Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Guarda: a República" - novo espectáculo colectivo

por Correio da Guarda, em 30.09.10

     A Culturguarda (empresa municipal que gere o TMG) tem prevista para o próximo mês de Novembro a apresentação do espectáculo colectivo “Guarda: a República”.

Incidindo sobre episódios, ligados à Guarda, “evocativos da República”, está agendado para os dias 26, 27 e 28 de Novembro, no Grande Auditório do Teatro Municipal

     Coordenado por Américo Rodrigues, envolverá cerca de 500 pessoas.

     Ainda no âmbito das comemorações do centenário da República, promovidas pela Câmara Municipal da Guarda, o grupo Projéct~ (projéctil), estrutura de produção teatral do TMG, irá representar uma peça baseada na vida da médica Carolina Beatriz Ângelo, natural da Guarda, a primeira mulher a exercer o direito de voto em Portugal.

     Também o próximo volume da Revista “Praça Velha”, e à semelhança do anterior, será dedicado ao centenário da República.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:26

Exposição sobre Carolina Beatriz Ângelo

por Correio da Guarda, em 29.09.10

     No Museu da Guarda continua patente até ao próximo dia 31 de Outubro a exposição temporária “Carolina Beatriz Ângelo. Intersecções dos sentidos / palavras, actos e imagens”. 

     Fundadora da Associação da Propaganda Feminina, Carolina Beatriz Ângelo foi a primeira mulher a exercer, em Portugal, o direito de voto, posicionando-se também num lugar de destaque no quadro europeu, ao nível da intervenção cívica.

     Nascida na Guarda, em 1878, aqui frequentou o Liceu, a partir de 1891, antes de rumar para Lisboa onde estudou na Escola Politécnica e, dois anos depois, na Escola Médico-Cirúrgica, concluindo o curso de Medicina em 1902. Nesse mesmo ano casou com o médico Januário Barreto, natural de Aldeia do Souto (Covilhã).

     Carolina Beatriz Ângelo, para além do facto que a tem envolvido em singularidade e distinção, é conhecida igualmente por ter sido a primeira mulher portuguesa a desenvolver actividade cirúrgica, no Hospital de São José, em Lisboa; naquela cidade teve consultório na Rua do Almada.

     Em 1911, no mês de Fevereiro, subscreve, juntamente com outras destacadas figuras feministas, um documento – entregue a Teófilo Braga – em que solicita o direito de voto para a mulher, com reconhecida independência económica. Recorde-se que a primeira lei eleitoral da República Portuguesa condicionava o direito de voto aos cidadãos “com mais de 21 anos, que soubessem ler e escrever e fossem chefes de família”.

     Em Tribunal argumentou, em favor do exercício do seu direito de voto, com o facto de ser viúva (o marido falecera em Junho de 1910) e “chefe de família”. Em 28 de Abril de 1911, o juiz João Baptista de Castro, considerando que excluir a mulher “é simplesmente absurdo e iníquo e em oposição com as próprias ideias da democracia e da justiça proclamada pelo partido republicano”, sentenciou que “a reclamante seja incluída no recenseamento eleitoral em preparação no lugar e com os requisitos precisos”.

     Nesse mesmo ano, a 28 de Maio, e nas eleições para a Assembleia Constituinte, protagonizou o primeiro voto por parte da mulher portuguesa; acto que teve lugar na assembleia eleitoral de S. Jorge de Arroios (Lisboa).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55

Comemoração da República na Guarda

por Correio da Guarda, em 29.09.10

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:43

Concurso de fotografia sobre antiguidades

por Correio da Guarda, em 29.09.10

 

     A Agência da Guarda da Fundação INATEL vai promover no próximo dia 3 de Outubro um concurso de fotografia que incidirá sobre a Feira de Antiguidades agendada para aquela data.

     Este certame decorrerá, como habitualmente, na Praça Velha organizado pela Agência para a Promoção da Guarda (APGUR).

     O “Raid fotográfico”, como foi designada esta acção do INATEL, consiste em produzir, entre as 10 e as 12 horas, 10 fotografias com o tema da Feira.

     As fotos serão entregues para avaliação e analisadas de forma a serem divulgados os resultados durante o almoço de confraternização entre os participantes. Os trabalhos produzidos serão dados a conhecer, na mesma alturas, aos presentes e depois divulgados através do sítio do APGUR na Internet.

     Os interessados podem efectuar a sua inscrição até ao próximo dia 1 de Outubro, podendo o formulário ser solicitado na Agência da Guarda da Fundação INATEL ou através do e-mail daquela Agência.

     De acordo com o regulamento, os concorrentes entregarão as fotografias em suporte digital numa estrutura da Agência da Fundação INATEL da Guarda colocada na Praça Velha, mediante a transferência do cartão da máquina.

     Não será permitido o tratamento de fotografias através de software de imagem, devendo também as máquinas fotográficas ser programadas para em cada foto ser inserida a referência ao dia e hora da realização do registo da imagem.

     As fotografias serão gravadas e inseridas numa pasta com nome fictício para serem apreciadas pelo júri; devem ter como tema a Feira de Antiguidades, envolvendo as estruturas e objectos expostos, as operações de compra e venda, incluindo pelo menos em quatro fotografias o elemento humano.

     Segundo o regulamento, poderão incidir igualmente sobre a envolvente da Feira

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:38

Prémio RibaCôa

por Correio da Guarda, em 28.09.10

 

     Caminho da Transição” é o tema da segunda edição do Prémio RibaCôa, promovido pela Fundação Vox Populi (FVP).

     Esta iniciativa destina-se a incentivar a implementação de projectos de desenvolvimento sustentável no concelho de Almeida. O prazo de candidaturas decorre até ao próximo dia 31 de Outubro

     Podem concorrer projectos originais ou já iniciados de participantes residentes na União Europeia; o trabalho seleccionado pelo júri recebe um prémio no valor de mil euros e um subsídio destinado à sua concretização, no valor de 10 mil euros, atribuído ao longo do seu desenvolvimento e implementação.

     O Presidente da Fundação Vox Populi, Luis Queirós, e membro do júri, considera que é “urgente desenvolver e implementar projectos que sirvam para recuperar um concelho, uma freguesia envelhecida e sem perspectivas de futuro, através de projectos de investigação que impulsionem os princípios do respeito pela natureza, a moderação na utilização dos recursos, o respeito pelos valores tradicionais e a valorização da produção local.”

     A FVP é uma organização de interesse público sem fins lucrativos, instituída em 2009 por Luís Queirós, presidente do Grupo Marktest; actua no domínio da recolha da opinião pública, dos estudos de opinião e do tratamento estatístico dos dados e pretende auscultar, estudar e compreender o povo português, residente e não residente em Portugal,

     De referir que o júri deste prémio é integrado por representantes da Fundação Vox Populi, da Câmara Municipal de Almeida, da Associação dos Amigos de Almeida, da Associação Rio Vivo e da Associação Sócio-Terapêutica de Almeida.

     Os interessados podem obter mais informações em www.fvp.pt.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:15

Museu do Côa recebeu mais de 10 mil visitantes

por Correio da Guarda, em 18.09.10

 

 

 

in Diário AS BEIRAS, 18|Set|2010

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:16

Corella Ballet actua no Teatro Municipal da Guarda

por Correio da Guarda, em 18.09.10

 

     O espectáculo da companhia espanhola Corella Ballet é a excelente  proposta do Teatro Municipal da Guarda para hoje.

     O Corella Ballet, a única companhia de Espanha no que diz respeito ao bailado clássico em, vai apresentar no TMG as coreografias Raymonda, For Four, Soleá e DGV.

     Ángel Corella, director artístico desta companhia de bailado, foi bailarino principal do American Ballet Theater de Nova Iorque e integrou o prestigiado espectáculo internacional “Kings of the Dance”.

     Considerado uma celebridade internacional, Ángel Corella foi distinguido com o Prémio Benois de la Dance (o “Óscar” na área da dança),

     O Corella Ballet especializou-se em ballet clássico e instalou-se em Castilla y León.

     O espectáculo terá lugar no Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda, a partir das 21h30. A não perder!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:03

Arruadas no dia sem carros

por Correio da Guarda, em 18.09.10

    

      No âmbito do programa da Semana Europeia da Mobilidade, “Dia Sem Carros”, o Grupo de Bombos “Trinta por uma linha” fará uma arruada na cidade da Guarda, no próximo sábado.

     Esta actividade inicia-se pelas 10 horas e para o período da tarde está marcada a actuação do Grupo de Bombos de Lavacolhos, do Fundão.

     O “Grupo de Concertinas Estrelas da Serra”, ainda no âmbito deste programa, vai proporcionar a animação citadina a partir das 16 horas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:58

500 anos foral de Longroiva

por Correio da Guarda, em 18.09.10

     O quinto centenário da atribuição do foral manuelino de Longroiva (concelho da Meda) vai ser assinalado amanhã naquela localidade.

     O programa comemorativo inicia-se pelas 11 horas, com uma missa na Igreja Matriz, onde estarão presentes elementos da Ordem dos Templários; seguir-se-á uma visita pelo centro histórico de Longroiva.

 

    

      No período da tarde, a partir das 14 horas, terá lugar na Casa Municipal da Cultura da Meda o lançamento da publicação fac-similada do foral atribuído por D. Manuel I, em 1 de Junho de 1510. Este acto antecede, no mesmo espaço, de um colóquio que terá como tema "Longroiva: 1510-2010" e o Prof. Adriano Vasco Rodrigues como o principal orador.

     Pelas 17 horas, em Longroiva, iniciar-se-á a recriação histórica da atribuição do foral, efeméride que os CTT vão também evidenciar através da edição de um selo comemorativo.

     Até ao final do ano via estar patente, no Arquivo Municipal da Meda, exposição documental sobre a carta de foral atribuída pelo Rei D. Manuel I.

     Aquela povoação do concelho da Meda tem origens remotas, havendo indícios que o local registou já povoamento nos períodos do Paleolítico e Neolítico.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:45

Forais de Pinhel

por Correio da Guarda, em 08.09.10

 

     A obra Os Forais de Pinhel foi recentemente apresentada naquela cidade, com edição da Câmara Municipal.

     No livro são reproduzidas duas das três cartas de foral atribuídas a Pinhel: o foral de 1209, outorgado por D. Sancho I (mais tarde confirmado por D. Afonso II e depois por D. Dinis), e o Foral de 1510, mandado lavrar por D. Manuel I e confirmado em 1684 por D. Pedro II.

     A edição deste trabalho contou com a colaboração de Paula Pinto Costa, docente na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

     Para o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, António Ruas, trata-se de um livro «com um significado muito especial para Pinhel e para os pinhelenses». O autarca evidenciou o trabalho daquela docente universitária, através do qual se viabilizou um maior conhecimento „sobre Pinhel e os seus costumes».

     Paula Costa referiu, no decorrer da apresentação, que os forais «são património de todos e, como tal, temos a obrigação de os conservar e de os dar a conhecer».

     Aquela investigadora diria depois que «os forais de Pinhel reflectem, sem dúvida, a história desta região da Beira, mas também são elementos que ajudam a explicar fenómenos à escala nacional. Neste sentido, estudá-los equivale a reflectir sobre a história de Portugal, em geral, e sobre a de Pinhel, em particular».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:16


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +


Referenciar citações

Protected by Copyscape Website Copyright Protection