2016, com o objetivo "de incrementar o desenvolvimento e fruição artística na cidade mais alta, fomentando a riqueza patrimonial e criativa urbana".

    Segundo a autarquia guardense, esta iniciativa pretende ser a etapa inaugural do chamado Quarteirão das Artes, estrutura que irá dinamizar uma nova centralidade cultural na cidade da Guarda.

    Para esta edição inaugural a autarquia convidou sete escultores e sete pintores internacionais que executarão as suas obras ao ar livre ou em pavilhões montados ou ainda noutros espaços do centro histórico da Guarda, sendo que as obras realizadas pelos artistas participantes reverterão para a própria cidade.

    O Simpósio terá um  programa vasto e irá envolver os vários equipamentos culturais da cidade.

    (Fonte: CMG)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:12

Recordar José Augusto de Castro

por Correio da Guarda, em 22.02.16

 

     Na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (Guarda) está patente, desde o passado dia 4 de Fevereiro e até 26 de Março, a exposição "José Augusto de Castro: uma vida de combate".

    Concebida e produzida pela BMEL, esta mostra evidencia aspetos da vida e obra deste jornalista (acérrimo defensor dos ideais da República) bem como a sua relação com a Igreja e com Deus; nesta exposição podem ainda “ser apreciados vários painéis, obras editadas, objetos pessoais, livros inéditos e manuscritos”. A conferência "O jornal "O Combate" e a defesa do intervencionismo republicano na Guarda", proferida por J. Lima Garcia, na passada terça-feira, reforçou o destaque que a Biblioteca Municipal está a dar ao diretor daquele periódico guardense.

    Natural do concelho da Meda, concretamente da freguesia da Prova, José Augusto de Castro – uma das principais figuras republicanas da Guarda – nasceu a 22 de Janeiro de 1862. Durante a meninice, num ambiente marcadamente rural, aprendeu com o seu progenitor o ofício de alfaiate, profissão que lhe granjeou o sustento, a par do apoio à família, quando – com apenas 14 anos – foi para o Porto.

    Nessa cidade, fruto dos contactos que manteve, e do ambiente político que se vivia, foi crescendo a sua simpatia e interesse pela causa republicana. Em 1886 José Augusto de Castro voltou para junto da família, que residia, então, na aldeia do Vale (Meda) mas ali ficou por pouco tempo, tendo decido partir para o Brasil, onde estava estabelecido o seu irmão mais velho.

    Os seus primeiros trabalhos jornalísticos são escritos na Baía, cidade onde singrou no ramo comercial. Ainda em terras brasileiras “tomou parte ativa na questão da escravatura”; nesse país estava em Novembro de 1889, aquando da proclamação da República Federativa.

    “No Brasil, embrenhava-se pelas bibliotecas, aprofundando os conhecimentos de História Universal e detendo-se em cada país e religião. A sua curiosidade e o desejo de se instruir não tinham limites pois castro era um homem preocupado com as injustiças do seu tempo. Verdadeiramente autodidata, procurou adquirir conhecimentos estruturantes, ao mesmo tempo que se afirmava no jornalismo e na literatura”. Refere Américo Rodrigues no seu livro “José Augusto de Castro: O Idealista Rebelde”, obra indispensável para o conhecimento deste republicano guardense.

   Atingido pela tuberculose veio para a Guarda. “É como um Santuário, a Guarda. Vêm aí acolher-se milhares de crentes da Religião da Esperança, pedindo o restabelecimento da saúde e da vida; a volta do seu sonho interrompido e que enxugue os olhos donde correm lágrimas”, refere em “Terra Sagrada”, uma das suas mais conhecidas publicações.

    “A crueldade do Destino não impediu que me envolvesse a bondade de amigos de nobilíssimo coração, a começar pelo Dr. Lopo de Carvalho, o ilustre médico, especialista da tuberculose, que tomou a peito arrancar-me da garra dilaceradora doença temerosa”. Grato ficou também ao Dr. Amândio Paul, segundo diretor do Sanatório Sousa Martins. “Este foi um período que o marcou profundamente, dele tendo ficado numerosas referências na sua produção literária.

José Augusto de CASTRO.jpg

    Na Guarda fundou, em 1904, “O Combate”, jornal que consubstancia a sua personalidade, espírito combativo e no qual foram publicados textos de grande valor. “Eles são a “quase – saturação” do panfletário, da ideologia e da doutrinação. Jornalismo sectário e, por isso, muito comprometido. Um jornalismo de causas. Porém, bem redigido”, como comentou J. Mota da Romana.

    A sua intervenção e análise política não se circunscrevia à realidade local e regional; nas “Cartas à Rainha” aludiu, entre outros factos, ao regicídio. “Quem matou vosso esposo e vosso filho não foram esses três homens que a vossa polícia trucidou, foram esses homens funestos a quem o vosso esposo encarregou do governo d’um povo, governo que eles fizeram de corrupção, de terror, de infâmia e maldade”, sublinhava nas palavras dirigidas à Rainha D. Amélia. No campo político contrário o alvo principal era o semanário católico da cidade, “A Guarda”. “O diálogo semanal entre estes dois jornais, assinado por gente de alto coturno mental, foi, durante anos, espelho do confronto ideológico no país que somos”, anotou J. Pinharanda Gomes.

    A implantação da República foi assinalada, em O Combate, com grande e justificado entusiasmo. “Ah! Finalmente nos horizontes da terra portuguesa ergue-se o clarão redentor. O sol eleva-se soberbo! A Natureza colabora com os republicanos na obra redentora. Sol esplêndido! Como nós te saudamos, nós que te vimos esperando há quase seis anos para neste jornal te saudarmos”.

    Tendo desempenhado as funções de Secretário da Câmara Municipal da Guarda (a par de outras atividades nesta cidade), José Augusto de Castro dirigiu “O Combate” até Novembro de 1931. Posteriormente foi viver para Coimbra, onde morreu a 13 de Maio de 1942.

    Para além do seu exemplo ímpar de republicano íntegro, de “idealista rebelde”, jornalista combativo e de autor de admiráveis textos publicados na imprensa, deixou obras como Terra Sagrada, Árvore em Flor, Exaltação e Nuvens, Cartas à Rainha Srª D. Amélia de Orleães, Os Rebeldes, O Bispo, O Inimigo e Labaredas.

    Os seus restos mortais foram transladados em Setembro do ano seguinte para a Guarda, a cidade que ele sempre distinguiu. “Outras terras mais lindas há, de certo…/Porém nenhuma fica assim tão perto/ do puro azul do céu de Portugal”… E é nesta cidade que, por estes dias, se evoca este republicano guardense.

 

    HS, in O Interior, 18Fev2016

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Registo fotográfico...

por Correio da Guarda, em 21.02.16

Património degradado 2 - HS.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:52

Sede do Geoparque no Politécnico

por Correio da Guarda, em 20.02.16

 

     A sede do Geoparque Estrela vai ficar instalada, provisoriamente, no Instituto Politécnico da Guarda, enquanto decoorrer o processo de candidatura para a classificação da Serra da Estrela a Geopark Global da UNESCO.

     Recorde-se que no passado mês de Dezembro teve lugar na Escola Superior de Turismo e Hotelaria do IPG, em Seia,  a assinatura de Memorandum, entre os 9 municípios da Serra da Estrela e o Instituto Politécnico da Guarda, com vista à prossecução da referida candidatura. Este Memorandum, como foi salientado constituiu os primeiros alicerces daquilo que virá a ser um novo paradigma para o desenvolvimento deste território.

    Os Geoparques Globais da UNESCO, assim designados, constituem um novo conceito de territorialidade onde o Património Geológico de exceção é a base de uma estratégia que promove o bem-estar das populações, mantendo o máximo respeito pelo ambiente, apresentando como premissas a educação, o turismo e o desenvolvimento comunitário.

   O Geopark Estrela, com mais de 2 mil quilómetros quadrados  e aproximadamente 170 mil habitantes, engloba uma área que inclui os municípios de Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Oliveira do Hospital e Seia, "mais do que uma classificação a território da UNESCO, consagrará a Serra da Estrela como território de Educação, Ciência e Cultura".

geoparque sede IPG.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +


Referenciar citações

Protected by Copyscape Website Copyright Protection




Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: