Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A chegada da GNR à Guarda

por Correio da Guarda, em 30.11.14

IMG_7845.JPG

     Na Guarda foi hoje recriada a chegada dos primeiros elementos da GNR à cidade, ocorrida há cem anos.

    O espectáculo, encenado, contou com um pelotão fardado à época que, transportado numa composição ferroviária, deu entrada da estação da CP da Guarda poucos minutos depois das 14 horas.

     Nesta evocação histórica, os elementos da GNR foram recebidos pelas entidades oficiais de então (Presidente da Comissão Executiva Municipal, Governador Civil do Distrito); dezenas de figurantes animaram esta recriação do momento festivo que a cidade viveu aquando da chegada da Guarda Republicana, em 2 de Dezembro de 1914.

     A personagem do Governador Civil (interpretada por Vasco Queiroz) agradeceu “penhoradamente, ao governo da Nação, este valioso contributo que hoje se concretiza com a presença do garboso corpo da Guarda Republicana que temos na nossa frente”.

Cerimónia.jpg

      No seu texto, baseado em documentação da época, mormente na reportagem feita então pelo jornal “O Combate”, o Governador manifestou a sua convicção “que estes homens vão ser hercúleos pilares da segurança das nossas gentes e bens, imagem real da nova ordem política estabelecida, guardadores dos princípios basilares da República!”

     O Presidente da Comissão Executiva Municipal – protagonizado por Daniel Rocha – afirmou que “Republicana, a Guarda fraterna e hospitaleira recebe-vos de braços abertos. A Guarda, a Republicana, terá deste concelho o respeito e a gratidão de quem deseja a tranquilidade, a ordem pública; o apoio de quem abraçou este novo e ansiado regime, batendo-se pela igualdade, pela democracia, pela justiça! Este é um momento de grande significado para a história do nosso concelho.”

Recriação 20 ANA.jpg

      A concepção/coordenação do espectáculo (organizado pelo Comando Territorial da Guarda da GNR e com o apoio da Câmara Municipal) e a direcção de actores esteve a cargo de Américo Rodrigues. A ligação das intervenções e a descrição dos momentos desta recriação histórica foi feita pelo personagem que interpretava o papel de um jornalista de “O Combate”, período republicano que foi editado na Guarda, dirigido por José Augusto de Castro.

    Na ocasião foi também distribuído “O Paladino”, uma publicação feita para esta iniciativa que, apesar das condições atmosféricas instáveis (tal como há 100 anos atrás…) atraiu um elevado número de pessoas.

    Após ser tocado o Hino Nacional, pela Banda da Guarda Nacional Republicana, o pelotão da GNR, entidades oficiais presentes, actores, figurantes e o público que se deslocou à estação da CP rumaram para o Parque Urbano do Rio Diz, onde decorreu a cerimónia oficial comemorativa dos 100 anos da GNR na Guarda.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:34

Recriação histórica da chegada da GNR à Guarda

por Correio da Guarda, em 29.11.14

 

     Na Guarda vai ser recriada amanhã, pelas 14 horas, a chegada dos primeiros elementos da GNR à cidade, há cem anos.

     O espectáculo, encenado, vai contar com um pelotão fardado à época que virá numa composição ferroviária – cuja entrada ocorrerá na estação da CP, precisamente pelas 14 horas  – sendo recebido pelas entidades oficiais de então (Presidente da Comissão Executiva Municipal, Governador Civil); vão estar igualmente algumas dezenas de figurantes que evocarão o momento festivo que a cidade viveu aquando da chegada da Guarda Republicana, em 2 de Dezembro de 1914.

    Após a recriação da chegada, e das intervenções  que vão evocar a recepção dos primeiros elementos da GNR, os militares vão, a pé (e seguidos pelas entidades e figurantes) até ao parque Urbano do Rio Diz, onde decorrerá uma cerimónia oficial e outras actividades organizadas pelo Comando Territorial da GNR da Guarda.

Recriação histórica GNR.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:22

Um Rei na escuridão...

por Correio da Guarda, em 28.11.14

 

Sé e D. Sancho.jpg

     Num Praça luminosa, e que os guardenses (e não só) têm visitado – sobretudo para observar a iluminação natalícia da Cidade Natal – a estátua do rei fundador está praticamente na escuridão…

     Sendo a Praça Luis de Camões, por este período, um dos locais mais procurados na Guarda, faz todo o sentido que a estátua de D. Sancho I tenha uma iluminação adequada.

    Será mais um ponto de atracção para todos quantos querem ficar com um belo postal ilustrado da mais alta cidade de Portugal…agora Cidade Natal.

D. Sancho.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:03

815º aniversário da Guarda

por Correio da Guarda, em 27.11.14

D. Sancho I -  Foto Helder Sequeira.jpg

      A atribuição, por D. Sancho I, da carta de foral à Guarda, em 1199, é a efeméride assinalada hoje, dia do feriado municipal.

     Tradicionalmente, e após o abandono da data de 3 de Maio, o feriado municipal da Guarda era comemorado a 26 de Novembro, evocando assim o nascimento, oficial, da cidade. A divergência sobre a data de atribuição da carta de foral foi expressa, pela primeira vez, num artigo publicado, em 1985, no jornal "Notícias da Guarda".

     A partir dessa altura alargou-se o interesse pelo estudo da questão e não faltaram argumentos sobre a prevalência de 26 de Novembro; por outro lado, a favor do dia 27 deste mesmo mês os argumentos manifestaram igualmente a sua solidez.

     De facto, o documento medieval da outorga da carta de foral refere que "foi feita esta carta em Coimbra no dia Quinto antes das Calendas de Dezembro de 1237, no ano do nosso reinado." Assim, e como foi sustentado pelos investigadores que defenderam a nova data, o dia V antes das Calendas de Dezembro é o dia 27 de Novembro de 1237, o que convertido à data cristã (menos 38 anos) cai sobre o ano de 1199. A data de 27 de Novembro acabou, assim, por ser institucionalizada, há alguns anos atrás, como feriado municipal.

     Se é verdade que a outorga da carta de foral constitui um marco de referência na história desta terra, a sua origem (luso-romana, visigótica ou medieval) é uma questão à qual não foi dada ainda resposta definitiva e segura; sabe-se, isso sim, que lusitanos, romanos e visigodos deixaram por aqui traços indeléveis da sua passagem, testemunhos diversificados, igualmente espalhados pelo distrito.

    O ano de 1199 marca um período novo e mais conhecido da história guardense. Através da carta de foral os habitantes recebiam diversos privilégios e o incentivo ao povoamento desta zona, desejado pelo monarca português.

      À carta de foral da Guarda, bem como a outro importante documento conhecido por "Costumes da Guarda”, dedicou Alexandre Herculano a sua atenção, sendo realçado o contributo para o conhecimento do período medieval português.

     A história da Guarda encerra muitas e diversificadas páginas, onde emergem a sua importância militar, a sua projecção religiosa, o passar dos séculos e de vultos que sobressaíram na vida eclesiástica, política, literária ou científica. (HS)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:33

Docente do Politécnico distinguido pelo COP

por Correio da Guarda, em 26.11.14

 

     Mário Costa, docente da área de natação e biomecânica do curso de desporto do IPG, foi distinguido pelo Comité Olímpico de Portugal (COP) com uma menção honrosa na área do “Treino Desportivo”.

    Esta distinção daquele professor da Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto do IPG, está relacionada com o trabalho intitulado “Efeitos fisiológicos do treino em nadadores de elite: uma revisão sistemática em micro-variáveis”.

    De referir que aquela investigação é o resultado do esforço desenvolvido por Mário Costa em prol da atividade científica no âmbito da natação.

     O reconhecimento por parte da COP (segundo prémio do concurso) “vem comprovar que a qualificação docente e a investigação aplicada são uma realidade nos cursos de licenciatura e mestrado em Desporto do IPG, com evidente benefício para os alunos”, como nos foi referido pelo responsável da UTC de Desporto da ESECD/IPG, Nuno Serra.

     A entrega deste prémio terá lugar na Gala do COP, a realizar quinta-feira, dia 27 de novembro, em Lisboa.

     Recorde-se que Comité Olímpico de Portugal (COP), em parceria com a Fundação Millennium BCP, instituiu em 2014 os “Prémios COP/Fundação Millennium BCP Ciências do Desporto”, destinados a distinguir anualmente os melhores trabalhos de investigação nas diversas áreas das ciências do desporto.

    Estes prémios visam apoiar e estimular o desenvolvimento do desporto através da qualidade da investigação científica sobre os seus fatores críticos de competitividade.

     São seis as áreas distinguidas, que se repartirão por anos pares e ímpares. Nos anos pares, a iniciar em 2014, as áreas a concurso foram o Treino Desportivo, a Psicologia e Pedagogia do Desporto e a Medicina do Desporto. Nos anos ímpares, a iniciar em 2015, serão eleitas a Fisiologia e Biomecânica do Desporto, a Gestão e Desenvolvimento do Desporto e a História e Sociologia do Desporto. No presente ano foram recebidas 25 candidaturas, nas três categorias a concurso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:50

Simone de Oliveira na Guarda

por Correio da Guarda, em 25.11.14

simone1.bmp

     Simone de Oliveira vai actuar no Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda na próxima quinta-feira, dia 27 de Novembro, a partir das 21h30. Este espectáculo integra-se no programa comemorativo do 815º aniversário da Guarda.

    A cantora, um dos nomes maiores da música portuguesa dos últimos 50 anos, será acompanhada em palco pelo pianista Nuno Feist, num espetáculo intimista onde serão apresentados os temas mais marcantes da sua carreira.

    Filha de pai belga e mãe portuguesa, Simone de Oliveira cresceu em Lisboa. Na sequência de uma depressão, aos 19 anos, o médico aconselhou-a a distrair-se tendo optado por matricular-se no Centro de Preparação de Artistas da Emissora Nacional. A estreia da cantora em público ocorreu, em Janeiro de 1958, no primeiro Festival da Canção Portuguesa, concurso onde anos mais tarde, em 1969, viria a alcançar o maior êxito da sua carreira com “A desfolhada”, um clássico da canção portuguesa.

    Recebeu vários prémios dos quais se destacam os Prémios de Imprensa, Popularidade, Interpretação, Prémio Pozal Domingues e em 2011 o Globo de Ouro (por mérito e excelência). Foi condecorada com a Grande Ordem do Infante.

     Em 2007 comemorou os seus 50 anos de carreira no Coliseu de Lisboa. E em 2008, estreou o espetáculo "Um País chamado Simone".

     Verdadeiro ícone de várias gerações de artistas, Simone de Oliveira é um dos maiores nomes da história da música portuguesa dos últimos 50 anos.

     No TMG, a artista apresenta um concerto íntimo e de “olhos nos olhos”, onde serão revisitados alguns dos momentos mais marcantes da sua carreira, canções intemporais e histórias de uma mulher fascinante.

     Fonte: TMG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:14

Apresentação de Livro

por Correio da Guarda, em 24.11.14

LIVRO.jpg

     No auditório da Associação Académica da Guarda, no campus do IPG, vai ter lugar amanhã, dia 25 de novembro, pelas 20H30, a apresentação do livro “A ciência da Arbitragem em Portugal”.

     Esta obra, editada pela Federação Portuguesa de Futebol, reúne 20 investigações científicas que tiveram como objeto de estudo a arbitragem no Futebol.

    O livro aborda vários temas referentes à arbitragem, desde a tomada de decisão, a fisiologia, o treino, a eficácia nas decisões durante um jogo, até à psicologia e sociologia do desporto.

    Esta iniciativa  insere-se no âmbito do III ciclo de Tertúlias sobre o Desporto, promovido pela Unidade Técnico-Científica (UTC) de Desporto e Expressões da Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto (ESECD). Do programa constam diversas comunicações, proferidas por  António Montiel (Coordenador Pedagógico da Academia de Arbitragem da FPF) e João Pina (Coordenador Técnico da referida Academia), editores da obra; António Barbosa e Hugo Sarmento.

    Deve salientar-se o facto de dois capítulos do livro serem da autoria de António Barbosa, doutorado em Ciências do Desporto e docente do curso de Desporto do IPG.

    Esta obra procura dar respostas a inúmeras questões técnicas que são frequentemente colocadas no domínio da arbitragem. Além desta temática serão apresentadas por Pedro Esteves (doutorado em Ciências do Desporto e docente do IPG) as virtualidades do sistema eye-tracking para o treino e investigação na arbitragem.

    No final dos trabalhos está previsto um debate, aberto às intervenções dos participantes, moderado por Carlos Sacadura, docente da disciplina de Futebol na ESECD.

    O Coordenador da UTC de Desporto e Expressões, Nuno Serra, depois de se congratular com mais esta iniciativa e com o elevado número de inscritos (superiores a 100), enalteceu a importância, para o curso de licenciatura e mestrado, da aquisição de um sistema de eye-tracking móvel de última geração. No seu entender, esta tecnologia permite identificar as zonas do campo mais focadas por um árbitro e estudar os padrões de fixação visual mais frequentes em situações de treino e competição.

Fonte: UTC/DE/IPG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:58

Recriação histórica na Guarda

por Correio da Guarda, em 21.11.14

Recriação histórica GNR.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:11

Rewind it

por Correio da Guarda, em 20.11.14

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

João Queiroz na Direcção Geral do Ensino Superior

por Correio da Guarda, em 19.11.14

 

     O guardense João Queiroz, ex-Reitor da Universidade da Beira Interior, vai passar a exercer, a partir de sexta-feira, dia 21 de Novembro, as funções de Director Geral do Ensino Superior.

     João Queiroz substitui Vitor Magriço, que tinha apresentado a demissão ao Ministro da Educação, Nuno Crato.

    Licenciado em Bioquímica pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, mestre em Biotecnologia pelo Instituto Superior Técnico e doutorado em Química pela Universidade da Beira Interior, João Queiroz foi nomeado em comissão de serviço, e pelo período de cinco anos.

Queiroz.jpg

     Foto: Rádio Altitude 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +


Referenciar citações

Protected by Copyscape Website Copyright Protection




Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: