Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



La Tuna Rastafari

por Correio da Guarda, em 29.11.08

 

La Tuna Rastafari vai actuar no Café Concerto no próximo dia 4 de Dezembro, numa parceria do TMG com o Outonalidades.
La Tuna Rastafari são um grupo de jovens músicos que produzem, desenham e improvisam. Uma banda que tem por missão animar todos os palcos por onde passa.
Sons imaginativos combinados com humor e muita surpresa à mistura. La Tuna Rastafari surgiu em Morraço (Galiza) em 2005, tendo por base músicos de outras bandas locais que tinham em comum o gosto pela música.
 O seu repertório de imaginativas letras e músicas promete pôr todo o público a dançar. O espectáculo está marcado para as 22h00
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:52

Agências de Viagens e Turismo

por Correio da Guarda, em 28.11.08

 

“Agências de Viagens e Turismo” é o tema de um worshop que terá lugar no dia 3 de Dezembro de 2008, pelas 16h30, no Auditório da Escola Superior de Turismo e Hotelaria/IPG, em Seia.
Esta iniciativa insere-se no ciclo “Escolhe o Teu Futuro em Turismo e Lazer” organizado pela Licenciatura em Turismo e Lazer, da Escola Superior de Turismo e Hotelaria, do Instituto Politécnico da Guarda; no âmbito deste ciclo serão convidados profissionais de diversos subsectores da actividade turística, dando primazia à presença de antigos alunos que desempenham, actualmente, a sua actividade profissional no sector.
Pretende-se que os vários workshops a realizar sejam um fórum de partilha de experiências e de conhecimentos entre os vários participantes (profissionais convidados, alunos, docentes, bem como toda a comunidade), tendo como principal objectivo a divulgação da grande diversidade de oportunidades de trabalho existentes na área do Turismo e Lazer.
O sector do Turismo e Lazer, como é referido pela organização deste ciclo, caracteriza-se por uma enorme diversidade na oferta de actividades, relacionadas entre si, que conduzem à procura de um Produto Turístico Total. Nesse âmbito, tendo em vista a sua competitividade e sustentabilidade, o sector exige a coordenação de uma vasta gama de entidades, públicas e privadas.
Tal diversidade e multidisciplinaridade reflecte-se nas inúmeras profissões existentes no seio da actividade turística, cada qual com os saberes e procedimentos específicos. Um dos objectivos da formação em Turismo e Lazer é prover os formandos de um sólido conhecimento do funcionamento do sistema turístico e de cada um dos seus componentes, bem como de instrumentos e noções que lhes permitam operar profissionalmente no sector.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:12

"Trova da Guarda"

por Correio da Guarda, em 27.11.08

 

Arlindo de Carvalho vai apresentar no Grande Auditório do TMG, no próximo Sábado, dia 6 de Dezembro (pelas 21h30) o espectáculo “Trova da Guarda”.
Arlindo de Carvalho estreou-se como cantor em Paris em 1966. Depois, percorreu a Europa cantando em muitas universidades e liceus, em prestigiadas salas de espectáculos e em programas de rádio e televisão em Paris, Hamburgo, Berlim, Munique e outras cidades. Participou, como cantor convidado, nas campanhas de Olof Palme de 1976 e 1979; isso permitiu-lhe, depois, cantar um pouco por toda a Suécia.
A sua obra abrange estilos de música popular que vão desde o minhoto ao açoriano, com predominância da Beira, incluindo ainda fados de Lisboa e Coimbra e obras para grupos corais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:44

Inauguração da nova Biblioteca Municipal da Guarda

por Correio da Guarda, em 27.11.08

 

 
A nova Biblioteca Municipal da Guarda, a que foi atribuído o nome de Eduardo Lourenço, vai ser hoje inaugurada, com a presença do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva.
O acto inaugural está agendado para as 11h30, seguindo-se a abertura da exposição e lançamento do catálogo “Um (e)terno olhar: Eduardo Lourenço, Vergílio Ferreira e a Guarda”, bem como a apresentação do livro “Leituras de Eduardo Lourenço”.
Pelas 12 horas decorrerá, na Alameda de Santo André, a sessão solene do Dia da Cidade e a cerimónia de entrega do Prémio Eduardo Lourenço, que será atribuído a Ángel Campos Pámpano, a título póstumo (aquele poeta espanhol faleceu na passada terça-feira).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:32

809º aniversário da Guarda

por Correio da Guarda, em 27.11.08

 

Na Guarda é hoje assinalado o 809º aniversário da atribuição, por D. Sancho I, da carta de foral a esta cidade.
Tradicionalmente, e após o abandono da data de 3 de Maio, o feriado municipal da Guarda era comemorado a 26 de Novembro, evocando assim o nascimento oficial da cidade.
A divergência sobre a data de atribuição da carta de foral foi expressa, pela primeira vez, num artigo publicado, em 1985, no jornal "Notícias da Guarda".
A partir dessa altura alargou-se o interesse pelo estudo da questão e não faltaram argumentos sobre a prevalência de 26 de Novembro, por outro lado, a favor do dia 27 deste mesmo mês.
Contudo, o documento medieval da outorga da carta de foral refere que "foi feita esta carta em Coimbra no dia Quinto antes das Calendas de Dezembro de 1237, no ano do nosso reinado."
Assim, e como foi sustentado pelos investigadores que defenderam a nova data, o dia V antes das Calendas de Dezembro é o dia 27 de Novembro de 1237, o que convertido à data cristã (menos 38 anos) cai sobre o ano de 1199.
Há oito anos foi, finalmente, institucionalizada a data de 27 de Novembro como feriado municipal.
Se é verdade que a outorga da carta de foral, por D. Sancho I, constitui a certidão de nascimento desta terra, a sua origem (luso-romana, visigótica ou medieval) é uma questão a que não foi dada ainda resposta definitiva e segura.
Sabemos, isso sim, que lusitanos, romanos e visigodos deixaram por aqui traços indeléveis da sua passagem, testemunhos diversificados, espalhados igualmente pelo Distrito.
Mas o ano de 1199 marca, de facto, um período novo e mais conhecido da história guardense; através da carta de foral os habitantes recebiam diversos privilégios e o incentivo ao povoamento desta zona, bem desejado pelo monarca português.
À carta de foral da Guarda, bem como a outro importante documento conhecido por "Costumes da Guarda" dedicou Alexandre Herculano a sua atenção, sendo realçado o seu contributo para o conhecimento do período medieval português.
A história da Guarda encerra muitas e diversificadas páginas, onde emergem a sua importância militar, a sua projecção religiosa, o passar dos séculos e de vultos que sobressaíram na vida religiosa, política ou literária. (H.S.)
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:04

"Ficção e Realidade" : colóquio na Guarda

por Correio da Guarda, em 26.11.08

 

Terá lugar hoje, dia 26 de Novembro, pelas 14h30m, na sala da Assembleia Municipal  o Colóquio “Ficção e Realidade”, integrado nas comemorações dos 809 anos da atribuição do foral à Guarda.
Promovido pelo Centro de Estudos Ibéricos (CEI), este colóquio contará com intervenções de Eduardo Lourenço, José Gil, Angel Marcos de Dios, Fernando Catroga e Pedro Pita.
Pelas 18h00 será apresentado o volume nº 4 da Revista “Iberografias”, edição anual do Centro de Estudos Ibéricos.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:08

Ángel Campos Pámpano

por Correio da Guarda, em 26.11.08

 

O poeta Ángel Campos Pámpano, vencedor da edição de 2008 do Prémio Eduardo Lourenço faleceu ontem, vítima de complicações pós-cirúrgicas, no Hospital Universitário Infanta Cristina, em Badajoz.
Apesar desta ocorrência, a cerimónia de Entrega do Prémio Eduardo Lourenço mantém-se, conforme prevista, para  amanhã, 27 de Novembro, pelas 12h, na Guarda, sendo o Prémio entregue, a título póstumo, à Conselheira de da Cultura e Turismo da Junta da Estremadura, que representará a família do Galardoado.
Nascido em 1957, em San Vicente de Alcántara (Badajoz), Ángel Campos Pámpano (San Vicente de Alcántara, Badajoz, 1957) foi poeta, tradutor de português, editor e professor de Língua e Literatura Espanholas, em Lisboa. Foi também Director da revista bilingue “Espacio/Espaço Escrito”, um projecto inovador no domínio das relações literárias entre os dois países ibéricos, que foi fundada em 1987 com a vontade de aproximar duas culturas tão próximas.
A Ángel Campos devem-se traduções de destacados poetas portugueses como Fernando Pessoa, António Ramos Rosa, Carlos de Oliveira, Eugénio de Andrade, Sophia de Mello Breyner Andersen, Ruy Belo e Al Berto, entre outros.
Por ser um autor da Fronteira, a sua obra poética evidencia a influência de autores portugueses e é reconhecida pela sua qualidade, modernidade e vivacidade. Ángel Campos Pámpano interpretou singularmente a Fronteira, entendendo-a como forma de comunicação e não de separação.
Em 2006 foi-lhe concedido o Prémio de Tradução Giovanni Pontiero pela edição de Nocturno Mediodía. Antologia Poética (1944-2001), de Sophia de Mello Breyner.
Em 2005 recebeu o Premio Extremadura a la Creación pelo livro “La semilla en la nieve”. Asua obra foi recolhida em diversas antologias.  Em 2008 foi-lhe atribuído o Prémio Eduardo Lourenço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:01

