Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Internet e Segurança

por Correio da Guarda, em 20.11.13

     Mais informações em http://createtech.pplware.com/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:09

Exposição de Paulo Brighenti no TMG

por Correio da Guarda, em 19.11.13

 

     Na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda está patente até ao próximo dia 29 de Dezembro, a exposição “Gelo”, de Paulo Brighenti.

     Trata-se de uma exposição que reúne obras sobre papel realizadas ao longo do ano de 2013.

     Paulo Brighenti nasceu em 1968 em Lisboa. Vive e trabalha na capital. Expõe regularmente desde finais dos anos 90. Em 2002 Ganhou o Prémio de Desenho da Fundação Arpad Szenes- Vieira da Silva, Lisboa.

     Em 2013 realizou as exposições Chama Dupla, Galeria Baginski, Lisboa; Colecção António Cachola, MEIAC, Badajoz; Eclipse, Galeria do TMJB, Almada; Osso, Galeria Fonseca e Macedo, Ponta Delgada, Açores; A grande fogueira, Appleton Square, Lisboa. Natura, Casa Museu Nogueira da Silva, Braga.

     A exposição agora patente no Teatro Municipal da Guarda poderá ser visitada de terça à sexta das 16h às 19h e das 21h00 às 23h, aos sábados das 15h às 19h e das 21h00 às 23h e aos domingos das 15h às 19h.

     A entrada é livre.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:40

Rádio Altitude. Temporada 9

por Correio da Guarda, em 18.11.13

 

     Iniciou-se hoje a Temporada 9 da programação da Rádio Altitude, que vigorará até ao final de Junho de 2014.

     A designação por temporadas foi adoptada com o actual modelo da programação, no final de 2005. Esta longevidade no aperfeiçoamento do projecto a partir da matriz então definida é, por si só, inédita na história da Rádio Altitude e tem-se devido, sobretudo, ao esforço constante de melhoria e de reinvenção. A mais antiga estação local do país – que completou 65 anos de emissões regulares – prossegue as apostas na valorização enquanto órgão de comunicação de proximidade e no desenvolvimento da presença e da interacção nos novos meios. A temporada de programação que se inicia é, também, a que conta com o maior número de cidadãos a intervir na qualidade de cronistas, comentadores ou autores de programas temáticos. Mais Rádio e melhor Rádio – é um desafio constante.

     INFORMAÇÃO. A continuidade de uma informação dinâmica e actuante é um dos objectivos da nova grelha de programas. De Segunda-feira a Sexta-feira, os Jornais próprios às 7h30, 8h30, 9h30 e 10h30 fazem a actualização de estado das notícias da manhã e dos temas abordados ao longo das primeiras horas sob variadas formas: reportagens, entrevistas em estúdio, fóruns, directos e rubricas. O Jornal das 12h30 encerra a Manhã Informativa. Às 17h00 inicia-se a Tarde Informativa, que segue também um formato dinâmico, onde há lugar para a entrevista e para a reportagem, até ao Jornal das 18h00. A informação nacional e internacional é actualizada em cada hora, em cadeia com a TSF.

     A Manhã Informativa contará com o regresso de dois programas: o Fórum Altitude e a Revista de Imprensa. No Fórum Altitude, à Quarta-feira às 11h00, haverá antena aberta aos ouvintes, para uma discussão a várias vozes sobre um assusto novo em cada semana. O programa contará também com um painel de análise, formado por António Edmundo Ribeiro, António Soares, João Rota, José Pires Manso, Manuel Batista Rodrigues, Norberto Gonçalves e Santinho Pacheco, que intervirão conforme os temas em debate.

     O Fórum Altitude terá reposição gravada às 7h00 de Quinta-feira.

     À Quinta-feira, depois da edição das 10h30, um convidado diferente em cada semana fará a Revista de Imprensa, num leitura partilhada em que deixará o próprio olhar pela actualidade da região, do país e do mundo.

IPG FM é um programa produzido pelo Instituto Politécnico da Guarda, que continua na Rádio à Quarta-feira às 19h00 e ao Domingo depois das 13h00.

     À Quinta-feira, depois das 18h30, o Escape Livre, com Luís Celínio, João Oliveira Lopes e Pinto Moreira, prossegue a tradição na informação sobre automobilismo. O programa tem reposição ao Sábado às 18h00.

     Ao Sábado, os jornais de informação geral são às 9h30 e às 12h30 e ao Domingo antecedem e fecham a Revista da Semana, entre as 11h00 e as 13h00.

     OPINIÃO. À segunda-feira, o programa O Mundo Aqui reflecte sobre as inquietações e as exaltações de cada interveniente. O nosso mundo, comentado por sete cidadãos que rotativamente participarão nestas reflexões Adelaide Campos, Álvaro Guerreiro, António José Dias de Almeida, Carlos Baía, João Queirós, Manuel Pereira de Matos e Marília Raimundo.

Teoria da Evolução é um novo espaço de opinião, para ouvir ao Sábado às 10h15. De temática livre, é um testemunho da evolução dos dias. Maneiras de ver o mundo, por Antonieta Garcia, Isabel Coelho, Helder Coelho e Victor Afonso.

    DEBATE. À Segunda-feira prossegue o debate desportivo Jogo na Mesa, no qual três intervenientes residentes defendem as cores dos três maiores clubes do futebol nacional. O painel é formado por Armando Almeida (adepto do FCP), Joaquim Pinheiro (pelo SCP) e Mário Sucena (pelo SLB). A novidade é que este programa terá reposição gravada, a emitir no dia seguinte, Terça-feira, às 6h30. Tal como na reposição do Fórum Altitude à Quinta-feira, a Rádio inicia nesta temporada uma aposta em públicos matinais.

    À Sexta-feira, às 11h00, há lugar para o debate político Quarto Poder, um frente-a-frente com dois painéis, formados por Ana Manso e Fernando Cabral e por Esmeraldo Carvalhinho e Tiago Gonçalves. O programa tem reposição ao Sábado, às 8h00.

     Também à Sexta-feira, depois das 18h30, na Semana Cruzada comenta-se a actualidade. Em cada edição haverá três vozes, de um painel plural formado por mais de duas dezenas de pessoas: Abílio Curto, Agostinho Silva, Álvaro Estêvão, Armando Neves, Cidália Valbom, João Correia, João Paulo Antunes, Joaquim Canotilho, Joaquim Carreira, Joaquim Nércio, Jorge Mendes, José Pires Veiga, Leopoldo Mesquita, Mário Martins, Nuno Almeida, Pedro Fonseca, Pedro Pires, Pinto de Almeida, Ricardo Neves de Sousa, Rui Correia, Teresa Paiva, Sofia Monteiro, Virgílio Bento e Vítor Roque. O programa tem reposição ao Domingo às 9h00.

     ENTREVISTA. Ao Sábado, depois das 10h30, a Casa da Rádio abre-se à entrevista e à tertúlia, com diferentes convidados.

     MÚSICA. Além da selecção musical com a marca Altitude, vários programas de autor compõem a nova grelha. Rui Correia continuará O Homem da Guitarra, à Terça-feira às 11h30. À Quinta-feira Helena Neves traz Quinto Andamento, à mesma hora. As duas rubricas terão reposição nas tardes de Sábado e Domingo. Prossegue Sociedade de Autor, programa em que um cidadão por semana é convidado a fazer a sua própria selecção, para passar na Rádio na Quarta-feira às 17h30,

     Rewind It, à quinta-feira às 21h00, estreia esta temporada. É um programa de autor, com a duração de duas horas, de B. Riddim, nome artístico de Luís Sequeira, produtor guardense a residir em Londres.

    Ao Domingo, às 10h30, César Prata assina mais uma temporada de Ouvidos de Mercador.

     RÁDIO PLURAL. A Rádio Altitude assume uma forte aposta na informação local e regional – e na reportagem, no debate, na entrevista e na opinião. E esta será mais uma temporada com grande diversidade de abordagens, com uma reforçada aposta, também, num perfil musical distinto e de qualidade. Este é resultado do trabalho de uma pequena equipa de profissionais, mas também de um crescente número de colaboradores, cronistas, comentadores e autores de programas temáticos – cidadãos que integram o projecto de uma Rádio que se caracteriza pelo pluralismo de abordagens e intervenções.

 

     Fonte: Rádio Altitude

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:45

Toponímia. Rua do (des) Amparo...

por Correio da Guarda, em 17.11.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:09

Toponímia da Guarda

por Correio da Guarda, em 16.11.13

 

     “Toponímia da Guarda – comunicações do I Fórum sobre Toponímia” é o título do livro recentemente apresentado no Instituto Politécnico da Guarda.

    No prefácio desta publicação, o Vice-Presidente do IPG, Gonçalo Fernandes, escreve que a “toponímia ou o estudo dos topónimos corresponde à interpretação dos nomes próprios de lugares, da sua origem e evolução e constitui uma forma de entender o seu significado, para além da sua geografia e dos elementos materiais que os constituem”.

    A publicação, que pode ser adquirida nos Serviços Centrais do IPG, reúne as comunicações apresentadas no I Fórum sobre Toponímia da Guarda, promovido pelo Instituto Politécnico.

    Este livro integra a coleção “Politécnico da Guarda” que engloba já nove publicações.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:40

(De)Missão TMG

por Correio da Guarda, em 15.11.13


     Américo Rodrigues deixou de exercer, ontem, as funções de Director do Teatro Municipal da Guarda (TMG), na sequência da sua demissão pelo Presidente da Câmara Municipal.

     De acordo com a explicação apresentada por Américo Rodrigues, através da sua página no Facebook, “o pretexto para a demissão, feita por telefone, foi a convocatória que fiz para uma conferência de imprensa onde tencionava esclarecer um processo de contratação artística”. Este processo (de contratação artística) tem a ver com o espectáculo agendado para o próximo dia 27 de Novembro, Dia da Cidade, o qual foi objecto de notícia na comunicação social, como é do domínio público.

     A demissão causou, naturalmente, reacções diversas mas facilmente se percebe que emerge uma postura de discordância face a esta decisão e, sobretudo, ao modo como se interrompeu um projecto,  uma estratégia no plano da cultura.

     Sobre Américo Rodrigues, e em relação ao seu papel de intervenção cultural, escrevemos já em diversas ocasiões; assim, estas palavras não são de mera circunstância solidária ou de impulso para notoriedade mediática...basta reeditar alguns textos, devidamente identificadas quanto à autoria (há quem continue a nutrir doentia paixão pela capa do anonimato), para deixarmos este registo.


     Quem, com uma carreira de mais de trinta anos na área da animação e da cultura, se tem empenhado na afirmação e valorização da Guarda, na recuperação de tradições ou de todo um imaginário com raízes ancestrais deve merecer o apoio e o apreço dos seus concidadãos; esse patamar individual foi conquistado com trabalho, determinação, competência e com um férrea vontade de serem ultrapassadas as dificuldades ou obstáculos, de natureza diversa, ao longo de anos.

     O panorama cultural da Guarda de hoje é notoriamente diferente do período que antecedeu a abertura do TMG e, para esse desenvolvimento, houve todo um trabalho anterior, conhecido, documentado.

     Há, certamente, quem tenha discordado e repudie as suas opções, as suas ideias, o seu modo de ser e de estar; Américo Rodrigues é igual a ele próprio. Inteligente, frontal, culto, irreverente, emotivo, dinâmico, criativo, competente.

     Estas características não são apenas de hoje mas de sempre; são reconhecidas por quem tem acompanhado o seu percurso desde os tempos de estudante, da Casa da Cultura da Juventude da Guarda/FAOJ, da fundação do AQUILO e de outras iniciativas que deixaram marca na cidade e região. Haja memória!...

     É na Guarda da memória do seu papel e contributo em prol do desenvolvimento cultural da cidade e região que se justificam, hoje, estas considerações, agora que deixou a direcção do Teatro Municipal. A Guarda deve reconhecer o mérito de quem a serve e abraça a suas causas.

     Há dois anos atrás, como muitos se recordam, Américo Rodrigues recebeu a medalha de mérito do Ministério da Cultura. Como escrevemos, então, esse foi mais um reconhecimento externo pelo trabalho desenvolvido em prol da cultura, da Guarda, do interior; foi também uma resposta expressiva a alguns críticos, eternos ausentes das iniciativas realizadas e indiferentes às múltiplas propostas nesta área.

     Aceita-se a divergência de ideias e posições mas isso não pode dar lugar ao menosprezo pelo trabalho realizado, à maledicência ou à calúnia, como se tem visto, nas últimas horas, numa rede social ou na blogosfera.

     Obviamente que isso não afectará, por aí além, o visado quando há trabalho feito e análises serenas sobre o seu percurso e idoneidade profissional.

     Há que sonhar novas madrugadas, pensar novos horizontes onde se afirmem os ideais do Rebeldino, combatente da liberdade, defensor da instrução, do trabalho e da cultura.

    Este é um eco que vem já de “O Combate”, advertimos, desde já, os mais propensos a leituras rápidas ou que não gostam ir além do presente... E é fundamental que não se esqueça a missão e a dimensão do TMG!


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:33

Concerto de Cristina Branco no dia da Cidade

por Correio da Guarda, em 15.11.13

 

     Cristina Branco vai actuar na Guarda no próximo dia 27 de Novembro.

     O concerto, integrado no programa comemorativo do 814º aniversário da cidade, terá lugar no Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda, a partir das 21h30

    Atendendo a esta efeméride, o preço do bilhete é especial (cinco euros).

    O bilhete pode ser adquirido aqui.

 Foto: Augusto Brazio

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:22

Micologia e Micoturismo

por Correio da Guarda, em 14.11.13

     A Escola Superior de Turismo e Hotelaria do Instituto Politécnico da Guarda vai promover, no próximo dia 22 de Novembro, um workshop dedicado ao tema “Micologia e Micoturismo - Uma relação natural?”

    Esta ação inclui uma formação teórica de enquadramento sobre o Micoturismo e Micologia, uma saída de campo para observação e apanha de cogumelos e ainda uma aula de preparação e confeção dos cogumelos recolhidos.

    A referida formação pretende dar a conhecer a grande biodiversidade que caracteriza este grupo de seres vivos na região bem como identificar o Micoturismo como uma oportunidade de desenvolvimento e criação de riqueza para a região da Serra da Estrela.

    Esta iniciativa tem a colaboração do Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10

Zeca Medeiros no TMG

por Correio da Guarda, em 13.11.13

 

     Zeca Medeiros vai actuar no Café Concerto do TMG no próximo sábado, 16 de Novembro, pelas 22h00.

    O músico açoriano será acompanhado em palco pela cantora Filipa Pais e pelos músicos Rogério Pires (guitarra, baixo e voz), Gil Alves (flauta, percussão e voz) e Jorge A. Silva (teclas e voz).

     Em ambiente intimista e informal, o concerto de Zeca Medeiros tem como fio condutor os temas do último disco "Fados, Fantasmas e Folias", passando também por outros trabalhos da sua discografia. Artista multifacetado (realizador, actor, compositor, letrista), o músico funde e confunde o valor da palavra com a música, acrescentando-lhe com uma mestria incontornável a dimensão teatral e o tom grave e rouco da sua voz, ora embalador, ora poderosamente desconcertante, sendo actualmente um dos nomes mais emblemáticos da música portuguesa.

    Este concerto integra o Outonalidades – Circuito Português de Música ao Vivo, promovido pela D’Orfeu Associação Cultural.

   A entrada é livre.


   Fonte: TMG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:46

Museu do Côa conquista prémio internacional

por Correio da Guarda, em 12.11.13

     O Museu do Côa conquistou o primeiro prémio na categoria de edifício público da primeira edição do Prémio Internacional de Arquitectura de Baku, organizada pelos Ministério da Cultura, Turismo e União de Arquitectos do Azerbeijão.

     Esta iniciativa foi apoiada pela União Internacional de Arquitectos.

     O projecto da autoria dos arquitectos Camilo Rebelo e Pedro Tiago Pimentel foi distinguido entre os mais de 300 que foram a concurso.

    O Museu do Côa ocupa uma área de seis mil metros quadrados, desenvolvendo-se ao longo de 190 metros e dando a ideia de uma enorme pedra de xisto.

    O visitante vai encontrar, através de um percurso linear, três salas de contextualização e de introdução à temática exposta. A conjugação da tecnologia da informação, do desenho e da fotografia é um traço visível no suporte da apresentação dos conteúdos do Museu.

    Seguem-se mais quatro salas dedicadas ao tratamento monográfico da arte rupestre existente naquela zona. Ali se encontram as réplicas de quatro gravuras rupestres, duas das quais em riscos de deterioração e as restantes submersas.

     Recorde-se que a identificação das gravuras rupestres do Paleolítico, no Vale do Côa, ocorreu em 1994, nascendo a discussão em torno da não construção da barragem que iria ocultar esse património. A UNESCO viria a classificar, em 1998, as gravuras do Vale do Côa como Património da Humanidade. O lançamento de um concurso internacional de ideias para o desenho do Museu viria a ocorrer apenas em 2005.

    O Museu foi inagurado em 30 de Julho de 2010. (HS)


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:39



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +