NOTÍCIAS DA GUARDA e REGIÃO | APONTAMENTOS | REGISTOS DIVERSOS

Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017
Quando as pétalas começam a cair...

 

    A importância da fotografia é transversal a vários domínios, como foi sublinhado no decorrer das I Jornadas de Fotografia da Guarda que decorreram, no passado sábado, numa organização conjunta do Instituto Politécnico da Guarda e do Fotoclube da Guarda.

   As referidas Jornadas constituíram um momento de formação, diálogo e divulgação de trabalhos ou projetos, a maioria dos quais protagonizados por pessoas da Guarda ou da região; pessoas que, apaixonadas pela fotografia, estão a desenvolver interessantes levantamentos e registos, aplicando técnicas, criatividade, saber, promovendo múltiplos lugares, terras e património.

    Interessante é verificarmos que há juventude envolvida neste amor pela fotografia, explorando as suas potencialidades, transformando-a numa forte mensagem desdobrada em muitas palavras, utilizando-a como testemunho e alerta para a realidade, para a nossa realidade...

     Catarina Flor é uma jovem, natural da Guarda, que começou a interessar-se pela fotografia quando tinha apenas 10 anos; a partir de então foi crescendo o gosto por esta atividade que alicerçou em formações diversas e no aperfeiçoamento de técnicas. Hoje, com 22 anos, licenciada em Artes Plásticas e Multimédia (e a frequentar uma pós-graduação em Direção Artística na Produção Audiovisual), Catarina continua idêntica a si própria: humana, sensível, simples, emotiva, interessada, observadora e com uma beleza, ternura e simpatia indiscutíveis...

    Através da sua máquina fotográfica continua a mostrar ao mundo a forma como o observa, dando particular ênfase ao registo das emoções e à expressividade e beleza de um gesto, de um olhar, das coisas simples e verdadeiras.

    Nas Jornadas de Fotografia da Guarda apresentou uma cativante e expressiva comunicação subordinada ao tema “Quando as pétalas começam a cair – projeto de artes plásticas e multimédia”; para a além da interação criada com os participantes no referido evento, Catarina Flor soube, de forma original, deixar uma forte mensagem sobre a necessidade de valorizarmos a vida, a saúde, aquilo que é realmente importante para uma realização pessoal em harmonia com os nossos semelhantes, deixando uma marca positiva da nossa presença no mundo.

Catarina Flor 4.jpg

     Partindo de casos concretos e reais, testemunhos elucidativos de dramáticos casos de doença e de experiências trágicas vividas pelas pessoas que deram a imagem e a voz num excelente trabalho de arte e multimédia, a jovem guardense alcançou o seu objetivo e transmitiu uma mensagem de otimismo, o apelo para que saibamos apreciar e valorizar o que a Vida tem de bom, num aproveitamento constante e pleno. A mensagem foi recebida, arrebatando a reflexão dos participantes e turvando mesmos muitos olhares...a fotografia é também emoção.

Catarina Flor.jpg

     Nesta Guarda de emoções, Catarina Flor é um exemplo promissor a reter e, pelo que temos observado, não hesitaremos em dizer que o seu nome surgirá, futuramente, associado a qualificados trabalhos na área da fotografia e multimédia. (H.S.)

 

    in "O Interior", 19|10|2017

 

 



publicado por Helder Sequeira às 12:35
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 17 de Outubro de 2017
Almeida

Almeida - HS.JPG

 



publicado por Helder Sequeira às 23:46
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 16 de Outubro de 2017
Fórum sobre Toponímia

Toponímia Almeida.jpg

     O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai promover, no próximo dia 27 de Outubro, mais um Fórum sobre Toponímia.

    Considerando que a toponímia se assume como referência dos valores históricos, culturais de cada lugar e memória coletiva de factos, personalidades, tradições ou legados identitários, a organização deste Fórum pretende continuar a incrementar o estudo/divulgação através de diversificadas e distintas perspetivas que, globalmente, propiciem uma Guarda da memória.

    “A Toponímia do Concelho da Guarda nos Caminhos de Santiago”, “Lopo de Carvalho na toponímia guardense”, “Um olhar sobre a Toponímia rural da Mêda: do século XVI à atualidade” e “Olivença: terra portuguesa de Interculturalidade” são algumas das comunicações a apresentar neste Fórum.

    Os interessados em participar devem efetuar a sua inscrição (gratuita mas obrigatória) até 25 de Outubro, em ipg.pt/toponimia.

 



publicado por Helder Sequeira às 23:15
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 15 de Outubro de 2017
Abuso sexual de pessoa com deficiência

 

     O Comando Territorial da GNR da Guarda, através de uma equipa do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) do Destacamento Territorial de Pinhel, deteve na passada sexta-feira, 13 de outubro, em flagrante delito, um homem de 32 anos, pelo crime de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência.

    A detenção foi feita perto da cidade de Pinhel quando os militares da GNR, durante o patrulhamento, detetaram uma viatura imobilizada num local ermo, a qual era pertencente de "uma instituição que se dedica à educação e reabilitação de pessoas portadoras de deficiência", de acordo com a informação divulgada pela Comando Territorial da Guarda.

    No momento da abordagem à viatura, surgiu "um individuo com um comportamento suspeito, vindo de uma zona de mato, alegando ser o condutor e motorista da instituição em causa. Após algumas diligências efetuadas, pelos militares da GNR, foi encontrada uma mulher despida deitada no chão, estando visivelmente perturbada, a qual foi prontamente socorrida."

    Segundo informação de familiares, a vítima possui 80% de incapacidade mental.

    O indivíduo foi detido e presente ontem, dia 14 de outubro, no Tribunal Judicial da Guarda, tendo-lhe sido decretada a medida de coação de apresentações periódicas, proibição de contacto com a vítima e proibição do exercício de funções com utentes com necessidades especiais.

 



publicado por Helder Sequeira às 20:20
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 14 de Outubro de 2017
Jornadas de Fotografia

Jornadas Fotografia da Guarda.png

      Na Guarda vão decorrer hoje as I Jornadas de Fotografia da Guarda, organizadas pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e pelo Fotoclube da Guarda (FCG).

    Estas jornadas pretendem evidenciar o papel da fotografia na sociedade contemporânea, divulgar trabalhos fotográficos incidentes sobre várias áreas, proporcionar um debate entre fotógrafos de vários níveis e todos quantos se dedicam à fotografia.

    O programa, a iniciar pelas 9h30, contempla temas como Fotografia da Natureza”, “Fotografia e Imprensa Regional”, “Quando as pétalas começam a cair"- Projeto de artes plásticas e multimédia”, “Fotografia de Paisagem”, Pedro Carvalho, “Microfotografia”, “O Papel da fotografia na promoção da candidatura da Estrela a Geopark Mundial da UNESCCO”, “A Revelação de Negativos Digitais”, “Fotografia de Viagem” e “A fotografia como meio de registo e análise da atividade dos bombeiros portugueses".

   As jornadas vão realizar-se no auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico da Guarda e serão complementadas com uma exposição de fotografia.

 



publicado por Helder Sequeira às 07:45
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 11 de Outubro de 2017
Cão Serra da Estrela

Cão Serra da Estrela - HS.jpg

 



publicado por Helder Sequeira às 23:41
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 7 de Outubro de 2017
Fotoclube da Guarda participa no Worldwide Photowalk

 

    O Fotoclube da Guarda vai, uma vez mais, associar-se ao Worldwide Photowalk.

   Trata-se de um evento de fotografia social onde os fotógrafos se reúnem para caminhar, tirar fotos e incrementar o convívio com todos quantos alimentam a paixão pela fotografia.

   Após a caminhada, os participantes escolhem a melhor foto para apresentar a concurso. Esta iniciativa ocorre no primeiro sábado de Outubro de cada ano.

  Desta feita, o Fotoclube da Guarda depois de ter estado, entre outras localidades, em Castelo Rodrigo, Linhares da Beira e Trancoso, escolheu a histórica vila de Almeida, onde a partir das 9h30 de hoje se procurá obter a melhor fotografia.

 Este ano é particularmente especial porque marca o 10º aniversário do Worldwide Photowalk que apoia o The Springs Of Hope Kenya Orphanage, uma organização que alimenta, abriga, educa e capacita jovens órfãos.

ALMEIDA - foto Helder Sequeira.jpg

     Almeida 

 



publicado por Helder Sequeira às 00:01
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 30 de Setembro de 2017
Simulacro de explosão

 

     Um morto e uma dezena de feridos foi o balanço da explosão (simulada) ocorrida ontem, pouco depois das 17 horas, no campus do Instituto Politécnico da Guarda.

    Tratou-se de um Simulacro integrado no programa do III Congresso da VMER Guarda, iniciado sexta-feira e que terminou hoje no Auditório dos Serviços Centrais do IPG.

    O simulacro pretendeu testar a operacionalidade dos serviços de socorro a partir de uma explosão ocorrida numa sala de aula.

Simulacro no IPG - foto HSequeira.jpg

 



publicado por Helder Sequeira às 23:17
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017
Memória da Rádio...

 

     Durante décadas, Emílio Aragonez foi uma das vozes mais populares das emissões radiofónicas feitas, em onda média, a partir da cidade mais alta de Portugal.

    Emílio Aragonez, uma figura com profundas ligações à Rádio Altitude, nasceu em 21 de Setembro de 1934, em Portalegre; veio para a Guarda com cinco anos. Posteriormente, face às contingências resultantes da atividade profissional do pai, foi viver para Cascais, Pinhel, Peniche e Seia, após o que ocorreu o regresso definitivo à cidade da Guarda, onde começou a trabalhar aos onze anos, na Ourivesaria Correia.

    Aos dezoito anos abriu o seu primeiro estabelecimento comercial, na Rua 31 de Janeiro. Três anos depois mudou-se para a Rua do Campo, instalando-se no antigo espaço da Espingardaria Sport, que pertencera a um antigo chefe da Polícia; iniciava-se um ciclo de atividades na área da relojoaria e ótica; contudo, circunstâncias diversas contribuíram, muitos anos depois, para o abandono da vida comercial e empresarial. Ficou, deste modo, aberto o caminho para uma dedicação total ao jornalismo e à rádio.

    Desde os dezanove anos que mantinha, aliás, uma permanente paixão pela Rádio Altitude, onde começou a colaborar no início da década de cinquenta.

    Pessoa de improviso fácil, e anotações rápidas, Emílio Aragonez assegurava os diretos da rádio de uma forma atrativa, suscitando o interesse informativo, curiosidade e audição atenta. A Rádio foi, sem reservas, uma grande afeição da sua vida, feita de trabalhos, desencontros, incompreensões silêncios, amarguras e felicidade; vida simultaneamente enraizada em convicções e em princípios, passando ao lado, de eventuais críticas ou atitudes injustificadas.

    Ao longo de décadas, deu voz à notícia, trouxe à luz da ribalta questões tantas vezes ignoradas; desencadeou o confronto de opiniões, denunciou injustiças, foi porta-voz de múltiplas aspirações de terras e gentes. Emílio Aragonez assumiu o jornalismo e a rádio sem nunca esquecer a função social subjacente; o que, aliás, foi sempre reconhecido pelos ouvintes, a quem nunca negou a sua presença, e voz, mesmo em situações nas quais motivos de ordem pessoal, o cansaço ou a doença aconselhavam repouso.

    A sua voz aquecia as noites guardenses, esbatia a solidão, aumentava progressivamente o auditório, despertando incontidas manifestações de simpatia.

Emílio ARAGONEZ - foto HS.jpg

     A Rádio representa para Emílio Aragonez “praticamente uma vida toda. Uma pessoa que entra para ali aos 19 anos e fica lá até aos 68 obviamente que representa tudo”, disse-nos há algum tempo. Emílio Aragonez é um memória viva da Guarda – das suas estórias e tradições – igual a si próprio, referência de um tempo cúmplice das ondas hertzianas, quais laços de solidariedade com a cidade e uma vasta região.

    É  mais do que justificado um reconhecimento público a este homem da Rádio e do Jornalismo; a este homem da Guarda que não esquecemos e felicitamos.

                                                                                                                                                     (Helder Sequeira)

 

 



publicado por Helder Sequeira às 21:38
link do post | comentar | favorito
|

Jornadas de Fotografia na Guarda

 

     Na Guarda vão decorrer, no próximo dia 14 de Outubro, as I Jornadas de Fotografia da Guarda, organizadas pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e pelo Fotoclube da Guarda (FCG).

    Estas jornadas pretendem evidenciar o papel da fotografia na sociedade contemporânea, divulgar trabalhos fotográficos incidentes sobre várias áreas, proporcionar um debate entre fotógrafos de vários níveis e todos quantos se dedicam à fotografia.

   A referida iniciativa, se por um lado se pretende afirmar como um eminente contributo formativo (e pedagógico), por outro procura estabelecer/consolidar ligações com pessoas ligadas ao mundo da fotografia (profissionais e amadores).

   O programa, a iniciar pelas 9h30, contempla temas como Fotografia da Natureza”, “Fotografia e Imprensa Regional”, “Quando as pétalas começam a cair"- Projeto de artes plásticas e multimédia”, “Fotografia de Paisagem”, Pedro Carvalho, “Microfotografia”, “O Papel da fotografia na promoção da candidatura da Estrela a Geopark Mundial da UNESCCO”, “A Revelação de Negativos Digitais”, “Fotografia de Viagem” e “A fotografia como meio de registo e análise da atividade dos bombeiros portugueses".

   As jornadas vão realizar-se no Instituto Politécnico da Guarda e serão complementadas com uma exposição de fotografia.

   As inscrições – a efetuar até 10 de Outubro – são gratuitas (mas obrigatórias e limitadas à capacidade do Auditório), podendo ser feitas aqui.  Outras informações podem ser solicitadas para as contas de correio eletrónico gic@ipg.pt ou fotoclubedaguarda@gmail.com.

Cortejo.jpg

 

 



publicado por Helder Sequeira às 00:01
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13

18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


GUARDA
correiodaguarda@sapo.pt
posts recentes

Quando as pétalas começam...

Almeida

Fórum sobre Toponímia

Abuso sexual de pessoa co...

Jornadas de Fotografia

Cão Serra da Estrela

Fotoclube da Guarda parti...

Simulacro de explosão

Memória da Rádio...

Jornadas de Fotografia na...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

links
tags

todas as tags

Visitantes
-
-
Referenciar citações
Protected by Copyscape Website Copyright Protection
Google +
Bem- Vindo
blogs SAPO
subscrever feeds