NOTÍCIAS DA GUARDA e REGIÃO | APONTAMENTOS | REGISTOS DIVERSOS
Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2012
António Dias de Almeida - Prémio Café Mondego

    

 

     "O vencedor do Prémio Café Mondego 2011 é António José Dias de Almeida, professor aposentado, estudioso da literatura, militante cultural e homem de um coração imenso. Ele está, há décadas, sempre "presente" em tudo o que tenha a ver com letras, artes e cultura. A sua disponibilidade para colaborar é muito grande e conhecida na cidade. Para além do mais é um cidadão activo e empenhado. Para mim é uma das referências (poucas) que tenho a cidade. Por isso fico muito satisfeito por ter sido ele o premiado, mesmo que este prémio valha, apenas, para dizer a António J. Dias de Almeida de que gostamos muito dele (...)".   In Café Mondego

 

     Parabéns!!...

 



publicado por Helder Sequeira às 23:37
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 24 de Janeiro de 2012
Pintura e Escultura no Paço da Cultura

 

     Na próxima quinta-feira, 26 de Janeiro, pelas 18h00, serão inauguradas, na Galeria do Paço da Cultura da Guarda, as exposições “Um olhar sobre os AFECTOS” (Pintura) de Maria Guia Pimpão e “Guard’ a pedra” (Escultura) de Luís Pinheiro.

     Maria Guia Silveira Amaral M. Pimpão nasceu em Peraboa, Covilhã, em 1945, tendo fixado a sua residência em Coimbra onde frequentou o Círculo de Artes Plásticas, em 1973. Licenciada em Economia pela FEUC, Mestre em Contabilidade e Finanças pela UAL, foi docente do ISCAC até à sua aposentação. Fez alguns cursos livres de pintura e, desde 2007, frequenta a Oficina Livre de Pintura da ÁRVORE - Cooperativa de Actividades Artísticas, no Porto, orientada pelo Mestre Alberto Péssimo.

     Luís Pinheiro trabalha, agora, a tempo inteiro como artesão. O trabalho da pedra e do ferro são hoje o seu ganha-pão. Razões sentimentais trouxeram-no de Inglaterra para Medas, Gondomar. Aí vive junto ao rio Douro. Foi em Medas que se encontrou com a natureza, que sentiu que a pedra fala, já tem expressão. “A vida tinha-me corrido mal e comecei a partir pedra”. E foi como se essa ligação rude com a pedra lhe desvendasse outro caminho, uma nova maneira de encarar a vida e o trabalho. Esculturas em pedra, madeira e ferro retratam animais e aspectos da natureza, segundo o olhar do autor. Na exposição “Guard’ a pedra" é feita uma homenagem ao pastor e ao seu rebanho. Os trabalhos integram a denominada Land Art, uma corrente artística que faz do elemento natural a sua matéria-prima, dando a partir daí largas à imaginação.

     As exposições estarão patentes até dia 10 de Março de 2012 e podem ser visitadas, de terça a sábado, das 14h00 às 19h00.

 

Fonte: NAC

 



publicado por Helder Sequeira às 23:56
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2012
Exposição de Ângelo de Sousa no TMG

 

 



publicado por Helder Sequeira às 23:45
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 22 de Janeiro de 2012
Galo do Entrudo 2012

 

 

 



publicado por Helder Sequeira às 15:09
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 21 de Janeiro de 2012
Rentabilizar potencialidades

 

     O ciclo das iniciativas que têm por objetivo a promoção do queijo da Serra da Estrela e a homenagem a todos aqueles que, direta ou indiretamente, estão ligados à sua produção, iniciar-se-á brevemente.

     É certo que estes certames perderam alguns dos traços característicos das iniciais feiras-concurso, vulgarizando-se, nalguns casos, e enriquecendo o programa, noutros.

    As referidas iniciativas, pela sua especificidade e outrossim pela garantia de qualidade na compra do famoso produto serrano costumam atrair bastantes pessoas, sobretudo quando há coincidência com o fim de semana ou dias de pausa laboral (imposta ou não pelas novas diretrizes da concertação social...).

    Tradicionalmente – hoje a realidade económica e social pode trazer acentuadas diferenças – tem havido uma inquestionável animação de várias localidades do distrito, nas vertentes e na orla da Serra da Estrela. Contudo, as várias propostas apresentadas ao visitante, do distrito ou de outras regiões do País, continuam a surgir sem qualquer articulação, independentes umas das outras, o que não permite um eficaz aproveitamento das potencialidades de atração turística que lhe estão inerentes.

     Com este figurino tem sido inviabilizada uma promoção global da região serrana, onde estas realizações têm lugar, e não se contribui para prolongar a permanência dos forasteiros, o que poderia conduzir à “descoberta” de outras realidades, nomeadamente patrimoniais, paisagísticas ou gastronómicas, servindo de incentivo a novas e regulares deslocações a esta zona do país (pesem as novas e injustas condicionantes rodoviárias).

     Através de uma interligação dos certames realizados nos vários concelhos, e com a calendarização mais adequada à presença de visitantes, será possível proporcionar, ao longo de um período mais alargado, um conjunto de propostas que podem ter continuidade, mais a norte, com o quadro ímpar das amendoeiras e das festividades a elas ligadas, com a promoção dos nossos vinhos.

    Da aliança entre a Estrela e o Douro podem resultar excelentes ofertas turísticas, sem esquecer, de permeio, o importante contributo das aldeias históricas, do roteiro dos castelos medievais ou da prática de vários desportos radicais, que encontram neste distrito diversificadas opções.

     Para que isto acontece é fundamental uma real convergência de esforços não só dos municípios mas igualmente dos responsáveis pela promoção turística e de todos os que trabalham no sector da hotelaria e da restauração.

     A oferta turística tem de ser sinónimo de qualidade e enquadrar-se num planeamento atempado, rigoroso, com objetivos bem definidos e capacidade de resposta às solicitações do mercado.

    A Serra da Estrela, por exemplo, não pode ser apenas associada à alvura da neve por forma a convidar à descoberta de outros encantos que reserva. E para isso é necessária uma melhor articulação de projetos, de estratégias, de políticas, de planeamento de ações e eventos, sejam eles culturais, gastronómicos ou desportivos.

     É fundamental a motivação do visitante para novas deslocações, proporcionando-lhe uma gama de opções que o prendam à magia da Serra e o convertam num elemento divulgador da sua identidade e região circundante.

     O cartaz serrano deverá funcionar como uma imagem de marca qualitativa, onde esta região se sinta plenamente envolvida, resultando em elemento propulsor de desenvolvimento turístico e económico.

    É mais do que tempo (é urgente) aproveitarmos as nossas reais potencialidades turísticas e afastar reivindicações isoladas e descontextualizadas (ou mesmo demagógicas), protagonismos individuais, bairrismos doentios e inaceitáveis. H.S.

 

in "O Interior"

19-1-2012

 



publicado por Helder Sequeira às 22:53
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012
Debate sobre a Maternidade da Guarda

 

     Na próxima Terça-feira, dia 24, às 21h30, prossegue no Café Concerto do TMG, o ciclo «Rádio Café», organizado em parceria pela Rádio Altitude e pelo Teatro Municipal da Guarda. O primeiro debate de 2012 é dedicado a um tema que está entre os maiores desafios da Guarda para o ano que agora começou: «Que podemos fazer pela Maternidade?».

     Perante a hipótese de encerramento do único bloco de partos do distrito, se forem levados em conta os mais rígidos critérios sugeridos pelo grupo de estudo da reforma hospitalar, queremos saber com que argumentos poderá a Guarda lutar para defender a continuidade deste serviço. Quais são os nossos pontos fortes e os nossos pontos fracos? De que maneira devem as instituições da cidade e do distrito organizar-se e envolver-se na defesa da Maternidade? Que razões tem o cidadão para acreditar nesta causa? Como poderá o bloco de partos do Hospital da Guarda afirmar-se como o melhor da região? Que papel cabe aos profissionais de saúde, aos representantes políticos e às chamadas "forças vivas"? Que poderá acontecer à Guarda se a Maternidade fechar? Eis algumas abordagens para um debate a muitas vozes.

     O painel inicial de intervenientes será formado por Ana Margarida Correia (professora e jovem mãe), Cremilde Sousa (médica obstetra e chefe do serviço de Obstetrícia do Hospital da Guarda), Isabel Marta (enfermeira-parteira aposentada), Sofia Monteiro (professora e activista) e Vasco Queirós (médico de família).

    O debate será aberto a todos quantos estejam presentes no Café Concerto do TMG e queiram intervir.

    A moderação será feita pelo jornalista Rui Isidro.

 

fonte: Rádio Altitude

 

 

 



publicado por Helder Sequeira às 12:42
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2012
Conferência sobre antibióticos

 

     "Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (MRSA): um problema mundial no hospital e na comunidade ”é o tema da conferência que terá lugar na Escola Superior de Saúde da Guarda (ESS), no próximo dia 25 de Janeiro.

     Esta conferência, no âmbito da Unidade Científica de de Microbiologia dos cursos da ESS, será proferida, a partir das 14h30, pela Profª Marta Aires de Sousa, da Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa.

    A referida iniciativa – a realizar no auditório da Escola Superior de Saúde/IPG – é aberta à comunidade, sendo a inscrição obrigatória, embora gratuita (ess.geral@ipg.pt)

 

 



publicado por Helder Sequeira às 22:57
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 17 de Janeiro de 2012
Iberografias, Territórios e Culturas

 

     Na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (Guarda) vai ser apresentado no próximo sábado, 21 de Janeiro (15.30h), o décimo nono lançado volume da Colecção “Iberografias”, intitulado “Patrimónios, Territórios e Turismo Cultural: Recursos, Estratégias e Práticas”.

     Esta colectânea do Centro de Estudos Ibéricos dá particular atenção à relação do património e da cultura com os processos de desenvolvimento regional e local, sobretudo dos territórios mais frágeis e profundos, localizados junto à fronteira entre Portugal e Espanha

     Meia hora antes terá início a sessão de entrega de Bolsas de Investigação concedidas no âmbito do Projecto Territórios, Sociedades e culturas em tempo de mudança.

     Esta iniciativa, de apoio a jovens investigadores, incrementa a realização de trabalhos de investigação com incidência nos espaços de baixa densidade e nos territórios transfronteiriços, enquadrados nos temas: Paisagens naturais e espaços rurais;  Património e turismo cultural; Condições sociais e modos de vida; Escola e coesão dos espaços rurais; Dinâmicas e cooperação territorial.

     Das mais de cem candidaturas recebidas, foram seleccionadas quinze (três por linha de acção). Os trabalhos podem ser consultados em:

      http://www.cei.pt/investigacao/investigacao_historico.htm

 

 



publicado por Helder Sequeira às 23:50
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 15 de Janeiro de 2012
Canções de Cordel

 

 



publicado por Helder Sequeira às 17:04
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 14 de Janeiro de 2012
Economia regional em debate na Guarda

  

     “Portugal a soma das partes – As economias regionais como fator de desenvolvimento” é o tema da conferência que vai ter lugar no próximo dia 30 de Janeiro, pelas 9h30, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico da Guarda.

     Esta conferência - promovida pela Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, TSF e Jornal de Notícias - pretende proporcionar um debate sobre questões no âmbito da fiscalidade, do empreendedorismo e do investimento, sendo aberta aos TOC e público em geral, mediante inscrição.

 



publicado por Helder Sequeira às 22:41
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


GUARDA
correiodaguarda@sapo.pt
posts recentes

Calafrio abre Festival In...

Conferência sobre Carolin...

Teatro Municipal da Guard...

"Por amor" na BMEL

Fernando Paulouro recebe ...

Livro sobre o concelho do...

Jornadas de Fotografia na...

Contos e trovões, rezas e...

Castelo Rodrigo nas Sete ...

Castelo de Trancoso

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

links
tags

todas as tags

Visitantes
-
-
Referenciar citações
Protected by Copyscape Website Copyright Protection
Google +
Bem- Vindo
blogs SAPO
subscrever feeds