Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O regresso à EN 16 ...

por Correio da Guarda, em 17.02.11

 

     O troço da estrada nacional 16 entre a Guarda e Vilar Formoso tem hoje, à semelhança de outros, um reduzidíssimo movimento, comparativamente com o trânsito que registava antes da abertura do IP5, itinerário que antecedeu a actual A25.

     A ligação entre a cidade mais alta de Portugal e a principal fronteira terrestre portuguesa era, então, morosa face às limitações impostas pelas características e perfil daquela estrada.

     A circulação de veículos pesados, a largura da via, o traçado e a passagem por alguns aglomerados populacionais não favoreciam uma viagem rápida e segura, condições agravadas pelas más condições atmosféricas ou pelo significativo aumento de tráfego no período de verão.

     Com a auto-estrada A25 a ladeá-la ao longo de vários quilómetros, a Estrada Nacional 16, no troço referido, é, actualmente, utilizada sobretudo para o acesso às povoações que por si são atravessadas ou àquelas cuja ligação principal se faz a partir desta rodovia. Ocasionalmente, e perante constrangimentos na auto-estrada, como alternativa para o trânsito automóvel.

     Com excepção do percurso entre a ponte sobre o Rio Côa e o Alto do Leomil (que anteriormente era já um dos mais penosos, atendendo ao relevo da zona) o piso encontra-se em boas condições, o que vai incentivando alguns automobilistas a um passeio tranquilo ou a reencontrarem o encanto da paisagem, com a possibilidade de visitarem lugares, como Castelo Bom, Castelo Mendo e Jarmelo.

     Ao longo da estrada, e sobretudo no sentido Vilar Formoso/Guarda há ainda muitos rochedos onde é visível a publicidade a restaurantes guardenses (curiosamente há muito encerrados) ou informações e contactos hoje sem qualquer sentido ou utilidade. Memórias esquecidas no granito enegrecido pelo tempo.

     A intensidade do tráfego nesta estrada deverá aumentar a partir da altura em que a obrigatoriedade de pagamento de portagens na A25 passe a vigorar. Uma realidade, previsível, que não deixará de colocar questões de segurança e alguma apreensão sobre novos cenários de sinistralidade.

     A EN 16 será, certamente, alternativa para quem se desloque diária ou frequentemente num ou noutro sentido no espaço compreendido entre Guarda e Vilar Formoso.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:17


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Contacto:

correiodaguarda@sapo.pt correio.da.guarda@gmail.com



Google +