NOTÍCIAS DA GUARDA e REGIÃO | APONTAMENTOS | REGISTOS DIVERSOS
Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009
Finalmente o anúncio...a publicação...

 
Finalmente foi publicado em Diário da República o tão aguardado anúncio de procedimento para o concurso limitado por prévia qualificação destinado às obras de ampliação do ex-Hospital Sousa Martins, na Guarda...
Com toda esta demora (não do anúncio mas da concretização das obras, no terreno e na criação de novas condições de trabalho nesta unidade hospitalar), por quanto tempo iremos assistir ao “arrastar dos pés”, na expressão há anos atrás utilizada pelo, então, candidato a Primeiro-Ministro?...
 


publicado por Helder Sequeira às 13:03
link do post | comentar | favorito
|

Festa da Amendoeira

 

Em Vila Nova de Foz Côa decorrerá entre 20 de Fevereiro e 8 de Março a XXVIII edição da Festa da Amendoeira em Flor e dos Patrimónios Mundiais, organizada pela Câmara Municipal em colaboração com a empresa FozCoa Activa
Para celebrar o período de floração das amendoeiras, e as suas colorações de branco e rosa que são uma das principais imagens de marca daquele concelho, a autarquia local oferece um conjunto de espectáculos musicais, festivais, feiras temáticas, passeios com os quais procura atrair um cada vez maior número de visitantes.
Um dos objectivos é, também, aproveitar a visibilidade que já têm as amendoeiras em flor para dar a conhecer a oferta comercial, nomeadamente de produtos produzidos nesta região.
Assim, para além de se organizarem diversos passeios pelas principais manchas de floração, realizar-se-á também a VII edição da Expocôa, a I Feira de Stocks e a III Feira de Produtos Regionais de S. Martinho, para além da já tradicional Feira Franca.
 


publicado por Helder Sequeira às 00:19
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009
Ritmos reggae na Guarda

 

O projecto português “Quem é o Bob?” apresenta hoje, dia 29 de Janeiro, no Café Concerto do TMG um tributo a Bob Marley.
Este grupo surgiu em 2007 com o objectivo de homenagear o grande mito do reggae que é Bob Marley. 
Neste tributo, com a duração de 90 minutos de puro reggae e a voz inconfundível de Pedro Fubu, vão surgir todos os temas emblemáticos de Bob Marley, com o espírito e sonoridade da sua banda de sempre, os Wailers.
“Quem é o Bob? é um projecto que reúne Paulo Pereira nas teclas, Fred Noel na guitarra, Pedro Fubu na voz, Paulo Norte na bateria e Simões no baixo.
 


publicado por Helder Sequeira às 00:13
link do post | comentar | favorito
|

Centro de Estudos Ibéricos

 

O Centro de Estudos Ibéricos (CEI) vai participar, nos dias 4 e 5 de Fevereiro, na Conferência “Cooperação Transfronteiriça de Segunda Geração”, a ter lugar em Guimarães.
O CE, que tem a sua sede na Guarda, integrará um Painel de Exemplos de Boas Práticas de projectos financiadas pelo Programa Comunitário INTERREG.
Organizada pelo Instituto Financeiro para o Desenvolvimento Regional e o Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, esta iniciativa visa a promoção do debate sobre a denominada Cooperação Transfronteiriça de Segunda Geração e a apresentação do estudo que analisa a trajectória da cooperação transfronteiriça entre Espanha e Portugal e seu impacto no desenvolvimento regional nos territórios de fronteira.
A Conferência, cujas conclusões serão remetidas à Comissão Europeia, abrirá o processo de reflexão no conjunto dos territórios de fronteira entre Espanha e Portugal, assim como nas organizações que estão a desenvolver seu trabalho nesse âmbito e contará com a presença da Ministra das Administrações Públicas de Espanha, Elena Salgado e do Ministro do Ambiente e Ordenamento do Território de Portugal, Francisco Nunes.
Para além do CEI, integram o painel de Boas Práticas o projecto CTAG/CEIA Auto Cluster (Centro Tecnológico de Automoción de Galicia/Centro de Excelência e Inovação para a Indústria Automóvel) e o projecto EET/E+Etic (Espaço de Excelência Transfronteiriço/ Educação + Tecnologias da Informação e Comunicação).
 


publicado por Helder Sequeira às 00:03
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009
Susana Félix no Teatro Municipal da Guarda

 

Susana Félix vai apresentar no Teatro Municipal da Guarda, no próximo sábado, pelas 21h30, o espectáculo “Pulsação”.
Recorde-se que Susana Félix se estreou no final da década de 90 com o álbum “Um Pouco Mais”; oito anos depois, a cantora resolveu passar em revista a sua carreira e acaba de editar uma colectânea intitulada “Pulsação”, um disco que reúne os temas que mais destaque têm tido no percurso de Susana Félix.
"Mais Olhos (que barriga)", "Flutuo", "Fintar a Pulsação", "Amanhecer" e "(Bem) Na Minha Alma", são alguns dos temas interpretados neste concerto.
Acompanham Susana Félix em palco Alexandre Frazão na bateria, Massimo Cavalli no baixo e contrabaixo, Nuno Rafael nas guitarras, Renato Jr. nas teclas e o Trio de Metais constituído por João Cabrita, Jorge Ribeiro e João Marques.
Susana Félix nasceu em Torres Vedras em 1975 e apaixonada pela música, desde sempre, bem cedo se dedicou ao canto; em 1988, com apenas 12 anos, venceu  a Grande Noite do Fado, no Coliseu dos Recreios de Lisboa; de 1989 a 1994 fez teatro amador na sua terra natal.
Em 1998f foi convidada pela editora Valentim de Carvalho para gravar o seu primeiro disco a solo, e ainda nesse ano começa a compor e inicia as gravações do referido disco.
Em 1999 lançou-se, em nome próprio, com o álbum “Um Pouco Mais”, um sucesso de vendas que levou aos tops nacionais temas como “Mais olhos que Barriga” e “Um Lugar Encantado”.
Susana Félix editou o seu segundo álbum de originais, “Rosa e Vermelho”, em 2002, e partiu para uma nova digressão pelo país. O ano de 2005 foi dedicado à composição, pré-produção, e gravação do seu terceiro álbum de originais, “Indigo”.
O referido disco foi editado no início de 2006 com a produção e os arranjos a cargo da própria Susana Félix e de Renato Jr, para além da composição musical que a Susana assina desde o seu primeiro trabalho a solo. Neste disco, a cantora e compositora assina também a maioria das letras.


publicado por Helder Sequeira às 09:10
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009
Recuperação de pombais

 

A Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo está a incentivar a recuperação de pombais, atribuindo, para o efeito, um apoio financeiro no valor de quinhentos euros.
Aquela autarquia sublinha o valor inquestionável que os pombais tradicionais assumem na cultura do concelho e de toda a região de Riba-Côa, enriquecedores dos afectos da memória e das paisagens, alertando para o facto de muitos deles se encontrarem em mau estado de conservação.
De acordo com informação divulgada pela autarquia, o regulamento para atribuição deste apoio financeiro já se encontra aprovado e as candidaturas estão sujeitas ao preenchimento de um formulário a submeter a apreciação da comissão técnica nomeada para o efeito.
 
 
De referir que serão consideradas candidaturas prioritárias, as dos pombais que abriguem actualmente pombas ou cujos proprietários se comprometam a promover a introdução de pombas nos pombais a recuperar.
 
Para António Edmundo, Presidente da Autarquia de Figueira de Castelo Rodrigo, a atribuição deste apoio tem por objectivo “incentivar os proprietários a recuperar os seus pombais tradicionais, verdadeiros ex-líbris desta região, ao mesmo tempo que contribuem para enriquecer as paisagens deste Concelho”.
Segundo um estudo efectuado pela Associação de Proprietários de Pombais do Nordeste (POLOMBAR), existem actualmente no Concelho de Figueira de Castelo Rodrigo 403 pombais tradicionais, alguns deles muito antigos, ainda que a maioria seja originária da primeira metade do séc. XX, tendo surgido com a intensificação agrícola, nomeadamente, o plantio de vinha, olival e amendoal.
António Monteiro, Biólogo e Técnico do Parque Natural do Douro Internacional, considera esta iniciativa como “inédita e bastante positiva para a preservação do património rural desta região, uma vez que os pombais tradicionais estão intimamente ligados à paisagem deste território”.
 
Os pombais correspondem a construções especialmente preparadas para albergar pombos e destinam-se a cumprir uma ou várias das seguintes funções: produção de carne (borrachos e pombos); produção de estrume de pombo “pombinho”; simbolizar ou ostentar poder, riqueza, melhoramento estético de uma propriedade, e entretenimento (columbofilia).
Em tempos idos os pombos serviram também de mensageiros, sendo que para esse efeito existiam pombais ambulantes.
 


publicado por Helder Sequeira às 10:13
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 26 de Janeiro de 2009
Cinema

 

O Teatro Municipal da Guarda (TMG) vai apresentar no próximo dia 27 de Janeiro, pelas 21h30, o “Cinema de Telmo Martins”.
No Pequeno Auditório do TMG vão ser exibidas 11 curtas-metragens deste jovem realizador, natural da Covilhã, com destaque para o filme premiado "Rupofobia”.
Esta sessão – promovida pelo Serviço Educativo do TMG no âmbito da tertúlia cinéfila, “Janela Indiscreta” - vai contar com a presença do cineasta na conversa final.
A entrada é livre.
 


publicado por Helder Sequeira às 16:39
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 25 de Janeiro de 2009
Ainda a neve...

 



publicado por Helder Sequeira às 18:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sábado, 24 de Janeiro de 2009
Obras de requalificação do castelo de Celorico

 

A torre e o castelo de Celorico da Beira continuam a ser alvo de trabalhos de requalificação, iniciados em 2007.
Pelo seu interesse e oportunidade transcrevemos a informação divulgada pela autarquia celoricense a propósito desta intervenção naquele monumento nacional.
 
 
“Edificado entre finais do século XI, inícios do século XII, é classificado tipologicamente como sendo um castelo românico-gótico. De traçado circular possui duas entradas uma a Oeste e outra a Leste, dois cubelos adossados ao lado Sul da muralha, um de planta quadrangular irregular e outro de planta trapezoidal irregular, originalmente possuiria uma torre de menagem no centro do reduto defensivo, cujos vestígios, todavia, não chegaram até aos nossos dias.
O projecto de requalificação deste espaço contou desde o seu início com o apoio e colaboração do I.P.P.A.R. Trata-se de um projecto de recuperação de um espaço nobre da vila de Celorico que, permaneceu durante muitos anos votado ao abandono completo, verificando-se um enorme estado de degradação do monumento, inclusive chegando a não ter qualquer acesso ao seu elemento arquitectónico mais notável, a torre do castelo. O projecto de requalificação do Castelo de Celorico da Beira teve inicio com uma intervenção arqueológica que decorreu entre os meses de Janeiro e Março de 2007.
As escavações arqueológicas que decorreram no Castelo de Celorico da Beira, foram realizadas com objectivos bem delineados, nomeadamente obter informações histórico - cronológicas através dos materiais arqueológicos recolhidos, que permitissem compreender como foi feita a ocupação humana deste espaço ao longo da história.
Desta forma, procedeu-se à abertura de três sondagens arqueológicas, duas no interior da cerca amuralhada e uma no exterior, num local muito próximo da torre do castelo.
A intervenção arqueológica evidenciou a existência de um espólio arqueológico considerável, composto, na sua grande maioria, por milhares de fragmentos cerâmicos, desde a época medieval até ao período contemporâneo. O espólio arqueológico recolhido é também constituído por alguns metais e moedas.
Além da intervenção arqueológica desenvolvida, a obra de requalificação do Castelo de Celorico da Beira no ano de 2007, pautou-se pela demolição de algumas estruturas e pela implantação dos percursos pedonais que fazem parte deste projecto de requalificação. No decorrer do ano de 2008 foram elaborados trabalhos relacionados com a iluminação interior e exterior do Castelo, procedendo-se igualmente aos trabalhos de requalificação da Torre. No projecto de requalificação do Castelo de Celorico da Beira a ideia de preservar e proteger o monumento esteve na base da execução do projecto. De facto ao analisarmo-lo verificamos que existiu desde o início uma enorme preocupação em preservar a traça original do castelo. Qualquer intervenção a realizar neste espaço, que tivesse por objectivo modificar profundamente o espaço, estaria a atentar contra a memória histórica deste espaço e a adulterar a relação estabelecida entre o castelo e a vila de Celorico da Beira ao longo dos séculos.
O projecto de reabilitação do castelo prevê a recuperação do espaço intra e extra muros.
No exterior a intervenção programada tem por objectivos a limpeza do pano de muralha do castelo e a sua iluminação nocturna. No interior, a intervenção divide-se em duas fases distintas.
Em primeiro lugar, prevê a recuperação de todo recinto interior do castelo, onde serão criados circuitos internos de visita, através da colocação de grelhas metálicas.
 O objectivo destes circuitos será dar indicações aos visitantes de como a visita ao recinto se poderá processar. No entanto, o facto de o circuito não ser fechado, possibilita a animação dos visitantes por outras áreas do recinto.
Estes circuitos serão complementados com painéis informativos com conteúdos relacionados com a história e lendas do castelo. O interior do recinto amuralhado contará ainda com um projecto de iluminação, irá permitir a visita ao local durante a noite. Esta área contará ainda com a construção de um anfiteatro ao ar livre com uma lotação de cerca de 120 pessoas.
A criação deste espaço procura proporcionar condições para o desenrolar de diversas actividades e espectáculos ao ar livre dentro do monumento.
A segunda fase de intervenção no interior do castelo tem como objectivo a recuperação da torre do Castelo, um espaço que actualmente se encontra completamente arruinado, possuindo apenas as paredes exteriores de alvenaria em granito.
A intervenção programada para esta área prevê a criação de uma estrutura em aço, que possa suportar toda a intervenção sem existir qualquer tipo de prejuízo para o património.
A utilização deste tipo de material construtivo tem por base a máxima utilizada em todo o projecto: independentemente da intervenção agora realizada esta é reversível e não altera a traça original do monumento. O uso destes materiais possibilita que haja uma transformação efectiva do espaço, mas sem nunca colocar a construção preexistente e com grande valor patrimonial em causa. Uma vez que se trata de uma intervenção de cariz reversível, possibilita que as gerações do futuro possam ter acesso ao monumento tal como este chegou até aos nossos dias.
O projecto previsto para o interior da torre, prevê a divisão interna da torre em quatro espaços distintos. Ao nível do piso térreo, onde assenta a estrutura metálica, dado o espaço ser constituído por um afloramento rochoso irregular, prevê-se a utilização de placas de madeira para se poder proceder à regularização do terreno.
Numa segunda sala superior ao piso térreo, o projecto prevê a construção de uma sala de conferências, um pequeno auditório que poderá dar apoio a pequenos grupos de visitantes onde podem ser dadas pequenas sessões explicativas.
No piso ao nível da porta de entrada existirá um ponto de apoio turístico, onde será possível ter acesso a informações sobre o castelo e o património de Celorico da Beira em geral. Juntamente com o ponto de turismo, funcionará nesta sala uma exposição permanente com os materiais recolhidos nas intervenções arqueológicas realizadas no castelo.
Para a quarta e última sala encontra-se proposto a criação de um espaço multimédia, onde os visitantes terão acesso a um cyber café. Este último espaço será ainda complementado por uma área no topo da torre, que servirá de miradouro virtual, onde, através de utilização das novas tecnologias, será possível recriar a história dos principais acontecimentos do castelo de Celorico da Beira, bem como das lendas a ele inerentes.”
 


publicado por Helder Sequeira às 23:14
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 23 de Janeiro de 2009
Cidade mais

 

Intitula-se “Cidade mais” e é um novo canal informativo da Guarda. Gratuito, este periódico apresenta-se com edição quinzenal;  a edição "zero" não tem visível a equipa responsável pelo projecto.
Este, contudo, pode ser conhecido em www.cidademais.net. Um projecto a seguir...
 


publicado por Helder Sequeira às 17:51
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


18
24

25
26
27
28
29
30


Hora local
posts recentes

A propósito da Feira de S...

Cunha Rasteiro é o novo C...

Politécnico promove novos...

Poesia: voz e silêncio

Noite na cidade...

Prémios

Oficina de História da Gu...

Projetos de investigação ...

Passeio Fotográfico

Robótica na Guarda

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

links
tags

todas as tags

Visitantes
free html visitor counters
hit counter
Referenciar citações
Protected by Copyscape Website Copyright Protection
Google +
Bem- Vindo
blogs SAPO
subscrever feeds