Exposição de Pintura

por Correio da Guarda, em 26.11.08

 

Na Casa Municipal de Cultura da Meda vai estar patente de 27 de Novembro a 5 de Janeiro uma exposição de pintura de José Manuel Soares.
Intitulada “Ditosa Pátria Lusitana”, esta exposição abre ao público no mesmo dia em que é inaugurada a nova Biblioteca Municipal da Meda.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:55

Antunes Ferreira: um rosto da Rádio

por Correio da Guarda, em 25.11.08

 

A histórica Rádio Altitude perdeu ontem mais um dos seus obreiros: Antunes Ferreira. Um nome que atravessa um largo período das emissões em onda média e igualmente os anos iniciais da frequência modulada, na RA.
A estação guardense foi para Antunes Ferreira (nasceu a 30 de Novembro de 1929, faleceu a 24 de Novembro de 2008) o local de trabalho ao longo de 35 anos, período durante o qual interveio no desenvolvimento da própria rádio, que considerou ter sido uma "autêntica escola".
Antunes Ferreira passou pelo Sanatório Sousa Martins, como internado, tendo, dentro do espírito da terapia ocupacional praticada naquela unidade, sido convidado para trabalhar na Rádio Altitude.
Em entrevista que nos concedeu há alguns anos atrás (e que foi publicada no Diário da Guarda), relembrava a abertura de um concurso, aquando da passagem do décimo aniversário da RA, para a escolha de alguns elementos destinados a trabalhos de apresentação de programas. "Fiquei classificado em quarto lugar", disse-nos Antunes Ferreira, que, juntamente com mais quatro companheiros, passou a desenvolver a sua actividade na, então, modesta estação de rádio.
 
Na altura, o suporte humano da Rádio Altitude "era o amadorismo puro. Éramos todos amadores e nas horas disponíveis é que íamos para lá. Nós, os doentes, íamos após a fase do período das curas, que eram de repouso total. Alguns iam trabalhar na locução, outros nos arquivos de discos, outros nos registos."
A partir dessa altura desenvolve "uma colaboração assídua, durante vários anos. Juntamente com outras pessoas, de fora, assim se mantinha o Altitude". Cerca de 1960, o então Director do Sanatório Sousa Martins – Dr. Martins de Queirós - que para Antunes Ferreira "era a alma e o coração do Altitude", entendeu e perspectivou a importância daquela rádio como meio de comunicação social.
"Nessa altura começou a haver uma colaboração mais regular de outros elementos. Estava para sair do Sanatório, um vez que estava curado, e o Dr. Martins de Queirós convidou-me para ficar, como profissional, isto à volta de 1965".
Foi também a partir dessa altura que começou a haver alguns profissionais. " A minha função não era propriamente de animador de emissão, até porque eu gostava mais da técnica. Dediquei-me mais à técnica". Um trabalho que Antunes Ferreira privilegiou ao longo dos 35 anos que trabalhou na Rádio Altitude.
"O ambiente era muito diferente do actual. Todos nós trabalhávamos mais sobre o joelho mas poderei dizer que aquilo era uma escola de rádio. Houve muita gente que ali aprendeu e dali saíram para outros emissores; recordo que houve elementos que foram para os emissores associados de Lisboa, outros para o Porto. A Rádio Altitude nos seus primeiros vinte e cinco, trinta anos, funcionou como uma escola de Rádio". Recordou, com alguma nostalgia, Antunes Ferreira.
Havia "muito amadorismo e sobretudo muita vontade e amor àquela casa", uma fórmula que, na sua opinião, foi importante para se consolidar a projecção da Rádio Altitude. "Aqui na região o que mais se ouvia era a RA, não só pelo interesse das notícias mas também pela música popular que passava, do gosto do nosso povo".
Todos os programas deixaram boas recordações a Antunes Ferreira mas "aqueles espaços que mais vivia, como técnico, eram as transmissões directas. Eram feitas transmissões directas desportivas, religiosas, quer de acontecimentos políticos".
A veracidade das notícias, para o povo, referia Antunes Ferreira, "era confirmada pela RA. Se o Altitude dava qualquer notícia era porque isso tinha mesmo acontecido.".
Daí que, fez questão em sublinhar, “toda a população da Guarda sentia o Altitude como uma coisa deles. Toda a gente achava que tinha um bocadinho na própria Rádio Altitude. Aquela casa era de todos".
(da direita para a esquerda: Antunes Ferreira, Helder Sequeira, José Augusto Marques)
 
Ao longo dos anos o apoio do Sanatório e do Hospital foi permanente, quer através da disponibilização das instalações, quer do fornecimento da energia eléctrica e da água. "Ainda houve uma altura em que havia sócios. Era uma quotização diminuta mas realmente como as despesas também não eram grandes, pois o pessoal era amador. As despesas eram também suportadas pelos discos pedidos, pelos anúncios de bailes e pela própria publicidade. Esta era importante e fundamental para a compra de máquinas. Vivia-se com o que se tinha e nada mais."
Questionado, na altura dessa entrevista, sobre o futuro da Rádio Altitude, disse-nos: "Houve sempre uma coisa que sempre pedi: era que fosse o Altitude a ver-me desaparecer a mim e eu não ver desaparecer o Rádio Altitude. É isso que continuo a pedir."
E a Rádio continua, e vai recordá-lo! No dia de ontem e de hoje a bandeira da Rádio, a meia haste, era disso testemunho. A actual direcção da Rádio, e muito justamente, não esqueceu o homem que durante largos anos foi um dos principais rostos da estação, trabalhador incansável, solidário, intransigente defensor dos verdadeiros interesses da sua estação emissora, cuja solidez económica soube sempre salvaguardar.
Também nós, que com ele privámos largos anos, não o esquecemos. Estas breves notas são uma singela homenagem ao homem e ao profissional (gostava de ensinar, partilhar, apoiar) que tão intensamente viveu a Rádio Altitude.
Até sempre, Senhor Ferreira!...
 
                                                                                         Helder Sequeira
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:37

Semana da Ciência e da Tecnologia

por Correio da Guarda, em 24.11.08

 

No Instituto Politécnico da Guarda vai decorrer de hoje a 28 de Novembro a Semana da Ciência e da Tecnologia.
O programa desta semana vai integrar exposições, palestras, visitas a laboratórios, simulações e exibição de documentários, entre outras actividades.
O dia 24 de Novembro será dedicado aos alunos do primeiro ciclo do ensino básico e o seguinte ao empresário, estando programado um encontro - no edifício dos Serviços Centrais - e uma visita guiada ao campus do Instituto Politécnico da Guarda.
Esta semana culminará com a realização do I Encontro de Antigos Alunos do IPG, a ter lugar no dia 28 de Novembro; o programa inclui uma sessão no auditório dos serviços centrais do Politécnico (pelas 15h30), seguindo-se uma visita ao campus e, mais tarde, um jantar convívio numa unidade hoteleira da Guarda.
De acordo com a Comissão Organizadora, este é o primeiro passo para o agendamento de futuros encontros e eventos destinados aos antigos alunos do Politécnico da Guarda.
No âmbito da Semana da Ciência e Tecnologia, o Departamento de Línguas e Culturas da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico da Guarda está a promover um concurso subordinado ao tema “Dominar a Ciência e a Tecnologia”.
Motivar o gosto pela ciência e permitir que cada equipa de concorrentes dê a conhecer os seus conhecimentos nesta temática são os principais objectivo desta iniciativa que pretende, também, promover um espírito de ligação e convívio entre a ESTG, a comunidade do IPG e as escolas secundárias e profissionais da região da Guarda.
Durante a Semana da Ciência e Tecnologia, e à semelhança do que tem acontecido nos anos anteriores, as portas do Politécnico da Guarda estão abertas à comunidade local e regional.
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:20

Pág. 1/4



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +


Referenciar citações

Protected by Copyscape Website Copyright Protection




Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: